Ge história – prof mateus 01) (uem ) Sobre a pólis grega e sua cultura, assinale a(s) alternativa



Baixar 27,57 Kb.
Encontro10.07.2017
Tamanho27,57 Kb.
GE HISTÓRIA – PROF MATEUS

01) (UEM ) Sobre a pólis grega e sua cultura, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) A guerra do Peloponeso também foi um conflito ideológico entre o regime político de Atenas e o de Esparta.

02) Os jogos olímpicos eram um evento religioso pan-helênico, uma manifestação da identidade cultural que unia as póleis gregas.

04) A expansão grega, com o surgimento de colônias nas terras banhadas pelo Mar Báltico, resultou da luta endêmica entre as póleis gregas.

08) Ao minar a dominação tradicional dos aristocratas, o período de tiranias constituiu-se em uma época de transição fundamental para a pólis do período clássico.

16) Os gregos foram os primeiros a tratar a história como objeto de pesquisa sistemática, separando as lendas dos fatos.

02) (UEM) Tomando como base o texto a seguir e o contexto histórico a que ele se refere, assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre os sistemas de governo na Grécia Antiga. “Entre os Estados, em geral, se dá o nome de realeza ao que tem por finalidade o interesse coletivo; e o governo de um pequeno número de homens, ou de muitos, contando que não o seja de um apenas, denomina-se aristocracia – ou porque a autoridade está nas mãos de várias pessoas de bem, ou porque essas pessoas dela se utilizam para o maior bem do Estado. Por fim, quando a multidão governa no sentido do interesse coletivo, denomina-se esse governo de República, que é um nome comum a todos os governos.” (ARISTÓTELES, Política: Texto Integral. São Paulo: Martin Claret, 2001, p. 90)

01) Ao longo da sua existência, a cidade-Estado de Atenas experimentou formas de governo como a monarquia e a democracia.

02) A principal característica do período Homérico (XII-VIII a.C.) era o predomínio de uma anarquia “homérica” em que cada cidade-Estado procurava subjugar a outra.

04) Ainda que os gregos tivessem produzido grandes filósofos, os textos destes não foram assimilados pelos governantes da época, pois só foram valorizados durante o Renascimento Italiano do século XV.

08) Assim como em nossos dias, a democracia praticada na Grécia Antiga garantia a liberdade política a todos os homens que habitavam os territórios gregos.

16) Nas cidades-Estado onde a nobreza guerreira monopolizava as instituições, consolidou-se o regime aristocrático em que uma minoria deliberava pelo povo.

03) (UEM)Sobre a história de Roma e da Grécia, na antiguidade, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) Palco das lutas entre os gladiadores, o Coliseu, a maior das arenas romanas, era também palco de outros espetáculos, tais como encenações teatrais e festivais públicos.

02) No século I, com a rápida difusão do cristianismo, os romanos abandonaram o politeísmo e se tornaram monoteístas.

04) As conquistas de Alexandre, da Macedônia, favoreceram o surgimento de uma nova cultura, herdeira da grega, mas diferente dela em razão das influências da cultura oriental.

08) No período clássico da história da Grécia, Atenas e Esparta mantinham sistemas de governos extremamente semelhantes, o que favoreceu o surgimento da democracia, quando a Grécia foi unificada.

16) A Grécia é tida como o “berço da filosofia”, ou seja, berço do estudo que tem por objetivo procurar explicações racionais e universais para a vida em geral.

04) (UEM)Sobre a expansão de Roma, na Antiguidade, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) As guerras de conquistas travadas com os objetivos de expandir o território e de adquirir escravos permitiram a Roma atingir um grau de riqueza e poder que não havia sido atingido por outra civilização.

02) Durante a República, Roma conquistou territórios na Península Itálica com os objetivos de conseguir alimentos e de neutralizar as ameaças de outros povos da região.

04) A vitória de Roma sobre Cartago, nas Guerras Púnicas, ampliou a influência romana no Mediterrâneo.

08) O Império Romano se dissolveu no século VIII, com a invasão dos árabes, liderados por Maomé.

16) O código de leis romano foi importante legado deixado pelo Império Romano às populações das regiões conquistadas.

05) (UEM)Leia o fragmento seguinte e assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre a Crise do Império Romano e a formação da Europa Medieval. “A presença romana deixaria marcas indeléveis em toda a Europa. No leste, porém, o Império Bizantino acabaria gravitando em torno de problemas asiáticos, ao passo que no oeste as instituições romanas e germânicas iriam lentamente se fundir, fornecendo os fundamentos histórico-culturais do que hoje normalmente designamos por ‘Europa Ocidental’. E como é sabido, nesse processo a Igreja Católica cumpriu o papel de agente unificador fundamental, como que compensando a fragmentação política e a pulverização da economia existente.” (MARTIN, A. R. As fronteiras na Idade Média. In: Repensando as fronteiras e nações. São Paulo: Editora Contexto, 1992, p. 30)

01) Com a divisão do Império Romano em duas entidades políticas autônomas, o Império Oriental adotou a religião muçulmana como crença oficial.

02) Como uma das mais importantes instituições da Idade Média, a Igreja Católica Romana legitimava a estrutura social e econômica da época.

04) Os contatos religiosos e culturais entre a Europa Ocidental e o Império Bizantino, afastados desde as invasões germânicas, só foram retomados após a Conquista de Constantinopla pelos turcos no século XV.

08) Ainda que o território do antigo Império Romano tivesse se fragmentado em pequenos territórios politicamente independentes, o cristianismo passou a atuar como um componente de identidade comum entre os reinos.

16) Com o desenvolvimento do cristianismo no ocidente, a Igreja Católica ocidental eliminou tanto a cultura romana como a germânica.

06) (UEM) Assinale o que for correto sobre o processo de colonização do Brasil.

01) Diferentemente do restante da América, o respeito às tradições culturais dos nativos brasileiros contribuiu para que elas continuassem vivas até os dias de hoje.

02) A introdução dos trabalhadores africanos na agricultura, e posteriormente na extração do ouro, fez o trabalho indígena ficar restrito aos serviços domésticos.

04) Uma das primeiras transformações econômicas provocadas pelos portugueses foi a organização de uma produção voltada para o mercado, em substituição a uma produção de subsistência praticada pelos índios.

08) Uma forma encontrada pelos jesuítas para a cristianização dos índios brasileiros foi a fundação de colégios.

16) Alheios às divergências dos colonizadores, os povos indígenas mantinham uma atitude pacífica com relação aos europeus e não participavam das guerras coloniais.

07) (UEM 2015 CONHECIMENTOS GERAIS) Sobre a integração econômica mundial e sua relação com a colonização europeia na América, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) A integração econômica teve como marco inicial, no século XVI, as grandes invenções, com destaque para a pólvora e os motores movidos a vapor. Beneficiados por esses inventos, os europeus tiveram condições de cruzar os oceanos e descobrir terras distantes.

02) As grandes navegações e as conquistas do final do século XV até o início do século XIX marcam a primeira etapa da integração econômica mundial.

04) A fase inicial da integração econômica mundial caracterizou-se pelo mercantilismo. A doutrina propunha a intervenção do Estado na economia, com o objetivo de fortalecer o seu poder político e econômico.

08) As práticas mercantilistas orientaram a colonização europeia na América. Segundo as regras do pacto colonial, cada colônia só podia fazer comércio com sua metrópole, para a qual fornecia matérias-primas e da qual comprava produtos manufaturados.

16) A integração econômica mundial se inicia com os acontecimentos que se destacaram no final do século XX, caso da queda do Muro de Berlim e do final da União Soviética. Esses fatos romperam as barreiras que distanciavam países e nações.

08) (UEM 2014 CONHECIMENTOS GERAIS) Sobre a expansão marítima e a colonização europeias nos séculos XV e XVI e seus desdobramentos na integração das regiões geográficas e na economia mundial, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) Na época das navegações, as monarquias nacionais adotavam práticas econômicas que buscavam a acumulação de metais preciosos como medida de riqueza.

02) As navegações portuguesas dos séculos XIV, XV e XVI tiveram como finalidade principal promover a emigração do excedente populacional daquele país para as colônias do além-mar.

04) Durante o período colonial, as colônias iberoamericanas deveriam realizar comércio apenas com suas metrópoles.

08) A colonização da América contribuiu para o desenvolvimento do comércio entre os continentes e para a Revolução Industrial.

16) Como resultado da colonização da América, Portugal e Espanha se transformaram em potências econômicas e importantes polos da Revolução Industrial.

09) (UEM) Com relação ao início da colonização do Brasil, é correto afirmar que:

01) Devido ao fracasso da adoção da escravidão dos nativos, os portugueses adotaram o sistema feudal como forma de dominação dos índios brasileiros.

02) As feitorias instituídas após o descobrimento eram, ao mesmo tempo, um entreposto comercial e um estabelecimento de defesa.

04) As principais tribos indígenas brasileiras encontradas pelos colonizadores europeus eram coletoras. Sendo assim, elas não praticavam a agricultura como forma de sobrevivência.

08) As primeiras relações comerciais estabelecidas entre os índios do litoral da América Portuguesa e os europeus assumiram a forma do escambo.

16) Assim como ocorria no Paraguai, os aldeamentos ou as reduções foram uma estratégia utilizada pelos jesuítas para sujeitar os índios à lei civil e religiosa dos padres.

10) (UEM) Assinale o que for correto sobre a expansão marítima europeia no início da Idade Moderna.

01) A descoberta de uma natureza exuberante e de populações desconhecidas em terras americanas contribuiu para a criação do mito do “bom selvagem”.

02) A expansão marítima ampliou o intercâmbio cultural e principiou a construção de um mercado mundial que envolveu a Europa, a América, a Ásia e a África.

04) A Igreja, por meio da emissão de bulas papais, proibiu a submissão e a conversão forçada dos povos indígenas nas terras descobertas por portugueses e espanhóis.

08) O astrolábio, a bússola magnética, e o quadrante (este determinando a altura das estrelas) foram instrumentos fundamentais para o aprimoramento das viagens marítimas daquele período.



16) As grandes descobertas contribuíram para enfraquecer os Estados Nacionais europeus e elevar a nobreza como principal grupo econômico.

GABARITO

  1. 01+02+08+16

  2. 01+16

  3. 01+04+16

  4. 01+02+04+16

  5. 02+08

  6. 04+08

  7. 02+04+08

  8. 01+04+08

  9. 02+08+16

  10. 01+02+08


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal