Em Ação – edição 523



Baixar 118,45 Kb.
Encontro06.09.2018
Tamanho118,45 Kb.
Em Ação – edição 523

Título: Saiba mais no informativo Em Ação!



ATENÇÃO – colocar no e-mail marketing, no código fonte, antes do arquivo

Boa tarde!

Confira as notícias do Sistema Findes.


Caso não consiga visualizar a imagem abaixo, clique aqui.


Pg 01

Editoria: Relacionamento institucional



FOTO - O industrial Leonardo de Castro (à esquerda) presidirá a Findes de 2017 a 2020. Ao lado, o atual presidente Marcos Guerra

Leonardo de Castro é eleito presidente da Findes

O industrial Leonardo de Castro foi eleito presidente da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) por unanimidade na tarde desta segunda-feira, dia 10 de abril. Atual vice-presidente da Findes, o candidato teve o voto dos 31 sindicatos habilitados e presidirá a entidade nos próximos três anos (2017-2020). A cerimônia de posse será realizada no dia 3 de agosto.

Pelo regulamento eleitoral da Findes, o presidente eleito terá dez dias para apresentar os nomes da nova diretoria, a ser referendada em nova votação no dia 10 de maio. Candidato de consenso à presidência da Federação, Leonardo de Castro destacou a unidade das lideranças capixabas em torno do projeto apresentado durante a campanha.

“Nosso plano de trabalho é fruto do diálogo com lideranças da indústria, dos demais setores produtivos e do Poder Público. Acreditamos no empreendedorismo como ferramenta de desenvolvimento socioeconômico e precisaremos atuar juntos, convergindo, para melhorar o ambiente de negócios, estimular a inovação e formar uma indústria forte, com um Espírito Santo mais próspero”, defendeu o presidente eleito.

Para o atual presidente do Sistema Findes, Marcos Guerra, a unidade em torno da candidatura representa um avanço na luta em favor da indústria capixaba. “A candidatura do Leonardo é boa para a Findes, para a indústria e para o Espírito Santo. Vivemos um momento complicado para a economia atualmente, acredito que o diálogo e a união de propósitos em um mesmo projeto mostram que a Federação está acertando mais uma vez”, destacou.

Perfil

Natural de Muriaé (MG), Leonardo de Castro tem 45 anos, é casado com Patricia Castro, pai de dois filhos, Bernardo e Victoria. Graduado em Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), pós-graduado em Administração e Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (SP), e mestre em Administração pela Universidade de Brasília (Unb), o novo presidente atua como diretor da empresa Fibrasa e é conselheiro da VTO Polos Empresariais e da Econservation Estudos Ambientais.

O presidente eleito já ocupou a presidência da Associação dos Empresários da Serra - Ases (2003-2005), do Sindicato da indústria de material plástico do Estado do Espírito Santo - Sindiplast-ES (2009-2012) e foi diretor da Findes de 2011 a 2014. Atualmente ocupa a vice-presidência da Federação e representa o Espírito Santo como conselheiro na Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Por: Rafael Porto

*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 02

Editoria: Educação

Fachada – A unidade recebeu, ao longo dos últimos seis anos, mais de R$ 30 milhões em investimentos

Sistema Findes inaugura ampliação do novo Centro Integrado de Colatina

 

Atender cada vez mais e melhor. Com esse objetivo, o presidente do Sistema Findes, Marcos Guerra, inaugurou nesta quarta-feira (12) as obras de ampliação e modernização do Centro Integrado José Bráulio Bassini, localizado em Colatina. A unidade é mais uma entrega da atual gestão do Sistema Findes para a região, que recebeu, ao longo dos últimos seis anos, mais de R$ 30 milhões em investimentos nas áreas de educação, saúde, esporte, lazer e cultura.



 

“Nossa gestão teve como pilares centrais os investimentos em educação e a interiorização. Colatina sempre foi uma referência na região noroeste, um polo industrial capaz de movimentar a economia, e por isso inauguramos aqui um Senai Centromoda, uma unidade do Sesi Saúde, criamos a Escola Móvel, trouxemos unidades móveis de marcenaria, frigorífica e confecção, além de entregarmos agora um Centro Integrado moderno, atualizado com o que há de melhor nas indústrias”, relembrou Guerra.

 

Campo – O novo Centro Esportivo Odilon Nicchio
Uma das novidades da unidade é a criação do Centro Esportivo Odilon Nicchio, homenagem ao industrial colatinense. São três campos de futebol soçaite com grama sintética no local do antigo campo de futebol profissional. A iniciativa, segundo o presidente Marcos Guerra, busca atender uma demanda dos trabalhadores. “Percebemos a necessidade de ampliar as opções de esporte e lazer na região e, com este novo espaço, vamos dobrar nossa capacidade de atendimento. O Sesi Saúde e os campos de futebol soçaite representam investimentos que buscam dar qualidade de vida aos cidadãos”, exemplifica.

 

Para o vice-presidente institucional da Findes em Colatina e região, Manoel Giacomin, as benfeitorias e novas instalações proporcionadas pela Findes atraem a atenção dos investidores. “Tenho convicção de que o Sistema Findes está fazendo a sua parte para melhorar a atração de bons investimentos em todos os cantos do nosso Estado. Buscamos sempre promover um ambiente favorável aos negócios, gerando desenvolvimento e oportunidades para a nossa população”, destacou.


Placa – O industrial José Bráulio Bassini deu nome ao Centro Integrado de Colatina

Também participaram da inauguração o prefeito Sérgio Meneguelli, o senador Ricardo Ferraço e o vice-governador César Colnago. O senador destacou o trabalho de interiorização desempenhado pelo presidente Marcos Guerra. "Tenho muito orgulho de ter acompanhado o presidente Marcos Guerra, mais feliz ainda por saber que concluirá seu mandato com um legado de realizações que entrará para a história do Espírito Santo", lembrou Ferraço.

Para o vice-governador, o investimento prioritário em educação é uma marca da atual gestão. "Mais do que obras físicas, o presidente deixa um projeto de futuro para o Espírito Santo, atuando com foco transformador. Nosso país nunca vai melhorar se não priorizarmos a educação e a utilizarmos como ferramenta de mudança", argumentou Colnago.

Piscina/ laboratório/ sala – tudo junto e sem legenda

O Centro Integrado de Colatina recebeu mais de R$ 10 milhões em obras de ampliação e modernização, que incluem melhorias nas áreas externa (estacionamento, muro de arrimo, novo gradil, iluminação, nova fachada, paisagismo) e interna (novo bloco com oito salas de aula, elevador para pessoas com deficiência, nova central de atendimento, reforma da piscina, entre outros). Um novo laboratório de Metalografia foi construído e o atual laboratório de Marcenaria passou por melhorias. 


Conheça os investimentos realizados em Colatina pelo Sistema Findes:

Fernando, criar um espaço em branco de 560 x 315 para o embed

Para Clayton:

Por: Rafael Porto



*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 03

Editoria: Qualidade de vida



FOTO 3: O público terá a oportunidade de interagir com as obras

Sesi Arte Galeria abre com a exposição File Vitória 2017

O File - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica - chega à capital do Espírito Santo com a exposição "File Vitória 2017: toque aqui", que estará em cartaz de 18 de abril a 11 de junho, com uma seleção de oito instalações interativas, quatro games e 20 animações. Com entrada gratuita, a exposição vai mostrar como a tecnologia pode servir como ferramenta para a expressão artística. 

A realização da exposição em Vitória vai marcar a inauguração do Sesi Arte Galeria, um espaço multifuncional capaz de receber as mais diversas ações culturais e artísticas. A mostra foi concebida para se adequar às características e dimensões do novo local, que possui uma área de aproximadamente 800 metros quadrados, e permitir a interatividade com as obras, condição que caracteriza as exposições File e é reforçada na própria denominação da mostra programada para Vitória. 

File Vitória 2017 contará com a participação de artistas de 14 países, além do Brasil: Alemanha, Argentina, Austrália, Canadá, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos França, Inglaterra, México, Portugal, Sérvia e Suécia. Nesta primeira edição em Vitória, o festival abrange diversas possibilidades de interação com as obras e entre visitantes, através de dispositivos em realidade virtual, com e sem uso de óculos 3D, realidade aumentada, instalações e objetos físicos. São trabalhos que exploram as potencialidades e inovações tecnológicas como meio para transmitir uma mensagem poética. 



FOTO 1 E 2: O festival vai apresentar animações e games

A mostra também apresenta uma seleção de animações independentes que dialogam com os avanços tecnológicos no File Anima+. Reconhecido como o mais importante evento de arte eletrônica da América Latina, o File tem promovido, ao longo de 18 anos, exposições, oficinas e encontros com o objetivo de promover o debate sobre a relação entre arte e tecnologia. Além da mostra organizada anualmente em São Paulo, que atrai dezenas de milhares de visitantes, realiza exposições no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, São Luís e, a partir de agora, Vitória. 



Sobre o Sesi Arte Galeria

O Sesi Arte Galeria é um espaço multifuncional que conta com iluminação e acessibilidade adequadas, capaz de receber as mais diversas ações culturais e artísticas, além de eventos nacionais e internacionais. O local, com aproximadamente 800 metros quadrados, tem como objetivo aproximar o setor industrial do cultural, bem como promover o acesso do trabalhador da indústria às diversas formas de arte.

Por: Evelyn Trindade

*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 04

Editoria: Qualidade de vida



Moqueca capixaba_foto do livro

Torta capixaba_foto do livro – juntar as duas imagens na chamada de capa

 

Aproveite a Semana Santa com as receitas do Programa Cozinha Capixaba


A moqueca e a torta capixaba são os pratos mais conhecidos e tradicionais da culinária do Espírito Santo
O feriado da Semana Santa está chegando e as tradições desta época ainda são bastante fortes, como o hábito de não comer carne vermelha na Sexta-Feira Santa. No Espírito Santo, esse costume é favorecido por termos uma ampla faixa litorânea que beneficia o consumo do pescado, bem como o cultivo em nosso solo de outros ingredientes que são utilizados nas receitas comuns nesta época do ano. No topo da lista de pratos tradicionais deste feriado estão a torta capixaba e a nossa moqueca. Como não poderia deixar de ser, o Programa Cozinha Capixaba, desenvolvido e lançado recentemente pelo Sesi-ES, apresenta receitas desses pratos, incluindo ingredientes alternativos como opção a itens que possam pesar no orçamento.
A nutricionista do Programa Cozinha Capixaba, Angela Maria Covre, ressalta a facilidade de acesso aos ingredientes dos dois pratos citados. “Temos mais de 400km de litoral, tendo o pescado como parte de nossa cultura. Além disso, itens como palmito, tomate e coentro fazem parte do nosso dia a dia. Desta forma, fazer uma moqueca ou mesmo a torta capixaba não são tarefas complicadas para a nossa população, pois todos os seus ingredientes são encontrados com abundância em nosso Estado”, destaca a nutricionista.

Angela – “Os ingredientes da torta capixaba e de nossa moqueca são facilmente encontrados em território capixaba, inclusive com alternativas mais baratas ao bacalhau e ao palmito”, destaca a nutricionista do Programa Cozinha Capixaba, Angela Maria Covre (ao fundo, ministrando curso na unidade móvel do programa, em Linhares)

Além da facilidade no preparo e da acessibilidade aos ingredientes, Angela ressalta os benefícios nutricionais dessas duas receitas tradicionais. “Os peixes são carnes magras e altamente nutritivas, com muitas proteínas e, no caso específico de alguns pescados, com alta concentração de ômega 3, um tipo de gordura poli-insaturada e muito benéfica ao organismo humano”, explica.


Alguns dos componentes da torta capixaba em específico podem custar caro, como o palmito e o bacalhau (que é importado). Mas o Cozinha Capixaba indica diversas alternativas. “No caso do bacalhau, temos diversos peixes muito saborosos e bastante comuns em nosso litoral que podem substituí-lo, como o atum e a sardinha, que acabam custando bem mais barato, ainda mais se forem adquiridos em comunidades pesqueiras. Já o palmito, que tem seu preço inflacionado nesta época do ano por conta da alta procura, pode ser substituído pelo repolho, por exemplo, sem perdas no sabor final. Nas aulas do Cozinha Capixaba procuramos enfatizar essas alternativas, pois nosso intuito é que toda a população tenha acesso às receitas citadas”, afirma Angela Maria Covre.

 

(BOX – com preenchimento e foto ao lado)

 
Receitas:

 

Moqueca capixaba2 – (inserir a foto aqui, sem legenda)


Moqueca Capixaba

 

Ingredientes:

2 tomates maduros picados

1 cebola picada

1 maço de coentro picado

3 colheres de (sopa) de azeite de oliva

600g de peixe em posta (badejo, robalo, dourado)

1 colher de (sobremesa) de alho com sal batido

Suco de 1 limão

1 colher de (sopa) de óleo de urucum

 

Modo de preparo:

Junte o tomate, a cebola e o coentro e divida em duas partes iguais.

Unte uma panela de barro com o azeite de oliva, aqueça e coloque no fundo uma das partes dos temperos acima.

Tempere as postas com sal, alho e limão e coloque-as sobre os temperos, cobrindo-as em seguida com o restante dos mesmos.

Adicione o óleo de urucum, tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo. Após levantar fervura, deixe cozinhar por mais cinco minutos.

Corrija o sal e adicione mais azeite, se desejar.


Dica: Se cozinhar em panela rasa, não sobreponha as postas.

Durante o cozimento, sacuda a panela para que os temperos não agarrem no fundo.



Tempo de preparo: 30 minutos

Rendimento: 4 porções 

 

 



Torta Capixaba

 

Torta capixaba_2 – (inserir a foto aqui, sem legenda)

 

Ingredientes:

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 colher (sopa) de óleo de urucum 

1 tomate maduro picado

1 cebola picada

1 maço de coentro picado

1 colher (chá) de alho com sal batido

100g de bacalhau dessalgado e desfiado

100g de carne de siri

100g de camarões médios sem casca

100g de mexilhões (sururu) sem casca

100g de palmito natural picado em cubinhos

50g de azeitonas verdes picadas

5 ovos


Rodelas de cebola para decorar

Azeitonas verdes inteiras para decorar


Modo de preparo:

Coloque uma panela de barro em fogo baixo, adicione azeite, óleo de urucum, tomate, cebola, coentro, alho e sal.

Após iniciar a fritura, adicione os ingredientes (bacalhau, carne de siri, camarões, mexilhões, palmito e azeitona) e refogue-os adicionando ½ copo d’água. Cozinhe até secar o caldo e, se necessário, corrija o sal.

À parte, bata as claras em neve e adicione as gemas, batendo mais um pouco.

Cubra o refogado da panela de barro com a mistura de ovos batidos e decore colocando as rodelas de cebola e azeitonas por cima.

Leve ao forno médio até dourar.


Dica: Também é costume capixaba a torta de repolho e sardinha como alternativa de uma preparação mais barata.

Tempo de preparo: 35 minutos

Rendimento: 3 porções 

 

(Box – sem preenchimento)


 

O Programa Cozinha Capixaba
IMG_5055_NET – inserir a foto aqui, sem legenda
Peixe, café, banana, mamão, morango, milho, coco, inhame, laticínios e carnes foram os alimentos selecionados para promover a educação nutricional dos capixabas nos dois primeiros livros do Cozinha Capixaba. Foi realizado um resgate histórico para contextualizar a importância de cada um deles e uma equipe multidisciplinar, formada por nutricionista, historiador, especialista em economia doméstica e alguns dos principais chefs de cozinha do Estado, atuou na criação dos livros, que servirão de material didático durante os cursos do programa. A versão digital do material está disponível para download no site do Sesi.

 

Unidade Móvel


IMG_4925 (2)_NET – inserir a foto aqui, sem legenda
Outro braço importante do Programa Cozinha Capixaba é a unidade móvel, construída exclusivamente para permitir que ele chegue a todas as regiões do Espírito Santo, oferecendo cursos, palestras e oficinas, sempre com o intuito de valorizar os produtos regionais. Com investimento aproximado de R$ 1,4 milhão, a unidade possui cozinha industrial completa, totalmente adaptada, capaz de atender até 20 alunos por turma.
A unidade se destaca pelas inovações tecnológicas que, entre outros aspectos, irão torná-la autossustentável na questão do consumo de água. Um sistema captará a água do ar-condicionado para que seja utilizada na lavagem dos utensílios, por exemplo. Além disso, possui gerador próprio de energia, permitindo que as aulas aconteçam mesmo em situação de falta de luz. Câmeras de vídeo, instaladas em diversos pontos, ampliarão o ângulo de visão dos alunos, ajudando no aprendizado e entendimento da execução das receitas.
No momento, a unidade móvel se encontra em Linhares, onde estão sendo realizados os módulos do curso para a população local. 
Por: Fábio Martins

*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 05

Editoria: Relacionamento institucional



FOTO – sem legenda

Findes realiza cadastramento das indústrias capixabas

A Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo, por meio do seu Centro de Apoio aos Sindicatos (CAS), está cadastrando todas as indústrias capixabas, com o intuito de criar um banco de dados atualizado que permitirá estreitar o relacionamento entre indústrias, empresas e profissionais, facilitando a prospecção de novos clientes e a geração de negócios.

Realizado em parceria com a Editora Brasileira de Guias Especiais (EBGE), o Cadastro Industrial do Estado do Espírito Santo está disponibilizado totalmente na versão digital. Todas as informações estão contidas no site: http://ebgebrasil.com.br/industrias/es/. Não há custos para as indústrias integrarem o banco de dados, a participação é voluntária e gratuita.

De acordo com o gerente do Centro de Apoio aos Sindicatos, Darcy Lannes, são inúmeros benefícios que o cadastro industrial proporciona. "Ele funciona como um grande portfólio, uma vitrine dos produtos das nossas indústrias, para viabilização de negócios em diversos setores e prospecção de clientes. É uma plataforma para divulgação de marcas, produtos e serviços", disse

Através de uma busca rápida e simples no site, é possível extrair informações ricas e condições de prospecção de novos clientes. A plataforma web abriga o conteúdo do cadastro, oferecendo ao leitor a dimensão, distribuição geográfica, tudo isso num visual clean que permite melhor agilidade nas buscas. Outras informações: 3334-5687.

Por: Evelyn Trindade



*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 06

Editoria: Relacionamento institucional

 

DSC_0136 – abertura da matéria e chamada de capa, sem legenda

Projeto Mentoria Cindes Jovem recebe secretário de Estado de Turismo
O projeto procura trazer a cada mês um empresário ou executivo que possa compartilhar suas experiências com os membros da entidade

 

O projeto Mentoria Cindes Jovem do mês de abril contou com palestra do secretário de Estado de Turismo, José Sales Filho, realizada na noite dessa terça-feira (11), no Edifício Findes, em Vitória. O projeto é mensal e está inserido na pauta das reuniões ordinárias do Cindes Jovem. Sales compartilhou sua experiência profissional nos setores de aviação comercial e de turismo com os membros da entidade, que lotaram a sala onde ocorreu a reunião.


“O Projeto Mentoria Cindes Jovem foi criado para que pudéssemos usufruir da experiência de empreendedores e executivos de sucesso, gerando uma troca de experiências com os jovens empresários capixabas aqui presentes”, disse o presidente do Cindes Jovem, Vitor Lomba, ao abrir a reunião. “A presença do José Sales Filho, sem dúvida alguma, vai acrescentar muito conhecimento a todos nós”, completou.

“Costumo compartilhar minha experiência profissional levando em consideração os seguintes pilares: pontualidade, educação, apresentação pessoal, cortesia, otimismo e relacionamento”, destacou o palestrante no início de sua apresentação. “Mesmo eu não sendo empreendedor – que é o perfil de todos os presentes aqui -, acredito que a minha história profissional possa contribuir para o bom relacionamento de vocês, para que tenham sucesso nos seus negócios”, completou o secretário de Estado de Turismo.

 

DSC_0135 - “Costumo compartilhar minha experiência profissional levando em consideração os seguintes pilares: pontualidade, educação, apresentação pessoal, cortesia, otimismo e relacionamento”, reforçou o secretário de Estado de Turismo, José Sales Filho

 

José Sales Filho é natural de Cairús, no Ceará, e começou a trabalhar muito cedo, aos 14 anos de idade, no que ele julga ter sido fundamental para seu sucesso profissional. “Eu comecei como office boy da Gerência Comercial da Varig no Ceará. Desde aquela época, eu procurava ter uma boa apresentação, mesmo sendo ainda muito novo. Junto com a seriedade dedicada à função designada e o otimismo para com meus colegas, acabei construindo uma relação muito forte com todos com quem trabalhei”, disse Sales.


Com formação em Direito e Engenharia de Pesca na Universidade Federal do Ceará, atualmente cursando Filosofia na Universidade Federal do Espírito Santo, Sales contou diversos episódios de sua longa trajetória pelas companhias aéreas em que trabalhou: Varig, Transbrasil e TAM. Nesta última, José Sales Filho construiu uma sólida carreira como diretor de Viagens responsável pelas operações na América do Norte e Caribe, Europa, Ásia, África e Oriente Médio. “Este foi um trabalho muito marcante para mim, pois foi onde consolidei os pilares que citei. Foi, inclusive, o que gerou o convite do governador Paulo Hartung para que eu assumisse a pasta do Turismo, o que me deixou bastante honrado”, destacou o secretário.
Por: Fábio martins

*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 07

Editoria: Educação



FOTO – banco de imagem

Programa de estágio do IEL ajuda empresas a selecionar estudantes com perfil diferenciado 

Com a grande disputa por um emprego, a aquisição de experiência e conhecimento é o diferencial para a formação de jovens de sucesso. O Programa de Estágio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) tem sido referência para as empresas na hora de contratar um estagiário. 

A coordenadora de estágio do IEL, Lorena Satlher, explica que a entidade tem trabalhado para a criação e manutenção de ambientes favoráveis à prática do estágio responsável não só no Espírito Santo, mas também em todo o país. Preocupado em encontrar o talento certo para a empresa, o IEL tem compromisso com a qualidade dos estágios, e para isso oferece um sistema de pré-seleção que leva em conta a área de formação e as habilidades do estudante - tudo para encaminhar somente os candidatos ideais para a vaga. Esse sistema garante a qualidade dos serviços oferecido pelo IEL. 

Ao contratar o estagiário, a empresa tem a oportunidade de se reciclar com o conhecimento atualizado proporcionado pelo meio acadêmico. Também coopera para a formação de um cidadão e um novo profissional, oferecendo-lhe a chance de colocar em prática conhecimentos adquiridos na universidade. Lorena explica que mais tarde os profissionais podem ser incorporados ao quadro de funcionários da empresa. “O estágio é a melhor forma de ingressar no mercado de trabalho e investir em uma formação sólida e consistente. É também uma grande oportunidade de colocar em prática os conhecimentos acadêmicos e desenvolver competências essenciais para se destacar na vida profissional”, avalia. 

Para ter acesso às oportunidades de estágio oferecidas gratuitamente pela entidade é necessário o cadastro no site http://sne.iel.org.br. Confira as vagas disponíveis na semana. 

 INFOGRÁFICO

Por: Evelyn Trindade

*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 08

Editoria: Relacionamento institucional



chamada_Circuito – inserir na chamada de capa e abertura da matéria, sem legenda

Sistema Findes oferece capacitação gratuita para setor do vestuário
Com o tema “Gestão comercial em moda”, a especialista Denise Mattos fará palestras em Vitória, Colatina, Linhares e Cachoeiro de Itapemirim
O Circuito de Capacitação do Setor do Vestuário continua na próxima semana com mais um ciclo de palestras entre os dias 18 e 20 de abril. Com o tema “Gestão comercial em moda”, a especialista Denise Mattos fará apresentações em Vitória (18/04), Linhares (19/04), Colatina (19/04) e Cachoeiro de Itapemirim (20/04). O Circuito é uma ação iniciada em 2016 pelo Sistema Findes, por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-ES) e com apoio da Câmara Setorial da Indústria do Vestuário da Findes e parceria técnica do Instituto Rio Moda. A ação conta com palestras gratuitas voltadas para empresários e profissionais do setor e serão realizadas durante todo o ano.
A palestrante do Circuito da próxima semana será Denise Mattos. Graduada em Gestão de Marketing pela Universidade Candido Mendes - UCAM, com MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas - FGV e MBA em Varejo Internacional pela universidade de Youngstown, nos EUA, Denise possui experiência de 25 anos em gestão de varejo e trabalhou 17 anos no Grupo Soma, como supervisora da Animale e Diretora Comercial da Farm, Fábula e Foxton. Hoje atua como Diretora de Operações do grupo Restoque, com a missão de reestruturar toda cadeia de valor na operação de loja da Omini e da Channel.
(inserir o convite)
Inscrições aqui.

BOX (sem preenchimento)

Perspectivas para 2017
Palestra - O economista e especialista em estratégias de mercado Marcelo Villin Prado apresentou as possíveis soluções para o setor no momento de crise
O Circuito de Capacitação do Setor do Vestuário de 2017 teve início no último dia 6 de abril, no Salão da Indústria do Edifício Findes, em Vitória, com palestra do economista e especialista em estratégias de mercado Marcelo Villin Prado. O tema apresentado foi: “Perspectivas do mercado do vestuário e quais ações tomar no momento de crise". Marcelo, assim como em 2016, fez a palestra de abertura da programação do Circuito.
“Uma coisa não mudou em relação ao que apresentei aqui em 2016: ainda vivemos uma crise política e econômica”, disse Marcelo. “Porém, o panorama que vivíamos em abril do ano passado, quando fiz minha palestra no Circuito, era muito pior que o de agora. Tínhamos uma presidente em vias de sofrer um impeachment, um presidente do Congresso correndo o risco de ser cassado, uma economia totalmente fragilizada e sem perspectivas. Hoje, ainda vivemos uma imensa crise política e econômica, mas ao menos as perspectivas melhoraram muito”, completou o especialista em estratégias de mercado.
De acordo com Marcelo Villin Prado, o setor do vestuário já voltou a respirar. “Somente nos dois primeiros meses de 2017 tivemos uma alta de 8% no varejo. Claro, no ano passado estávamos literalmente no fundo do poço e qualquer ‘recuperação’ soaria grande se comparada ao mesmo período de 2016. Mas realmente vivemos um momento mais otimista a curto e médio prazo. A tendência, a partir de agora, é que o setor cresça ainda mais com as demandas de datas importantes como o Dia das Mães e o lançamento das coleções de inverno”, completou Prado.

Por: Fábio Martins



*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 09

Editoria: Relacionamento institucional


 INSERI – A capacitação teve como tema a “Formação do Preço de Exportação e Análise da Competitividade em Mercados Externos”

CIN-ES realiza capacitação em comércio exterior na Findes
A ação, realizada no dia 4 de abril, visa a inserir micro e pequenas empresas capixabas no mercado internacional

 

O Centro Internacional de Negócios da Findes (CIN-ES) promoveu, no dia 4 de abril, mais uma etapa do projeto Inserção Internacional Competitiva de Pequenos Negócios (Inseri), com o tema: “Formação do Preço de Exportação e Análise da Competitividade em Mercados Externos”, com o instrutor Guilherme Bergmann. Participaram dessa capacitação, realizada no plenário do Edifício Findes, em Vitória, 17 empresários de diversos setores da indústria capixaba.


O Inseri faz parte de um convênio assinado entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Sebrae nacional, com foco no desenvolvimento de ações que promovam o fomento do comércio internacional para micro e pequenas empresas brasileiras. No Espírito Santo, o programa iniciou-se em 2016 e tem como coordenador local o CIN-ES.
“O Inseri se configura numa excelente oportunidade para os micro e pequenos empresários capixabas adquirirem uma visão dinâmica sobre o comércio exterior, ampliando assim as chances de entrada no mercado internacional. Muitos empresários sabem da necessidade de internacionalização de seus negócios, mas não sabem como se inserir em novos mercados”, explica o gerente do CIN-ES, Christiano Furtado. “Essa foi a primeira capacitação do ano de 2017 do projeto Inseri. A outra será no segundo semestre”, completa Furtado.

Por: Fábio Martins



*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 10

Editoria: Relacionamento institucional


CEET VASCO COUTINHO – Christiano Furtado com alunos do curso técnico em Comércio Exterior do CEET Vasco Coutinho

Sistema Findes fala sobre comércio exterior para futuros empreendedores

Entre as ações recentes realizadas pelo Centro Internacional de Negócios da Findes (CIN-ES), destaca-se a palestra ministrada pelo gerente da unidade, Christiano Furtado, para os alunos do curso de Comércio Exterior do Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho, em Vila Velha. Furtado fez uma apresentação sobre a importância da internacionalização para empresas e prestadoras de serviços, além de explicar sobre a atuação do CIN-ES.


O convite para a palestra partiu do coordenador do curso no CEET Vasco Coutinho, Nelson Cardoso de Sá. “A palestra para alunos de Comércio Exterior foi uma ação inédita para o CIN-ES, e julgo ter sido altamente produtiva, pois estávamos falando para aqueles que, potencialmente, serão os futuros empreendedores capixabas no mercado internacional”, avalia Christiano Furtado.

 

Por: Fábio Martins



*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Pg 11

Editoria: Qualidade de vida



Edilson Venturelli - Edilson Venturelli será o regente da noite

Camerata Sesi apresenta concerto de música clássica brasileira para cordas
A apresentação do próximo dia 19 terá como convidados Raiff Dantas e Edilson Venturelli

A Orquestra Camerata Sesi prossegue com sua atual temporada com mais um concerto, no próximo dia 19 de abril, da série Sesi Música Clássica. Com o tema “A música clássica brasileira para cordas”, o espetáculo começa pontualmente às 20h, no Espaço Cultural Rui Lima do Nascimento (o Teatro do Sesi Jardim da Penha), em Vitória, e terá como convidados o violoncelista Raiff Dantas e o maestro Edilson Venturelli. Ingressos a R$ 5,00 (meia-entrada e trabalhador da indústria) e R$ 10,00 (inteira), mas é bom correr para garantir o seu, pois a tendência é que se esgotem rapidamente, como tem sido praxe na atual temporada.


“Apenas obras de compositores brasileiros serão executadas neste concerto que, aliás, terá sua primeira audição mundial na ocasião. Raiff Dantas, solista convidado da noite, é violoncelista solo da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo. Já o regente da noite, Edilson Venturelli, maestro assistente da Sinfônica de Heliópolis (SP), retorna ao Espírito Santo atendendo a pedidos do público da Camerata Sesi”, destaca Leonardo David, maestro regente e diretor artístico da Orquestra Camerata Sesi.

 

Raiff Dantas - O violoncelista Raiff Dantas é o solista convidado do concerto

 

A Temporada 2017
Clique no link abaixo e navegue pela programação mês a mês, com comentários do maestro Leonardo David sobre cada concerto: 
Temporada 2017 da Orquestra Camerata – Programação completa

 

BOX (sem preenchimento)



Serviço:
Série Sesi Música Clássica

A música clássica brasileira para cordas”

Data: 19 de abril (quarta-feira)

Horário: 20h

Programa:

Aguiar – Sinfonietta Terza “Ouro Branco” (10’)

Villa-Lobos – Bachianas Brasileiras nº 9 (10’)

Villani-Côrtes – Concerto nº 2 para violoncelo e orquestra de cordas (primeira audição mundial)

Mahle – Suíte Nordestina (16’)

Solista: Raiff Dantas (violoncelo)

Regente: Edilson Venturelli

Duração total: 1h04

Local: Espaço Cultural Rui Lima do Nascimento (Teatro do Sesi Jardim da Penha) – Rua Tupinambás, 240 – Jardim da Penha – Vitória/ES

Ingresso: R$ 5,00 (meia-entrada e trabalhador da indústria) e R$ 10,00 (inteira)

Vendas: Central de Atendimento ao Cliente do Sesi-ES em Jardim da Penha, das 9h às 17h. No dia da apresentação, a partir das 19h, caso haja disponibilidade de assentos.
Informações: (27) 3334-7323.
Realização: Divisão de Cultura do Sesi-ES
Classificação: oito anos

Por: Fábio Martins



*Esta matéria também está disponível no site do Sistema Findes. Clique aqui 

Anúncio

Camerata



Agenda

18/04 a 11/06

FILE Vitória 2017: Toque Aqui

Visitação: de terça a domingo, das 10 às 20 horas

Local: Sesi Arte Galeria. Av. Nossa Senhora da Penha, 2053. Ed. Findes, Santa Lúcia, Vitória-ES



19/04

Série Sesi Música Clássica - “A música clássica brasileira para cordas”



Horário: 20h
Local: Espaço Cultural Rui Lima do Nascimento (Teatro do Sesi-ES) - Rua Tupinambás, 240, Jardim da Penha, Vitória-ES

29/04
Peça teatral - Brincantou
Horário: 17h
Local: Espaço Cultural Rui Lima do Nascimento (Teatro do Sesi-ES) - Rua Tupinambás, 240, Jardim da Penha, Vitória-ES

NA CAPA

Confira as licitações do Sistema Findes


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal