Domínio Expansão e mudança nos séculos XV e XVI subdomínio o expansionismo europeu Subdomínio 2



Baixar 1,39 Mb.
Página4/14
Encontro24.12.2016
Tamanho1,39 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14





Planos de aula



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 1

Situação-problema: Os Portugueses ousaram desafiar o Grande Oceano. Pedro Nunes (séc. XVI)

Questões orientadoras:
– Como se caracteriza a Europa no final da Idade Média?

– Que condições e motivações possibilitaram a Expansão portuguesa?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

O pioneirismo português na Expansão europeia
• A Europa no século XV
– Condições e motivações da prioridade portuguesa no processo de Expansão

Conceitos: Expansão; expansão marítima; Navegação astronómica

Objetivo Geral 1 – Conhecer e compreender o pioneirismo português no processo de Expansão europeia
Descritor 1 – Relacionar o arranque do processo de Expansão europeia com as dificuldades e tensões acumuladas na segunda metade do século XIV
Descritor 2 – Relacionar o crescimento demográfico e comercial europeu do século XV com as necessidades de expansão interna e externa da Europa
Descritor 3 – Explicar as condições políticas, sociais, técnicas, científicas e religiosas que possibilitaram o arranque da Expansão portuguesa

1.º momento – Introdução ao Domínio/Subdomínio e levantamento das ideias prévias dos alunos.

• diálogo orientado pelo(a) professor(a) para a introdução ao Domínio/Subdomínio, o respetivo enquadramento espaciotemporal e contexto, com base nas diversas fontes apresentadas nas duplas páginas de abertura e em “Inicia a Descoberta”.

• registo no quadro da situação-problema;

• levantamento das ideias prévias dos alunos sobre os conceitos de Expansão, Expansão marítima e navegação astronómica, com registo no quadro.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• observação e interpretação do mapa, da barra cronológica (p. 12) para os alunos situarem a temática;

• leitura, análise e interpretação das fontes 1, 2, 4 e 5 (pp. 14 e 15) para os alunos identificarem as condições e motivações do pioneirismo português na expansão marítima. Devem ainda relacionar estas condições e motivações com a crise do século XIV.
3.º momento – Síntese:

• redigir um texto sobre a situação problema: Os Portugueses ousaram desafiar o Grande Oceano;

• resolução da Ficha Aula a Aula 1, p. 6 do Caderno do Aluno.
4.º momento – Avaliação:

• TPC – Resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 15 do manual).



e-Manual

Recursos diversos


Mistério da História
PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar diversas fontes (mapa, barra cronológica, imagens e textos) e com mensagens diversificadas
Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para organizar e sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita na língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens
• Registo da correção e oportunidade das intervenções em sala de aula



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 2

Situação-problema: Entre avanços e paragens passaram as tormentas e voltou a haver esperança.

Questões orientadoras:
– Que interesses tinham os Portugueses na conquista de Ceuta?

– Quais foram as principais descobertas do período henriquino?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
• Conquista de Ceuta

Conceitos: Conquista; Descoberta

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 1 – Descrever as prioridades concedidas à expansão no período do Infante D. Henrique e seus resultados.

1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos.

• diálogo orientado pelo(a) professor(a) para o levantamento das ideias prévias dos alunos sobre os conceitos de conquista e descoberta, com registo no quadro;

• registo no quadro da situação-problema.
2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• observação do mapa e leitura do texto (F1, p. 16) para explicar o interesse dos portugueses pela cidade de Ceuta;

• análise do mapa e da cronologia e leitura do texto (F2, p. 17) para os alunos identificarem o rumo da expansão no período henriquino.
3.º momento – Síntese:

• discussão, em grupo-turma ou elaboração de um texto sobre a afirmação: Entre avanços e paragens passaram as tormentas e voltou a haver esperança.


4.º momento – Avaliação:

Trabalha com….

– resolução da ficha Aula a Aula 2, p. 7 do Caderno do

Aluno;

• Resolução do Já sabes o fundamental…? (p. 17 do manual).



e-Manual

– Recursos diversos


Mistério da História
PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes com mensagens diversificadas (mapa, imagens e textos)
• Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas
• Registo da correção na expressão oral e escrita na língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens
• Registo da correção e oportunidade das intervenções em sala de aula
• Registo da capacidade para organizar e sintetizar a informação




Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 3

Situação-problema: Desaceleração ou suspensão da empresa ultramarina?

Questões orientadoras:
– Como se caracteriza a política africana de D. Afonso V?

– Quais foram as principais descobertas no reinado de D. João II?

– Que importância teve o Tratado de Tordesilhas para a expansão ibérica?


Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
• Rumos da expansão nos reinados de D. Afonso V e de D. João II
• A consolidação da teoria do mare clausum

Conceitos: Monopólio comercial; Mare clausum

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 1 – Descrever as prioridades concedidas à expansão nos períodos do Infante D. Henrique, de D. Afonso V, de D. João II e de D. Manuel I e seus resultados.
Descritor 3 – Identificar os conflitos entre Portugal e Castela pela posse de territórios ultramarinos, relacionando-

-os com os tratados de Alcáçovas e de

Tordesilhas e com a consolidação da teoria do mare clausum.


1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos.

• diálogo orientado pelo(a) professor(a) para o levantamento das ideias prévias dos alunos sobre os conceitos de monopólio comercial e mare clausum com o respetivo registo no quadro;

• registo no quadro da situação-problema.
2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• análise do mapa, leitura e interpretação dos textos (F1, pp. 18-19), para os alunos conhecerem os rumos da

Expansão nos reinados de D. Afonso V e de D. João II;

• leitura e interpretação do texto (F1C, p. 19), para os alunos explicarem as cláusulas do Tratado de Tordesilhas.


3.º momento – Síntese:

Trabalha com…

– resolução da Ficha Aula a Aula 3, p. 8 do Caderno do

Aluno.

• resolução do Já sabes o fundamental…? (p. 19 do manual).


4.º momento – Avaliação:

• TPC – Pesquisa para a Atividade de Aprofundamento, p. 19 do manual.



e-Manual

– Recursos diversos


Banco de Recursos

(Dossier do Professor)


PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes com mensagens diversificadas (mapa, imagens e

textos)
• Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas


• Registo da capacidade para organizar e sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita na língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens
• Registo da correção e oportunidade das intervenções em sala de aula




Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 4

Situação-problema: Desaceleração ou suspensão da empresa ultramarina?

Questões orientadoras:
– Como foi preparada a descoberta do comércio marítimo para a Índia?

– Como aconteceu a descoberta do Brasil?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
• Rumos da expansão nos reinados de D. João II e de D. Manuel I

Conceito: Política de sigilo

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 1 – Descrever as prioridades concedidas à expansão nos períodos do Infante D. Henrique, de D. Afonso V, de D. João II e de D. Manuel I e seus resultados.

1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre o conceito de política de sigilo, com registo no quadro.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• análise do mapa (F1, p. 20) para os alunos reconhecerem as rotas seguidas por Vasco da Gama e Pedro Álvares Cabral nas viagens à Índia e ao Brasil e levantar hipóteses explicativas sobre o (des)conhecimento das Terras de Vera Cruz;

• leitura e interpretação dos textos e observação das imagens (F2 e F3, p. 21) para os alunos compreenderem as perspetivas dos autores sobre: a receção dos portugueses na Índia e no Brasil; a visão dos portugueses sobre os povos indígenas.

Os alunos devem, ainda, argumentar com excertos das

fontes.
3.º momento – Síntese:

• discussão da situação-problema: Desaceleração ou suspensão da empresa ultramarina?

• resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 21 do manual).
4.º momento – Avaliação:

Trabalha com…

– resolução da ficha Aula a Aula 4, p. 9 do Caderno do

Aluno.


e-Manual

– Recursos diversos


Mistério da História
PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do

PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes com mensagens diversificadas (mapa, imagens e

textos)
• Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas


• Registo da capacidade para organizar e sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita na língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens
• Registo da correção e oportunidade das intervenções em sala de aula




Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 5

Situação-problema: O povoamento e exploração da Madeira e dos Açores serviu de “tubo de ensaio” para experiências futuras.

Questões orientadoras:
– Como foi organizada a exploração dos arquipélagos atlânticos?

– De que modo é que Portugal conduziu a exploração comercial da África Negra?



Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
Organização dos sistemas de exploração dos arquipélagos atlânticos e da África Negra
(Espacialidade…Temporalidade)


Conceitos: Colonização; Tráfico de escravos

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares.
Descritor 2 – Caracterizar os principais sistemas de exploração do Império

Português nas ilhas atlânticas, costa ocidental africana, Brasil e Império

Português do Oriente.


1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre os conceitos de colonização e tráfico de escravos, com registo no quadro.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• leitura e análise do mapa, do gráfico e dos textos (F1,

p. 22) para os alunos:

– identificarem o sistema de capitanias como modo de administração aplicado nos arquipélagos atlânticos;

– concluírem sobre a evolução da produção açucareira na Madeira;

– localizarem as feitorias estabelecidas na costa ocidental africana e identificarem os produtos aí comercializados.


3.º momento – Síntese:

• elaboração, pelos alunos, de um quadro comparativo sobre o modelo de administração aplicado nos arquipélagos atlânticos e na costa ocidental africana e os produtos explorados.


4.º momento – Avaliação:

• TPC – Trabalha com…

– resolução da ficha Aula a Aula 5, p. 10 do Caderno do

Aluno;


• resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 23 do manual).


e-Manual

– Recursos diversos


PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes com mensagens diversificadas (mapa, imagens e textos)
• Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para organizar e sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita na língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens
• Registo da correção e oportunidade das intervenções em sala de aula



Domínio 5. Expansão e mudança nos séculos XV e XVI

Subdomínio 5.1. O expansionismo europeu Aula n.º 6

Situação-problema: O povoamento e exploração da Madeira e dos Açores serviu de “tubo de ensaio” para experiências futuras.

Questões orientadoras:
– Como foi formado e organizado o Império Português do Oriente?

Metas Curriculares

Estratégias de aprendizagem/Recursos

Avaliação

Conteúdos/Conceitos

Objetivos Gerais/

Descritores



Manual e Caderno do Aluno

Outros Recursos

Processos de expansão dos impérios peninsulares
Formação e organização do sistema de exploração do Império Português do

Oriente
(Espacialidade…Temporalidade)



Conceitos: Império; Monopólio

Objetivo Geral 2 – Conhecer os processos de expansão dos impérios peninsulares
Descritor 2 – Caracterizar os principais sistemas de exploração do Império

Português nas ilhas atlânticas, costa ocidental africana, Brasil e Império

Português do Oriente.


1.º momento – Levantamento das ideias prévias dos alunos sobre os conceitos de: monopólio e império com registo no quadro.

• registo no quadro da situação-problema.


2.º momento – Desenvolvimento da aula:

• observação e análise do mapa (F1, pp. 24 e 25) para os

alunos:

– conhecerem as dimensões e os pontos estratégicos do



Império Português no Oriente;

– localizarem a rota do Cabo e os produtos transacionados;

– compreenderem a sua importância.

• A interpretação das fontes deve levar os alunos à construção dos conceitos de império e monopólio régio.


3.º momento – Síntese:

• resposta ao Já sabes o fundamental…? (p. 25 do manual).


4.º momento – Avaliação:

Trabalha com…

– Resolução das questões 1 a 5 da ficha Aula a Aula 6, p. 11 do Caderno do Aluno.


e-Manual

– Recursos diversos


PowerPoint Didático n.º 1

PowerPoint

– Guia de Exploração do

PowerPoint


• Registo da capacidade para usar fontes diferentes (textos, imagens, cronologias, mapas…) e com mensagens diversas
• Registo do interesse, participação no diálogo e empenho nas tarefas propostas
• Registo da capacidade para sintetizar a informação
• Registo da correção na expressão oral e escrita em língua portuguesa
• Registo da capacidade para aplicar e integrar as aprendizagens

1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal