Documento eclamc bue, 30/12/2015 Fenótipo das microcefalias no eclamc



Baixar 0,54 Mb.
Página1/3
Encontro28.10.2017
Tamanho0,54 Mb.
  1   2   3
DOCUMENTO ECLAMC Bue, 30/12/2015

4. Fenótipo das microcefalias no ECLAMC


Período de base: ECLAMC 1967-2013
Os polimalformados no ECLAMC recebem um código denominado "polima" de três tipos: malformado múltiplo sem diagnóstico (00000), malformado múltiplo com síndrome patogênica ou complexo malformativo (98001 a 98499) e malformado múltiplo diagnosticado com síndrome monogênica ou cromossômica (98500 em diante).
Os 1967 recém nascidos com microcefalia (1967-2013) foram consistentemente codificados no ECLAMC com códigos "polima" até o ano 2004 e de forma esporádica daí por diante. Cerca de 45% das microcefalias (886 casos) receberam mais de um código diagnóstico e destas 574 (65%) não receberam códigos de diagnósticos específicos (Tabela 1).
Tabela 1. Códigos de polimaformados para microcefalia no ECLAMC. Período 1967-2013, com codificação POLIMA até 2004.


POLIMA

Descrição

Grand Total

%

0

Polima

574

64.79

98002

SP Pierre Robin

1




98005

SP Espinha bifida

1




98016

SP Imobilidade fetal

3




98018

SP transfusor-transfundido

2




98019

SP Bridas

3




98020

SP Holoprosencefalia

56

6.32

98028

SP Hidropesia fetal

1




98032

SP axial ou squisis

6




98035

Combinadas SNC

9




98500

S. Down

3




98501

S. Turner

3




98502

S. Patau

70

7.90

98503

S. Edwards

44

4.97

98509

Smith-Lemli-Opitz

1




98510

S. Seckel

2




98512

S Meckel

3




98514

Embriop. Rubeolica

9

1.02

98515

Cornelia De lange

14

1.58

98516

S. Rubinstein-Taybi

6




98518

S Moebius

1




98521

S Crouzon

2




98526

S Pterigium Multiplo

2




98527

Displasia tanatofórica

1




98532

Osteogensis imperfecta SAI

1




98536

S Marden-Walker

1




98537

Anomalia cromossomica

14

1.58

98540

Hipotiridismo congênito

2




98546

Freeman-Sheldon

1




98551

Embriop. Hidantoina

3




98553

S Noonan

1




98554

Embriop. alcoolica

9

1.02

98556

Embriop. CMV

16

1.81

98561

Embriop. Sífilis

2




98565

Pena-Shokeir I

1




98566

Del 4p

1




98567

Embriop. Toxoplasmose

7

0.79

98574

Del 5p

2




98579

Neu-Laxova

3




98599

Disesq

2




98600

S Stickler

1




98633

S Pseudotrissomia 13

1




98671




1
















Grand Total

886



Cerca de 6% dos casos tinha o espectro da holoprosencefalia sem anomalia cromossômica suspeitada. Além das holoprosencefalias autossômicas dominantes e das síndromes que apresentam holoprosencefalia, poderiam existir também casos trissômicos não detectados.


Muito frequentes também foram as síndromes cromossômicas de Patau (8%), de Edwards (5%) e outras anomalias cromossômicas (2%).
As síndromes monogênicas mais comuns foram as síndromes de Cornelia de Lange (2%) e de Rubistein-Taybi (1%).
Entre as embriopatias de causa ambiental as mais comuns foram a embriopatia por citomegalovirus (2%), a embriopatia rubéolica (1%), embriopatias por álcool (1%) e por toxoplasmose (1%).
Os casos diagnosticados como síndrome de Turner sem cariótipo, provavelmente serão casos de síndrome de Noonan onde é frequente a microcefalia, diferentemente da síndrome de Turner.
A maioria das síndromes diagnosticadas apresentam em seus quadros rigidez articular com deformidades de membros superiores e inferiores como por exemplo, as síndromes de Marden-Walker, s. do Pterígio Múltiplo, s. de Freeman-Sheldon, s. de Pena-Shokeir I, s. de Neu-Laxova, s. de Noonan e s. de Stickler.
A síndrome de microcefalia verdadeira, síndrome de Seckel, também foi diagnosticada ao lado de outras síndromes com múltiplas malformações como a síndrome de Meckel, a Pseudo-Trissomia 13 e a de Smith-Lemli-Opitz.
Casos de hipotiroidismo congênito também estavam entre as síndromes diagnosticadas com microcefalia. Não estudamos especificamente estes casos para saber se poderiam ser exemplos de síndromes com microcefalia e hipotiroidismo congênito como a síndrome de Down ou a síndrome de Kabuki 1.
Displasias esqueléticas sem diagnóstico ou casos com Displasia Tanatofórica ou Osteogenesis Imperfeita foram diagnosticados entre as microcefalias congênitas.
Na Tabela 2 os 886 casos de microcefalia congênita fora divididos em grandes grupos etiológicos, notando-se que daqueles casos com diagnósticos específicos, cerca de 15% eram anomalias cromossômicas, 6% eram síndromes monogênicas e 5% embriopatias de causa ambiental. As holoprosencefalias sem causa cromossômica identificada foram deixadas a parte constituindo 6% dos casos. Como a maioria delas deve ter causas monogênicas isto aumentaria a proporção de síndromes monogênicas para 12%. Caso estes três grupos etiológicos tivessem a mesma representação entre os 68% de polimalformados sem diagnóstico específico, esperaríamos 133 casos (15%) de anomalias cromossômicas, 106 (12%) de anomalias monogênicas e 44 casos (5%) de anomalias ambientais.
Como é mais fácil identificar síndrome com múltiplas malformações por doença genética do que por doença ambiental, este último número de microcefalias por causas ambientais pode estar subestimado.
Tabela 2. Distribuição dos polimalformados com microcefalia congênita em grandes grupos etiológicos


Grupo etiológico

n

%

Cromossômicas

134

15.12

Síndromes Monogênicas

49

5.53

Holoprosencefalia

56

6.32

Embriopatias

46

5.19

Outras não diagnosticadas

601

67.83

 




 

Total microcefalias

886

 

A distribuição dos 3.898 defeitos codificados segundo a CID-8 encontrados associados a 886 casos polimalformados com microcefalia congênita estão Tabela Suplementar 1 no Apêndice.


Para facilitar o entendimento de que defeitos se associam mais frequentemente com microcefalia apresentamos na Tabela 3 os mesmos defeitos codificados apenas segundo o três primeiros dígitos da CID-8, em ordem descendente de freq uência. O denominador desta tabela compreende todos defeitos (3.898) encontrados em associação com microcefalia congênita.
Na Tabela 4 especificamos os códigos diagnósticos específicos com mais de 30 casos, com o que a Tabela 3 fica mais fácil de entender.
Em primeiro lugar (15%) aparecem os "outros defeitos de membros que concentram principalmente as deformidades típicas da sequência de imobilidade fetal, porém incluem também as polidactilias (154 casos) tão típicas da trissomia 13 e de outras síndromes com microcefalia como Meckel, Smith-Lemli-Opitz, Seckel, etc.
Igualmente frequente (15%) é o grupo das anomalias de orelha, face e pescoço. Neste grupo estão as microtias, pescoço alado ou curto e outros defeitos de orelhas.

As anomalias oculares 9%) são mais frequentes que as dos grupos seguintes de fissuras orais (7%), e de anomalias cardíacas (6%), compondo um conjunto de anomalias muito frequentes nas principais anomalias cromossômicas e nas síndromes MCA (multiple congenital anomalies), que, por sinal, formam o grupo seguinte com 5,5%.


A partir daí, aparecem vários grupos onde os defeitos podem haver resultado de danos cerebrais ou nervosos, e decorrentes muitas vezes da imobilidade fetal in utero: micrognatia, pé torto, deformidades de crânio e tórax.
Depois voltam a aparecer verdadeiras malformações congênitas do tipo reno-urinárias, de trato digestivo superior e inferior, e do aparelho respiratório. Defeitos combinados do sistema nervoso central aparecem como seria esperado: defeitos de fechamento do tubo neural e hidrocefalias.

Tabela 3. Defeitos associados a microcefalia segundo códigos de 3 dígitos da CID-8




Código CID-8

n

%










755 Other congenital anomalies of limbs

583

15.26

745 Congenital anomalies of ear, face and neck

573

15.00

744 Congenital anomalies of eye

333

8.71

749 Cleft palate and cleft lip

265

6.94

746 Congenital anomalies of heart

220

5.76

752 Congenital anomalies of genital organs

214

5.60

759 Congenital syndromes affecting multiple systems

211

5.52

524 Dentofacial anomalies including malocclusion (micro e retrognatia)

207

5.42

754 Clubfoot (congenital)

192

5.02

756 Other congenital anomalies of musculoskeletal system

177

4.63

748 Congenital anomalies of respiratory system

150

3.93

757 Congenital anomalies of skin, hair and nails

138

3.61

753 Congenital anomalies of urinary system

94

2.46

750 Other congenital anomalies of upper alimentary tract

92

2.41

751 Other congenital anomalies of digestive system

77

2.02

742 Congenital hydrocephalus

60

1.57

551 Other hernia of abdominal cavity without mention of obstruction (onfalocele)

58

1.52

743 Other congenital anomalies of nervous system

57

1.49

741 Spina bifida

50

1.31

747 Other congenital anomalies of circulatory system

32

0.84

227 Haemangioma and lymphangioma

18

0.47

758 Other and unspecified congenital anomalies

16

0.42

243 Cretinism of congenital origin

2

0.05

740 Anencephalus

2

0.05

SUBTOTAL

3821




OTHERS

77

1.97

TOTAL DE DEFEITOS

3898



A Tabela 4 que nos auxiliou no entendimento dos grupos da Tabela 3, tem uma utilidade própria que é especificar os defeitos mais comumente associados com microcefalia congênita. O denominador desta tabela são os 1967 casos de microcefalia congênita. Dos 39 defeitos citados com mais de 30 casos, 22 defeitos são malformações congênitas enquanto que 17 defeitos poderiam ser considerados como secundários à defeitos primários do sistema nervoso, estando estes últimos sombreados na Tabela 4.


Não foi feita a análise para verificar que defeitos estão associados com microcefalia mais frequentemente que o esperado pelo acaso. Em geral, esta análise é efetuada no ECLAMC calculando-se qual a frequência de cada defeito no total dos malformados múltiplos observados no ECLAMC no mesmo período. Então é calculado o esperado para o total das 1967 microcefalias e a relação observado/esperado para cada defeito testada com um teste z. Esta análise é importante para eliminar as associações casuais com defeitos muito frequentes entre os malformados múltiplos em geral.

Tabela 4. Defeitos associados a microcefalia com mais de 30 casos




Defeito

Descrição

n

%













5240

Micrognatia/retrognatia, etc

206

10

7452

Outros defeitos de orelhas

180

9

7458

Assimetria facial e outros

176

9

7492

Fenda labiopalatina

174

9

7555

Deformidades de membro superior

155

8

7550

Polidactilia

154

8

7594

Trissomias 13/18/triploidia

144

7

7448

Outras anomalias de olhos

133

7

7441

Ano/microftalmia

123

6

7481

Anomalias de nariz

117

6

7560

Outras deformidades cranianas

97

5

7455

Pescoço alado e outros

96

5

7541

Pé equinovaro

87

4

7521

Criptorquidia

76

4

7558

Artogripose/rigidez articular

70

4

746S

Defeitos cardíacos septais

68

3

7508

Anomalias da boca

65

3

7490

Fenda palatina

64

3

7572

Mamilos/apêndices extra/bridas

63

3

7420

Hidrocefalia

60

3

7432

Outras anomalias cerebrais

57

3

7548

Pé plano/cadeira de balanço

55

3

5511

Hérnia umbilical/onfalocele

54

3

746N

Cardiopatia não especificada

52

3

7528

Anomalias genitais masculinas

52

3

7551

Sindactilia

51

3

7430

Cefalocele

49

2

7450

Microtia

49

2

7419

Espinha bífida

47

2

7556

Luxação/subluxação do quadril

45

2

7557

Outras deformidades membro inferior

43

2

7552

Redução de membro superior

41

2

7542

Pé talo

38

2

7563

Anomalias do tórax

36

2

7451

Apêndices preauriculares

35

2

746O

Outras cardiopatias congênitas

34

2

746T

Anomalias cardíacas cono-truncais

33

2

7512

Imperfuração anal

33

2

7475

Artéria umbilical única

31

2

Embora o grau de diagóstico sindrômico em microcefalias seja baixo no ECLAMC, inclusive por problemas de codificação, os diagnósticos encontrados em 45% dos casos de microcefalia polimaformados, são suficientes para mostrar quais os diagnósticos que ocorrem. Haverá um deficit daquelas síndromes de diagnóstico mais difícil ou das que ainda não tinha sido descritas até o ano de 2004 quando se parou a codificação com usos de códigos "polima".


Fenótipo das microcefalias no OMIM
Segundo os diagnósticos específicos de polimaformados e segundo os defeitos congênitos mais frequentemente associados à microcefalia congênita no ECLAMC, avaliamos que seria de utilidade preparar algumas tabelas para guiar a busca de hipóteses diagnósticas nos casos polimaformados com microcefalia congênita e as apresentamos a seguir. Em muitos casos omitimos síndromes com microcefalia tardia ou com o outro defeito usado para a busca de aparecimento tardio. Os que permaneceram apresentaram defeitos graves de início intrauterino.
Nas orientações do Sistema de Vigilância Epidemiológica visando ao estudo dos casos mortos com microcefalia no Brasil em 2015, (Nota Técnica sobre encaminhamento e orientação para Exame Necroscópico ao Serviço de Verificação de Óbito – SVO de Fetos e Nascidos Vivos Malformados que foram a óbito) no seu item 5 explicita:
5. 0 exame cadavérico deverá ser realizado fotografando todos os achados e descrevendo todas as anomalias externas e internas (microcefalia, agenesias, artrogripose, pés tortos, escoliose, anomalias da genitália externa, dentre outras). A microcefalia não é determinante para realização do exame cadavérico.
Ignoramos porque foram citados os defeitos desta lista (em negrito) além da microcefalia, porém uma suposição coerente seria a de que as pessoas que começaram o RUMOR sobre a epidemia de microcefalia podem ter relatado ter visto casos de microcefalia com este tipo de defeitos associados.
Por este motivo, realizamos uma busca no OMIM para selecionar síndromes que apresentassem microcefalia congênita e também artrogripose, ou genitais ambíguos, ou displasia esquelética. Como existe a preocupação no RUMOR sobre epidemia de microcefalia com uma possível causa viral, adicionamos também as calcificações intracranianas que são uma característica das embrioparias virais ou bacterianas ou parasitárias, que, porém, apresentam-se também em muitas síndromes genéticas.

Quadro 1.Síndromes com microcefalia e artrogripose e/ou deslocamentos articulares




OMIM Search - '+microcephaly +arthrogryposis'




Downloaded:

Dec 26, 2015




Copyright (c) 1966-2015 Johns Hopkins University OMIM, data are provided for research purposes only.










MIM Number

Title

Cytogenetic Location

212540

CATARACT, MICROCEPHALY, FAILURE TO THRIVE, KYPHOSCOLIOSIS SYNDROME




#214150

CEREBROOCULOFACIOSKELETAL SYNDROME 1; COFS1

10q11.23

121070

ARTHROGRYPOSIS, DISTAL, TYPE 2E




#615553

ARTHROGRYPOSIS, MENTAL RETARDATION, AND SEIZURES; AMRS

1p21.2

601701

ARTHROGRYPOSIS AND ECTODERMAL DYSPLASIA




#616570

CEREBROOCULOFACIOSKELETAL SYNDROME 3; COFS3

13q33.1

#615095

MICROCEPHALY 10, PRIMARY, AUTOSOMAL RECESSIVE; MCPH10

20q13.12

#613404

ARTHROGRYPOSIS, RENAL DYSFUNCTION, AND CHOLESTASIS 2; ARCS2

14q24.3

#208085

ARTHROGRYPOSIS, RENAL DYSFUNCTION, AND CHOLESTASIS 1; ARCS1

15q26.1

#193700

ARTHROGRYPOSIS, DISTAL, TYPE 2A; DA2A

17p13.1

#615282

CORTICAL DYSPLASIA, COMPLEX, WITH OTHER BRAIN MALFORMATIONS 2; CDCBM2

2q23.1-q23.2

#243310

BARAITSER-WINTER SYNDROME 1; BRWS1

7p22.1

%201550

ADDUCTED THUMBS SYNDROME




#613457

CHROMOSOME 14q11-q22 DELETION SYNDROME

14q11-q22

#248700

MARDEN-WALKER SYNDROME; MWKS

18p11.22-p11.21

#610758

CEREBROOCULOFACIOSKELETAL SYNDROME 4; COFS4

19q13.32

#606170

GENITOPATELLAR SYNDROME; GTPTS

10q22.2

#615330

MULTIPLE MITOCHONDRIAL DYSFUNCTIONS SYNDROME 3; MMDS3

1q42.13

#224690

MEIER-GORLIN SYNDROME 1; MGORS1

1p32.3

601160

LISSENCEPHALY TYPE III AND BONE DYSPLASIA




#259775

RAINE SYNDROME; RNS

7p22.3

#260600

LEUKODYSTROPHY, HYPOMYELINATING, 3; HLD3

4q24

#601110

CONGENITAL DISORDER OF GLYCOSYLATION, TYPE Id; CDG1D

3q27.1

#615834

MENTAL RETARDATION, AUTOSOMAL DOMINANT 26; MRD26

7q11.22

#616258

MECKEL SYNDROME 12; MKS12

1q32.1

#608013

GAUCHER DISEASE, PERINATAL LETHAL

1q22

#602398

DESMOSTEROLOSIS

1p32.3

#614583

BARAITSER-WINTER SYNDROME 2; BRWS2

17q25.3

#608779

CONGENITAL DISORDER OF GLYCOSYLATION, TYPE IIe; CDG2E

16p12.2

%277720

WHISTLING FACE SYNDROME, RECESSIVE FORM




#614922

COMBINED OXIDATIVE PHOSPHORYLATION DEFICIENCY 11; COXPD11

6q25.1

%226960

EPIPHYSEAL DYSPLASIA, MICROCEPHALY, AND NYSTAGMUS




#614437

CUTIS LAXA, AUTOSOMAL RECESSIVE, TYPE IB; ARCL1B

11q13.1

#147920

KABUKI SYNDROME 1; KABUK1

12q13.12

As últimas três síndromes das 34 listadas no Quadro 1 apresentam apenas deslocamento de articulações (joint dislocations) em vez de artrogripose.


Embora a maioria desta síndromes produza algum tipo de sequência de acinesia ou imobilidade fetal, os genes envolvidos podem ter funções muito diferentes, configurando síndromes primariamente miastênicas, neurológicas, ciliopatias, lisossomais, de deficiência de reparo do DNA, enzimas modificadoras da cromatina, etc.

Quadro 2. Síndromes com microcefalia e calcificações intracraniais



OMIM Search - 'MICROCEPHALY AND CALCIFICATION'




Downloaded:

Dec 24, 2015




Copyright (c) 1966-2015 Johns Hopkins University OMIM, data are provided for research purposes only.










MIM Number

Title

Cytogenetic Location

#214150

CEREBROOCULOFACIOSKELETAL SYNDROME 1; COFS1

10q11.23

#133540

COCKAYNE SYNDROME B; CSB

10q11.23

#610329

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 3; AGS3

11q13.1

#270400

SMITH-LEMLI-OPITZ SYNDROME; SLOS

11q13.4

#613730

HEMORRHAGIC DESTRUCTION OF THE BRAIN, SUBEPENDYMAL CALCIFICATION, AND CATARACTS; HDBSCC

11q25

#261600

PHENYLKETONURIA; PKU

12q23.2

#610181

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 2; AGS2

13q14.3

#616570

CEREBROOCULOFACIOSKELETAL SYNDROME 3; COFS3

13q33.1

#247200

MILLER-DIEKER LISSENCEPHALY SYNDROME; MDLS

17p13.3

#606744

SECKEL SYNDROME 2; SCKL2

18q11.2

#610333

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 4; AGS4

19p13.13

#614219

ADAMS-OLIVER SYNDROME 2; AOS2

19p13.2

#608836

CARNITINE PALMITOYLTRANSFERASE II DEFICIENCY, LETHAL NEONATAL

1p32.3

#615010

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 6; AGS6

1q21.3

#267430

RENAL TUBULAR DYSGENESIS; RTD

1q32.1, 1q42.2, 3q24, 17q23.3

#612952

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 5; AGS5

20q11.23

#610651

XERODERMA PIGMENTOSUM, COMPLEMENTATION GROUP B; XPB

2q14.3

#615846

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 7; AGS7

2q24.2

%613658

RAJAB SYNDROME

2q36.2

#225750

AICARDI-GOUTIERES SYNDROME 1; AGS1

3p21.31

#100300

ADAMS-OLIVER SYNDROME 1; AOS1

3q13.32-q13.33

#261630

HYPERPHENYLALANINEMIA, BH4-DEFICIENT, C; HPABH4C

4p15.32

#216400

COCKAYNE SYNDROME A; CSA

5q12.1

#251290

BAND-LIKE CALCIFICATION WITH SIMPLIFIED GYRATION AND POLYMICROGYRIA; BLCPMG

5q13.2

#164200

OCULODENTODIGITAL DYSPLASIA; ODDD

6q22.31

#612951

LEUKOENCEPHALOPATHY, CYSTIC, WITHOUT MEGALENCEPHALY

6q27

#259775

RAINE SYNDROME; RNS

7p22.3

#185300

STURGE-WEBER SYNDROME; SWS

9q21.2

#305000

DYSKERATOSIS CONGENITA, X-LINKED; DKCX

Xq28

%114100

BASAL GANGLIA CALCIFICATION, IDIOPATHIC, CHILDHOOD-ONSET




225755

ENCEPHALOPATHY WITH INTRACRANIAL CALCIFICATION, GROWTH HORMONE DEFICIENCY, MICROCEPHALY, AND RETINAL DEGENERATION

243605

JEJUNAL ATRESIA WITH MICROCEPHALY AND OCULAR ANOMALIES




212540

CATARACT, MICROCEPHALY, FAILURE TO THRIVE, KYPHOSCOLIOSIS SYNDROME




%236795

3-HYDROXYISOBUTYRIC ACIDURIA




#530000

KEARNS-SAYRE SYNDROME; KSS



As 35 síndromes listadas no Quadro 2 apresentam microcefalia congênita e calcificações intracraniais que podem ter diferentes localizações no sistema nervoso central.


Algumas, como as síndromes Aicardi-Goutieres ou a a "band-like calcification with simplified gyration and polymicrogyria" são conhecidas como pseudo-infecção viral ou pseudo-TORCH, respectivamente, porque mimetizam exatamente o tipo de calcificações intra-cranianas observadas nas infecções virais TORCH. Pareceria ser que as diferentes mutações envolvidas nas síndromes de Aicardi-Goutieres causem um defeito na resposta ao DNA lesionado, como o que acontece pela morte celular, levando ao acúmulo de DNA endógeno ou de híbridos DNA-RNA, que o organismo interpreta como DNA e RNA de origem viral, disparando uma resposta imune mediada por Interferon alpha (INF-alpha) similar a que ocorre durante as infecções virais.

Quadro 3. Síndromes com microcefalia e genitais ambíguos




OMIM Search - '+microcephaly +"ambiguous genitalia"'




Downloaded:

Dec 27, 2015




Copyright (c) 1966-2015 Johns Hopkins University OMIM, data are provided for research purposes only.










MIM Number

Title

Cytogenetic Location

#300215

LISSENCEPHALY, X-LINKED, 2; LISX2

Xp21.3

#270400

SMITH-LEMLI-OPITZ SYNDROME; SLOS

11q13.4

#201750

ANTLEY-BIXLER SYNDROME WITH GENITAL ANOMALIES AND DISORDERED STEROIDOGENESIS; ABS1

7q11.23

#602398

DESMOSTEROLOSIS

1p32.3

#272440

FILIPPI SYNDROME; FLPIS

2q14.1

#219000

FRASER SYNDROME

4q21.21, 12q14.3, 13q13.3

#609625

CHROMOSOME 10q26 DELETION SYNDROME

10q26

#257300

MOSAIC VARIEGATED ANEUPLOIDY SYNDROME 1; MVA1

15q15.1

#300004

CORPUS CALLOSUM, AGENESIS OF, WITH ABNORMAL GENITALIA

Xp21.3

#308350

EPILEPTIC ENCEPHALOPATHY, EARLY INFANTILE, 1; EIEE1

Xp21.3

#249000

MECKEL SYNDROME, TYPE 1; MKS1

17q22

%614969

PONTOCEREBELLAR HYPOPLASIA, TYPE 7; PCH7




#301040

ALPHA-THALASSEMIA/MENTAL RETARDATION SYNDROME, X-LINKED; ATRX

Xq21.1

#151050

LENZ-MAJEWSKI HYPEROSTOTIC DWARFISM; LMHD

8q22.1

*615867

TBC1 DOMAIN FAMILY, MEMBER 32; TBC1D32

6q22.31

Quinze síndromes foram encontradas no OMIM com microcefalia congênita e genitais ambíguos.



Quadro 4. Síndromes com microcefalia e displasia esquelética


OMIM Search - '+microcephaly +"skeletal dysplasia"'




Downloaded:

Dec 27, 2015




Copyright (c) 1966-2015 Johns Hopkins University OMIM, data are provided for research purposes only.










MIM Number

Title

Cytogenetic Location

#210710

MICROCEPHALIC OSTEODYSPLASTIC PRIMORDIAL DWARFISM, TYPE I; MOPD1

2q14.2

#266920

SHORT-RIB THORACIC DYSPLASIA 9 WITH OR WITHOUT POLYDACTYLY; SRTD9

16p13.3

#304120

OTOPALATODIGITAL SYNDROME, TYPE II; OPD2

Xq28

%610483

AGAMMAGLOBULINEMIA, MICROCEPHALY, AND SEVERE DERMATITIS




603438

RADIOULNAR SYNOSTOSIS WITH MICROCEPHALY, SHORT STATURE, SCOLIOSIS, AND MENTAL RETARDATION




#268300

ROBERTS SYNDROME; RBS

8p21.1

#614727

CONGENITAL DISORDER OF GLYCOSYLATION, TYPE IIk; CDG2K

4q12

#607143

CONGENITAL DISORDER OF GLYCOSYLATION, TYPE Ig; CDG1G

22q13.33

#215100

RHIZOMELIC CHONDRODYSPLASIA PUNCTATA, TYPE 1; RCDP1

6q23.3

#212065

CONGENITAL DISORDER OF GLYCOSYLATION, TYPE Ia; CDG1A

16p13.2

%300881

BARATELA-SCOTT SYNDROME




*142461

HEPARAN SULFATE PROTEOGLYCAN OF BASEMENT MEMBRANE; HSPG2

1p36.12

#210720

MICROCEPHALIC OSTEODYSPLASTIC PRIMORDIAL DWARFISM, TYPE II; MOPD2

21q22.3

#139210

MYHRE SYNDROME; MYHRS

18q21.2

#607330

LATHOSTEROLOSIS

11q23.3-q24.1

#269000

SC PHOCOMELIA SYNDROME

8p21.1

*157132

MICROTUBULE-ASSOCIATED PROTEIN 4; MAP4

3p21.31

#166210

OSTEOGENESIS IMPERFECTA, TYPE II; OI2

7q21.3, 17q21.33

#151050

LENZ-MAJEWSKI HYPEROSTOTIC DWARFISM; LMHD

8q22.1

600093

SPONDYLOEPIPHYSEAL DYSPLASIA TARDA WITH CHARACTERISTIC FACIES




268250

RHIZOMELIC SYNDROME




#300049

PERIVENTRICULAR NODULAR HETEROTOPIA 1; PVNH1

Xq28

#231070

GERODERMA OSTEODYSPLASTICUM; GO

1q24.2
  1   2   3


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal