Estudo para as células Série de Mensagens sobre os 500 anos da Reforma Protestante



Baixar 6,37 Kb.
Encontro06.09.2018
Tamanho6,37 Kb.
Estudo para as células

Série de Mensagens sobre os 500 anos da Reforma Protestante.

Pr. Henrique

Esboço adaptado por Jadson.

Texto: I Reis 19 Tema: Elias, um reformador.

Na mensagem de domingo houve continuidade do tema ‘Reforma Protestante’ com menção dos pré-reformadores até chegar em Martinho Lutero, que deflagrou a Reforma. Os pré-reformadores, movidos por Deus, não se conformaram com os desvios doutrinários que a igreja estava cometendo em nome de Deus. Muitos deles pagaram com a própria vida o fato de não se curvarem diante das heresias e das imposições feitas pela liderança da igreja. A conclusão que chegamos é que foi pago um alto preço por Cristo e por seus seguidores no decorrer da história. Hoje, a igreja também precisa de uma reforma, pois muitos ensinos têm sido divulgados no meio evangélico como, por exemplo, a existência de “super pastores”, que tomam como obra sua os milagres feitos por Jesus no meio da sua igreja. Uns fazem doações sob coação ou sob pressão e pensam estar comprando bênçãos; outros usam verdadeiros talismãs ou patuás como: copo com água sobre a TV com fins milagrosos, rosas ungidas e objetos consagrados para afastar o mal, etc. O desafio da igreja é viver somente pela Palavra e ter Jesus como o único alicerce para a nossa vida.

O livro de I Reis, capítulo 19, nos conta a história de um profeta de Deus chamado Elias. Elias tinha acabado de vencer os 850 profetas de Baal e de Aserá. Mostrando assim que só Deus é o único Senhor. O povo tinha se corrompido tornando-se idólatra. Elias, como representante de Deus, faz um desafio para mostrar ao povo que só existe um Deus. Ele vence o desafio. Mas, logo depois a Rainha Jezabel, que era adoradora de Baal e responsável por implantar o culto a Baal no meio do povo de Deus, ameaça Elias dizendo que lhe tiraria a vida. Elias foge, chegando ao ponto de pedir para Deus lhe tirar a vida. Deus no momento de fraqueza de Elias, manda um anjo para servi-lo, e guiá-lo. Elias chega ao monte e o próprio Deus vai falar com Ele. Deus pergunta para Elias o porquê ele estava ali. O profeta acreditava que não existia mais ninguém além dele que não servia a Baal, e que só ele adorava a Deus. Deus responde que tinha separado 7 mil homens que não serviam a Baal, e que Elias deveria continuar o seu ministério, ungindo Jeú como rei de Israel, e que este que mataria Jezabel; ungindo também a Hazael, que se tornaria o Rei da Síria e a Eliseu que seria o seu sucessor.

O que história de Elias tem de semelhança com a Reforma?

R.: Tudo, pois quando o povo de Deus começa a se afastar da sua Palavra e da sua vontade, o Senhor levanta alguém para mostrar para o povo o seu erro e dar-lhe a chance para que o povo volte à sua vontade.

Os homens que Deus levantou na história para levar o povo a voltar ao centro sua vontade passaram por ameaças, problemas, dificuldades e privações. Eram homens imperfeitos com fraquezas e medos, assim como nós. Mas, Deus sempre os sustentou diante das suas fraquezas e no momento da suas mortes fortaleceu-os para que não fraquejassem.

O Deus de Elias é o Deus dos reformadores e também é o nosso Deus!

Hoje precisamos de pessoas que amem a Deus amando a sua Palavra. Por isso temos a responsabilidade de nos dedicar a aprender a respeito da Palavra e a ensinar a outros, para que a gerações futuras possam ter a oportunidade que hoje temos de desfrutar as verdades de Deus e de quem Ele é.

Perguntas:

O quanto você tem se dedicado a aprender sobre a Palavra de Deus?



Você tem sido discipulado?

Você tem discipulado alguém?


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal