Disciplina: LÍngua portuguesa prof.: Osvaldo



Baixar 4,13 Mb.
Página1/2
Encontro18.07.2017
Tamanho4,13 Mb.
  1   2
Trabalho de Recuperação - 7º ano

Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA – Prof.: Osvaldo
Texto para as questões 1 a 9.



  1. A leitura dos dois primeiros parágrafos de Querer nos dá a impressão de que o autor não está descrevendo uma canoa. De que ele parece estar falando? Justifique sua resposta com trechos do texto.



  1. Em que trecho se percebe que o objeto da descrição realizada pelo autor é uma canoa?

  2. Em Querer, fica evidente que o autor é apaixonado por canoas. Retorne ao texto e retire características de cada uma das canoas mencionadas por Amyr Klink.




Rosa

Max

Faísca












  1. Segundo Amyr Klink, o Brasil é “no mundo o país mais rico em diversidade de estilos, feitios e técnicas de construção naval primitiva”. Apesar dessa riqueza, esse “patrimônio cultural [...] se transforma e desaparece pouco a pouco”. Reflita: por que isso acontece?



  1. Observe este trecho: “Descobri então que a arte do manejo dessas embarcações também morre. Quantas emborcadas dei, em rondadas de vento, até descobrir de quantos panos eram feitas suas velas originais”. Nele o autor utiliza um dito popular – expressões coloquiais que trazem um ensinamento – que foi adaptado ao contexto descrito. Qual seria esse dito popular e qual sua aplicação com relação ao texto?



  1. Por que Amyr Klink atribui uma “nobre alma” à canoa Rosa? Retire a justificativa do texto.



  1. No texto, há dois momentos registrados cronologicamente em que Rosa desempenhou um papel importante na vida de Amyr Klink. Quais foram esses momentos e a que eventos correspondem?



  1. Na sua opinião, a que se refere o “querer” presente no título do texto? Justifique com trechos do próprio texto.



  1. E para você, o que é preciso para se chegar aonde se quer?

Texto para as questões de 10 a 20.