Informação Imprensa 12 de setembro de 2013 Michelin e o Porsche



Baixar 36,15 Kb.
Encontro13.09.2018
Tamanho36,15 Kb.
Informação Imprensa

12 de setembro de 2013

Michelin e o Porsche 918 Spyder

9 números, 1 recorde, 8 informações essenciais

9 números.

  • 1 pneu, o MICHELIN Pilot Sport Cup 2, homologado em todo o mundo.




  • 1 único fornecedor mundial de pneus para o Porsche 918 Spyder: a MICHELIN.




  • 2 dimensões: 265/35-ZR20 à frente e 325/30-ZR21 atrás.




  • 3672 (918 x 4) pneus MICHELIN de desempenhos muito elevados irão ser usados para este supercarro que contou com 918 exemplares.




  • 887 cavalos, é a potência da viatura desenvolvida por um motor térmico de 608 cavalos e por 2 motores elétricos de 115 e 95 kW.




  • 340 km/h, é a velocidade máxima da viatura.



  • 3,3 l/100km, é o consumo de combustível deste ultradesportivo.




  • 79 g de CO2/km, é o nível de emissões obtido graças à sua motorização híbrida.



1 recorde.

  • 6’ 57”, é o tempo recorde realizado pelo Porsche 918 Spyder equipado com pneus MICHELIN Pilot Sport Cup 2 numa volta pelo célebre circuito de Nürbugring, são 20,832 km e 417 segundos de «adesão extrema».


8 informações essenciais sobre as tecnologias do pneu MICHELIN Pilot Sport Cup 2 do recorde.
A 18 de setembro de 2013 (18/09/2013), a Porsche irá lançar a produção do novo Porsche 918 Spyder. A Michelin será o único fornecedor de pneus deste novo supercarro híbrido com fabrico de 918 exemplares...

Um desenvolvimento de enorme rigor

  • 50 avaliações realizadas para a homologação.
    1


  • 150 horas de testes em 5 circuitos europeus: Centre MICHELIN de Recherche et de Technologie à Ladoux (em France), circuito de Nürburgring (Nordschleife) na Alemanha, circuito de Nardo em Itália, circuito d’Idiada em Espanha e Contidrom na Alemanha.

  • 4000 km percorridos no circuito de Nürburgring.

  • 550 pneus protótipos testados - 200 pneus de série especial - 400 pneus de pré-série.

Uma parceria de codesenvolvimento de mais de meio século.
2


  • 1 único fabricante contratado pela Porsche.

  • 10 anos depois do início da colaboração entre a Porsche e a Michelin para o desenvolvimento de pneus específicos para os supercarros, a parceria é iniciada com o Carrera GT em 2003, sendo que o fabricante francês e o construtor automóvel alemão trabalham em conjunto desde 1961 na construção de modelos da gama.

Uma proeza: levar ao melhor nível 3 desempenhos opostos entre eles
3

Desempenhos em piso seco, especialmente no circuito, eficiência energética e segurança no piso molhado! Temos aqui um resumo das exigências formuladas pela Porsche para o desenvolvimento dos pneus do 918 Spyder. Em suma, os desempenhos exigidos aos pneus MICHELIN são o reflexo exato dos do supercarro que, com a sua motorização térmica e elétrica, combina desportismo e diminuição do consumo de combustível.


Os novos pneus MICHELIN Pilot Sport Cup 2 desenvolvidos para o Porsche 918 Spyder associam, portanto, desempenhos muito elevados, eficiência energética, resultando esta última numa baixa da resistência ao rolamento e segurança no piso molhado.
Os pneus MICHELIN Pilot Sport Cup 2, utilizados a velocidade muito elevada e no circuito, devem ter as seguintes características: estabilidade do veículo (ou seja, equilíbrio frente/traseira), desportismo (tempo de reação e agilidade), aderência (para benefício do cronómetro) e duração térmica do composto de borracha (que permite obter a constância do desempenho no decorrer das voltas).

Para a segurança, o comportamento sobre piso molhado foi bem trabalhado. Deste modo, o novo pneu MICHELIN Pilot Sport Cup 2 procura estabilidade, equilíbrio e aderência no piso molhado, enquanto força os limites do aquaplaning lateral (em curva) e longitudinal (sobre o efeito do binário motor).



O novo pneu MICHELIN Pilot Sport Cup 2 caracteriza-se por:
A mistura da sua banda de rolamento

A borracha da banda de rolamento do MICHELIN Pilot Sport Cup 2 é fabricada com os mesmos meios que os pneus de competição e utiliza a tecnologia Bi-Compound, que consiste na repartição de duas borrachas diferentes entres as partes exterior e interior da banda de rolamento. Do lado exterior, a borracha é composta por um elastómero de «Elevada Massa Molecular» com a dureza permite proporcionar a máxima aderência e assegurar uma adesão a seco excecional no suporte em curvas, especialmente em curvas apertadas. Do lado interior do pneu, a borracha contém um elastómero mais rígido, de modo a assegurar a direção e precisão da condução.


4

O seu cinto em aramido

O cinto em aramido, uma fibra com elevada dureza, tem por principal característica a sua grande resistência à tração. É um composto simultaneamente muito resistente e leve. Com um peso equivalente, o aramido é cinco vezes mais resistente do que o aço. A tira é aplicada no topo do pneu, sob a banda de rolamento, com uma tensão variável entre os ombros e o centro do pneu. Esse cinto extremamente apertado bloqueia literalmente toda a sua arquitetura, transformando-se num cinto praticamente inextensível. O perfil do pneu não se deforma a velocidade elevada e a marca no piso mantém-se constante, mesmo a uma velocidade muito elevada.


5

O «Track Variable Contact Patch 3.0®»
6

Esta inovação é uma adaptação da tecnologia Variable Contact Patch 2.0 já utilizada no MICHELIN Pilot Super Sport, que permite otimizar agora as pressões no ar de contacto do pneu para colocar a mesma quantidade de borracha em contacto com o solo em retas e em curvas, mesmo em suportes muito apertados.


A nova zona baixa


7

Esta nova zona baixa é mais larga 10% em relação à zona baixa tradicional de um pneu desportivo. É reforçada por uma borracha de módulo elevado para aumentar mais a rigidez lateral do pneu e conferir-lhe um desportismo e uma precisão de condução excecionais.


As «laterais de veludo»
8

Graças à utilização de um processo de fabrico específico dos seus moldes e de um “know-how” único, a Michelin criou uma nova tecnologia apelidada MICHELIN Velvet Technology®. Esta permite criar contraste e criar nuances de preto, próximas do aspeto do veludo, em certas partes da lateral exterior, realizando uma microgeometria que absorve a luz.




A missão da Michelin, líder do setor do pneu, é contribuir de maneira duradoura para a mobilidade das pessoas e bens. Por esta razão, o Grupo fabrica e comercializa pneus para todo o tipo de viaturas, desde aviões até automóveis, veículos de duas rodas, de engenharia civil, de agricultura e pelos camiões. A Michelin também propõe serviços informáticos de ajuda à mobilidade (ViaMichelin.com), e edita guias turísticos, de hotéis e restaurantes, mapas e Atlas de estrada. O Grupo, que tem a sua sede em Clermont-Ferrand (França), está presente em mais de 170 países, emprega a 113.400 pessoas em todo o mundo e dispõe de 69 centros de produção implantados em 18 países diferentes. O Grupo possui um Centro de Tecnologia que se encarrega da investigação e desenvolvimento com implantação na Europa, América do Norte e Ásia (www.michelin.com).
DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO

Avda. de Los Encuartes, 19

28760 Tres Cantos – Madrid – ESPANHA

Tel.: 0034 914 105 167 – Fax: 0034 914 105 293








©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal