Fazendo arte na moda e a moda como arte



Baixar 0,85 Mb.
Página5/7
Encontro28.10.2017
Tamanho0,85 Mb.
1   2   3   4   5   6   7

Figura 9

(PEZZOLO, 2013, p.160)

A arte contemporânea e a moda, a partir dos anos 1980 e 1990, passaram a adquirir um caráter conceitual: o que importa é transmitir um pensamento, uma sensação ou algo que choque o público, levando-o à reflexão. Esta contemporaneidade deve ser analisada de modo sucinto e crítico, e essa relação da linguagem artística usada na moda com a usada na arte, pode revelar alguma incompatibilidade entre os dois campos, em que a produção estética obedece a critérios diferentes. É a funcionalidade em contraposição à pura contemplação de uma obra.

Percebe-se a relação entre arte e moda nas apresentações da coleção de Junya Watanabe, outono/inverno 2000, e de Martin Margiela, primavera/verão 2008, a performance na passarela tendo sido a apresentação no contexto da moda de inspiração “bebida” na fonte de Rebecca Horn; assim como Hussein Chalayan, em sua coleção primavera/verão de 2009, apresentou grande referência à obra de Floria Sigismundi, uma artista conhecida por suas instalações e vídeos musicais contemporâneos e extravagantes.

Em 2002, no bairro de Ipanema, foi inaugurada a “Casa da Alessa”. O espaço é uma combinação de casa, galeria, loja e ateliê, local em que a criadora exerce sua criatividade movida pelo sonho – “Dreamaholic”, isto é, ”viciada em sonhos” (e não em “trabalho”); em um verdadeiro laboratório de ideias. Da propaganda veio toda a sua capacidade de fazer arte na moda. Para Alessa cada um nasce com seu talento. Adora ter ideias e estar sempre buscando algo “novo” para o seu trabalho na moda. Alessa deixa bem claro o seu amor pela moda e arte, por ser livre, autoral e no caminho da arte. Sua moda é considerada por ela, “wearable art”.

Em 2012, lançou o conceito da loja galeria, que é um “white cube” em que a vitrine é uma instalação, as vendedoras marchands, e o produto “arte”! Para Alessa, trata-se de uma metáfora pra lá de publicitária.




1   2   3   4   5   6   7


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal