Domínio Expansão e mudança nos séculos XV e XVI subdomínio o expansionismo europeu Subdomínio 2



Baixar 1,39 Mb.
Página5/14
Encontro24.12.2016
Tamanho1,39 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 7

Situação-problema: O povoamento e exploração da Madeira e dos Açores serviu de “tubo de ensaio” para experiências futuras.

Questões orientadoras:
– Como era a cidade de Lisboa no século XVI?

Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
Formação e organização do sistema de exploração do Império Português do

Oriente
(Reconstituir o passado...)



Conceito: Casa da Índia

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 2 – Caracterizar os principais sistemas de exploração do Império

Português nas ilhas atlânticas, costa ocidental africana, Brasil e Império

Português do Oriente.


1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre o conceito de: Casa da Índia com registo no quadro.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• observação e análise da reconstituição idealizada da cidade de Lisboa no século XV para que os alunos localizem e infiram as funções de vários espaços da cidade, com destaque para a Casa da Índia.


3.º momento – Síntese:

• Resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 27 do manual).


4.º momento – Avaliação:

Trabalha com…

– Resolução da questão 6 da ficha Aula a Aula 6, p. 11, do Caderno do Aluno;

• TPC – Atividade de aprofundamento (p. 27 do Manual).





e-Manual

Recursos diversos


PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint
Mistério da História
Banco de Recursos

(Dossiê do Professor)


Bibliotec@ Viva a História!

– Visita de estudo virtual à nau quinhentista

– Ficha de exploração n.º 1


• Registo da capacidade para usar fontes com mensagens diversificadas (mapa, imagens e textos)
Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para organizar e sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita na língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens
• Registo da correção e oportunidade das intervenções em sala de aula



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 8

Situação-problema: O povoamento e exploração da Madeira e dos Açores serviu de “tubo de ensaio” para experiências futuras.

Questões orientadoras:
– Como foi organizada a colonização do Brasil?

– Como se desenvolveu a exploração do Brasil?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
Colonização e exploração económica do Brasil
(Reconstituir o passado…)

Conceito: Governo-geral

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 2 – Caracterizar os principais sistemas de exploração do Império

Português nas ilhas atlânticas, costa ocidental africana, Brasil e Império

Português do Oriente.


1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre o conceito de Governo-geral, com registo no quadro.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• observação e análise da imagem (F1, pp. 28 e 29) para

os alunos:

– identificarem o sistema de colonização;

– conhecerem o funcionamento de um engenho de açúcar.
3.º momento – Síntese:

• elaboração de um comentário acerca da afirmação: O povoamento e exploração da Madeira e dos Açores serviu de “tubo de ensaio“ para experiências futuras.


4.º momento – Avaliação:

• TPC – Trabalha com…

– Resolução da ficha Aula a Aula 7, p. 12 do Caderno do Aluno.

• Resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 29 do manual).




e-Manual

– Recursos diversos


PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do

PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes diferentes (mapa, barra cronológica, imagens e texto) e com mensagens diversas
• Registo do interesse, participação no diálogo e desempenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita em língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 9

Situação-problema: Nós, Espanhóis, sofremos de uma doença do coração que só pode ser curada com ouro. Fernando Cortez (1485-1547)

Questões orientadoras:
– Que civilizações foram subjugadas pelos Espanhóis?

– Como foi realizada a exploração do continente americano pelos Espanhóis?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
A conquista e construção do Império Espanhol
(Espacialidade…Temporalidade)

Conceito: Ameríndio

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 4 – Caracterizar a conquista e construção do Império espanhol da

América.
Descritor 5 – Reconhecer o apogeu de Portugal como grande potência mundial na primeira metade do século XVI e de Espanha na segunda metade da mesma centúria.



1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre o conceito de ameríndio.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

– análise do mapa (F1, p. 30) para identificar os povos indígenas e as respetivas regiões à data da chegada dos

Espanhóis;

– análise do mapa (F2) para avaliar a extensão do Império Espanhol na América;

– leitura e interpretação dos textos (F2A e B, p. 31) para comparar diferentes perspetivas sobre a colonização espanhola na América.
3.º momento – Síntese:

• elaboração, pelos alunos, de um comentário à afirmação: Nós, Espanhóis, sofremos de uma doença do coração que só pode ser curada com ouro.


4.º momento – Avaliação:

Trabalha com…

– resolução da ficha Aula a Aula 8, p. 13 do Caderno do

Aluno.

• Resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 31 do manual).




e-Manual

– Recursos diversos


PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes diferentes (mapa, barra cronológica, imagens e texto) e com mensagens diversas
• Registo do interesse, participação no diálogo e desempenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita em língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens





Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 10

Situação-problema: Será que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos?

Questões orientadoras:
– Que relações culturais se estabeleceram entre os diversos povos?

– Que fenómenos de exclusão se tornaram evidentes?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
A multiculturalidade nos séculos XV e XVI

Conceito: Multiculturalidade

Objetivo Geral 4 – Compreender os séculos XV e XVI como período de ampliação dos níveis de multiculturalidade das sociedades
Descritor 1 Identificar, no âmbito dos processos de colonização, fenómenos de intercâmbio, aculturação e assimilação.
Descritor 2 – Caracterizar a escravatura nos séculos XV e XVI e as atitudes dos europeus face a negros e índios.
Descritor 4 – Constatar a permanência e a universalidade de valores e atitudes racistas até à atualidade.

1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre o conceito de Multiculturalidade.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• observação da imagem, leitura e interpretação dos textos (F1 e F2, p. 32) para que os alunos:

– identifiquem os meios utilizados pelos portugueses na colonização;

– infiram a visão dos povos dominados sobre os portugueses;

– comparem perspetivas sobre a colonização portuguesa;

• leitura e interpretação das fontes 3 e 4 para os alunos:

– comparem os fenómenos de exclusão no passado e no presente.
3.º momento – Síntese:

• elaboração, pelos alunos, de um comentário à situação-problema: Será que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos?

• resolução do Já sabes o fundamental…? (p. 33 do manual).
4.º momento – Avaliação:

Trabalha com…

– resolução da ficha Aula a Aula 9, p. 14 do Caderno do

Aluno.


e-Manual

– Recursos diversos


Mistério da História
PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes diferentes (mapa, barra cronológica, imagens e texto) e com mensagens diversas
• Registo do interesse, participação no diálogo e desempenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita em língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 11

Situação-problema: É sob a sua direção [Lisboa e Sevilha] e domínio que hoje em dia se processa a navegação em todo o Oriente e Ocidente. Damião de Góis (1502-1574)

Questões orientadoras:
– Como se caracterizava o comércio mundial do século XVI?

– Quais foram as principais consequências do comércio intercontinental no quotidiano e nos consumos mundiais?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
O comércio à escala mundial

Conceito: Comércio intercontinental

Objetivo Geral 3 – Compreender as transformações decorrentes do comércio à escala mundial
Descritor 1 – Caracterizar as grandes rotas do comércio mundial do século XVI.
Descritor 2 – Avaliar as consequências do comércio intercontinental no quotidiano e nos consumos mundiais.
Descritor 3 – Descrever a dinamização dos centros económicos europeus decorrente da mundialização da economia.
Descritor 4 – Explicar o domínio de Antuérpia na distribuição e venda dos produtos coloniais na Europa.

1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre o conceito de Comércio intercontinental.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• análise do mapa e do esquema (F3 e F5, p. 35) para os alunos:

– identificarem e caracterizarem as rotas do comércio mundial no século XVI;

– identificarem e caracterizarem os principais centros europeus do comércio mundial no século XVI;

• leitura e análise do texto e do diagrama (F1 e F2, p. 34) para os alunos avaliarem as consequências da expansão ibérica no quotidiano e nos consumos mundiais.
3.º momento – Síntese:

• elaboração, pelos alunos, de um comentário à situação-problema: É sob a sua direção [Lisboa e Sevilha] e domínio que hoje em dia se processa a navegação em todo o Oriente e Ocidente;

• resolução do Já sabes o fundamental…? (p. 35 do manual).
4.º momento – Avaliação:

Trabalha com…

– resolução da ficha Aula a Aula 10, p. 15, do Caderno do Aluno.


e-Manual

– Recursos diversos


Mistério da História
PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do

PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes diferentes (mapa, barra cronológica, imagens e texto) e com mensagens diversas
• Registo do interesse, participação no diálogo e desempenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita em língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens




Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 12

Situação-problema: As promessas de Filipe II foram bem recebidas por todos Portugueses?

Questões orientadoras:
– Como se explica a crise do Império Português do Oriente?

– Em que consistiu a União Ibérica?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
A União Ibérica e a Restauração da Independência Portuguesa 1640


Conceitos: Crise dinástica; União Ibérica

Objetivo Geral 5 – Conhecer o processo de união dos impérios peninsulares e a Restauração da Independência portuguesa em 1640
Descritor 1 – Indicar os motivos da crise do Império Português a partir da segunda metade do século XVI.
Descritor 2 – Descrever os fatores que estiveram na origem da perda da independência portuguesa em 1580 e da concretização de uma monarquia dual.

1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre os conceitos de Crise dinástica e União Ibérica.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• leitura, observação e interpretação das imagens e dos textos (F1, F2, F3, F4, F5, F6 e F7, pp. 38 e 39) para os alunos:

– concluírem sobre a evolução do comércio entre Portugal e o Oriente;

– indicarem as razões da diminuição do tráfego colonial português, identificando os países concorrentes de Portugal e Espanha;

• análise da árvore genealógica para os alunos identificarem os candidatos ao trono português em 1580 e compreenderem a sua descendência.
3.º momento – Síntese:

• elaboração, pelos alunos, de um comentário sobre a situação-problema: As promessas de Filipe II foram bem recebidas por todos os Portugueses?

• resolução do Já sabes o fundamental…? (p. 39 do manual).
4.º momento – Avaliação:

• TPC – Resolução da ficha Aula a Aula 11, p. 16 do Caderno do Aluno.




e-Manual

– Recursos diversos


Mistério da História
PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes diferentes (mapa, barra cronológica, imagens e texto) e com mensagens diversas
• Registo do interesse, participação no diálogo e desempenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita em língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens

1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal