FormaçÃo do povo brasileiro questão 01 (ifsc/2015)



Baixar 1,28 Mb.
Página1/4
Encontro23.08.2017
Tamanho1,28 Mb.
  1   2   3   4
FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO
Questão 01 - (IFSC/2015)

A palavra quilombo vem de "ochilombo", de um dialeto banto, até hoje falado por certos povos em Angola, de onde veio a maioria dos escravos brasileiros. Designava acampamento usado por populações nômades. No Brasil, deu nome aos núcleos de resistência à escravidão. Os quilombolas são os descendentes dos habitantes dos quilombos.

Disponível em http://goo.gl/WjY02X. Acesso: 15 set. 2014. [adaptado]


Em relação às comunidades quilombolas, assinale a alternativa CORRETA.
a) As terras das comunidades quilombolas pertencem ao Estado para valorização da cultura e podem ser utilizadas para a prática de plantação de cana-de-açúcar, soja e arroz.

b) Há áreas de quilombolas espalhadas pelo país, menos no Maranhão e na região Sul do Brasil.

c) Desde o fim da escravidão até hoje, não há mais a necessidade de reconhecer os territórios quilombolas no Brasil, já que hoje há uma igualdade de direitos humanos básicos.

d) Algumas comunidades quilombolas rurais ainda praticam cultura de subsistência e suas manifestações culturais têm forte vínculo com o passado.

e) Com o fim da escravidão, as comunidades quilombolas foram viver nas periferias das cidades e próximo às indústrias.

TEXTO: 1 - Comuns às questões: 2, 3

Surgimos da confluência, do entrechoque e do caldeamento do invasor português com índios silvícolas e campineiros e com negros africanos, uns e outros aliciados como escravos. Nessa confluência, que se dá sob a regência dos portugueses, matrizes raciais díspares, tradições culturais distintas, formações sociais defasadas se enfrentam e se fundem para dar lugar a um povo novo. Novo porque surge como uma etnia nacional, que se vê a si mesma e é vista como uma gente nova, diferenciada culturalmente de suas matrizes formadoras. Velho, porém, porque se viabiliza como um proletariado externo, como um implante ultramarino da expansão europeia que não existe para si mesmo, mas para gerar lucros exportáveis pelo exercício da função de provedor colonial de bens para o mercado mundial, através do desgaste da população. Sua unidade étnica básica não significa, porém, nenhuma uniformidade, mesmo porque atuaram sobre ela forças diversificadoras: a ecológica, a econômica e a migração. Por essas vias se plasmaram historicamente diversos modos rústicos de ser dos brasileiros: os sertanejos, os caboclos, os crioulos, os caipiras e os gaúchos. Todos eles muito mais marcados pelo que têm de comum como brasileiros, do que pelas diferenças devidas a adaptações regionais ou funcionais, ou de miscigenação e aculturação que emprestam fisionomia própria a uma ou outra parcela da população.

(Darcy Ribeiro. O povo brasileiro, 1995. Adaptado.)
Questão 02 - (UNESP SP/2015)

De acordo com o excerto, a gênese do povo brasileiro está associada


a) ao propósito de ocupação de novos territórios pelos portugueses e à implantação de um empreendimento de povoamento, voltado à construção de um mercado interno amplo e diversificado.

b) à conquista de novos territórios pelos povos africanos, ameríndios e europeus e à implantação de um modelo de desenvolvimento econômico autônomo, voltado a atender às demandas do mercado externo.

c) ao ímpeto pela descoberta de novos territórios pelos povos ameríndios e africanos e à implantação de um modelo de desenvolvimento social e econômico de inspiração europeia, dirigido ao progresso técnico e econômico nacional.

d) ao projeto de colonização de novos territórios e de seus respectivos povos pelos portugueses e à implantação de um empreendimento mercantil, voltado a atender às demandas do mercado externo.

e) ao propósito de conquista de novos territórios pelos europeus e à implantação de um modelo de desenvolvimento econômico autônomo, voltado a atender às demandas do mercado local.

Questão 03 - (UNESP SP/2015)

De acordo com Darcy Ribeiro, dois movimentos caminharam concomitantemente ao longo do processo de formação do povo brasileiro:


a) a produção de uma unidade étnica nacional e a conformação de uma cultura nacional homogênea.

b) a produção de uma sociedade nacional multiétnica e a coexistência de culturas regionais em extinção.

c) a produção de uma sociedade nacional multiétnica e a conformação de culturas regionais transplantadas de outros países.

d) a produção de uma unidade étnica nacional e a conformação de diversidades socioculturais regionais.

e) a produção de uma sociedade nacional multiétnica e a coexistência de culturas regionais fragmentadas.

Questão 04 - (UFPel RS/2014)

A pintura da série Os Retirantes (1944), de Candido Portinari, exemplifica uma realidade brasileira. Na imagem, tem-se a representação de migrantes magérrimos e de expressões sofridas.



Das afirmações abaixo, sobre o tema abordado nesta obra,
I. a obra apresenta uma situação precária de morte iminente, com cenário de sofrimento, do povo nordestino.

II. há uma representação do ciclo de vida fragmentado, com a predominância do conjunto de crianças desnutridas.

III. reflete a situação de desigualdade social existente no Brasil, na época, em especial na região Nordeste.

IV. a imagem reflete uma situação de desigualdade econômica influenciada pela condição sociocultural da Região Sul do Brasil.


Está(ão) correta(s)
a) apenas a I e a II.

b) apenas a I e a III.

c) apenas a I e a IV.

d) apenas a II.

e) apenas a III e a IV.

f) I. R.


Questão 05 - (UFPR/2013)

Em 2007, o decreto 6.040 instituiu a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais no Brasil, com o objetivo de “promover o desenvolvimento sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, com ênfase no reconhecimento, fortalecimento e garantia dos seus direitos territoriais, sociais, ambientais, econômicos e culturais, com respeito e valorização à sua identidade, suas formas de organização e suas instituições” (BRASIL, Decreto 6.040, de 7 de fevereiro de 2007). Sobre esse decreto, considere as seguintes afirmativas:


1. Os Povos e Comunidades Tradicionais são realocados pelo Estado em reservas, onde possam continuar com suas tradições.

2. A identidade desses grupos está relacionada à dimensão do território que ocupam, cujas reservas ficam sob a tutela do Estado.

3. A invisibilidade social que sofreram historicamente trouxe a essas populações sérios prejuízos à constituição de uma identidade comunitária.

4. São Povos e Comunidades Tradicionais no Brasil grupos como caiçaras, quilombolas, ciganos, faxinalenses ou comunidades de terreiro.

5. Para ser considerado Povo ou Comunidade Tradicional, é fundamental que o próprio grupo se reconheça como tal.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas 4 e 5 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 1, 3 e 5 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.

e) As afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5 são verdadeiras.
Questão 06 - (IFSC/2013)

Ao longo de mais de 500 anos, inúmeros grupos étnicos deixaram suas marcas no povoamento e formação da nação brasileira. Entretanto, os principais povos formadores de nossa nação foram os índios, os portugueses e os negros. Além desses, imigrantes espanhóis, italianos, árabes, alemães, judeus e japoneses também contribuíram para a formação de nossa identidade cultural. Sobre a formação da nação brasileira é CORRETO afirmar:


a) Além dos índios, milhares de portugueses vieram para o Brasil. No início da colonização portuguesa, imigraram para o Brasil somente portugueses degredados e cristãos novos fugindo de perseguições religiosas. Não havia interesse da Coroa Portuguesa pela colônia.

b) A FUNAI (Fundação Nacional do Índio) é responsável somente pela criação legal das terras indígenas no Brasil, deixando para instâncias jurídicas superiores a fiscalização com intuito de preservar o habitat e a sobrevivência física e cultural dos diversos grupos indígenas.

c) A miscigenação entre negros, brancos e índios resultou em um povo diverso, tendo as mais variadas influências acontecido em consonância ao crescimento das cidades. Contudo, apesar do grande contingente de negros no País, a cultura africana teve pouca influência na formação da nação brasileira.

d) Ao longo da história, milhões de índios que ocupavam o território brasileiro foram escravizados, perseguidos e mortos, contando-se atualmente pouco mais de 700 mil índios no Brasil. Para evitar o extermínio completo dos índios, a Constituição de 1988 estabeleceu o direito desses povos sobre as terras por eles ocupadas.

e) Com origem socioeconômica diversificada, os portugueses continuam chegando em grande quantidade até hoje ao País, em busca de melhores condições de vida.
Questão 07 - (UDESC SC/2012)

Sobre a população brasileira, pode-se afirmar:


I. No Censo de 2000, a população brasileira era de quase 170 milhões de habitantes. Em 2010, esse número aumentou para mais de 190 milhões.

II. Na população brasileira, há aproximadamente 97 milhões de mulheres e 93 milhões de homens.

III. A maioria das famílias brasileiras (91%) é formada por pessoas com laços de parentesco. Mas existem também as famílias sem parentesco, que podem ser duas ou mais pessoas ou unipessoais (apenas uma pessoa). O número de famílias unipessoais foi o que mais aumentou: de 2,4 milhões em 1991 para 4,1 milhões em 2000.

IV. A taxa de fecundidade vem reduzindo, no Brasil, desde a década de 1960.


Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
Questão 08 - (UEPG PR/2012)

A etnia brasileira teve a contribuição de vários povos, desde os nativos até os que aqui chegaram ao longo do tempo. Com relação ao assunto, assinale o que for correto.


01. Na época do Brasil Colonial foram trazidos os negros africanos pertencentes aos grupos de sudaneses e bantos, sendo que da miscigenação com o branco resultou o elemento mulato.

02. Dos povos eslavos destacam-se os poloneses e ucranianos radicados no Paraná e que deixaram suas marcas principalmente na paisagem rural, mas também na paisagem urbana, a exemplo de igrejas típicas ucranianas em Prudentópolis (PR).

04. Os brancos europeus, através da imigração, destacam-se no Sul do Brasil, dentre os quais os italianos, alemães e holandeses, sendo que os holandeses se fixaram principalmente no Paraná e, em 2011, comemoraram os 100 anos de imigração, festejados com a inauguração de uma vila típica dos primeiros tempos de colonização, no município de Carambeí (PR).

08. Dos povos amarelos, os japoneses, os coreanos e os chineses não se destacam pela miscigenação com outros povos, mas se fixaram em todo o Brasil, principalmente na área rural de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

16. Os povos indígenas nativos não se destacam na miscigenação com os elementos brancos, principalmente com o colonizador português, que sempre se constituiu num inimigo natural.
Questão 09 - (UDESC SC/2012)

O censo de 2010 revelou dados importantes sobre a população brasileira. Dentre estas informações é correto afirmar, exceto:


a) A região Sudeste continua sendo a região mais populosa do Brasil.

b) São Paulo é o estado mais populoso.

c) O estado menos populoso é Roraima.

d) Os três municípios mais populosos são São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

e) A população masculina ultrapassou a feminina no país, sendo Florianópolis a cidade que possui o maior percentual de homens do país.
Questão 10 - (UNIOESTE PR/2012)

Nos últimos anos o Brasil tem registrado mudanças significativas em suas taxas de crescimento vegetativo. Em 1960 a taxa de crescimento da população era de 2,99% e em 2010, de 1,17% . Várias teorias procuram entender e explicar as mudanças populacionais registradas nos diferentes países e/ou sociedades. Quanto às teorias populacionais e suas tentativas em explicar o desenvolvimento da população brasileira, assinale a afirmativa correta.


a) A Teoria Reformista preconiza que, com maior acesso à educação, saúde, emprego e distribuição de renda, as taxas de crescimento vegetativo começarão a diminuir como consequência da melhor qualidade de vida da populacão brasileira.

b) Segundo as fases de desenvolvimento da população, o Brasil está na primeira fase, registrando elevadas taxas de natalidade e mortalidade, que resulta em sua baixa taxa de crescimento vegetativo.

c) Segundo os econeomalthusianos é necessário ocupar a Amazônia brasileira para que a população não padeça por falta de comida.

d) A teoria neomalthusiana explica bem o desenvolvimento populacional do Brasil ao indicar que um país se torna rico quanto mais população houver, pois haverá mão-de-obra excedente para a producão de riquezas.

e) A teoria populacional de Malthus, de 1789, se aplica bem ao Brasil, já que vivemos atualmente a chamada “explosão demográfica” e temos uma das maiores populações absolutas do mundo, tornando-nos um dos países com maior densidade demográfica.
Questão 11 - (UEPG PR/2011)

A respeito da população brasileira e da sua distribuição pela cor da pele, sejam brancos, mestiços ou pardos, negros, amarelos e o elemento indígena, sabe-se que podem ser encontrados em todas as regiões brasileiras. Porém, existem regiões com maior ou menor concen-tração desses elementos. Nesse contexto, assinale o que for correto.


01. Os brancos são numerosos no sul do Brasil devido ser essa uma região caracterizada pela imigração européia.

02. Os mestiços se destacam no Nordeste e na Amazônia, que são regiões onde há séculos existe um ativo processo de mestiçagem.

04. Os negros são numerosos na Bahia e no Sudeste, em especial no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, o que pode ser explicado por tratar-se de antigas regiões de escravidão.

08. Os amarelos, grupos menos numerosos, essencial-mente descendentes de japoneses, estão concen-trados, na maior parte, no estado de São Paulo e aparecem, também, no Paraná.

16. Os indígenas têm os efetivos mais numerosos situados na Amazônia, em especial no norte do Amazonas e de Roraima, mas estão presentes em todo o território brasileiro, em concentrações secundárias no Mato Grosso do Sul, no Nordeste (sul da Bahia e sertão) e até nos confins do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.
Questão 12 - (UEPG PR/2011)

Sobre a população brasileira, povoamento do território e estrutura da população, assinale o que for correto.


01. A distribuição da densidade populacional, com índices mais elevados próximo ao mar no nordeste, sudeste e sul, é resultado do processo de ocupação e de colonização a partir do litoral e obedece a uma lógica claramente leste-oeste. No entanto, no sudeste e no sul a densidade continua forte em algumas regiões próximas das fronteiras ocidentais.

02. As migrações internas são significativas no Brasil, sejam de pequenas distâncias, a exemplo dos mineiros do interior em direção à capital Belo Horizonte, ou de grandes distâncias, a exemplo de gaúchos e paranaenses em direção ao Mato Grosso e Rondônia, e podem ser medidas pela proporção dos migrantes na composição da população.

04. As regiões brasileiras que não têm se mostrado como atrativos populacionais são o entorno do Distrito Federal, São Paulo e as frentes pioneiras dos estados do Pará e do Tocantins.

08. A pirâmide etária da população brasileira é determinada essencialmente pela natalidade e a sua redução tem efeito sensível na diminuição da amplitude da base, sobretudo nas cidades, enquanto o aumento da expectativa de vida tem provocado um alargamento de sua parte superior.


GABARITO:
1) Gab: D

2) Gab: D

3) Gab: D

4) Gab: B

5) Gab: B

6) Gab: D

7) Gab: E

8) Gab: 07

9) Gab: E

10) Gab: A

11) Gab: 31

12) Gab: 11




IMIGRAÇÃO E EMIGRAÇÃO
Questão 01 - (UDESC SC/2015)

Analise as proposições sobre a composição da população catarinense.


I. É uma população predominantemente de etnia branca, devido às políticas migratórias de “embranquecimento” da população estabelecidas durante o período do Império.

II. Atualmente, o estado catarinense é marcado pelo fenômeno da migração de retorno, ou seja, populações de outros estados que vieram para cá estão retornando a seus estados de origem.

III. Verifica-se, no estado catarinense, um processo de redução da taxa de natalidade, provocado, entre outros fatores, pelo prolongamento do tempo de estudo dos jovens.

IV. A redução da taxa de natalidade, combinada com o aumento das taxas de mortalidade, é responsável pela redução do crescimento vegetativo em Santa Catarina.

V. No estado catarinense, as taxas de imigração da última década superam as taxas de emigração.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I, III e V são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I, II, III e IV são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
Questão 02 - (UFU MG/2015)

O intenso processo de imigração no Brasil, principalmente entre a segunda metade do século XIX e primeiras décadas do século XX, deixou fortes marcas de mestiçagem e hibridismo cultural, constituindo um importante fator na demografia, cultura, economia e educação deste país.

Fonte:

  1   2   3   4


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal