Final do século XIX e século XX



Baixar 5,62 Mb.
Página53/54
Encontro30.10.2016
Tamanho5,62 Mb.
1   ...   46   47   48   49   50   51   52   53   54


Ainda seguindo esta onda do uso das roupas desportivas no dia-a-dia, é na década de 90 que as camisolas pólo são promovidas a peça de roupa quotidiana.

Nos anos 90 chega ao fim o preconceito de que o homem para andar bem vestido tem de usar fato completo e gravata. Rompendo com a tradição, o homem dos anos 90 habitua-se a usar o casaco de fato com camisolas de gola alta, uma fugaz tendência dos anos 70 que se torna imagem de marca da moda masculina deste fim de século.

O próprio fato masculino assume ao longo da década vários estilos, as calças tanto podem ter pinças e ser mais amplas como assumirem um corte mais ajustado, e os casacos oscilam entre o corte mais clássico apertado com três botões e o assertoado, com fileiras de botões de ambos os lados.



O estilo que ficaria conhecido com grunge, lançado por imitação da forma de vestir de Kurt Cobain dos Nirvana, ou da banda Pearl Jam, é uma das imagens de marca da década de 90.

O grunge pega no estilo desportivo e torna-o ainda mais irreverente e desalinhado. Os jeans além de desbotados, apresentam grandes rasgões nos joelhos ou outras zonas da perna das calças e mesmo atrás, logo por baixo dos bolsos. E quando são substituídos por mini-saias de ganga, em vez de bainhas pespontadas, a saia termina num desfiado com fios de ganga pendurados em alguns pontos.

Conjugados com T-shirts, tops, pólos ou outra peça qualquer, o conjunto é semi-tapado por grandes camisas de flanela, com padrões em xadrez, de preferência envelhecidas e com alguns buracos.

O conjunto completa-se geralmente com botas muito batidas e por engraxar ou com ténis AllStar (ou outros) já gastos e de preferência esburacados, e os cabelos usam-se longos e desgrenhados.

Ainda no estilo desportivo, e também por imitação, começam a aparecer no final dos anos 90 jovens vestidos como os cantores de hip-hop. Os traços comuns dos seus trajes implicam o uso frequente de calções- bermudas, muitas vezes mesmo no Inverno, camisolas de desportos dois tamanhos acima do normal, bonés e ténis enormes, de preferência desapertados.

O estilo hip-hop dará origem ao dread, que começa já a ver-se nesta década mas que só no século XXI assumirá a sua força.

O estilo dread é decalcado dos gangues afro-americanos e deve a sua implantação não só ao hip-hop mas também à popularidade da saga de jogos Grand Theft Auto, da consola Playstation.

Em Paris, a constelação de estilistas famosos continua a ser profusa, destacando-se Giorgio Armani, Gianni Versace e agora Emmanuel Ungaro e Jean Paul Galtier um dos que vestem Madonna e que se atreve a levar às passerelles modelos masculinos de saias e com piercings e tatuagens.

No ano 2000 a época é de liberdade sem preconceitos, no que respeita à moda. Tudo se pode conjugar e tudo se pode mostrar, até as partes do corpo e as peças de roupa mais insólitas, como as cuecas fio dental a aparecer fora das calças de ganga de cintura descida. A moda apresenta uma infinidade de escolhas e opções, cabendo a cada um decidir pelo que melhor combina com o seu perfil. Uma coisa é certa são os jovens e o que eles usam que formam os novos conceitos de moda.


1   ...   46   47   48   49   50   51   52   53   54


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal