Curriculum Vitae



Baixar 5,27 Mb.
Página9/9
Encontro30.10.2016
Tamanho5,27 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9



Juries for Final Project in Engineering Licentiateship (required before the Bologna Process)
1. Mining Engineering, Geo-Environmente and Geo-Resources
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Estudo da Viabilidade Técnico-Económica de uma Exploração Subterrânea de Rocha Para a produção de Agregados and Britas”, made by António Alberto Soares and Gustavo Brunho Paranhos, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Análise de riscos and Medidas de Mitigação para uma Pedreira”, made by Fernando Manuel Alves Gonçalves and Nuno Manuel Fernandes de Faria, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Plano de Lavra”, made by Jacqueline Castelo Branco and Patrícia Oliveira, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Análise das Condições de Instalação do aterro Sanitário de Felgueiras”, made by Mariana Ferreira Lemos and Susana Teles de Andrade, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Metodologia de Construção de Aterros de Resíduos Perigosos and Inertes”, made by Catarina Costa Martins and Filipe Melo, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Dimensionamento de uma Estação de Tratamento de Solos Contaminados made by Hidrocarbonetos”, made by João Manuel G. Baptista dos Prazeres and Mário Sérgio Manuel Filipe Moreira and Susana Alexandra Gomes Nogueira, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Produção de Solos”, made by Filipa Maio Almeida, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Dimensionamento de uma Instalação de Minérios Auríferos”, made by Valentim Pereira and Cláudia Peixoto, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Pedreira para Enrocamento”, made by Vítor André de Alves and Almeida, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Jazigo de Nisa – Modelo Topomorfológico”, made by Carlos Vieira Fernandes and Miriam Neto Vicente, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Produção de Solo Artificial”, made by Márcia Sofia Cardoso da Costa Leite and Maria João Pereira Martins Ferreira, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Utilização de Resíduos Finos de Pedreira no Betão”, made by Célia Maragrida Oliveira Ferreira and Mónica Alexandra Gomes da Silva, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Análise Económica de Substituição de Equipamento”, made by Mário Jorge Sampaio Ribeiro, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Projecto de Exploração de Rocha Ornamental”, made by Filipe Teixeira de Aguilar Machado, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Análise and Dimensionamento da Lavaria de Cobre da Mina de Neves Corvo”, made by Diana Sofia Boulhosa and Sílvia Oliveira, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Marcação CE em Agregados: Estudo Comparativo entre as Novas Normativas Europeias and os Métodos de Ensaios Definidos nos Actuais Cadernos de Encargos”, made by Moacir Lamares, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2007 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Jazigo da Catraia – Estudo da Viabilidade Técnica”, made by António Mário Cruza, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2007 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Estabilidade das Escombreiras do Cabeço de Pião”, made by André Santos and Vasco Duarte, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2007 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Deposição em Pasta dos Estéreis da Lavaria de Cobre da Somincor”, made by Mário Rui Oliveira da Silva, Rui Pedro Silva Dias, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
2009 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area for the graduation in Mining and Geoenvironment - Subject: “Tratamento de águas subterrâneas para descontaminação de TCE e posterior aproveitamento para fins Industriais”, made by Carla Filipe and Sónia Quintela.
2. Chemical Engineering and Other Field
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Optimização do Processo do Curtume Tradicional”, made by Rui Teixeira and Teresa Pereira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Quantificação dos Resíduos Sólidos gerados no ISEP, Projecto and Operação de uma Unidade de Compostagem para Tratamento da Fracção Biodegradável”, made by João Amorim and Eustácio Fonseca, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento Biológico de um Efluente Têxtil por Leitos Percoladores”, Projecto and Operação de uma Unidade de Compostagem para Tratamento da Fracção Biodegradável”, made by Rui Teixeira and Teresa Pereira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento de um Efluente da Indústria Corticeira, made by Lia Paupério and Rosário Pinto, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Pirólise de Resíduos da Indústria da Borracha, Lúcia Neves and Raquel Castro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Pirólise da Borracha”, made by José Tomás Albergaria and Sara Vieira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento de Efluentes Alcalino-Cianurados, made by António Machado and António Varela, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: Tratamento de Efluentes de uma Indústria de Electrodeposição, made by Alexandra Santos and Patrícia Conceição, Setembro 1999, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: Obtenção de Gordura a Partir da Raspa Tripa Proveniente da Indústria de Curtumes, made by Julanda Nunes Delgado and Maria de Lurdes Moreira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Instalação Piloto Para o Tratamento dos Efluentes Líquidos da Indústria do Couro”, made by Sílvia Vieira and Marisol Marques, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Gestão de Resíduos, Emissões and Efluentes numa Indústria Transformadora de Cortiça”, made by Fernando Sampaio, Manuel Arantes and Olga Bilhoto, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: Projecto de uma Estação de Pré-Tratamento de Águas Residuais de uma Indústria de Curtumes, made by Edgar Joaquim Carvalho, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
1999 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: Projecto de Dissipação de Calor da Instalação de Ensaios de Permutadores, made by Maria Gentil Correia and Sérgia Maria Castro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2000 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento de um Efluente da uma Indústria de Lacticínios made by Meio de Biomassa Fixa”, made by Victor Daniel Camilo Ferreira and Maria Isabel Ferreira Dias Carneiro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2000 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Unidade de Tratamento and Reciclagem de Pilhas Bastão”, made by Carla Fernanda Ribeiro, José Luís Nunes de Morais, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2000 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de um Hidrolisador/Precipitador para Transformar o Pó de Cortiça numa Resina“, made by Isabel Maria Gonçalves Oliveira da Fonseca and Célia Margarida Barros da Rocha, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2000 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Lagoa Anaeróbia: Tratamento Biológico às Águas de cozedura da Cortiça” made by Teresa da Conceição Lopes de Melo Rocha, Odete Maria Rodrigues Lopes, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2000 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: Sistema de Tratamento de Águas Residuais Provenientes de uma Fábrica Produtora de Penicilina, made by Graça Maria Santos Estrela Varela Pinto and Ana Paula Capeto Matos de Sousa, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2000 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Estudo da Utilização de Retalhos Tripa Provenientes da Indústria de Curtumes” made by Célia Margarida Barros da Rocha and Isabel Maria Gonçalves Fonseca, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Unidade de Tratamento da Água de Cozedura da Indústria da Cortiça”, made by CLÁUDIA Maria C. O. Carvalho MACHADO and MÓNICA Sofia Costa REIS, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento dos Efluentes Lab. do CEA por Processos Naturais em Trincheira Filtrante and com o Apoio Macrófitas”, made by CARLA Manuel Pereira da Costa LAGE MARIA TERESA Aguiar Telo Soares ANJOS, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Unidade de Tratamento de Resíduos do Couro Curtido ao Crómio para Aproveitamento do Crómio”, made by ANA Cristina Morais and OLIVEIRA ANDREIA Marlene Martins ALVES, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Produção de Soberina a Partir do Pó de Cortiça”, made by MARIA Joana Mendes Correia QUINTA and EMÍLIA Glória Mendes SILVA, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Bioreactor de Desnitrificação” made by João Paulo F. Ramos and José Pedro M. M. Soares, Instituto Superior de Engenharia do Porto.

2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Controlo and Monitorização Ambiental do Metro Ligeiro do Porto” made by NANCY Elisabete Faria LEITÃO, CHRISTINE Marie Plácido ALVES, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento de Água Subterrânea Contaminada com COV”, made by MARTA Alexandra Oliveira LUZ and CARLA Maria Andrade QUEIRÓS, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Reabilitação de Solos por Técnicas Agrárias” made by MARIA José Loureiro Moreira PADRÃO and Luís Almeida Salvador, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Eliminação dos reagentes obsoletos do Armazém de Reagentes Do Departamento de Química”, made by MARIA Celeste de Almeida and SILVA and ANA Paula Rodrigues Portela GONÇALVES, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Remoção Biológica de Azoto sob a Forma de Nitrato Utilizando o conhecimento do Processo Olaopa” made by Carlos Hélder Monteiro de SOUSA and ADRIANA Maria Couto Santos MALTA, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Unidade de Tratamento de Resíduos do Couro Curtido ao Crómio para Aproveitamento da Matéria-prima”, made by PAULA Celeste Baptista and PAÍGA and MARIANA Lencastre Torres V. POUZADA, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 – Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Unidade de Desempoeiramento para uma Indústria Corticeira” made by Magda Angélica Azenha Marques and VÂNIA Maria Gomes Alves CHIBANTE, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2001 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento de uma Água Subterrânea Contaminada com Tolueno made by Arrastamento por Ar” made by Carla Queirós and Marta Luz, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2001 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de um Hidrolisador / Precipitador para Transformar o Pó da Cortiça numa Resina” made by Célia Alexandra Oliveira Costa and Ricardo Jorge Soares Peixoto, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2002 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Estudo da Resistência à Degradação Oxidativa de Materiais Poliméricos em Condições Ambientais Diversas” made by Cristina Ribeiro and Daniela Barros, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2002 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Utilização de um SBR para Remover BTX de um Solo Contaminado” made by Susana Vieira and Paula Paranhos, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2002 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Redução de Emissões Gasosas numa Unidade Industrial de Produção de Energia Eléctrica que Utiliza Thick Fuelóleo” made by Joana Peixoto Moreira and Sílvia Cristina Sousa Sá, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2002 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Acompanhamento Ambiental da Trincheira de Salgueiros” made by Maria Susana Rubim Zôio, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2002 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Estudo do Sujamento no Lado Interior de uma Serpentina de Arrefecimento Helicoidal” made by Ana Correia and Sandra Araújo, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2002 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Hidrólise Ácida de Ácido”, made by Márcia Almeida and Patrícia Sousa, Instituto Superior de Engenharia do Porto.



2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Utilização de Leveduras na Remoção de Metais Pesados” made by Cláudia Sofia Quaresma da Costa Gouveia, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais para Tratamento de um Efluente Lácteo por Leito Móvel and por Lamas Activadas” made by Alexandra Almeida, Isabel pereira and Salomé Soares, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Anteprojecto de um Tratamento Biológico por Leito Percolador para um Efluente Industrial” made by Andreia Cristina Vieira and Lúcia Isabel Ribeiro, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento de Efluentes de Lavagem de Peças de Laboratório de Electroquímica and Corrosão do Isep” made by Adriana Malta and Carlos Hélder de Sousa, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Avaliação Ecotoxicológica de resíduos Laboratoriais no Cladócero Daphnia Magna and Algas Verdes Unicelulares” made by Alexandra Vieira and Vanessa Almeida, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Gestão dos Resíduos Gerados na Cantina and Bares do Isep Por Reciclagem Orgânica and Multi-Material” made by Fátima Maria da Silva Pinto and Sílvia Maria Lopes Monteiro, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Recuperação de um COV Utilizando uma Coluna de Arrastamento por Ar” made by Cristina Otal Pereira, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Substituição de Pigmentos com Cromato de Chumbo” made by Alice Resende and Brigitte Baptista, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Produção de Aglomerados de couro a partir de Resíduos da Indústria de Curtumes” made by Maria João Machado and Sandra Marques, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Depilação Enzimática da Pele de Bovino and Seu Efeito na Carga Poluente” made by Emanuel Ramires and Susana Castro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2003 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Remoção de Corantes têxteis Utilizando Carvão Activado Obtido a partir de Lamas de ETAR como adsorvente” made by Sónia Maria Gonçalves Gomes Silva and Susana Maria Silva Leça, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Redesign de uma E.T.A.R. Industrial para o Futuro Envio do seu Efluente à SIMRIA – Estudo do Impacto Económico” made by Fernanda Maria Gonçalves de Oliveira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento por Lamas Activadas de um Efluente de uma Indústria de Curtumes” made by Fernanda Vieira and António Santos, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Remoção de Cor, por adsorção, de efluentes de Tingimento de Algodão” made by Patrícia Isabel da Silva Alves and Pegui Agnès dos Santos Castro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Etar para Tratamento de um Efluente Têxtil por Lamas Activadas”, made by Maribel Rodrigues and Maria José Teixeira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Etar por Lamas Activadas para Tratamento de um Efluente Têxtil” made by Isabel Castro Moura and Paula Alexandre Cabral, Instituto Superior de Engenharia do Porto
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Construção de Eléctrodos Modificados para Análise Electroanalítica de Compostos Orgânicos” made by Michelle Castanheira and Rosa Ferreira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Caracterização and Tratamento de Resíduos de Processamento Fotográfico a Preto and Branco” made by Maria Adelaide Rocha de Sousa and Hélder Fernando Ferreira Gonçalves, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Avaliação Ecotoxicológica de Resíduos Laboratoriais” made by Patrícia Alexandra Silva Araújo, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Anteprojecto de uma ETAR para Tratamento de um Efluente Fenólico por Lamas Activadas and por Leito Móvel” made by Fernanda Barreira Claro and Ricardo Augusto Campos Ferreira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Determinação de uma Unidade de Neutralização de Gases da Combustão” made by Inês Salomé da Rocha dos Santos, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Determinação do Benzeno no Ar Atmosférico” made by Susana Ribeiro and Maria João Conceição, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2004 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Unidade de Remoção de Azoto de Águas Residuais da Indústria de Curtumes”, made by Liliana Margarida Almeida Ramos and Marta Isabel Teixeira Ferreira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Redução da Emissão de COVs numa Indústria Metalomecânica” made by Susana Cristina Pereira Alves Ribeiro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Digestão Anaeróbia – Perspectivas and Oportunidades Tecnológicas” made by Amadeu Jorge Ricardo and Manuel Ilídio Meireles Bastos, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Anteprojecto de uma Fábrica de Sumos de Fruta and Néctares” made by João Teixeira, Marta Pedroso, Patrícia Rebelo, Sílvia Pereira and Tiago Soares, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais para Tratamento de Efluentes da Indústria de Lacticínios pelo Método das lamas Activadas,” made by Rui Brito, Francisco Basílio, José Sousa and Susana Silva, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Secagem de Etanol Por Adsorção em Leito Fixo” made by Anabela Mendonça and Sandra Teixeira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma ETAR para uma Indústria Têxtil” made by Ana Lima, Alexandra Neves and Adriana Machado, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Optimização da Rede de Distribuição de Hidrogénio numa Refinaria de Petróleos Para a produção de Combustíveis mais Limpos” made by André Fonseca, Hugo Bento and Vítor Sá, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Anteprojecto para Tratamento and Reutilização da Água do Lago do Palácio de Cristal” made by Belmiro Vigário, Clara Teixeira, Eliana Bessada and Sónia Pereira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Reconversão de uma Rede de Permutadores de calor utilizando o Método de Pinch” made by Gil Oliveira, Fátima Patrício, Marília Sousa and Jacob Braz, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Reciclagem de Raspas Wet-Blue da Indústria de Curtumes” made by Daniela Maia, Sandra Marlene Morais, Maria Fátima Alves and Maria Manuela Sá Dantas, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Inovdiesel – Produção de Biodiesel” made by Raquel Silva, Marta Sousa, Rui Santos and Hélder Marques, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Indústria de Produção de Biodiesel” made by Branca Silva, Carla Ribeiro and Márcia Campelo Santos, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2005 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Reciclagem de Baterias de Níquel-Cádmio por via Hidrometalúrgica ” made by Ana Alves, Felismina Moreira, Tâmara Silva and Tânia Madeira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento da Raspa Tripa – que Processo?” made by Elisabeth Vieira, Sandra Bastos, Sandra Cerqueira and Teresa Silva, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Tratamento do efluente de uma Indústria de Sabão”, made by Susana Cristina Pereira Alves Ribeiro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Água Padronizada” made by Alexandra Duarte, Cristina Andrade and Maria José Nascimento, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Central termoeléctrica com Queima de Biomassa” made by Ana Marques, Catarina Farinha, Gisela Flores, Leonor Ávila and Sara Martins, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Optimização de uma Rede de Hidrogénio de uma Refinaria Tendo em Vista as Novas Exigências Ambientais”, made by Helena Silva, Pedro Mendes and Arminda Sá Pereira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Unidade de Correcção de pH de um Efluente da Indústria Têxtil” made by Cristina Costa, Pedro Costa and Renato Teixeira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Metodologias Analíticas para o doseamento de Tricloroeteno em amostras provenientes de Águas Subterrâneas. Estudos Preliminares de Reabilitação” made by Elisabeth Vieira and Teresa Silva, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Anteprojecto de uma Unidade de produção de Biodiesel” made by Dina Santos, Eduarda Pina, Sandra Marinho and Sara Barros, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Anteprojecto de uma Empresa de Tratamento and Comercialização de Fios de Lã de Alta Qualidade” made by Luciano Bragança, Hélder Ferreira, Ana Lígia Castro, Joana Patrício Oliveira and Susana Gonçalves, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Integração energética de um processo de Produção de Éter Dimetílico” made by Ricardo Caldas, Sandra Cabral, Sandra Fonseca, Vera Almeida, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dessulfuração do Gasóleo and as Novas Exigências Ambientais energética” made by Bruno Fonseca, Liliana Oliveira and Vera Ribeiro, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Unidade de Incineração de Farinhas Animais” made by Eliana Regina Marques Vale, Miguel Filipe pinto and Sofia Alexandra Oliveira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Instalação de uma Fábrica de Tintas” made by Inês Arcos, Maria Alexandra Pereira, Maria José Passeira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Unidade de produção de Aditivos Para o Tratamento de Águas and de Águas Residuais” made by Ana Carla Carvalho and Eufémia Garcia, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Dimensionamento de uma Unidade de Desempoeiramento de uma Indústria de Aglomerados de Madeira” made by Diocleciana Gomes, Isabel Teixeira, patrícia Almeida and Susana Costa, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de Aterro Sanitário” made by Ana Martins, Lia Cardoso, Norberto Costa and Vítor Soares, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
2006 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Unidade de Tratamento dos Efluentes de uma Linha de Tratamento/pintura de Componentes Metálicos para Indústria Automóvel” made by Daniela Silva, Marta Martins and Mónica Santos.
2007 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Certificação Energética do 3º Piso do Edifício H” made by Diana Dias, Marília Cardoso and Joana Pereira, Instituto Superior de Engenharia do Porto.

2007 - Member of the panel responsible for classifying a work in the Engineering Project area – Subject: “Projecto de uma Estação de Tratamento de águas Residuais Domésticas com Unidade de Tratamento de Lamas por Digestão Anaeróbia com Aproveitamento de Biogás” made by Isabel Costa, Joana Guerreiro, Mara Vaz, Marlene Teixeira and Vera Azevedo, Instituto Superior de Engenharia do Porto.
Low Master Degree (Bologna Process)


  • In Dezember 2008 I was member of a Jury for attribution of the Master Degree in Geotechnical and Geoenvironmental Engineering, by the Instituto Superior de Enganharia do Instituto Politécnico do Porto, to the candidate Goreti Filomena Oliveira de Carvalho, who submitted the dissertation entitled Preliminary Determination of Construction Parameters for Reactive Permeable Barriers used for Chromium Remediation with Zerovalent Iron.




  • 2009 – Julho – “Diagnóstico ambiental e análise de risco probabilística de uma pedreira abandonada” ; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Maria Leonor Vasconcelos Ferreira Martins; Funções: vogal



  • 2009 – Julho – “Estudo para a implementação de um sistema PAYT na zona do Lidador - Análise socio-económica e territorial” ; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Maria Inês de Matos Vaz. Funções; Presidente do Júri .




  • 2009 – Julho – “Desenvolvimento de uma calculadora de resíduos alimentares” ; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Marco André Soares Caseira; Presidente do Júri




  • 2009 – Julho – “Gestão de Resíduos Produzidos nas Instalações desportivas da Câmara Municipal da Maia”; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Maria Jorgina Guimarães Ribeiro Ferraz Lage; Presidente do Júri




  • 2009 – Julho – “Estudo de viabilidade técnica e económica de uma unidade centralizada e de co-digestão anaeróbia”; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Débora Rute Costa Carneiro; Presidente do Júri




  • 2009 – Julho – “Fotolix - Aplicação do Processo Foto-Fenton com radiação solar ao lixiviado de um aterro de RSU pré-tratado por lagunagem arejada”; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Sérgio Miguel Soares Capelo; Presidente do Júri




  • 2009 – Setembro – “Bolsa de resíduos – Contribuição para a Análise de Viabilidade da Implementação de uma Bolsa de Resíduos em Portugal”; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Maria Inês Loureiro Santos Pereira; Presidente do Júri.




  • 2009 – Setembro – “Concepção de um Projecto de Recolha de Resíduos Orgânicos em Domicílios”; Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Susana Lopes; Presidente do Júri.




  • 2009 – Setembro – “Avaliação da Sustentabilidade do Edificio Solar XXI Utilizando a Metodologia SBTool”, Tese de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente na F.E.U.P., por Joana Bonifácio Andrade; Presidente do Júri.




  • 2009 – Setembro – “Contributo para o Estudo da Fenomenologia da Redução do Cr(VI) pelo Ferro Elemenentar”; Tese de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente na F.E.U.P., por Elsa Maria dos Santos Branco Guedes; Orientador.




  • 2009 – Outubro – Comparative Study of the Action of Mesophilic and Thermophilic Microorganisms in the Bioleaching of a Sulphide Copper Ore, Tese de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente na F.E.U.P., por Márcia Cristina da Fonseca Fernandes; Co-Orientador




  • 2009 – Outubro Study of the Applicability of Caro’s acid as a Leaching Agent for Copper Sulphides; Tese de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente na F.E.U.P., por Cláudia Cristina da Costa Magalhães; Co-Orientador




  • 2009 – Novembro – “Resíduos Cerâmicos – Gestão e Valorização como Agregados”; Tese de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente na F.E.U.P., por Jorge Lima Ribeiro; Presidente do Júri.




  • 2009 – Novembro – “Protocolos de Actuação em caso de Emergência num Estabelecimento de Ensino do 1º Ciclo”, Tese de Mestrado em Engenharia de Segurança e Higiene Ocupacional, na F.E.U.P., por Rui Manuel Miranda Pinto Cruz; Presidente do Júri.




  • 2009 – Novembro – “Análise dos Acidentes Mortais Ocorridos na Indústria Extractiva no Período de 2004 a 2007””, Tese de Mestrado em Engenharia de Segurança e Higiene Ocupacional, na F.E.U.P., por Maria de Fátima de Morais Moreira, Presidente do Júri.




  • 2009 – Novembro – “Responsabilidade Social na Actividade Mineira – o Caso da mina de Las Cruces”, Tese de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente na F.E.U.P., por Carlos Filipe Semblano Ferreira; Presidente do Júri.


Advanced Master (before the Bologna Process)


  • In 1992, I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree in Mineralurgy and Mining Planning at the Technical University of Lisbon to the candidate José Luís Gonzaga da Conceição Cabral Vieira, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Application of Dynamic Programming to the Determination of Exploitation Sequences.




  • In 1994, I was member of a jury at the Technical University of Lisbon for attribution of an eventual correspondence to the Master Degree Correspondence to the candidate Adilson Curi, who submitted the dissertation entitled Studies for the Reduction of the Phosphor Grade in Iron Ores.




  • In 1995, I was member of a jury for attribution of a Master Degree in Technology and Management of Mineral Resources by FEUP, as supervisor, to the candidate Maria Cristina da Costa Vila, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Percolation Leaching – A Distributed Parameter Model.




  • In 1996, at FEUP, I was member of a jury for appraisal of the Pedagogic and Scientific Capacity, as opponent, of he candidate Manuel Joaquim de Sousa Oliveira, mathematician, who submitted the work Numerical Analysis – Extrapolation at the Metallurgical Department, FEUP




  • In 1997 I was member of a jury for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering by FEUP, Geo-Environmental Area, as supervisor, to the candidate António Vega y de la Fuente, Mining Engineer by Madrid University, who submitted the dissertation entitled Stochastic Methods for Risk Analysis Resulting From Exposure to Contaminated Soils.




  • In 1997 I was member of a jury for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering by F.E.U.P., Geo-Environmental Area, as supervisor, to the candidate Ana Cristina Meira da Silva e Castro, Civil Engineer, who submitted the dissertation entitled Project, Modelling and Simulation of Air Stripping Columns for the Treatment of Groundwater Contaminated with VOC.




  • In 1997 I was member of a jury for attribution of a Master Degree in Technology and Management of Mineral Resources by FEUP, to the candidate João Domingos Amaral de Morais Sarmento, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Integrated Management of Municipal Solid Wastes. .




  • In 1998 I was member of a jury, as President, for attribution of a Master Degree in Technology and Management of Mineral Resources by FEUP, to the candidate Paula Alexandra Carminé Teixeira, Geologist, who submitted the dissertation entitled Statistical Analysis of the Geotechnical Data from Tunnels in Porto.




  • In July 1998 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree on Geo-Resources, by the Technical University of Lisbon, to the candidate Pedro Soares Carneiro Moreira de Almeida, Mechanical Engineer, who submitted the dissertation entitled Morphological Upscaling by nets with variable Geometry.




  • In January 2000 I was member of a jury for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering by F.E.U.P., Geo-Environmental Area, as supervisor, to the candidate Maria de Lurdes Proença de Amorim Dinis, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Integrated Model for Evaluating the Environmental Exposure to Mining Radioactive Wastes.




  • In February 2000 I was member of a jury for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering by F.E.U.P., Geo-Environmental Area, as supervisor, to the candidate Maria Alexandra de Sousa Lourenço Nunes, Mathematician, who submitted the dissertation entitled Dynamics of Soil Venting.




  • In April 2000 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree on Geo-Resources, by the Technical University of Lisbon, to the candidate Domingas Amaro Pereira dos Santos Van-Dúnem, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Stochastic Characterization of an Oil Reservoir.




  • In July 2001 I was member of a jury, as supervisor, for attribution of a Master Degree in Minerals and Industrial Rocks, by the University of Aveiro, to the candidate Elsa Maria Macedo Pinto da Cruz, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Study of the Applicability of the Peroxomonosulfuric Acid as a Bleaching Agent for Kaolins.




  • In March 2002 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree on Geo-Resources, by the Technical University of Lisbon, to the candidate Lídia Bárbara Patrocínio Fernandes, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Development of a Geo-Statistical Methodology for Elaborating a Map of Geotechnical Factors.




  • In May 2003 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree on Geo-Resources, by the Technical University of Lisbon, to the candidate Sofia Verónica Trindade Barbosa, who submitted the dissertation entitled Contribution of the Geo-Statistics for a Better Knowledge of the Geoenvironmental Situation in the Algares Sector (Aljustrel Mines).




  • In December 2003 I was member of a jury, as supervisor, for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Patrícia Kydy Sara Gameiro da Cruz, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Simulation of the Transport and Remediation of Hydrocarbon Contaminations in Soils.




  • In March 2004 I was member of a jury, as supervisor, for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Maria Aurora Soares da Silva, Chemical Engineer, who submitted the dissertation entitled In-Pulp Solvent Extraction of Soils Contaminated with Organic Products.




  • In March 2004 I was member of a jury, as supervisor, for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Maria José Loureiro Moreira Padrão, Chemical Engineer, who submitted the dissertation entitled Remediation of Soils Contaminated with Petroleum Products using Landfarming.




  • In March 2004 I was member of a jury, as supervisor, for attribution of a Master Degree in Environmental Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Marília da Conceição Ferreira Baptista, Chemical Engineer, who submitted the dissertation entitled Experimental Determination of the Coalescence Conditioning Parameters in a Shallow-Layer Settler.




  • In February 2005 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree in Geosciences, by the Science and Technology Faculty, University of Coimbra, to the candidate Ana Margarida Proença Vicente, who submitted the dissertation entitled “Exhalation Potential of Radon in Waste Disposal of Ancient Uranium Exploitations”.




  • In March de 2006 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of a Master Degree on Geo-Resources, by the Technical University of Lisbon, of the Engineer Elsa Cristina Monteiro Agante, who submitted the dissertation entitled Mechanical Separation of Granulated Plastic Covers Coming from Eco-Points.


Doctoral Dissertations


  • In September 1998 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Technical University of Lisbon, to the candidate Maria Teresa da Cruz Carvalho, Mining Engineer and Master in Geo-Resources, who submitted the dissertation entitled Application of the Fuzzy Control to a Flotation Column.




  • In November 1998 I was member of a jury for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Alexandre Júlio Machado Leite, who submitted the dissertation Transformation of an Object of the Extractive Industry into a System – Some Consequences.




  • In May 1999, I was member of a Jury for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Engineering Faculty, University of Porto,, to the candidate Aurora Magalhães Futuro da Silva, who submitted the dissertation entitled The Effect of the Eh/pH Control if the Differential Flotation of Complex Sulphides.




  • In November 2000 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Technical University of Lisbon, to the candidate Edmilson Rodrigues da Costa, Geolog Engineer, who submitted the dissertation entitled The Compatibilization of the Mineral Industry in Areas Environmentally Sensitive – The Case of Peruaçu, Brasil.




  • In February 2002 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of the Ph.D. Degree in Materials Engineering, by the Technical University of Lisbon, to the candidate Carlos Alberto Gonçalves Nogueira, Chemical Engineer, who submitted the dissertation entitled Recycling of the Nickel-Cadmium Batteries by Hydrometallurgical Processing.




  • In November 2003 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Technical University of Lisbon, to the candidate Vidal Félix Navarro Torres, Mining Engineer, who submitted the dissertation entitled Underground Environmental Engineering and its application to Portuguese and Peruvian Mines.




  • In July 2004, I was member of a Jury for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Eduardo Filipe Júdice Nunes Vilhena Crespo, who submitted the dissertation entitled Stratification of Jigging Beds – Multicomponente Kinetic Model.




  • In September 2004, I was member of a Jury for attribution of the Ph.D. Degree in Sciences of Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Gilberto António Pinto, who submitted the dissertation entitled Multi-Criteria Optimization of Liquid-Liquid Extraction in Mixer-Settlers..




  • In September 2004, I was member of a Jury for attribution of the Ph.D. Degree in Sciences of Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Ana Cristina Meira da Silva Castro, who submitted the dissertation entitled Air Stripping – Project and Dynamic Simulation Using a Distributed Parameter System.




  • In December 2004, I was member of a Jury for attribution of the Ph.D. Degree in Sciences of Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, as President, to the candidate Maria Teresa Lajinha Ribeiro, who submitted the dissertation entitled “Remediation of Petroleum Contaminated Groundwater – A Holistic Approach.



  • Member of a Jury that evaluated The Ph.D. Thesis in Sciences of Engineering of the candidate Filomena de Jesus Martins.




  • In February 2005, I was member of a Jury for attribution of the Ph.D. Degree in Sciences of Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Maria Cristina da Costa Vila, who submitted the dissertation entitled Observation of Soil Remediation through Respirometry – Signal treatment in Biological Systems.





  • In February de 2006 I was member of a Jury, as President, for attribution of the Ph.D. Degree in Sciences of Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Elsa Maria de Carvalho Ferreira Gomes, who submitted the dissertation entitled Simulation of Steady-State and Transient Regimes in Mixer-Settlers.




  • In May 2006 I was member of a jury for attribution of the Ph.D. Degree in Sciences of Engineering, by the Technical University of Lisbon, to the Master Herlander Mata Fernandes Lima, who submitted the dissertation entitled Inverse Modelling of Oil Reservoirs – Integration of Data from fluid Dynamics into the Parameterization and Upscaling.




  • In November 2006 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of the Ph. D. Degree in Mining Engineering by the Technical University of Lisbon, to the candidate Gionvanni Andrea Blengini, who submitted the dissertation entitled “Life Cycle Assessment Tools for Sustainable Development: Case studies for the Mining and Construction Industries in Italy and Portugal”.




  • In September 2007, I was member of a Jury for attribution of the Ph.D. Degree in Environmental Engineering, by the Engineering Faculty, University of Porto, to the candidate Maria de Lurdes Proença de Amorim Dinis, who submitted the dissertation entitled Phenomenological Modelling of the Intercompartment Distribution of Radioactive Substances.

  • In July 2009 I was member of a jury, as external opponent, for attribution of the Ph. D. Degree in Chemical Engineering by the Technical University of Lisbon, to the candidate Maria de Lurdes de Figueired Gameiro, who submitted the dissertation entitled “Recovery of Copper from Ammoniacal Solutions”.


Juries for Coordinator Professors



  • In January 2009 I was member of the jury for assessment of the capacity of the Prof. Joaquim Eduardo Sousa Góis for definitive nomination as Auxiliary Professor.


Juries for Coordinator Professors (Polytechnic Institutes)



  • Participation in a Jury in March 1999, for selecting a Coordinator Professor for the Department of Chemical Engineering at the Instituto Superior de Engenharia do Porto, with the following candidates: Vitorino de Matos Beleza, Albina Maria de Sá Ribeiro and Nídia de Sá Caetano. Functions: opponent to the dissertation Application of the Zero Liquid Effluent Discharge to a Factory for Recovering Cellulose Fibbers, by Vitorino de Matos Beleza. Opponent to the Lesson Impact of the Deposition of Domestic Batteries with the Urban Solid Waste; also. Leaching and Recovery of Metals by Chemical Precipitation vs Treatment by Solidification and Stabilization.




  • Participation in a Jury, in February 2002, for selecting a Coordinator Professor for the Department of Chemical Engineering at the Instituto Superior de Engenharia do Porto, with the following candidates: Alfredo Crispim, Maria João Câmara and Rui Costa. Functions: Opponent to the lesson First Order Systems by Maria João Câmara and to the scientific curriculum of the candidate Rui Costa.


Juries for Associate Professors


  • In January 2003 I was member of a jury of a Conquest for fulfilling a vacancy as Associate Professor at the Mining Department of the Engineering Faculty, University of Porto, where the candidate Prof. José Manuel Soutelo Soeiro de Carvalho was selected.




  • In June 2004 I was member of a jury for fulfilling a vacancy as Associated Professor for the Mining Department, Engineering Faculty, University of Porto, where there was two candidates: Profs. João Manuel Abreu dos Santos Baptista and Alexandre Júlio Machado Leite.




  • In April 2005, I was member of a jury for fulfilling a vacancy as Associated Professor for the Mining Department at the Technical High Institute, Technical University of Lisbon whith two candidates: Profs. Amílcar de Oliveira Soares and Luís Filipe Tavares Ribeiro. Co-author of one of the reports.




  • In June 2009, I was member of a jury for fulfilling a vacancy as Associated Professor for the Mining Department at the Technical High Institute, Technical University of Lisbon whith the following candidates: Carlos Alberto Alonso da Costa Guimarães, Jorge Manuel Tavares Ribeiro, José António de Almeida, José Manuel Vaz Velho Barbosa Marques, Luís Filipe Tavares Ribeiro, Maria Teresa da Cruz Carvalho e Vidal Félix Navarro Torres


Juries for Aggregation (High Doctorate)


  • In February and April 2003 I was member of a jury for evaluating the capacity for High Doctorate Public Examinations of the candidate Prof. José Augusto Coelho da Rocha e Silva.




  • In December 2003 I was member of a jury for High Doctorate Public Examinations in Mining Engineering by the Technical University of Lisbon done by Professor Doctor Fernando de Oliveira Durão. The synthesis lection was about the subject “Introduction to the Sampling Theory of Bulk Solids”. The program, contents and methodology referred to the subject “Complements of Mineralurgy I”




  • In December 2003 I was member of a jury for High Doctorate Public Examinations in Mining Engineering by the Engineering Faculty, University of Porto, done by Professor Henrique Sérgio Botelho de Miranda. The synthesis lection was about the subject “Sincronism of Operations and Maximum Productivity as Dimensioning Criteria of Minimal Load and Transport Sets in Mining and Similar Contexts”. The program, contents and methodology referred to the subject “Systems of Loading and Transport”.




  • In October 2005 I was member of a jury for High Doctorate Public Examinations in Mining Engineering by the Technical University of Lisbon. Candidate Prof. Vidaal Félix Navarro Torres.




  • In September 2006 I was member of a jury for High Doctorate Public Examinations in Geology by the University of Coimbra. The candidate was the Prof. Dr. Alcides José Sousa Castilho Pereira. The synthesis lesson was on the subject “Portuguese Uranioum and Raduim Mines: Radiological Impact and Environmental Remediation” The program, contents and methodology referred to the subject “Geological Risks”. Within the jury my function was the arguing of the synthesis lesson.


Juries for Full Professor


  • From July to October 2009 I was member of a jury for fulfilling a vacancy as Full Professor for the Mining Department at the Technical High Institute, Technical University of Lisbon whith the following candidates Amílcar de Oliveira Soares, António João Couto Mouraz Miranda, Fernando de Oliveira Durão e Jorge Miguel Alberto de Miranda.

12. DISSERTATIONS SUPERVISED OR UNDER SUPERVISING


12. 1 GRADUATION DISSERTATIONS (LICENTIATESHIP AND MASTER POST-BOLOGNA)
1994-95: Liquid-Liquid Extraction of Copper Leaching Solutions Using Hydroxibenxophenons, final project - Licentiatship in Chemical Engineering - Carlos Reis, Classification: Very Good.
1997: AIR STRIPPING: Treatment of Groundwater Contaminated with Volatile Organic Compounds, supervision of a final Licentiatship dissertation made by Rikke Sørensen and presented to the Technical University of Copenhagen: Final Classification: Very Good.
1998: Model of a Triple Effect Evaporator, supervision of a final dissertation for Licentiatship in Chemical Engineering made by Helena Cristina dos Santos Matos, Classification: Very Good.
2001:Soil Remediation using Landfarming”, supervision of a final dissertation for Graduation in Chemical Engineering made by Maria José Loureiro Moreira Padrão and Luís Almeida Salvador, at the Instituto Superior de Engenharia do Porto; Classification: Very Good.
2001: “Remediation of soils contaminated with volatile Organic Compounds using Soil Vapour Extraction”, supervision of a final Licentiatship dissertation for Graduation in Chemical Engineering made by Maria Aurora Soares da Silva, at the Instituto Superior de Engenharia do Porto; Classification: Very Good.
2004: “Project of a Soil Washing Plant”, supervision of a final dissertation for Licentiatship in Mining and Geo-Environmental Engineering made by Singa Kuemfilamo Mateus and Jofre Filipe Cardoso: Final Classification: Fair.
2004: “Design of a Gold Ore Processing Plant using Heap Leaching” supervision of a final dissertation for Licentiatship in Mining and Geo-Environmental Engineering made by Claudia Alexandra Pires Peixoto and Valentim Manuel Pinto Pereira. Classification: Very Good.
2006: “Design of a Plant for Treating Soils contaminated with petroleum Hydrocarbons” , supervision of a final dissertation for Graduation in Mining and Geo-Environmental Engineering made by João Manuel Baptista dos Prazeres e Mário Jorge Machado Alves Amaral, at the Engineering Faculty; University of Porto Classification: Very Good.
2006: “Recycling of Nickel-Cadmium Batteries using an Hydrometallurgical Process”, supervision of a final project dissertation for Graduation in Chemical Engineering made by Felismina Teixeira Coelho Moreira, Ana Amélia das Neves Alves, Tâmara Isabel Barbosa da Silva and Tânia Marisa dos Santos Madeira. Final Classification: Very Good.
12. 2. MASTER DISSERTATIONS (Bologna Process)
CO-SUPERVISION


  • 2009: Study of the Applicability of Caro’s acid as a Leaching Agent for Copper Sulphides; Supervision of a Master Thesis in Ming and Geo-Environmental Engineering by Cláudia Cristina da Costa Magalhães; Classification: 17.




  • 2009: Comparative Study of the Action of Mesophilic and Thermophilic Microorganisms in the Bioleaching of a Sulphide Copper Ore, Supervision of a Master Thesis in Ming and Geo-Environmental Engineering by Márcia Cristina da Fonseca Fernandes; Classification: 17.



SUPERVISION
2009: Environmental Diagnostic and Risk Analysis of an abandoned Quarry. Supervision of a Master Thesis in Environmental Engineering by Maria Leonor Vasconcelos Ferreira Martins, Classification: 19.


  • 2009: Contribution to the Study of the Phenomenology of Cr(VI) Reduction by Zero Valent Iron; Supervision of a Master Thesis in Ming and Geo-Environmental Engineering by Elsa Maria dos Santos Branco Guedes; Classification: 18.




12. 3 ADVANCED MASTER DISSERTATIONS
1994-95: Percolation Leaching – A Distributed Parameter Models. Supervision of a Master Thesis in Mineral Resource Management by Maria Cristina da Costa Vila, Classification: Very Good.
A new distributed parameter phenomenological model is presented for simulating the percolation leaching. The model was tested and validated through experimental leaching tests using two different types of ore (one uranium ore where the dissolution occurs as an anionic complex and the other was a copper ore dissolving in a cationic form).

The model showed to fit the experimental data, and it revealed a greater flexibility and applicability than the previous models.
1996-97: Stochastic Methods for Evaluating the Risk Resulting from Exposure to Contaminated Soils, Supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by António Vega y de la Fuente, Classification: Very Good
The major objective of the study was to develop a methodology to assess the risk resulting from exposures to contaminated soils, using the Monte Carlo Method. The experimental data samples were collected in the area surrounding the tailing dam of the former gold mine Jales, located in northern Portugal.

Samples were analysed to determine the concentration of 20 different metals. Several screening methods were applied to the concentration values previously obtained to determine which contaminant agents were potentially dangerous, because their toxicity and/or their carcinogenic potential.

Using the Monte Carlo Simulation methods a computer program was written allowing for the determination of risk distribution curves for each toxic or carcinogenic element. Several variables were considered as stochastic: the element concentration, the grain size, and the main exposure variables like the volume of the air breathed, the concentration of dusts in the atmosphere, the area of skin exposed, etc.
1995-97: Project, Modelling and Simulation of Air Stripping Columns for Treating Groundwater Contaminated with Volatile Organic Compounds, Supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Ana Cristina Meira da Silva e Castro, Classification: Very Good.
Volatile organic compounds are a common source of groundwater contamination that can be easily removed by air stripping in columns with random packing and using a counter-current flow between the phases. This work proposes a new methodology for column design for any type of packing and contaminant, which avoids the necessity of an arbitrary chosen diameter. It also avoids the employment of the usual graphical Eckart correlations for pressure drop. The hydraulic features are previously chosen as a project criterion. The design procedure was translated into a convenient algorithm in C++ language.

A column was built in order to test the design, the theoretical steady-state and dynamic behavior. The experiments were conducted using a solution of chloroform in distilled water. The results allowed for a correction in the theoretical global mass transfer coefficient previously estimated by the Onda correlations, which depend on several parameters that are not easy to control in experiments.

A new model for dynamic simulation of the column behavior is also presented. It consists of a system of two partial non-linear partial differential equations (distributed parameters). Nevertheless when flows are steady, the system becomes linear, although there is not an evident solution in analytical terms (for instance, using integral transforms). The discretization by finite differences allows for overcoming these difficulties. There is a remarkable agreement between the experimental data and the model output.
2000: Integrated Model for Evaluating the Environmental Exposure to Mining Radioactive Wastes, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Maria de Lurdes Proença de Amorim Dinis, Classification: Very Good.
In the past, when confinement of mining wastes was not obligatory, large volumes of residues were disposed off in open-air tailings. Erosion agents, specially wind and water, as well as biological processes provoked the dispersion of toxic elements in the environment.

This environmental dispersion by natural agents can affect large areas. We propose a quantitative methodology for evaluating the risk assessment resulting from such a dispersion, which includes, besides a global mass transfer model, some particular and restricted sub-models of transfer and fate.

Dispersion of elements from wastes is done by three main transport mechanisms: liberation of waste by dusts into the air, transport as suspended solids in run-off waters and transport by run-off or by infiltration into the underground water. Release mechanisms can be originated by chemical or biochemical leaching. Dust transported by air can be deposed in plants or soil or can be inhaled by animals or humans originating a direct exposure. Part of the dust can be incorporated into vegetation by foliar absorption.

Infiltrated water with dissolved toxic elements can reach wells, springs and streams and can be dispersed by superficial waters. Runoff waters will carry both particles of wastes and dissolved radioactive elements. This transport path will affect the sediments (adsorption) and soil, having the aquatic biota and animals as direct receptors, and man by indirect ingestion.

Soil may affect plants (uptake by the roots), cattle by direct ingestion and superficial waters by erosion. Plants can be directly ingested both by animals and man. Aquatic biota can be affected both by uptake and adsorption from surface water or sediments. Man can be directly exposed through inhalation, ingestion and dermic contact or indirectly by plants, animals and by fish and aquatic birds.
2000: Dynamics of Soil Venting - A Phenomenological Model, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Maria Alexandra de Sousa Lourenço Nunes, Classification: Very Good.
Soil Vapour Extraction is one of the most successful technologies in reducing the concentration of volatile organic compounds in the vadose zone of the soil. The main principle is the direct application of a vacuum source to the soil, using extraction wells. The pressure gradient originates a flow of air through the contaminated soil, volatilizing the organic compounds. The extraction of contaminant depends on the pressure gradient, on the structural and textural features of the soil and on the contamination volatilization properties. This work presents an original two-dimensional model for a single well, which accounts for these particularities for simulating the cleaning of an area, whose spatial distribution of concentrations is previously known. The models involved are essentially dynamic systems with distributed parameters described by systems of partial differential equations. In the single case of the sub model concerning the conservative mass transfer between phases we use a system of ordinary differential equations. The model allows for simulating the two-dimensional advective flow of air in a homogeneous and anisotropic soil. The equations are solved numerically by transformation in finite difference equations, which are solved iteratively for each cell accounting for the discretization of space. The dispersive flow is calculated using an algorithm proposed by POULSEN. The initial equilibrium distribution between phases is calculated. As next, the models alternate sequentially routines of extraction of the volatilized compound and redistribution between phases.
2000: An Integrated Chemodynamic Model for Evaluating the Environmental Dispersion of Organic Compounds, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Telma Margarida Rodrigues da Cruz. Final Classification: Very Good
The aim of the research was to develop a set of dispersion models for different environmental compartments, having the possibility to interact, leading to a first approach to a global dispersion model.

The global structure has four individual compartments: underground water, soil, immediate surrounding atmosphere and the flora; each one is constituted by different partial models accounting for specific dispersions.

The main structure also allows for evaluating the risk resulting from water ingestion, inhalation of vapors and dermal contact in several exposure sceneries.

The exploration of the model uses physical and chemical parameters as well as chemical and biological degradation constants obtained from specialized bibliography. The climate parameters can be introduced or changed by the user.

The model was not calibrated for a specific location, once that operation would require a longer time and unavailable financial resources. Nevertheless, the results were compared to those derived from commercial software in similar environment situations.
2001 – Study of the Applicability of the Peroxomonosulfuric Acid as a Bleaching Agent for Kaolins, supervision of a Master thesis at the Aveiro University by Elsa Maria Macedo Pinto da Cruz. Final Classification: Unanimous Approval.
Colour is one of the most limitative properties in the industrial usage of kaolin. When the cromophorous elements are integrated in the structure of weakly crystalline clayish minerals, or in the colloidal state, or when they are integrated within the structure of the clayish minerals that commonly occur in the kaolin, all the traditional methods of bleaching are unsuccessful. The eventual removal of these pernicious elements would simultaneously represent a better recovery of the existing resources as well as a dramatic increase in its market quotation. As the Caro’s Acid (common name to the peroxomonosulfuric acid H2SO5) has some peculiar properties, namely the capacity of destroying chemical bounds resistant to the common acids, it was intended to evaluate its capacity as a bleaching agent. For this purpose the kaolin from the Campados deposit was chosen, once a tentative of improvement attempted before was totally unsuccessful due to fact that the cromophorous elements (1.81% Fe2O3) were not present as individual minerals.

During the first stage of the research the effect of five main variables was thoroughly studied according to a factorial planning of experiments. The best result showed an iron extraction of 20,2%, leading to a final residue concentration of 1,35%. During the second stage the effect of some variables was individually researched considering a broader limit of variation, simultaneously with new interpretative hypothesis. For higher temperatures a net increase on iron removal was obtained. As some tests suggested the possibility of iron readsorption, a new set of experiments with the addition of complexing agents was also conducted.

The optimization of the operating variables showed that it is possible to reduce the concentration of the cromophorous elements to values less than 1%, promoting an evident whiteness of the kaolin and a correspondent increase in its commercial value.
2003: Simulation of Transport and Rehabilitation of Hydrocarbon Contaminations in Soils, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Patrícia Kidy Sara Gameiro da Cruz. Final Classification: Very Good.
This thesis intends to consider the mechanisms of transportation and fate of contaminants in the subsoil considering a set of different geo-referenced methods: i) construction of a stratigraphic model, ii) bi-dimensional geo-statistical analysis through kriging, iii) interpretation using an integrated model of transportation and fate, simultaneously conceptual and quantitative. The main objective is to use a numerical dynamic model to evaluate the efficiency of a remediation system based on the pumping and treatment of groundwater, which can be used to hold the contamination plume. Data was partially collected at a real site, in a local Refinery. It is also intended that the results could be later used to compare with other remediation alternatives.

We use a three dimensional finite differences groundwater model, both for the steady state and the dynamics, allowing a detailed quantitative description of the groundwater flux and of the contaminant transport inside the refinery area. We also exploit software tools of the same type to evaluate the effectiveness of a potential new system of wells that could be used in order to control and keep the groundwater contamination inside the service area.


2004: Solvent In-pulp Extraction of Soils Contaminated with Organic Compounds, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Maria Aurora Soares da Silva, Final Classification: Very Good.
The existence of contaminated soils is an undeniable and environmentally distrustful fact which has moved the efforts of the scientific and technical communities searching solutions for their remediation.

The main objective of this research work is to exploit the possibility of using the solvent in-pulp extraction technique for the remediation of soils contaminated with petroleum hydrocarbons.

As first, it was studied the miscibility of ternary systems constituted by ethyl acetate – ketone – water. These mixtures are interesting because they are constituted by solvents with low environmental aggressively, and especially because for a range of compositions they form a single phase mixture, which allows a more efficient contact with the soil.

The following contaminants were selected: 2,2,4-trimethylpenthene, xylene, naphthalene and hexadecane. The analytical control was done by gas phase chromatography.

The research focus on the kinetics of the extraction, on the effect of the extractant/soil phase ratio and on the efficiency of using a single or multiple contact on the extraction yield. The effect of some soil parameters such as the organic matter content and the grain size distribution were also assessed.

The solvent regeneration by distillation was also appraised.

The global results are promising and they show that the solvent in-pulp extraction process is a feasible technical option for the remediation of aromatic, polyaromatic and linear hydrocarbons.
2004: Remediation of Soils Contaminated with Petroleum Hydrocarbons Using Landfarming, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Maria José Loureiro Moreira Padrão, Final Classification: Very Good.
The technology known as land farming exhibits a high capacity of biodegradation for soils contaminated by petroleum hydrocarbons,

Tests at laboratory scale were conducted using pans filled with two types of soil, one contaminated with crude oil and the other with diesel. Both samples were collected at the respective occurrence site. The microbial activity was stimulated by aeration and by successive addition of a solution enriched in nutrients. The soils were weekly sampled in order to control and monitorize the following parameters: pH, moisture content, microbial population density, nutrient concentrations and the grade of the contaminants. The efficiency of degradation reached for both soils was satisfactory, 80% for the crude and 76% for the diesel.

The kinetics of the biodegradation was also studied based on the experimental results. Several models were considered in order to determine the best fitting for the experimental data. The first order decay model shows a reasonable fit to the results, with a specific rate of 0.021 day-1 for the crude oil and 0.019 day-1 for the diesel. The logistic model applied to the time evolution of the microbial population density did not revealed to be a wise choice, specially because there no data available for the biomass concentration on the stationary phase. It was also developed a theoretical dynamic model for the diffusion of the oxygen in soils wich shows the importance of the aeration in landfarming. Finally, it was used a complex dynamic model which simultaneously describes the time evolution of the biomass and the contaminant degradation, both for the biotic and the abiotic components. The fitting to the experimental results was adequate and the model exhibits a fair robustness and flexibility.

2004: Experimental Determination of the Coalescence Conditioning Parameters in a Shallow-Layer Settler, supervision of a Master thesis in Environmental Engineering by Marília da Conceição Ferreira Baptista, Final Classification: Very Good.


In order to achieve the goals of this project, a pilot-scale set-up including a mixer and a shallow-layer settler was designed and built. The liquid-liquid system water-querosene was used in all the experiments, the mixer being fed with a mixture with 50% of each component. The experiments allowed:

i. The measure of the length and thickness of the dispersion wedge formed along the settler for different agitation speeds of the mixer, under both steady-state and transient conditions;

ii. The measure of the drop-size distributions at three different sections of the dispersion wedge, using an innovative, non-invasive, image technique previously developed by Ribeiro (2002); this technique allowed the capture, in real time, of images of the drops at the active interface by means of a digital video camera equipped with an optical objective system and an adequate lightning set-up:

iii. The measurement of drop velocities along the active interface at the same sections of the wedge;

iv. The sketching of drop trajectories, using solid particles as tracers at the interface.

The worth of the results, measure both as representatively and reproducibility, was established by statistical techniques performed on the drop diameter measurements obtained.


2007: Estudio de Componentes Biologicos de la Fenomenologia de Generacion de Drenaje Acido de Minas, Utilizando la Tecnica de Respirometria, supervision of a Master thesis made by Maria del Rocio Martizes Lozano. The master concerns the Sustainable Recovery of Mineral Resources and is managed by an international net Desir
In the present work, the components that play a part in the generation of acid mine drainage, in wastes derived from the mining industry, were studied and was developed in the Facultade de Engenharia do Porto, in Portugal. For this study, assays were conducted and enabled the physical and geochemical characterization of each of the wastes to be obtained. In addition, the static and kinetic methods were applied to evaluate the prediction of the generation of acid mine drainage. As an initiative in the investigation, the respirometry method was applied with the objective being to quantify the concentration of oxygen and carbon dioxide that is consumed as part of the oxidation reaction in wastes that are susceptible to the generation of acid mine drainage. This evaluation permits identification of the initial participation of microorganisms from the genera thiobacillus that take part as catalysts in the reaction.

En la búsqueda de la sustentabilidad de la actividad minera, surge la necesidad de atender la problemática ambiental que presentan todas aquellas empresas con problemas de generación de Drenaje Ácido de Minas, debido a los grandes volúmenes de residuos que éstas generan en el proceso de extracción y beneficio de minerales, por tal motivo hoy en día se suman a la solución de estos problemas Las Instituciones Educativas, Los Centros de Investigación y el mismo Sector Industrial.

La Industria Minera en los últimos años se ha preocupado en la minimización de impactos ambientales, teniendo como base el cumplimiento de la legislación ambiental, así como la implementación de sistemas de certificación con reconocimiento nacional e internacional.

La generación de Drenaje Ácido de Minas, es uno de los problemas ambientales que con mayor preocupación se tiene en la Industria Minera, siendo éste uno de los impactos ambientales que genera mayor impacto, esto debido a la disolución de metales pesados que son transportados en sus lixiviados hacia el medio ambiente, esto se da debido al contacto de minerales con altos contenidos de sulfuros que al ponerse en contacto con el agua y el oxígeno favorece las condiciones para la oxidación del ión sulfuro, en presencia de bacterias del genero de Thiobacillus Ferrooxidans, que actúan como catalizadoras en las reacciones de oxidación, poniendo de manifiesto la escasa o nula presencia de materia que pueda neutralizar la acidez producida como lo es la presencia de carbonato de calcio.

La solución de problemas ambientales ha llevado a las Instituciones Educativas a enfocar su campo de estudio en la búsqueda de soluciones a la problemática ambiental que vive el Sector Industrial por lo que en el presente trabajo se muestra el estudio de componentes biológicos de la fenomenología de generación de drenaje ácido de minas, utilizando la técnica de la respirometría, así como la predicción de generación de acidez por los métodos estáticos y de cinética, para ellos se suman al presente estudio la Unidad Minera Panasqueira ubicada en la Vertiente Sur de la Cordillera Montañosa de la Sierra de Estrela a una altitud cerca de 700 metros, a 300 kilómetros al Norte de Lisboa y a 35 kilómetros de la pequeña ciudad de Fundão, en Portugal, así como la Unidad Minera Neves Corvo localizada en la zona de Alentejo al Sur de Portugal y al Oeste de la denominada Faja Pirítica Iberica (FPI), a 230 kilómetros al Sureste de Lisboa y a una altura de aproximadamente 200 metros sobre el nivel del mar.

La predicción del potencial de generación de drenaje ácido de minas es puesto de manifiesto en el presente trabajo, y para ello se contempla la realización de ensayos de predicción de drenaje ácido de minas como son: ensayos estáticos y de cinética. En la determinación de ensayos estáticos se pretende determinar el potencial de generación de drenaje ácido de minas (PA), en los ensayos cinéticos se pretende evaluar el tiempo de generación de drenaje ácido, en el cual se contemplan ensayos en columna, extracción de iones en equipo Soxhlet y la aplicación de la técnica de respirometría.

La respirometría es una técnica basada en la medición del consumo de oxígeno por parte de microorganismos que trabajan sobre un sustrato orgánico, el cual es degradado y oxidado a bióxido de carbono (CO2). Esta técnica ha encontrado crecientes aplicaciones en la determinación de la cinética de la biodegradación. Los análisis respirométricos permiten adquirir datos sobre el consumo de oxígeno en respuesta al metabolismo de un sustrato por la respiración de microorganismos. La respirometría ahorra el tiempo y el trabajo asociado con los experimentos de agotamiento de sustratos y provee puntos de referencia de alta calidad para la valoración de parámetros biocinéticos. La medición del consumo de oxigeno que requieren las bacterias para la oxidación del mineral, será uno de los parámetros que nos indicarán el proceso de oxidación que las bacterias realizan en los ensayos realizados a muestras de residuos mineros de las Unidades Mineras Panasqueira y Neves Corvo.
2008: Caracterizacion del Impacto Ambiental en las Subcuenca del Rio Huaynamayu - La Ribera – Agua Dulce (Potosi), supervision of a Master thesis made by Juan Carlos Erquicia Landeau. The master concerns the Sustainable Recovery of Mineral Resources and is managed by an international net Desir.
The mining exploitation in Potosí has a history of more than 500 years. The Rich Hill has generated in the past the most intense production of mineral and still today in day the mining activity continues continues, constituting this activity the source of revenues more important revenues for this town. Several mining cooperatives as some state and private companies extract minerals of the hill situated to the south of the city, which are sold to the flotation divices where they are processed fortoextract of zinc, tin, silver and lead concentrated.

In the beginning of the mining activities in the Rich Hill in 1545 there was a lot of silver that was obtained by foundry of the silver minerals. Starting of 1825, when finishing the reservations of silver in the bed. The mining activities began to concentrate gradually on the exploitation of tin minerals. The tin took place first for private companies and starting in 1952 for the COMIBOL state company, until the fall of the prices of the tin in 1985. For the concentration of the mineral methods gravimétricos was used. The lines of these activities, denominated “sucus”, cover today the hillsides of the Potosi Hill.

In the Rich Hill from Potosi export beds like lead,zinc, silver are exploited by underground mining. The private company PAILAVIRI and the 25 small cooperatives that are leasing the exploitation right of the state Concesionaire COMIBOL, they extract 1.300-1.600 tons of material per day. The cooperatives carry out most of their operations by hand and with the help of explosive, while the company PAILAVIRI has automated equipment.

The extracted mineral is processed in 42 devices located around the area of the Potosí city, with a total capacity of 2.700 tons per day. They are processed among 1.300-1.600 tons per day. These devices are located in the center or in the periphery of the city, between small or medium, with different technological degrees, size and production capacity, starting from this process it is generated concentrated and residuals (lines), these residuals coming from the process are discharged directly to the river the Rivera that crosses the city, these discharges they are carried out limitlessly and without any control and previous treatment. The pulps of lines are discharged daily to the river that is actuality the river more polluted of Bolivia.

Additionally takes the discharge of boiled waters of the drainage system of the city and sour drainage of rock (to GIVE) of several sources of passive environmental left by activities of COMIBOL, such as old mine that generate waters of mine of the Rich Hill, filtrations of old deposits of lines and discharges of you dismount.

The River the Rivera after its course for the city, receives the waters of the Río Huaynamayu, Korimayu and Alja Mayu, the same ones that hidrologily unites to the Río Tarapaya, belonging to the smallest basin that takes the same name, wich is a tributary of the Río Pilcomayo (fluvial system of the River of the Silver), therefore the pollution of this course of water is no longer only a national problem, coming up having international reach and causing tension with Argentina and Paraguay.

In such a sense the present investigation seeks to end up facing a methodological proposal in the environmental characterization in the area and identification of possible impacts in the main subcuenca and its microcuencas, combining technological tools, systematic valuations to generate dispersion models evaluating in the course of the time and space like the incidence antropica had contributed to the environmental deterioration of the means dilute, floor, air in the study area; being observed that although the treatment plants besides generating negative impacts to the environment in the city, also generate not only benefits private, if not the employment generation in the region and an entire productive chain that it moves the economy of Potosí.

What is sought starting from this investigation is to outline technical proposals with remediation measures and mitigation with the purpose of that later on it intends and take in strategic and political bill limits of action environmental prevention toward mining activities in the region committing the participation an appropriate control and work on behalf of institutions committed in the region like Prefecture, University, Alcaldia of the town, etc this so that although today in day the mining is to value you punctual of the economy of the country, this it should be considered a sustainable and sustainable mining, in order to preserve and to leave a healthy atmosphere for the future generations.




12. 3 Ph.D. DISSERTATIONS
2004: Air Stripping – Project and Dynamic Simulation using a distributed Parameter System, supervision of a Doctorate Thesis made by Ana Cristina Meira Silva e Castro; Final Classification: Approved by unanimity.
In Portugal it is still common to find groundwater contaminated by VOC, specially in areas with intensive industrial activity. The actual European Community legislation on groundwater imposes in medium term the accomplishment of quality patterns concerning these contaminants. Air stripping using columns with random packing is one of the most used technologies.

The description of the main hydraulic features and the mass transfer in the process is relatively well documented. Based on the models previously tested by Castro [Castro, 1997] and on the most recent works published by Billet [Billet, 1995] and Djebbar [Djebbar, 1998], several numerical simulations were made allowing its comparability and the appraisal of the reliability, thus allowing the election of the most adequate for implementation in a computer application. This software was conceived in a Matlab environment and consists in two digital simulation programmes. The first concerns the simulation of the behaviour of a column in steady-state and the second refers to the design of a column achieving a pre-defined rate of removal. The validation of the results was done using either data published by Hand [Hand, 1986] colleted in pilot and industrial operations or data produced in a small pilot installation that was specially built for this research.

The most appropriate pressure drop and mass transfer models were combined for incorporation in a phenomenological model describing this transfer process, both in steady and transient state. This model consists in a system of 1st order partial differential equations of the hyperbolic type, which are non-linear in its less restrictive form, with two independent variables: a longitudinal space variable (the radial dispersion was neglected) and time. The steady state assumes the form of a system of two ordinary differential equations. The determination of a unique solution depends on fixing the values for some parameters, on the characterization of a reference state (initial conditions) and on the definition of the boundary conditions.

The system of PDE can not be solved by any of the most vulgar programmes used to numerically integrate this type of equations (as, for instance, the PDE Toolbox in Matlab and the set of routines designated by PDECOL for usage in Fortran programming). Thus specific algorithms and strategies were developed in Matlab environment. The initial conditions or the primitive steady-state was calculated solving a system of ODE by the Explicit Euler method, although the analytical solution is easily obtained. However, the numerical implementation of an algorithm for solving the PDE system by finite differences caused new problems. The boundary conditions are located in opposite extremities of the space, compelling the usage of ascending differences for the concentrations in the liquid phase and descending differences for the concentration in the gaseous phase. This location of the boundary conditions does not allow the usage of explicit methods and for this reason the implicit method was used. Nevertheless, they have the advantage of generating errors smaller than those arising from the explicit methods. But they also present the notorious disadvantage of an intensive usage of the memory. In this case if we have n intervals in time and m intervals in space, n.m space-time cells are generated, and for each it is necessary to solve a system two difference equations. As total we have to solve a system with 2.m.n equations in relation to 2.m.n. unknowns. This implies the creation of a matrix with (2mn)^2 elements and 2mn independent terms. The adopted solution was the usage of sparse matrixes.


The validation of the global model was done both in relation to the conceptual translation of the process phenomenology and to its numerical reliability. The first, focused in a critical analysis of the results produced at the experimental station using water contaminated with toluene. The second was based in studies of convergence, stability and consistency of the numerical solutions and also on the analysis of the errors produced by the discretization of the theoretical model when submitted to specific perturbations. The results were coherent.

The fitness between theoretical and experimental results, in spite of the difficulties found in the chemical analysis, allows the conclusion that the models developed have an adequate intrinsic phenomenological rigour and that the associated numerical methods allow a high degree of exactness and reliability. The models created may constitute an important tool of support to the dynamic analysis of this operation at an industrial scale. They can also be converted into the fundamental basis for the implementation of a potential automatic feedforward control system based on a model represented by a distributed parameter system.


2005: Observation of Soil Remediation through Respirometry – Signal treatment in Biological Systems, supervision of a Doctorate Thesis made by Maria Cristina da Costa Vila; Final Classification: Approved by unanimity
Biological processes for remediation of soils contaminated by petroleum products combine a great environmental efficiency (products are transformed instead of changing their phase of occurrence as it happens in physical processes) with an extreme complexity due to the biological nature of the structural molecular transformations involved.

This research handles bioremediation in a comprehensive and multi-disciplinary perspective, although favouring the physical component of the processes in detriment of the most studied chemical and biological features.

The experimental work involves the biodegradation of soil samples contaminated by crude or diesel oil, collected in the terrains of Leça da Palmeira refinery, which has already microorganisms adapted to petroleum environments. General characteristics of the population of heterotrophic aerobic bacteria, as well its population density, were determined through liquid medium enrichments.

In a first phase the results of biodegradation were interpreted under a chemical and biological point of view using global kinetics models. A phenomenological model describing the degradation of petroleum products in soils was then developed. The model considers two main components, one related to the abiotic degradation (volatilization) and another describing the biodegradable component.

The physical component of the process was studied through the respirometry of biodegradation. The metabolism of microorganisms consumes oxygen and produces carbon dioxide. A continuous measurement of the concentrations of these gases in the atmospheric vicinity of the soil sample allows an interpretation of biodegradation at a fine scale. Several respirometric experiments were performed where oxygen consumption and, whenever possible, carbon dioxide production were quantified.

An explicit objective was the development of methodologies for processing the biological signals originated by respirometry. This area of research is virtually non-explored, having an enormous attractive power.

The respirometry data was analyzed applying techniques as robust and diverse as Fourier analysis, wavelets and directional statistics and its interpretation was also performed in terms of time series, namely using autocorrelation, partial autocorrelation and cross correlation functions.

Finally, black box type stochastic models were built using the System Identification theory.



2007: Phenomenological Modelling of the Intercompartment Distribution of Radioactive Substances, supervision of a Doctoral Thesis made by Maria de Lurdes Proença de Amorim Dinis. Final Classification: Approved by unanimity in September 2007.
In the first model the radionuclide activity in the tailings was estimated assuming initial equilibrium in the uranium series 238U and 235U for two different situations: the tailings resulting from the treatment of an ore with an average grade of 1 kg/ton, being leached at 90% and the tailings resulting from the treatment of an ore with an average grade of 0,2 kg/ton, being leached at 100%. This will gives us the radium content in the tailings necessary for simulating the radon release from the tailings to the breathing air zone, which is an input for the atmospheric transport. The undisturbed uranium ores contain low concentrations of the decay daughters of uranium and thorium radionuclides in equilibrium with the parental materials. In the uranium mineral processing some of the radionuclides are not dissolved during the leaching process, which breaks down the equilibrium chains of the uranium decay, remaining in the tailings at their original activities. The expressions used to estimate the activity for each one of the radionuclides in the tailings results from the successive radioactive decays for the two uranium decay series, the uranium series 238U (4n + 2) and the actinium series 235U (4n + 3). The principal radon isotope, 222Rn, formed from the 226Ra radioactive decay, is an inert gas, which emanates from the solid tailings particles and is free to diffuse to the surface of the pile, escaping to the atmosphere where it may be transported by the wind into the surrounding area, dispersing the potential damages. The basic equations of diffusion were used for estimating the theoretical values of the radon flux from the 226Ra content in the waste material. The fundamentals of the conceptual model are based in the principles of diffusion across a porous medium, which allows the mathematical description of the radon transport through the waste and the cover. Radon migration to the surface is a complex process controlled mainly by porosity, and moisture, leading the cover efficiency in attenuating the radon flux. This efficiency depends on the capacity of the cover material for keeping the diffusion so slow that radon decays to another non-gaseous nuclide, becoming trapped by the cover system. The algorithm incorporates the radon attenuation originated by an arbitrary cover system placed over the radioactive waste disposal. As an alternative, it can be estimated the thickness of the cover that allows a radon flux inferior to the acceptable one.

The contaminant concentration released is estimated by a box model formulation which has implicit a mass balance formulation. The box volume is defined by its length, width and the mixing height. As a consequence of a steady state assumption, the pollutant concentration is constant in time and the mass flow rate entering into the box is equal to the flow rate leaving the box. In the atmospheric transport a two-dimensional model is used for calculating the flux diffusion from the radioactive waste disposal, having as result the hazard concentration at a defined distance from the soil (the breathing or mixing height) which will be the starting point for the dispersion which can be considered either simultaneously in each wind direction or only in the prevailing wind direction. The atmospheric dispersion is modelled by a modified Gaussian plume equation which estimates the average dispersion of the contaminants released from the source in each wind direction. The plume dispersion model accounts for the gaseous contaminant transport from the source area to a downwind receptor. The atmospheric transport is done at wind-speed to a sampling position located at surface elevation and transverse horizontal distance from the plume.

For the hydrologic transport a two-direction model is proposed for simulating the contaminants release from the waste disposal and its migration process through the soil to the groundwater. The final result is the contaminant concentration in the groundwater as function of the elapsed time, at a defined distance from the waste disposal, generally the location where the exposition point is considered being represented by an hypothetical well.

A leaching model based on a sorption-desorption process is used for describing the contaminant release from the waste disposal. The leachate concentration is determined by a distribution or a partition coefficient which describes the relative transport speed of the contaminant to the water existing in the pores; soil properties such as bulk density, and water content; the extent of contamination, described by the contaminated zone thickness, area, and the amount of contaminant in the source.

The transport for the dissolved contaminants is considered to occur either in the vertical direction through the unsaturated zone until an aquifer is reached either in the horizontal direction, through the saturated zone flowing to an hypothetical well, where the contaminants become accessible to humans or other forms of life. The vertical flow is considered to be one-dimensional. It is assumed that there is retardation during the vertical transport that is estimated assuming that the adsorption-desorption process can be represented by a linear isotherm. Movement and fate of radionuclides in groundwater follow the transport components represented by the basic diffusion/dispersion–advection equation with radioactive decay and retardation for the radionuclide transport in the groundwater. The radionuclides initially considered in the model simulation were uranium, thorium, radium, polonium and lead but only the results obtained for uranium and radium were included in the model exploration. For the other radionuclides considered, the results were in accordance with the expected based on the assumption that because of the slow rate of contamination migration only the radionuclides with relatively long half-life are of importance in the transport process. In addition, data on uranium and radium activity in groundwater and superficial waters from the Urgeiriça site were used in the model simulation comparing the model results with the measured data.

The hydrologic model also quantifies the superficial runoff and its transport to the superficial waters. The activity present in this environmental compartment, superficial water, may be a potential pathway to food chain contamination, either by the direct use of streams waters or indirectly through the contaminated aquatic biota. As a result, the hydrologic model estimates the radionuclide activity concentration in each exposition point, namely in the underground waters (represented by a well) and in the superficial waters (represented by a streamlet).

Modelling the radionuclide transfer to vegetation has implicit several processes which describes and quantify mathematically the radionuclides transfer mechanisms, transport, absorption and translocation to vegetation. The main goal is to develop a radionuclide transfer model through food chain by the ingestion of contaminated vegetation. This pathway can be quite significant because of the biological concentration in the foodstuffs. Vegetation may be contaminated through direct deposition, root uptake or irrigation with contaminated water. The material resuspension from superficial soil may occur due to the wind, rain or mechanical factors, with later deposition onto vegetation surface. A model was developed to describe each one of these contamination pathways: root uptake, deposition and resuspension, either from deposition either from irrigation with contaminated water from a well. Radionuclides evolved in the transfer processes depends on the contamination route, deposition or root uptake. The different contamination processes were combined in a global model for simulate the radionuclide transfer and estimate the vegetation activity resulting from each one of the contamination processes. The final output is the total concentration in the vegetation combining the internal contamination with the external contamination. The model is rather complex as it is necessary to understand and transcribe to the conceptual model the interactions between the contaminants (radionuclides or heavy metals) and the soil components, vegetation, as well as the interactions between the contaminants itself. The conceptual model is based on the assumption that each one of the transfer processes may have either origin in soil either in the air. In the first case, the processes involved are deposition (characterized by the deposition velocity), interception (described by the interception factor) and retention (described by the weathering half-live). In the second case, the radionuclide behaviour in soil and its mobilization reflects the radionuclides physics and chemical properties, soil properties, the type of vegetation and local hydrology and geology characteristics.

The next model will complete the previous one by simulating the radionuclide transfer through the food chain resulting from the cattle ingestion of contaminated vegetation.

Contamination of the trophic chain by radionuclides released into the environment will be a component of human exposure by transferring the radionuclides into animal products that are part of the human diet. This can occur by first ingestion of contaminated pasture by animals and then by ingestion of animal products contaminated (dairy or meat). The relevant incorporation of the radionuclides into cow’s milk, for instance, is usually due to the ingestion of contaminated pasture. This transfer process is often called the pasture-cow-milk exposure route. A compartment dynamic model was developed to describe mathematically the radionuclide behaviour in the pasture-cow-milk exposure route and predict the activity concentration in each sub-compartment. The dynamic model is defined by a system of linear differential equations with constant coefficients describing the mass balance in different compartments taking in account the fluxes in and out of the compartment and the radionuclides decay. For each compartment, a transient mass balance equation defines the relations between the inner transformations and the input and output fluxes. The fluxes between the compartments are estimated with a transfer rate proportional to the amount of the radionuclide in the compartment. The concentration within each compartment is then transcribed to doses values based on a simplified exposure pathway and a pre-defined critical group. The first model considered for the transfer through the food chain is relatively simple and classic and considers as initial state a contaminated pasture that is consumed by a cow that produces a certain quantity of milk. The transfer coefficients for soil and pasture compartments are expressed as function of soil characteristics and ecological parameters. A more sophisticated model is also described taking into account the spread of the radionuclide within the cow by including the sub-compartments involved: the gastrointestinal system (GIT), the plasma and the bones, in the case of radium simulation. The transfer coefficients for the sub-compartments within the cow are combined with biological half-lives which is the time taken for the radionuclide activity concentration in tissues or milk be reduced by one half of its initial value. A complete model simulation was already done for radium and the model can also be applied to uranium, thorium, lead and polonium depending on the availability of data. For all sub-models at least one simulation was done. The necessary parameters were adopted from different sources: some parameters were adopted from measurements referring to a particular contaminated site, the Urgeiriça Uranium tailings piles, and others were adopted from published data. The unknown parameters were estimated from available data or from literature references in cases where on-site data were not available.
13. RESEARCH PROJECTS – CONCLUDED, UNDER EXECUTION AND SUBJECTED TO APPROVAL
PROJECTS CONCLUDED
PROGRAMME PRAXIS XXI, - LIQUID-LIQUID DISPERSIONS STEADY STATE AND DYNAMIC BEHAVIOUR IN MIXER-SETTLER CONTACTING OPERATIONS.

Research Institutions Involved: Chemical and Chemical Technology Departamento f the Aveiro University, Mining Department, Engineering Faculty, University of Porto and Chemical engineeribg Department, Instituto Superior de Engenharia do Porto. Quality: participant.
PROJECT POCTI/ECM/35219/99: “Optical Systems for Monitoring Particles with Irregular Shape and Extensive Grain Size Distribution”, POCTI/ECM/35219/99. Quality: participant.
Um dos problemas clássicos da preparação de minérios é a caracterização granulométrica e mássica da alimentação e do produto de operações de fragmentação graúda. As técnicas usuais de caracterização por crivagem de amostras não são sempre aplicáveis porque a) uma amostra representativa pode ser inaceitavelmente grande e b) as partículas a crivar podem ser blocos irregulares de rocha de várias toneladas. A investigação de técnicas alternativas torna-se necessária O projecto propõe-se investigar a utilização de técnicas ópticas na avaliação de distribuições granulométricas e mássicas sobre fluxos de partículas em movimento, ultrapassando o problema da amostragem pela descrição exaustiva e o problema do tamanho pela não manipulação. O objectivo é monitorizar exaustivamente as características geométricas de um fluxo de partículas de forma irregular e composição granulométrica graúda extensa (decimétrica ou superior) que se movimentam sobre transportadores em regime quasi mono-camada ou em queda livre. Os problemas identificados à partida são: o isolamento e a identificação de uma partícula em movimento irregular; a sua caracterização geométrica. Os métodos de abordagem serão baseados na utilização complementar de análise de imagens planas ou estereoscópicas e em métodos de crivagem óptica de baixa resolução. O projecto propõe-se construir um modelo laboratorial reduzido, sobre o qual será feita aquisição de dados, recorrendo à captura de imagens vídeo planas ou estereoscópicas e a medições laser. Os dados adquiridos serão processados por algoritmos de análise de imagem existentes ou a desenvolver, de maneira a reconstituir as distribuições de partículas em calibre e em massa (volume). Os problemas de scale-up, nomeadamente os ligados à forma das partículas serão abordados pela aquisição de imagens em situação industrial.
In 2002 presentation of a pre-submission, that was approved, for the constitution of a new Research Center – “CENTRO DE INVESTIGAÇÃO GEO-AMBIENTAL E EM RECURSOS – CIGAR (GEO-ENVIRONMENTAL AND RESOURCES RESERCH CENTER)” in the quality of Scientific Coordinator.
In 2002 through the Research Center CIGAR and in collaboration with CVRM of the Technical University of Lisbon (IST) and INETI, submission of a proposal for the scientific reequipment programme.



In 2004 integral approval within the scientific reequipment programme of all the items proposed by CIGAR, that become as the leader proponent institution.
Project CONC-REEQ/935/2001 – Main researcher responsible for the project “Methods of Data Acquisition for the Characterization of Geo-Systems Aiming the Sustainable Development of Natural Resources” having CIGAR as the leader proponent institution. Project approved by a panel of international scientific experts.
In 2003 I was elected Scientific Coordinator for CIGAR (Centro de Investigação Geo-Ambiental e em Recursos).
Participation in the Project “Mineralogical Research Unit for Common Usage between State laboratories and Universities”, approved by the Foundation for Science and Technology (FCT) within the Program for Scientific Reequipment, Priority Axis IV; Measure IV.5 – Equipments for Science within the Operational programme Science and Innovation 2010 (POCI 2010).
Participação no júri para atribuição do Prémio de Tradução Científica e Técnica em Língua Portuguesa, FCT/União Latina 2007. Elaboração de um parecer sobre a tradução do livro “The Weather Makers” ("Os Senhores do Tempo") de Tim Flannery traduzida do inglês por Maria Carvalho.
Project POCTI/ECM/60438/2004. Project “Respirometry Of Rock Acid Drainage And The Usage Of Oxygen Consuming Coatings As A Mean Of Reducing Environmental Emissions From Tailings Disposals”, Quality: Main proponent. Participating Entities: CIGAR, Centro de Química da U.P., I.N.E.T.I. Triennial project approved by an international expert panel selected by F.C.T with a classification of Very Good.
The most important environmental problem originated at the tailing disposal of residues originated by the ore processing is the acid rock drainage. It is originated by the oxidation of sulphides, created at a great extent by the activity of aerobic autotrophic bacteria, leading to the production of sulphuric acid and the subsequent leaching of heavy metals with corresponding environmental dispersion originated by transportation by superficial flow and infiltration. In 2003 the proponents of this project made for the National Inventory of Industrial Residues a critical generic survey of the situation concerning the metallic and radioactive ores in Portugal, and several critical environmental impacts were listed:

The kinetics of generation depends on the temperature, oxygen concentration, pH, bacterial activity, type of sulphides and size distribution. There are several actions which minimize this negative environmental impact but the prevention of the generation is the most effective. Several solutions are possible but the oxygen consuming coating, conjugating a low permeability with high moisture content, acting as a barrier to the oxygen diffusion, and with a simultaneous high concentration in organic matter, whose biodegradation consumes the oxygen reducing its transportation and avoiding the autotrophic bacterial activity, constitute the best possible way of avoiding the reactions.

It is aimed in this project to reach the following objectives using mining residues from a location which was classified with an environment negative impact:


  • To study the biological activity leading to the acid production through respirometry (continuous measurement of oxygen and carbon dioxide concentrations) in parallel with chemical analysis of the produced leachates; Comparison between the values of some measures obtained at the laboratory and the corresponding values obtained at an experimental site in a former mining location.

  • Usage of oxygen consuming coatings with different compositions and the study through respirometry and chemical analysis of its effectiveness; Comparison between laboratory and local measurements ;

  • To recommend compositions of oxygen consuming coatings that could be used in existing mineral tailings.

Project POCTI/ECM/59779/2004 - EXPERIMENTAL PROTOCOLS FOR ESTIMATING THE DESIGN PARAMETERS OF PERMEABLE REACTIVE BARRIERS”; Quality: Main proponent. Participating entities: CIGAR, Centro de Química da U.P. Triennial project approved by an international expert panel selected by F.C.T with a classification of Very Good.

Permeable Reactive Barriers (PRB’s) became recently a consistent technological option, economically attractive, for the removal and/or transformation of the contaminants transported by groundwater, being specially used for the deshalogenation of the chlorinated organic compounds and for the removal of heavy metals transported as anionic complexes. They consist in a relatively porous barrier, with permeability higher than that of the aquifer, being constructed in the subsoil in a direction normal to the groundwater flow. They are constituted by inert materials and by a reactive element added in a granular form, being the granular metallic iron the most common. When the contaminants flow across the barrier they are transformed into environmentally innocuous compounds, generally by oxidation and reduction reactions with the reactive material. It is also possible to construct biologically mediated barriers, being in this case the redox reactions caused by the biological activity of microorganisms.

It is aimed in this project to establish experimental protocols which will allow estimate the essential parameters for designing barriers which use zero valence granular iron, namely



  • Kinetic rates of degradation (by redox reactions) of the halogenated organic compounds;

  • Kinetic rates of transformation of the descents chemical compounds (for instance kinetic rate of transformation of TCE in DCE, of DCE in VC, and final transformation to ethene);

  • Determination of the iron consumption in the main and in the secondary reactions, specially the iron oxidation by the oxygen dissolved in water);

  • For the metallic anions the formation of solid solutions inside the barrier will be studied and the consequences of its occlusion will be quantified through the variations in the permeability;

  • Effects of some initial physical parameters of the barrier, such as its initial permeability and the size distribution of the inert material, in the overall process efficiency and its reflex as parameters affecting the design.

An experimental device, constituted by several columns sectionalized by adjustable segments, allowing the simulation of different lengths for the barrier and also allowing intermediated sampling, will be built. The composition of water in the main contaminant and its chemical descendents will be analyzed, as well as the iron concentration.
Project POCI/AMB/59836/2004; Project “Biorremediation of Soils and waters contaminated with pesticides”, Quality: Participant. Participating Entities: LEPAE Research Center, CIGAR, Fundação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UNL, Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica, Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica. Triennial project approved by an international expert panel selected by F.C.T with a classification of Very Good.
O arroz é um dos cereais mais cultivados em todo o mundo. Em Portugal, a cultura do arroz ocupa uma área de cerca de 30 000 ha, principalmente concentrada na Beira Litoral, Ribatejo e Oeste, e Alentejo, atingindo produções anuais na ordem das 170 000 ton. Como em outras práticas agrícolas, os pesticidas são usados em arrozais no controlo de pragas, permitindo aumentar a produção. O elevado consumo de pesticidas tem levado à implementação de inúmeras indústrias em todo o mundo. Muitos estudos têm vindo a descrever a contaminação do ambiente com pesticidas devido às práticas agrícolas, derrames acidentais e libertação não controlada de efluentes industriais. A contaminação do ar, solo, águas subterrâneas ou de superfície e a cadeia trófica com pesticidas tem consequências graves na saúde pública e na diversidade biológica. Devido à aplicação não confinada e ausência de colectores de águas de escorrência, a implementação de sistemas de tratamento agrícolas é difícil e dispendioso. No entanto, devido à diversidade metabólica das comunidades microbianas desses habitats, espera-se que sob condições favoráveis, elas possam degradar os pesticidas, minimizando os efeitos nocivos resultantes da sua dispersão. Nesta perspectiva, a biorremediação in situ apresenta-se como uma boa opção de tratamento de solos agrícolas contaminados. No entanto, o sucesso do tratamento depende do conhecimento da diversidade genética e metabólica dos microrganismos indígenas e dos fenómenos de competição que podem ocorrer quando o ambiente contaminado é deliberadamente inoculado com organismos degradadores. Este estudo incluirá as tarefas seguintes: i) caracterização de solos de arrozais com diferentes historiais de aplicação de pesticidas (pedologia e microflora); ii) avaliação da capacidade daqueles solos para se regenerarem intrinsecamente; iii) avaliação da influência de factores abióticos (bio-estimulação) e bióticos (inoculação) na regeneração dos solos; iv) isolamento e caracterização de organismos com capacidade para degradar os pesticidas (serão usados no tratamento de solo por inoculação e em sistemas de tratamento de águas); v); desenvolvimento de um sistema combinado electroquímico/biodegradação para descontaminar solos; vi) desenvolvimento de um processo de tratamento de efluentes gerados por indústrias produtoras de pesticidas (lamas activadas ou processo combinado de adsorção / biodegradação). As diferentes tarefas permitirão atingir o objectivo global do projecto que é o estabelecimento de metodologias necessárias para implementar sistemas de remediação de solos in situ e o tratamento de águas altamente contaminadas, como as resultantes da lavagem de embalagens de pesticidas e efluentes industriais
PROJECTS UNDER EXECUTION
Project Cyted – IberoArsan network – Project for the constitution of a network involving Iberian Countries and Iberoamerica: “El arsénico en la Península Ibérica e Iberoamérica: mapa de distribución en aguas y suelos, determinación analítica y tecnologías económicas de abatimiento (Arsenic in Iberia and Iberoamerica: maps of distribution in waters and soils, analytical determination and low-cost mitigation technologies”; Acronym: IBEROARSEN. General coordinator for the Portuguese participation. Research centers involved: CIGAR, INETI, FCUP.
R&D groups involved in the problematic of arsenic in three specific areas will be interconnected: a) origin, transport and distribution of arsenic in waters and soils of the Iberian Peninsula (Spain, Portugal) and Iberoamerica; b) analytical methodologies for arsenic determination and speciation in waters and soils; c) low-cost technologies for arsenic abatement in waters.

The main result shall be the Network itself: once it is established through the seeding action of CYTED, the high interest in the subject guarantees its activities as sustainable, thus giving rise to the existence of an international consultancy bureau to advise governmental groups, institutions and community. As more immediate products of the Network, three monographs corresponding to each one of the points in the preceding paragraph, one integration monograph, formation of highly capacitated human resources through courses and stages in laboratories, and elaboration of didactic and informative material will be promoted. The activities will be the basis for CYTED precompetitive technological projects, IBEROEKA and similar enterprises, pointing to the resolution of the dramatic situation due to arsenic in the regions of interest.


FEUP/CCDRN/2006/2 - "Treatment of Rio Meão aquifers contaminated with trichloroethylene"; Function: Main proponent and superviser
The main objective is the mediation of two aquifers contaminated with trichloroethylene located at Rio Meão. This volatile organic compound will be eliminated either by pumping the groundwater to the surface and treating it by Air Stripping, either by its destruction or transformation at its location (in-situ). The target concentration for the remediation will be fixed according to the limits imposed within the European Community for groundwater (document under preparation). For the Air Stripping alternative the process will be designed in order to minimize the operating cost. The project includes the selection of the equipment as well as operatory technical assistance. In the second alternative batch laboratory tests in columns will be performed in order to chose the most appropriate reactant: either an oxidante or a deshalogenator. The results will be used to select the most appropriate reactant according to the following criteria: final concentrations, costs and kinetics. This alternative will be compared to the previous. For the final selected alternative a project will be performed including the preparation of reactants, the injection system (number of holes, its constitution, location, flowrates, …) as well as the definition of a complete monitoring system.
Project PTDC/ECM/70216/2006 – “Low Cost In-Situ Arsenic Mitigation Tecnologies using Iron Based Sorbents”. Function: Main proponent and superviser. Participating entities: CIGAR, I.N.E.T.I. Triennial project approved by an international expert panel selected by F.C.T with a classification of Very Good.
Although there are arsenic contaminations of anthropogenic origin (mining, wood preservatives,…) the main causes are natural and motivated by the dissolution of minerals in surface or underground waters. Arsenics is present in natural waters either in its reduced state As(III) or in the oxidized form As(V), both toxic. Toxicity depends upon the oxidation state and, in general terms, As(III) is 60 times more toxic than As(V). Acute poisoning occurs after ingestion higher than 100 mg, while the chronic poisoning occurs after the ingestion of small quantities during a long period and the effects become visible after 5 years. The existence of As in drinking water can originate the endemic regional chronic hydroarsenicosis (ERCA) which shows as melanosis, keratosis degenerating into various types of cancer. European Union has recently lowered the permissible maximum concentration for drinking water from 0.05 mg/L to 0.01 mg/L.

The average crustal abundance of arsenic is 1.5 mg/kg, being the composition of natural As minerals the following: 60% are arsenates, 20% sulfides and sufosalts, and the remaining 20% are arsenides. arsenites, oxides, alloys and polymorphs of elemental arsenic. Concentrations of As in natural waters are highly dependent on the existence of arsenic sources and the local geochemical conditions. There are areas with very high concentrations in As in Bangladesh, India, China, Taiwan, Argentina, Chile, El Salvador, México, Nicaragua and Peru. The problem is also relevant in Spain (Catalonian Pyrenees, Valladolid, Madrid, Segovia, etc.) and also in North and Central Portugal.

Nowadays chemical analysis can be performed by the application of improved analytical methods such as inductively coupled plasma-mass spectrometry (HG-ICP-MS), inductively coupled plasma-atomic emission spectrometry (HG-ICP-AES), and hydride generation-atomic fluorescence spectrometry (HG-AFS). We propose in this project to develop the voltametric techniques using the hanging mercury drop electrode (HMDE) which are specially adequate for the ionic speciation in natural and groundwater matrices. This methodology has a very low cost in terms of the necessary instruments when compared to the methods mentioned above and allows the direct speciation of As without any sophisticated sample treatment (allowing to keep the original As(III) to As(V) ratio without perceptible changes). It is a method appropriated to be applied in areas and laboratories with lower economic capacity; it can be easily taught and later used on an everyday base by technicians with average qualifications. The limits of detection are sufficiently low to match the objectives of this project.

There are three primary categories of available treatment processes.

Sorption Treatment Processes

- Ion Exchange

- Activated Alumina

- Iron Based Sorbents

Membrane Treatment Processes

- Reverse Osmosis

Precipitation/Filtration Processes

- Enhanced Conventional Gravity Coagulation/Filtration

- Coagulation-Assisted Microfiltration (CMF)

- Coagulation-Assisted Direct Filtration (CADF)

- Oxidation/Filtration

- Enhanced Lime Softening

Activated alumina is expensive and needs a pH correction and specialized staff . The coagulation-precipitation processes also need previous pH correction and the limit concentration of 0,01 mg/L is difficult to attain. The ion exchange resins need important investments and its applicability depends upon the competition with other anions present in the water. The reverse osmosis allows the simultaneous removal of other ions but has extremely high costs. We intend to research emerging economic technologies – specially the usage of granular iron hydroxides and hybrid sorbents - generally designated by Iron Based Sorbents (IBS).

The research will focus on the usage of multifunctional permeable reactive barriers (MPRB) based on IBS and comprehending a two stage treatment: the previous oxidation of As and its in-situ fixation by IBS. The barriers to be considered will be of the funnel and gate type. The active sorbent will fill up the gate. As the reaction is irreversible the gates must be easily movable for substitution. It is aimed to reach an economic technology which can be adapted to small communities or to isolated populations.
PTDC/ECM/68056/2006 – REMEDIATION OF CONTAMINATED SOILS COMBINING VAPOUR EXTRACTION AND BIOLOGICAL PROCESSES: TIME AND EFFICIENCY FORECASTING; Triennial project approved by an international expert panel selected by F.C.T with a classification of Very Good; Participating Research Centres: ICETA Instituto de Ciências e Tecnologias Agrárias e Agro-Alimentares e CIGAR. Financing 52 555 €. Quality: Participant.



The incorrect deposition of some wastes, inadequate practices in some industrial activities and environmental accidents haves can cause environmental problems related with soil contamination. A typical Portuguese contamination case is the leaking of gasoline products from underground storage tanks located in gas stations. This problem becomes more serious due the number of existing gas stations and the fact that a small amount of an organic compound is enough to contaminate big volumes of soil and groundwater becoming a serious risk to public health.

For this kind of contamination, there are several in-situ technologies, namely soil vapour extraction (SVE) and bioremediation (BR). SVE is a simple, efficient and relatively economical; it uses the application of vacuum to soil contaminated with volatile organic compounds. The vacuum produces the movement of the contaminant towards extraction wells that conduces it to adequate treatment units. BR uses the degradative power of special micro-organisms to destruct organic contaminants present in soil. This technology has low costs, high efficiencies however is relatively slow. The combination of these two technologies have as objective, in the first stage, using the initial high efficiency of SVE decreasing the possible inhibition of the high contaminant load on the micro-organisms, and in a second stage, using BR that allow better efficiencies with no significant costs.

One of the great difficulties in choosing the most appropriate remediation technology is the lack of models that can predict the remediation time accurately, originating economical errors in projects.

Aiming at the creation of an accurate prediction tool, this project has as objectives: i) identify the most appropriate micro-organisms to degrade the proposed COVs; ii) simulate contaminated soils previously remediated by SVE; iii) bioremediate the prepared soils analyzing the remediation time and process efficiency; iv) using artificial neural networks (ANN), obtain a model that can predict bioremediation time and efficiency of contaminated soils pre-treated with SVE, based on the soil´s physical and chemical properties; v) integrate simple mechanistic models to predict bioremediation time; vi) bioremediate real soils equally treated with SVE in order to validate the developed model; vii) study the best optimum of both techniques to obtain the most effective and economical remediation.

The project considers soils constituted by sand, clay and organic matter contaminated with petroleum compounds (Benzene, Toluene, Ethylbenzene and Xylene). Appropriate chromatographic methodologies to monitor the process and quantify pollutants will be developed.
Projecto Pultreficaz - OPTIMIZAÇÃO DE PROCESSO DE PULTRUSÃO, Projecto QREN, Promotor Alto; Participantes: ISEP e CIGAR. Membros do Cigar afectos ao projecto: António M. A. Fiúza e M. Lurdes Dinis; Financiamento para o Cigar: 180 000€.
The aim of the present project is focused on improve the existing equipments at ALTO, transforming them on a more competitive ones, by adjusting the thermal management, by reducing the setup times consumption of the process and by doing a valorization of the residues produced during the industrial process.

14. CONFERENCES
SCIENTIFIC COMMISSION OF INTERNATIONAL CONFERENCES


  • 2006 - “DISTRIBUCIÓN DEL ARSÉNIO EN IBEROAMÉRICA”, Centro Atómico, Constituyentes, Comisión Nacional de Energía Atómica, Buenos Aires

  • 2008 - V CONGRESSO IBEROAMERICANO DE FÍSICA E QUÍMICA AMBIENTAL, Mar del Plata, Argentina, 14 -18th April 2008

  • 2008 - 4TH EUROPEAN BIOREMEDIATION CONFERENCE, September 3 to 6, Chania, Greece

  • 2008 - Comissão Organizadora do 5º CONGRESSO LUSO-MOÇAMBICANO DE ENGENHARIA, (Maputo, Mozambique, 2-4 Septermber 2008)

  • • Congresso Luso Moçambicano de Engenharia CLME’2008/II CEM - International conference - Maputo, 2 - 4 Setembro 2008. Comissão Organizadora; Comissão Científica;

  • • Simpósio sobre Exploração e Transformação de Matérias-primas Minerais – Integrado no Congresso Luso Moçambicano de engenharia - Comissão Organizadora e Comissão Científica;

Participation in several International conferences with world relevance within its speciality domain, namely those organized by the Nuclear Energy Agency of the OECD, by the International Atomic Energy Agency, Uranium Institute and Consoil. Some examples of the most recent participations:


1998 CONSOIL 98, SIXTH INTERNATIONAL FZK/TNO CONFERENCE ON CONTAMINATED SOIL, Edinburgh, Scotland.
1999 R’99 RECOVERY, RECYCLING AND RE-INTEGRATION, UNEP Congress (United Nations Environmental Programme), held in Geneva, February 1999.


  1. CHEMICAL SPECIATION OF METALS AND BIOAVALABILITY, Congress of the European Science Foundation on Naturals Waters and Water Technology, Caltelvecchio Pascoli, Luca, Italy, October 1999.




  1. MODELLING OF THE ENVIRONMENTAL CHEMICAL EXPOSURE AND RISK”, NATO Advanced Research Workshop; specially invited as moderator, Sofia, Bulgaria




  1. FIRST EUROPEAN BIOREMEDIATION CONFERENCE, Chania, Crete, Greece,




  1. 4th INTERNATIONAL CONFERENCE ON CALIBRATION AND RELIABILITY IN GROUNDWATER MODELLING (ModelCARE 2002), Prague, Czech Republic.




  1. CONSOIL 2003, 8th INTERNATIONAL FZK / TNO CONFERENCE ON CONTAMINATED SOIL, Gent, Belgium, 2003




  1. 2ND EUROPEAN BIOREMEDIATION CONFERENCE, Chania, Crete, Greece




  1. SECOND INTERNATIONAL CONFERENCE ON REMEDIATION OF CONTAMINATED SEDIMENTS, Venice, Italy




  1. CONSOIL 2005, 9th INTERNATIONAL FZK / TNO CONFERENCE ON CONTAMINATED SOIL, Bordeaux, France 2005




  1. 5º Congresso Luso-Moçambicano de Engenharia, Maputo, Mozambique, Setembro de 2008




  1. Conferência Cyted, Arsenic Removal Technologies, Rede Iberoarsan, Montevideo, October 2009.


ANEXO



PROGRAMA E ORGANIZAÇÃO DAS DISCIPLINAS QUE TENHO LECCIONADO

NA LICENCIATURA EM ENGª DE MINAS

NO MESTRADO EM GESTÃO E TECNOLOGIA DE RECURSOS MINERAIS

NO MESTRADO EM ENGENHARIA DO AMBIENTE
ENGENHARIA DE CUSTOS E AVALIAÇÃO DE PROJECTOS
MÓDULO I - TEORIA DO PROJECTO
Introdução: A Gestação do Projecto Mineiro. As etapas e as fases evolutivas. A engenharia do processo e a engenharia da montagem. O projecto mineiro e o projecto noutras engenharias do processo. Fundamentos da aplicação da Dinâmica de Sistemas à Econometria. Um modelo modular e retroactivo do projecto mineiro.

Os elementos básicos da avaliação económica: Os investimentos. A decomposição dos investimentos: investimento no limite da unidade de fabrico, as instalações gerais e armazenagens, engenharia, direitos, livro do processo, terreno, cargas iniciais de reagentes, juros intercalares, arranque e fundo de maneio. Os custos fixos: A amortização. Amortização linear, regressiva ou a taxa constante, método dos dígitos da soma dos anos e método do fundo de amortização. Os capitais emprestados. A actualização. Outros custos fixos. Custos variáveis: matérias subsidiárias, utilidades, custos diversos e mão de obra

Estimativa do Investimento: metodologias e conceitos. A actualização dos investimentos: índices de custos. Métodos de avaliação global. Método dos blocos. Estimativa do Investimento utilizando factores multiplicativos constantes: métodos de Lang, Bach e Hand. Estimativa do Investimento utilizando factores multiplicativos variáveis: métodos de Chilton e de Peters e Timmerhaus. Métodos de avaliação que têm em conta o carácter individual de cada projecto: Callagher, module estimating technique, Hirsch e Glazier, Miller e método de Guthrie.

A análise de sensibilidade. A preparação dos dados e a detecção. Deriva e Análise do passado na análise do mercado e nas análises económica e financeira. Inflação e índices. Uma metodologia para análises de sensibilidade. Análise probabilística de sensibilidade.

Avaliação de Projectos Industriais: Métodos simplificados: período simples de reembolso e taxa de retorno. Critérios de avaliação com actualização: determinação de cash-flows actualizados com financiamento integral pela tesouraria geral, com empréstimos externos e em contextos sem imposições fiscais. Os critérios: o benefício actualizado, a taxa interna de rendibilidade, custo de oportunidade dos fundos próprios e o tempo de recuperação com actualização. Comparação de critérios. Outros critérios de rendibilidade: Taxa de rotação do capital, enriquecimento relativo em capital, a taxa de retorno do investimento, o método EMIP e o seu complementar IRP.

Análise do Mercado: Avaliação do preço possível para o produto fabricado: produto conhecido e produto novo. A avaliação do volume de vendas: a consulta de peritos, a projecção do passado, os modelos econométricos, a comparação histórica e a utilização de correlações. Preços dos minerais em geral. Diferentes produtos e diferentes formas de valoração, Valoração de carvões, ferro e de metais com cotação na bolsa: Alumínio, Cobre, Zinco, Chumbo, Níquel e Estanho.


MÓDULO II - TEORIA DA DECISÃO

Introdução: As fórmulas básicas do juro composto: relações entre valores actuais, capitalizados e rendas. Taxas de juro periódicas, nominais, efectivas e contínuas. Juro simples. Introdução à taxa de retorno. Série com gradiente aritmético.

Investimentos geradores de Serviços: Determinação do investimento inicial máximo utilizando balanços económicos em valores actuais, em anuidades e em valores capitalizados. Determinação da taxa de retorno; Diagramas da posição relativa do cash-flow . Método alternativo de cálculo do custo anual equivalente a partir do investimento e do valor residual. Análise de equilíbrio: determinação da vida em serviço. Introdução à cálculo do retorno de investimentos produtores de serviços: cinco métodos alternativos de avaliação. Efeitos do investimento inicial e da vida útil do projecto na taxa de retorno. A questão do re-investimento na avaliação do retorno. Comparação de alternativas com a mesma vida útil.

Investimentos geradores de receitas: Análise de investimentos mutuamente exclusivos utilizando a taxa de retorno. Comparação de alternativas exclusivas utilizando benefícios brutos expressos em valores actuais, anuidades e valores capitalizados. Comparação de alternativas de investimento exclusivas utilizando a taxa acrescida de retorno e as receitas acrescidas capitalizadas. Análise de investimentos mutuamente exclusivos utilizando a taxa de retorno. Comparação de alternativas de investimento exclusivas utilizando a taxa acrescida de retorno e as receitas acrescidas capitalizadas. Taxas de actualização temporalmente variáveis. Diferenças entre a análise de custos e a análise de benefícios. O efeito da vida útil na rendibilidade de um projecto. Análise de investimentos em que as receitas precedem o investimento. Investimento Alternado: taxa dupla de retorno. Alternativas de investimento não mutuamente exclusivas.

Custos de Produção, Equilíbrio e Optimização: Custos fixos e custos variáveis. Determinação do ponto de equilíbrio. Análise marginal aplicada a situações com variações não lineares nos custos. Análise Marginal aplicada ao dilema Produção Própria - Aquisição Externa. Determinação do custo mínimo e do lucro máximo.

Análise de Sensibilidade e de Risco: A análise de sensibilidade como quantificação da incerteza. A análise de sensibilidade pelo método do intervalo de variação. Análise probabilística de sensibilidade. A inflação e a escalada na análise económica. Análise do valor esperado. Análise do benefício bruto esperado e da taxa de retorno esperada. Árvores de decisão. Probabilidade de sobrevivência.

A Amortização: cálculo da amortização utilizando: amortização linear, método da unidade de produção, amortização degressiva ou com taxa fixa, método decrescente linear, método da soma dos números dos dígitos.

Introdução à análise de rendibilidade de projectos em contextos com imposição fiscal. Utilização do benefício actualizado e da taxa interna de rendibilidade. Critérios de rendibilidade económica com imposição fiscal: taxa contabilística de rendibilidade, taxa interna de rendibilidade, rendibilidade média relativamente ao investimento inicial, rendibilidade média relativamente ao investimento médio, benefício actualizado, benefício capitalizado, renda actualizada, relação benefício / investimento e tempo de recuperação do capital

Análise da substituição: Razões, custos submersos e anulação parcial de encargos fiscais. Comparação de alternativas que prestam o mesmo serviço. Substituições envolvendo anulações fiscais. Alternativas com diferente vida útil. Período óptimo de substituição de um equipamento.

Investimentos com Financiamento exterior: regras gerais de análise. Escalada e inflação. Desvalorização e Revalorização em Projectos internacionais. Comparação de alternativas entre Leasing e Aquisição

Avaliação de Projectos na Indústria Mineral com fiscalidade e empréstimos exteriores. Comparação de alternativas de investimentos mutuamente exclusivos com diferente duração temporal.

HIDROMINERALURGIA
Introdução: Referência histórica. Terminologia. A mineralurgia física e a mineralurgia química. Balanços de massas: princípios gerais. Cinética de uma reacção. Energia de activação. Cinética de reacções homogéneas: forma diferencial e integral das cinéticas de 1ª e de 2ª ordem. Leis de FICK relativas à difusão. Noções introdutórias fundamentais: cálculos com polpas e rendimento da extracção.

Teoria da lixiviação: controlo difusional e controlo químico. Efeitos da agitação, da temperatura, concentração, relação de fases e geometria da interface. Abordagens específicas: a lei parabólica de TAMEN e processos não associados com a superfície mineral.

Lixiviação Dinâmica: Equipamento, número de andares, tempo aparente de residência, tempo médio de residência e distribuição de idades. Modelos elementares: transporte ideal e mistura perfeita. Mistura e agitação. Equipamento de agitação. Número de Fluxo e Potência necessária. Potência necessária para agitar polpas.

Lixiviação Estática: hidrodinâmica da percolação: lei de DARCY, superfície específica, porosidade, equação de Kozeny, permeabilidade tortuosidade e efeito de parede. Factores a considerar no projecto de uma eira: granulometria, débito, configuração, tempo e concentração. Percolação através de um leito granular. A impermeabilização da base. Modelos difusionais de lixiviação estática e restrições.

Lixiviação in situ: variantes tecnológicas. As componentes do processo: o jazigo, o campo de furos, o lixiviante, a recuperação, o tratamento de efluentes, a restauração do aquífero. Lixiviação de desmontes.

A bio-lixiviação: noções elementares de microbiologia. As bactérias. Mecanismo da acção bacteriana: mecanismos directo e indirecto. Fisiologia das bactérias oxidantes do ferro. Os nutrientes. Parâmetros que afectam a bio-lixiviação. A biolixivição do cobre, urânio, níquel e cobalto, metais preciosos, antimónio e vanádio. A biodessulfuração do carvão. A precipitação do ferro na biolixiviação. Os biosorventes. Cinética do crescimento bacteriano a aplicação aos reactores biológicos: O reactor descontínuo.

Lixiviação sob pressão: equipamento. Lixiviação por aglomeração e digestão. Electrolixiviação: cinética.

Exemplos: A hidromineralurgia do ouro: a cianetação e outros métodos alternativos. O Alumínio. A lixiviação das bauxites - o processo Bayer. O Cobre: lixiviação dos minérios oxidados e dos sulfuretos. O urânio: química de base, lixiviação ácida, lixiviação alcalina e lixiviação bacteriana.

Separação sólido-líquido: introdução e objectivos. Lavagem descontínua. Lavagem em contínuo, por repolpagem, em contra-corrente utilizando espessadores-decantadores. Lavagem em contínuo, por repolpagem, em contra-corrente utilizando filtros. Lavagem em contínuo, em contra-corrente, por difusão. A filtração: a equação básica da filtração; filtração a velocidade constante e filtração a pressão constante. O meio filtrante. fluxo dum líquido através de um meio filtrante. Fluxo do filtrado através do tecido e do bolo. Tratamento preliminar da polpa. Lavagem do bolo. Selecção e dimensionamento de filtros contínuos. Teoria aplicada da filtração contínua: velocidade de formação do bolo, velocidade de drenagem e velocidade de lavagem. Dimensionamento baseado na velocidade de filtração do bolo. Dimensionamento baseado na velocidade de drenagem e dimensionamento baseado na velocidade de lavagem. Descrição dos principais tipos de filtros: filtro de tambor rotativo, filtro de disco e filtro horizontal de banda. Clarificação: espessadores enviroclear, espessadores clarificadores e reactores clarificadores. Filtros de leito, de pressão e pré-capa. Floculação e coagulação.

Permuta Iónica: introdução histórica. Permutadores: inorgânicos, orgânicos, membranas e permutadores de electrões. Equilíbrio e isotérmica. Cinética da reacção. Permuta iónica em leito fixo: sorção, volumes de ruptura e de saturação. Eluição. Condições da eluição. Venenos. Noções sobre permuta iónica em contínuo; expansão do leito e velocidade linear. Tecnologia: leito fixo, leito móvel com circulação ascendente, processos de resina em polpa; Processos contínuos: Himsley, Nimcix, Porter, Kermak Cix, Chem-seps. Comparação das características operatórias dos sistemas móveis e fixos. Aplicações.

Adsorção por carbono activado: introdução histórica; Propriedades do carvão activado: variedades, propriedades da superfície e da estrutura porosa; Crivagem molecular. Mecanismo da adsorção nos carvões: teoria da adsorção física, dos complexos activados e mecanismo electroquímico. Preparação. Selecção do adsorvente; Desadsorção. Tecnologia: sistemas de leito fixo, de leito móvel e adsorção em polpa. Aplicações.

Extracção por solventes: introdução, resenha histórica. A operação de extracção por solventes. Teoria da extracção. Sistemas de extracção: (a) extractantes quelatantes: coeficiente de extracção, influência do pH e da relação de fases no coeficiente de extracção, (b) extractantes acídicos: dimerização do extractante, (c) sistemas que envolvem associações iónicas e (d) sistemas que envolvem solvatação. Composição da fase orgânica: o extractante, o diluente e o modificador.

Tecnologia da extracção: Sistemas parcialmente miscíveis em corrente cruzada e sistemas imiscíveis em corrente cruzada e em contra-corrente. Determinação do número de andares requeridos. Contra-corrente com variação contínua da composição das fases. Desenvolvimento de um processo de extracção por solventes. Equipamento de extracção por solventes: misturadores-decantadores, colunas pulsáteis, extractores centrífugos.

Precipitação iónica: reacções de precipitação; solubilização de um precipitado; cálculos aproximados com solubilidade. Formação de um precipitado: agregação, orientação e sobre-saturação. A nucleação: teoria de Volmer-Beckär-Döring-Frenkel, nucleação homogénea e heterogénea. Digestão: fórmulas de Ostwald-Freundlich e de Knapp. Precipitados colóidais. Contaminação de precipitados: modelo de Helmothz e de Stern. Co-precipitação por adsorção, formação de soluções sólidas e oclusão.

Cristalização: Variantes: efeito da temperatura, de solventes orgânicos e agentes complexantes. Cristalização fraccionada. Diagramas de equilíbrio de solubilidade: sistemas com um só composto dissolvido e com dois compostos dissolvidos. Cinética: Nucleação e crescimento. Transferência de calor por evaporação e por arrefecimento.

Cementação: conceito e cinética. Papel do metal precipitado. Reacções secundárias. Equipamento. Aplicações: cobre, ouro e prata.

Precipitação gasosa: Reacções líquido-gás: cinética. Utilização do H2S, do SO2, do CO e do H2. Teoria da precipitação metálica pelo hidrogénio: mecanismo, aditivos. Aplicações: cobre, cobalto e níquel.

Electrólise: Introdução histórica. Leis de Faraday. Reacções secundárias. Migração iónica. Termodinâmica electroquímica: Dupla camada, fórmula de Nernst, escala das tensões. Previsão das reacções nos eléctrodos. Exemplos de metalurgias electrolíticas.



CONTROLO E AUTOMAÇÃO
MÓDULO 1 - SISTEMAS DINÂMICOS

Introdução: Resenha histórica sobre a evolução da tecnologia: de Héron de Alexandria à Cibernética. Objectivo do controlo. Processo e sistema dinâmico. Princípios gerais. As estratégias de controlo. Objectivos do curso. Elementos de um sistema de controlo.

Introdução ao cálculo operacional: Transformação de LAPLACE. Propriedades da transformada. Imagem das funções unidade de HEAVISIDE, seno e coseno. Imagem da função f(at). Linearidade da imagem. Teorema do deslocamento. Derivação da Imagem. Transformada de uma derivada; Equação imagem de uma equação diferencial. Resolução de equações diferenciais lineares de coeficientes constantes utilizando transformadas de LAPLACE. Regras da decomposição. Aplicação da transformada de Laplace à resolução de equações diferenciais. Natureza qualitativa das soluções das equações diferenciais; Teorema da convolução. Teorema do valor final; translação de uma função ou teorema do atraso; a função pulsação rectangular e a "função" impulso de DIRAC. As distribuições como derivadas de ordem n de funções contínuas. APLICAÇÕES DA TRANSFORMADA DE LAPLACE:. Transformada de um integral. Transformada de funções periódicas.

Introdução à modelagem de processos; modelos estacionários e modelos dinâmicos; Princípios gerais da modelagem; Graus de liberdade na modelagem. Modelagem de um sistema de 1ª ordem: exemplo de uma função de transferência; Propriedades da função de transferência; Perturbações mais comuns: degrau, rampa, pulsação rectangular, impulso, sinusoidal e aleatórias.

Resposta do sistema de 1ª ordem a perturbações tipo degrau, rampa, impulso e sinusóidal. Exemplos de sistemas de 1ª ordem: O nível do líquido num depósito, a mistura, o circuito RC, o sistema de aquecimento. Interpretação numa base comparativa entre os processo referidos dos conceitos de resistência, capacidade e constante temporal.

Resposta de unidades integradoras. Linearização de processos não-lineares. Exemplos: sistema de aquecimento e sistema de nível. Resposta de sistemas de 1ª ordem em série: sistemas com e sem interacção. Sistemas de 2ª Ordem. Resposta a degrau para  < 1,  = 1 e  > 1. Termos usados para descrever um sistema sub-amortecido: Sobre-elevação, razão de declínio, tempo de ascensão, tempo de resposta, período de oscilação e período natural de oscilação. Resposta dum sistema de 2ª ordem a uma perturbação tipo impulso e tipo sinusoidal. Avanço por comando. Sistemas de 2ª ordem com dinâmica no numerador. Associação de sistemas de 1ª ordem em paralelo. Atraso por transporte. Aproximação de Padé a funções exponenciais. Processos MIMO (Multiple Input-Multiple Output). Matriz de transferência.

Controladores por Retroacção: Perspectiva histórica; O sistema de controlo; Servomecanismo e regulação; Controladores PID: Proporcional, Proporcional-Integral, Proporcional-Derivativo e Proporcional-Integral-Derivativo. Modo de controlo automático / manual; Controladores On-Off; Resposta típica de sistemas de controlo em feedback; Versão digital dos controladores PID. Válvulas de Controlo. Funções de transferência em malha fechada: Símbolos padrão para os diagramas de blocos. Funções de transferência global para sistemas de malha única considerando as situações de servomecanismo e de regulação. Função de transferência global para sistemas com malha múltipla. Controlo Proporcional Integral dum processo de 1ª ordem para variações na carga e no ponto de referência; Exemplos: controlo de nível e de temperatura. Controlo Proporcional de um processo de 2ª ordem.

Estabilidade de circuitos fechados: introdução; definição de estabilidade; Critério geral de estabilidade. Critério de estabilidade de ROUTH. Método de Hurwitz. Método da substituição directa. Diagrama do lugar das raízes. Introdução à resposta frequencial: Regra da substituição: aplicação a sistemas de 1ª e 2ª ordem e a sistemas com atraso por transporte. Diagramas de Bode: Sistemas de 1ª ordem, sistemas de 1ª ordem em série. Diagramas de Bode: atraso por transporte, controlador proporcional, proporcional integral e proporcional derivativo. Regras gráficas para diagramas de Bode. Projecto de Sistemas de controlo pela resposta Frequencial: O critério de estabilidade de Bode. Margens de ganho e de fase. Ajustes de Ziegler-Nichols para controladores. Respostas transientes. Controlo por actuação antecipada. Introdução; Controlo Relacional. Controlo por antecipação baseado em modelos estacionários; Controlo por antecipação baseado em modelos dinâmicos; Considerações sobre estabilidade; Unidades atraso-avanço; ajuste dos controladores por antecipação; configurações para o controlador feedback-feedforward.

Controlo em cascata.

Introdução aos sistemas MIMO. Interacção do processo e dos laços de controlo: os laços escondidos. Ligação das variáveis controladas e manipuladas. Método da matriz de ganhos relativos de Bristol. Métodos de cálculo da matriz de ganhos relativos para um processo bivarável e para um processo de ordem n. Medidas das interacções do processo. Teorema da estabilidade.

Controlo por computadores digitais: Função dos computadores no controlo de processos. Instrumentação distribuída. Sistemas digitais de aquisição de dados e hardware de controlo. Interface com o processo.

Exigências básicas no controlo supervisor. Implementação do controlo supervisor. Aplicações do controlo supervisor. A formulação do problema de optimização. Escolha do método de optimização. Optimização monovariável. Optimização multi-variável. Optimização constrangida.

Estratégias avançadas de controlo. Controlo em cascata; Compensação de tempos mortos: preditor de Smith e preditores analíticos. O controlo inferencial. O controlo selectivo. Controlo adaptativo: adaptação programada e controlo auto-ajustável. Controlo de qualidade. Sistemas periciais.

MÓDULO 2 - INSTRUMENTAÇÃO


Terminologia utilizada na definição das qualidades de um instrumento. Representação segundo as normas ISA.

Alarmes de prevenção, de não funcionamento e de transbordo. Medida do peso: balanças electromecânicas e electrónicas. Medida do nível de líquidos (sensores ópticos, por borbulhagem, capacitivo e por flutuadores), de sólidos (reflexão ultra-sónica) e das interfases (raios , reflexão ultra-sónica e palpador óptico).

Medida de débitos de fluido puros: (a) Medidores de pressão diferencial (tipo diafragma, VENTURI e tubo PITOT); (b) Medição por variação de superfície: os rotâmetros; (c) debímetro ultra-sónico. Medida do débito de polpas: (a) debímetro ultra-sónico por efeito DOPPLER, (b) Debímetro electromagnético. Medida do débito em canais abertos. Medida da densidade: densímetro por borbulhagem, densímetro de raios . Medida de débitos sólidos e da percentagem de sólidos numa polpa. Controlo acústico dos moínhos.

Sobre o conceito de calibre. Medida da granulometria por sedimentação. O ciclone como granulador. Granulómetros ultra-sónicos. Granulómetro de raios laser. Medida da Temperatura: Termómetros de vidro, termómetros bi-metálicos e termómetros de bolbo. Termómetros de resistência e Termistores. Efeito Seebeck e os termopares.

Análise por Fluorescência X: amostragem, espectrofotómetro e respectivos periféricos. Instrumentação pneumática e electrónica. Controlo Numérico. Comparação do controlo analógico e numérico. Controlo informatizado. A Elaboração do comando: controlo numérico directo e algoritmos. A transmissão do comando: O conversor N/A e a estação de transferência. Sala de controlo central.

Válvulas: Componentes. Tipos de corpos de válvulas. Tipos de actuadores automáticos. Critérios de Selecção duma válvula: Pressão e temperatura, queda de pressão, tipo de fluido, capacidade. Flashing e cavitação.

Selecção de válvulas de controlo: correcção da viscosidade. Níquel de estanquicidade, características de caudal e nível sonoro. Válvulas de controlo.
MÓDULO 3 - ESTRATÉGIAS DE CONTROLO
Generalidades sobre estratégias de controlo em circuitos de flutuação. Controlo em feedforward. Controlo da adição dos reagentes nas instalações canadianas de Frood-Stobie, Clarabelle e Lake Dufault. Conclusões.

Controlo em Feedback: Controlo do nível da polpa nas células de flutuação. Exemplo: circuito de Clarabelle (Canadá).

Controlo em Feedback corrigido por Feedforward: A influência do débito do colector na recuperação e no teor do concentrado. Exemplo: controlo da flutuação do zinco na instalação de Lake Dufault (Canadá). Controlo em feedback corrigido por feedforward: Controlo da flutuação do zinco em Ecstall (Canadá): Evolução duma estratégia total em feedback, para estratégia com feedback corrigido por feedforward e com uma matriz de pontos de referência.

A evolução do controlo na instalação de flutuação de calcopirite de Ecstall (Canadá): duma estratégia com objectivos em recuperação e teor, a uma estratégia com matriz de pontos de referência até a uma estratégia com optimização económica. Método EVOP. Função eficácia económica da flutuação.

Implantação da estratégia EVOP numa instalação exemplo. Métodos tipo Evolutionary Operation: a flutuação do zinco em Pyhasalmi (Finlândia). Introdução aos métodos multivariáveis com modelização matemática do processo: a flutuação do cobre em Pyhãsalmi.

Regulação e controlo com um modelo multilinear: a modelagem do processo, a identificação dos parâmetros do modelo, a estabilização do processo e a optimização ( critérios e métodos). O controlo de optimização. Exemplo: a flutuação do cobre em Pyhasalmi (Finlândia).

Os circuitos de controlo da pré-concentração. Controlo da britagem: exemplos de Frood-Stoble e Largentière. Controlo da moagem primária. Controlo da moagem em circuito fechado por um ciclone: variáveis influentes, modelização dum ciclone com base em curvas de iso-partilha, identificação paramétrica.

DINÂMICA DE SISTEMAS
Equações diferenciais ordinárias de 1ª ordem: formação de uma equação diferencial a partir de uma família de curvas, integral geral, integral particular e integral singular. Teorema da existência e da unicidade. Equações de variáveis separadas e separáveis. Exemplos físicos: Decaímento radioactivo, cinética química de 1ª ordem, crescimento populacional : a lei de Malthus e a lei logística. Equações diferenciais totais exactas. Método do factor integrante.

Resolução da equação diferencial linear de 1ª ordem utilizando o método do factor integrante e o método de Lagrange. Integração envolvendo mudanças de variável: Equações homogéneas, equações homográficas, equação de Bernoulli. A Equação de Ricatti. Métodos de integração por derivação: a equação de Lagrange e a equação de Clairaut. Equações incompletas: a integração paramétrica.



Equação diferencial linear de ordem n com coeficientes variáveis: Integral geral e integrais particulares. Teorema da existência e da unicidade. Sistema fundamental de soluções e Wronskiano. Determinação do integral geral da equação diferencial linear de ordem n com coeficientes variáveis conhecendo um integral particular da equação completa e pelo método de Lagrange (variação das constantes arbitrárias).Equação diferencial linear de ordem n com coeficientes constantes. Determinação do integral geral da equação homogénea. Determinação de integrais particulares da equação completa quando o segundo membro é uma função polinomial, exponencial ou trigonométrica. Exemplo físico de uma equação diferencial linear invariante de 2ª ordem: sistema dinâmico amortecido; regime de oscilações livres.

Sistemas de equações diferenciais lineares com coeficientes constantes. Sistemas de equações diferenciais lineares de ordem superior.

Interpretação física das equações diferenciais: Sistemas invariantes de 1ª ordem: campo de velocidades, pontos críticos, potencial, estabilidade e movimento terminal. Sistemas de ordem n: trajectória no espaço de fase. Análise dos pontos críticos dos sistemas de 2ª ordem. Resposta frequencial de sistemas temporais contínuos. Convolução e impulso de Dirac. Determinação da resposta impulsional de sistemas lineares. Determinação da resposta a perturbações quaisquer calculando a convolução da resposta impulsional com a perturbação. Curta referência às equações diferenciais às derivadas parciais.

Transformadas Integrais: Transformada de Laplace bi-lateral e unilateral. Imagem das funções degrau de Heaviside, sin x e cos x. Propriedades da transformada de Laplace: Imagem da função f(at) com a>0, LInearidade da imagem, teorema do deslocamento, derivação da imagem. Inversão da transformada de Laplace: expansão em fracções parciais. Imagem das derivadas. Aplicação à resolução de equações diferenciais. Regras de decomposição. Natureza qualitativa das soluções. Teorema da convolução. Teoremas do valor final e do valor inicial. Translação de uma função ou teorema do atraso. Algumas transformadas importantes: função pedestal, e impulso de Dirac. Transformada de um integral. Transformada de Laplace de funções periódicas.

Equações ordinárias às diferenças lineares: representação por diagramas de blocos (ou simulação). A solução geral das equações às diferenças homogéneas. A solução geral das equações às diferenças não homogéneas: cálculo da solução particular utilizando o operador aniquilador. Equações às diferenças ordinárias, não lineares, de 1ª ordem: substituição de variável. Exemplos de sistemas discretos lineares de 1ª ordem: o Modelo da TEIA DE ARANHA e os Processos de MARKOV. Sistemas caóticos. Equações às diferenças ordinárias, não lineares, de 2ª ordem: substituição de variável. Discretização de equações diferenciais: discretização aproximada e discretização quase-exacta. Resposta frequencial de sistemas discretos. Convolução e resposta impulsional. Algoritmos de convolução. Determinação da sequência da resposta impulsional. A desconvolução.

Trajectórias de sistemas discretos no espaço de fase. Sistemas de 1ª ordem: linhas e diagramas de fase. Tipos de trajectória. Sistemas de 2ª ordem. Relação entre o comportamento da solução e a natureza das raízes da equação auxiliar. Estabilidade de sistemas discretos.




AQUISIÇÃO E ANÁLISE DE DADOS
Teoria dos Erros de Observação: Referência histórica; Erro absoluto, Relativo, Precisão e Exactidão. Cálculo do valor ajustado de medidas de igual precisão; aferidores da precisão. Ajustamento de medidas de desigual precisão: cálculo do valor ajustado, fixação de um sistema de pesos e aferidores da média pesada. Ajustamento de função de grandezas medidas: determinação do valor ajustado e aferidores da precisão. Ajustamento de Medidas Indirectas: Determinação dos valores ajustados, linearização das equações residuais e aferidores da precisão dos valores ajustados. A rejeição de dados. Determinação do valor ajustado de medidas de igual e de desigual precisão e respectivos aferidores.

Introdução à Amostragem: Referência histórica. Noção de heterogeneidade; heterogeneidade na constituição e na distribuição. Natureza do lote a amostrar. Amostragem directa e estratificada. Modo de recolha. Tipos de amostragem. O tamanho da amostra e a variância da amostragem. A amostragem para análise química de um minério binário. Amostragem incremental. Amostragem de minérios para análise granulométrica.

Análise da variância e Programa de Investigação. Análise da variância: Fundamentação e Algoritmo de cálculo. Programa de investigação: conceito, objectivo e princípios. A programação da investigação como instrumento de controlo da variância. O princípio do MAXMINCON. Plano Factorial: Terminologia, Conceitos. Plano factorial 22 : dedução da tabela matricial de efeitos. Plano factorial 23. Plano fraccionados: plano 23 fraccionado a ½. Plano factorial centrado e Plano Composto Central. Planos a 3 ou mais níveis. Análise da significação dos efeitos. O Algoritmo de Yates. O modelo matemático pressuposto. O método de PLACKET-BURMAN para crivagem de variáveis: A matriz e a análise estatística.

Estatística Não Paramétrica: A hipótese Nula; O nível de significação e o tamanho da amostra; Distribuição da amostragem; Região de rejeição. A escolha de um teste estatístico: o modelo estatístico, a eficiência e a medida. Escalas de medida. Teste Binomial: método, amostras pequenas e amostras grandes; Teste do 2. Teste de KOLMOGOROV-SMIRNOV: Método e Potência. Teste de sequências (run): método, amostras pequenas e amostras grandes, potência. Teste de WILCOXON- MANN - WHITNEY: Método, amostras pequenas. Teste de WILCOXON- MANN - WHITNEY: amostras grandes. Medidas de associação e respectivos testes de significância: Coeficiente de associação de SPEARMAN e de KENDALL.

Análise de Dados Sequenciais: Análise da correlação: conceitos fundamentais. Regressão linear monovariável: variação aleatória e variação física. Fundamentação do método dos menores quadrados. Limites de confiança para a recta de regressão e limites de confiança para os parâmetros. Análise de regressão monovariável por transformação linearizante. Regressão tri-dimensional: introdução, coeficientes de correlação múltipla, erro padrão da estimativa; limites de confiança para os parâmetros e limites de confiança para a regressão. Regressão tetra-dimensional: introdução, coeficientes de correlação múltipla, erro padrão da estimativa; limites de confiança para os parâmetros e limites de confiança para a estimativa da regressão. Análise de regressão monovariável polinomial. Regressões multivariáveis linearizáveis. Cálculo de splines. Cadeias de Markov num espaço de estado discreto.

Análise Multi-Variável e Funções Discriminantes: Breve referência às distribuições multi-variáveis: distribuições marginais e condicionadas. Momentos de variáveis multi-dimensionais. A distribuição normal multi-variável. Eixos principais da densidade multi-normal. Teste de hipóteses sobre médias: 1 amostra e 2 amostras (Distribuição de HOTELLING). Igualdade das Matrizes de covariância: testas das variâncias generalizadas de Bartlett. Funções Discriminantes: conceitos e teste de significação.

Análise Grupal e em Componentes Principais: Análise Grupal (Cluster Analysis), matriz de valores cofenéticos. Análise em componentes principais: componentes principais de observações multi-variáveis, significação geométrica dos componentes principais.

Análise de Factores: Teorema de Eckart-Young. Análise de factores no modo-R: Metodologia. Rotação dos Factores. Análise das Correspondências.




SISTEMAS E CONTROLO

(Mestrado em Tecnologia e Gestão de Recursos Minerais)


Introdução à modelagem: O processo, o sistema e o modelo. Tipos de modelos. Sistemas estacionários e sistemas dinâmicos. Princípios gerais da modelagem. Graus de liberdade na modelagem. Leis fundamentais: os princípios da continuidade total e dos componentes, conservação da energia e do momento. As leis do transporte molecular: Fick, Fourier e Newton. Introdução aos sistemas lineares: conceitos base, linearidade, condições iniciais não nulas, modelos implícitos, sistemas contínuos e sistemas discretos. Linearização de sistemas não lineares. Exemplo: sistema de aquecimento. Modelos de alguns sistemas importantes: O reactor isotérmico. Modelos de parâmetros concentrados: o reactor agitado não isotérmico, sistemas em andares. Sistemas de parâmetros distribuídos: o permutador de calor de tubo duplo e o reactor tubular não isotérmico. Modelos de balanço populacional.

As equações diferenciais revisitadas: introdução, teorema da existência e da unicidade. Equação diferencial linear de 1ª ordem: método das constantes arbitrárias de Lagrange. Integração da equação diferencial linear de ordem n com coeficientes constantes. Casos em que é conhecido um integral particular da equação completa. Sistemas invariantes de 1ª ordem: campo de velocidades, pontos críticos, estabilidade e movimento terminal. Fronteiras naturais. Sistemas de ordem n: trajectória no espaço fase. Análise dos pontos críticos de um sistema de 2ª ordem: nós. pontos de sela, estrelas, centros e focos. Convolução e Impulso de Dirac. Convolução de sistemas contínuos. Determinação das respostas indicial e impulsional. Resposta frequencial de sistemas temporais contínuos.

Transformações integrais. As transformadas de Laplace bilateral e unilateral e a transformada de Fourier. Transformadas de funções simples. Imagem da função f(at). Linearidade da imagem. Teorema do deslocamento. Derivação da imagem. Inversão da transformada de Laplace. Expansão em fracções simples. Imagem das derivadas. Aplicação à resolução de equações diferenciais. Natureza qualitativa das soluções. Teoremas da convolução, do valor final, do valor inicial. Translação de uma função. Transformada do pedestal e da distribuição de Dirac. Transformada de um integral e de funções periódicas. A função de transferência (ou transmitância). A transmitância como transformada de Laplace da resposta impulsional. Perturbações mais comuns: degrau, rampa, pedestal, impulso, sinusoidal e aleatórias. Resposta do sistema de 1ª ordem a estas perturbações. Transformada de um integral e de funções periódicas.

Descrição Externa: A função de transferência (ou transmitância). A transmitância como transformada de Laplace da resposta impulsional. Perturbações mais comuns: degrau, rampa, pedestal, impulso, sinusoidal e aleatórias. Resposta do sistema de 1ª ordem a estas perturbações. Exemplos de sistemas de 1ª ordem: Nível do líquido num reservatório, processo de mistura, circuito RC e permuta térmica. Analogia formal e interpretativa entre os sistemas. Resposta de unidades integradoras. Sistemas linearizáveis: sistema de nível e reactor isotérmico com cinética de 2ª ordem. Associação de sistemas de 1ª ordem em série: sistema sem interacção e interactivo. Sistema de 2ª ordem: resposta a perturbações degrau, impulso e sinusoidal. Sistemas de 1ª e de 2ª ordem com dinâmica no numerador. Associação de sistemas de 1ª ordem em paralelo. Exemplos: o reactor não isotérmico (CSTR). Absorção em 3 andares em contra-corrente. Sistemas com recirculação. Atraso por transporte (tempo morto). Aproximações polinomiais (de Padé) a e-s. Processos multivariáveis: noção de matriz de transferência.

Descrição Interna: Noção física de sistema dinâmico. A equação de estado e a equação de observação. Exemplos de descrição de sistemas dinâmicos no espaço dos estados. Diagrama de blocos. Solução de equações matriciais diferenciais lineares na forma do espaço dos estados. Sistemas invariantes e sistemas com parâmetros variáveis. A matriz de transição de estado. Interpretação e propriedades da matriz de transição de estado. Determinação da matriz de transição de estado utilizando: a) a transformada de Laplace - a resolvente, b) o teorema de Cayley-Hamilton e c) a decomposição espectral de uma matriz. Determinação da descrição externa (matriz de transferência) a partir da interna. Alteração da estrutura. Representação das funções de transferência no espaço dos estados: as formas canónicas. Forma da 2ª canónica, da 1ª canónica e representação canónica de Jordan. Determinação de estruturas sem interacção (desengatadas). Resposta frequencial no espaço dos estados.

Estabilidade: Caracterização do comportamento dum sistema pelas raízes do denominador da transmitância ou pelos valores próprios da matriz resolvente. Caracterização de circuitos de retroacção. Noção de estabilidade de 1ª e de 2ª ordem. Estabilidade assimptóptica, estabilidade simples e instabilidade. A determinação da estabilidade de sistemas lineares por critérios algébricos: o critério de Routh, o critério de Hurwitz e o método da substituição directa. O diagrama do lugar das raízes. Representação aproximada de sistemas de 3ª ordem por sistemas de 2ª ordem. Método directo de Liaponov. Resposta frequencial: a regra da substituição: aplicação aos sistemas de 1ª e 2ª ordem e ao tempo morto. Diagramas de Bode: sistemas de 1ª ordem e associação de sistemas de 1ª ordem em série. Regras gráficas para os diagramas de Bode. Diagramas de Bode: sistemas de 2ª ordem, elementos integradores, atraso por transporte, controladores proporcional, proporcional-integral e proporcional-derivativo. Diagramas de Nyquist. Critério de estabilidade de Bode. Critério de estabilidade de Nyquist. Caracterização do comportamento: o tempo de resposta centróide. Caracterização do comportamento dinâmico: tempo de resposta centróide e largura de banda. Robustez, sensibilidade e estabilidade: margens de ganho e de fase. Ajustes de Ziegler-Nichols para controladores.



Representação de Sistemas Discretos: Equações lineares às diferenças. solução geral das equações lineares às diferenças. Modelos discretos: discretização aproximada e descritização quase exacta. Convolução e resposta impulsional de sistemas discretos. A resposta frequencial de sistemas discretos. A desconvolução.

A Descrição Interna de Sistemas Discretos: A solução das equações de estado. Cálculo da matriz de transição. A decomposição espectral de uma matriz. A alteração da estrutura interna do sistema.

A Descrição Externa de Sistemas Discretos: A transformada Z. Definição e convergência. Propriedades da transformada Z: Linearidade, translação real, translação complexa, valor final, valor inicial, convolução, multiplicação por k, multiplicação por k+a, alteração de escala. Cálculo de algumas transformadas. Inversão da transformada Z: a) Desenvolvimento em série de potências, b) desenvolvimento em fracções parciais e c) divisão ascendente. Conversão entre as transformadas de Laplace e Z. Descrição externa de sistemas em tempo discreto. Descrição interna do mesmo sistema. Determinação da descrição externa a partir da interna. Determinação da descrição interna a partir da externa. Formas canónicas

Sistemas de parâmetros distribuídos: introdução às equações diferenciais às derivadas parciais. Transformadas de Laplace de derivadas parciais. Condução de calor num meio semi-infinito: resposta indicial e resposta frequencial. Resposta dinâmica de um reactor tubular: respostas impulsional, indicial e frequencial. O tempo morto como sistemas de parâmetros distribuídos. O permutador de calor.
Curta introdução aos sistemas não lineares; Estabilidade dos pontos de equilíbrio. A teoria da perturbação de Poincaré.
Controlo por Actuação Antecipada (Feedfoorward): Controlo relacional. Controlo baseado em modelos estacionários. Controlo baseado em modelos dinâmicos. Estabilidade e Ajuste.

Controlo de processos multi-variáveis. Interacção do processo e dos laços de controlo. Análise dos diagramas de blocos. Ligação das variáveis manipuladas e controladas. Método da matriz de ganhos relativos de BRISTOL. Medida das interacções do processo. Teorema da Estabilidade de Niederlinski e Grosdidier.

Controlabilidade e Observabilidade: Definições e condições de controlabilidade e observabilidade. A origem da incontrolabilidade. Condições algébricas. Variáveis exógenas.

Projecto de Controlo: Reguladores para sistemas SISO e para sistemas MIMO.

Observadores Lineares: Estrutura e propriedades dos observadores. Colocação dos pólos em sistemas de entrada única. Perturbações e variáveis exógenas. Observadores de ordem reduzida.

Introdução aos Processos Aleatórios: Caracterização estatística. Potência Espectral e função densidade. Resposta de sistemas lineares ao ruído branco. Factorização Espectral. O filtro de Kalman.


TECNOLOGIA DO TRATAMENTO DE RESÍDUOS

(MESTRADO EM ENGª DO AMBIENTE)



Processos Físicos:

Tratamento de águas subterrâneas por arraste de ar (Air Stripping). Descrição. Teoria do arraste equilíbrio gás-líquido, lei de HENRY. Dimensionamento de colunas de enchimento pelos métodos de Sherwood e Holloway e pelo método de ONDA. Estimativa do coeficiente de transferência de massa. Projecto preliminar.

Processos de Membrana: Electrodiálise, Osmose Inversa e ultra-filtração. Teoria da electrodiálise - cálculo da potência e do consumo energético. Osmose Inversa: cálculo da pressão osmótica.

Adsorção por carbono activado: introdução histórica; Propriedades do carvão activado: variedades, propriedades da superfície e da estrutura porosa; Crivagem molecular. Mecanismo da adsorção nos carvões: teoria da adsorção física, dos complexos activados e mecanismo electroquímico. Preparação. Selecção do adsorvente; Desadsorção. Tecnologia: sistemas de leito fixo, de leito móvel e adsorção em polpa. Dimensionamento de sistemas de leito fixo com base nas isotérmicas de Freundlich e de Langmuir.

Processos Químicos:

Permuta Iónica: introdução histórica. Permutadores: inorgânicos, orgânicos, membranas e permutadores de electrões. Equilíbrio e isotérmica (Langmuir e Freundlich). Cinética da reacção. Permuta iónica em leito fixo: sorção, volumes de ruptura e de saturação. Eluição. Condições da eluição. Venenos. Noções sobre permuta iónica em contínuo; expansão do leito e velocidade linear. Tecnologia: leito fixo, leito móvel com circulação ascendente, processos de resina em polpa; Processos contínuos: Himsley, Nimcix, Porter, Kermak Cix, Chem-seps. Comparação das características operatórias dos sistemas móveis e fixos.

Precipitação, Oxidação dos Cianetos, Redução do Crómio (VI) e Neutralização.

Processos Térmicos:

Incineração: Tecnologia Disponível. Legislação comunitária. Utilização das folhas de cálculo normalizadas da Environmental Protection Agency (E.U.A.) para calcular: (i) necessidades estequiométricas de ar e a composição dos gases da combustão para incineradores de injecção líquida, (ii) necessidades estequiométricas de ar e a composição dos gases da combustão para incineradores rotativos (alimentação simultânea sólida e líquida, (iii) Cálculo do excesso de ar e da temperatura da combustão para incineradores de injecção líquida, (iii) Cálculo do excesso de ar e da temperatura da combustão para incineradores rotativos.

A Tecnologia emergentes: Fluidos supercríticos e oxidação por água supercrítica. Introdução à teoria dos fluidos supercríticos. Considerações de Projecto.

RECOLHA E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E LAMAS

(MESTRADO EM ENGª DO AMBIENTE)
O comportamento de contaminantes inorgânicos e orgânicos no solo. A avaliação de riscos de solos contaminados. As opções legislativas: a aplicação multifuncional ou a aplicação específica do solo.

Revista sobre as tecnologias de limpeza de solos: CONFINAMENTO (sistemas interceptores, impermeabilização, barreiras e paredes de emulsões, TÉCNICAS COM ESCAVAÇÃO (Escavação, Volatilização, Extracção, Processos de Biodegradação, Oxidação em Autoclave e Ventilação) e TECNOLOGIAS IN-SITU (físicas - ondas curtas, electro-remediação, ventilação), químicas (lixiviação por água) e biológicas (bio-remediação, bio-remediação da zona de infiltração e bio-ventilação).

Sistemas Passivos de Controlo: Barreiras circunferenciais, de montante e de jusante. Tecnologia da construção de paredes de emulsão solo-bentonite e respectivo enchimento, paredes de emulsões cimento-bentonite, Paredes de cimento plástico, paredes de diafragma. Cortinas de emulsões (Grout Curtains): barreiras de Extracção/intercepção utilizando bio-polímeros.

Ventilação do solo (extracção do vapor do solo):Teoria da aeração do solo: modelo tri-fásico, método de Hartley. Considerações sobre projecto de ventilação. Descrição do Processo. Dimensionamento e lay-out com base na experimentação à escala piloto no próprio local.

Bio-remediação in-situ: Estado de desenvolvimento. Descrição do processo. Sistemas típicos. Cálculo das necessidades em oxigénio. Estimativa do tempo de duração do processo para vários sistemas de introdução de oxigénio.

RADIAÇÕES E IMPACTE RADIOLÓGICO

(MESTRADO EM ENGª DO AMBIENTE)



O Núcleo: Tamanho e forma do núcleo; Forças nucleares; Breves noções sobre reacções nucleares espontâneas: resenha histórica, energia de ligação por nucleão. Coeficiente de condensação. Probabilidade de estabilidade nuclear.

Tipos de reacções nucleares espontâneas: decaímento nuclear por emissão , Decaímento por emissão -, Decaímento por emissão +, Decaímento por captura de electrões orbitais, Decaímento por emissão espontânea de neutrões, Decaímento por emissão .

A absorção de radiação pela matéria e a dosimetria: Efeito fotoeléctrico, Feito Compton e Efeito da criação de um par. A Absorção da radiação :: coeficiente de absorção, semi-espessura e coeficiente de absorção mássico. Dosimetria: cálculo de fluxos e estimativa de doses de exposição.

Leis de decaímento: Processo cinético, Vida média; Processo estatístico; Equilibro radioactivo; Desequilíbrios radioactivos; Radionuclídeos com ocorrência natural; Unidades de radioactividade; Radioisótopos naturais.

As famílias ou séries radioactivas; As famílias radioactivas naturais: Família do urânio-rádio 238U (4n+2); Série do 235U - (4n+3); Série do 238Th - (4n) ; Outros nuclídeos radioactivos naturais.

O Estudo de impacte no projecto de exploração de minérios radioactivos. Introdução; Considerações sobre a metodologia da abordagem; Uma curta introdução ao problema radiológico. Zona de detrimento individual potencial (ZDIP) e zona de detrimento colectivo potencial (ZDCP).

Um modelo para a avaliação do impacte: As fontes da radiação:( A deposição dos estéreis e implicações ambientais, os efluentes da lavra, a armazenagem de minério. as eiras de lixiviação, os efluentes do tratamento de minérios. Incorporação nos materiais. As poeiras. As propriedades dispersivas das vias de transferência. O meio receptor. Objectivo dum estudo de impacte radiológico

Ciclo Nuclear: da Mina ao Reactor. Combustível nuclear e reactores nucleares. O combustível queimado; Os Resíduos Reprocessados; Manuseamento e Deposição de Resíduos de Alto Nível; Manuseamento e deposição de resíduos de baixo nível

Distinção entre raios x e raios ; Produção de raios X; Propriedades dos raios X; Intensidade e comprimento de onda dos raios X; Justificação da relação de Duane-Hunt
LIMPEZA E REGENERAÇÃO DE SOLOS

(MESTRADO EM ENGª DO AMBIENTE)



FUNDAMENTAÇÃO CIENTÍFICA FUNDAMENTAL: Revisão de noções básicas sobre Química Ambiental: Lei das Fases, Lei de Raoult, Coeficiente de Partilha, Lei de Henry e solubilidade. Estimativas de difusividades de compostos no ar e na água. Coeficientes de partilha: água-octanol, solo-água, carbono orgânico e vapor-líquido. Factor de Bio-concentração e métodos empíricos de estimativa. Compostos orgânicos mais vulgares na contaminação de solos: Nomenclatura e estrutura. Taxonomia fundamentada na volatilidade (voláteis, não voláteis (extraíveis por ácidos, ou por bases/reagentes neutros) e não voláteis.

DESTINO E TRANSPORTE DE CONTAMINANTES NO SUBSOLO: Ciclo Hidrogeológico. Lei de Darcy. Condutividade hidráulica. Fluxo uni e bidimensional originado por um gradiente hidráulico. Fluxo na zona de infiltração.

Mecanismos de transporte dos contaminantes: advecção, dispersão mecânica e difusão. Outros mecanismos de transporte: meio fracturado, heterogeneidade e solventes orgânicos. Equação de Laplace em regime estacionário e em regime não estacionário para um aquífero saturado confinado. Destino de Contaminantes no solo; retardação, Atenuação e Incremento da Mobilidade. Textura do solo. Mecanismos de retardação e sua relação com a textura: Sorção, Permuta Iónica, Precipitação e Filtração. Mecanismos de atenuação: Oxidação-redução de origem química, oxidação-redução de origem biológica, hidrólise e volatilização. Processos de incremento da mobilidade: Dissolução, co-solvatação, ionização, complexação e partilha entre fases imiscíveis.

Equação de transporte de contaminantes no solo com e sem inclusão do destino dos contaminantes.



INTRODUÇÃO À ECOTOXICOLOGIA: Farmacocinética: O destino de compostos tóxicos no organismo: enquadramento geral. Absorção. Mecanismos de absorção; difusão; absorção especializada. Vias de exposição conducentes à absorção (inalação, ingestão e contacto dérmico). Distribuição e Armazenamento. Bio-transformação e eliminação; Cinética e taxonomia dos períodos de exposição.Efeitos tóxicos: Afinidade estrutural. Classificação de efeitos e acções tóxicas. Relações Dose-resposta e Dose-Efeito. Compostos tóxicos e cancerígenos: distinção e conceito de limiar. Conceitos toxicológicos básicos: NOEL, NOAEL, LOEL e LOAEL. Doses de referência e factores de potencia de cancerígena. Bases de dados toxicológicas.

Ecotoxicologia: Ampliação biológica: exemplo – ampliação biológica dos pesticidas na cadeia alimentar de origem aquática. Exemplos de toxicidade em meio aquoso, o cobre nos peixes, os hidrocarbonetos e os pesticidas.

INTRODUÇÃO À ANÁLISE DO RISCO: Legislações sobre concentrações de contaminantes no solo. Fundamentação. Alguns exemplos de destinos de contaminantes no solo. Análise de risco: Avaliação da exposição. Desenvolvimento de cenários de exposição. Estimativa da Toxicidade: critérios de crivagem de contaminantes. Caracterização do Risco em função da exposições média e máxima e risco de fundo. O risco como um conceito probabilístico estimado iterativamente. Estimativa das doses recebidas. Métodos estocásticos de avaliação.

SISTEMAS DE CONFINAMENTO DE LOCAIS CONTAMINADOS: Objectivos; confinamento horizontal e confinamento vertical; sistemas passivos. Barreiras verticais de confinamento, Materiais utilizados e tecnologia da construção: misturas solo-bentonite, cimento-bentonite, paredes de cimento impermeabilizado, paredes estruturais de Diafragma, paredes construídas por vigas vibratórias paredes construídas por sondas rotativas com injecção simultânea, parede impermeabilizadora compósita (incluindo geo-membranas) e cortinas de argamassa. Sistemas activos: bombagem e tratamento. Trincheiras de bio-polímeros de extracção – intersecção.

TECONOLOGIAS QUE RECORREM A EIRAS: TÉCNICAS AGRÁRIAS E EIRAS BIOLÓGICAS

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas: Características dos solos, Compostos e condições climatéricas. Características relevantes dos solos: Densidade da população microbiana, humidade, Temperatura do solo, concentração de nutrientes e textura. Características dos compostos passíveis de eliminação e/ou transformação: Volatilidade, estrutura química, concentração e toxicidade. Condições climatéricas de aplicabilidade: Temperatura, pluviosidade e vento.

Projecto: área necessária, layout, técnica de construção, equipamento de arejamento, gestão da água, controlo da erosão do solo, ajustamento de pH e adição de nutrientes, segurança e controlo das emissões gasosas.

Controlo e Monitorização Operacional: Arejamento, Nutrientes, humidade e coberturas. Monitorização da degradação (CO2, O2, CH4 e H2S) e emissão de compostos voláteis.

Análise crítica da tecnologia e custos previsíveis.

VENTILAÇÃO DO SOLO; Teoria do Arejamento do solo: modelo tri-fásico. Estimativa da difusão de compostos orgânicos voláteis solubilizados no ar: relações de Millington e Quirck e de Dragun. Modelo empírico (Hartley) da estimativa da cinética da ventilação. Movimento do ar no solo. Elaboração de um plano de acção correctiva.

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas: as características relevantes: a permeabilidade do solo e a volatilidade dos contaminantes. Os parâmetros do solo relevantes na adequabilidade da tecnologia: a permeabilidade intrínseca, a estrutura do solo e a sua estratificação, o nível freático e a humidade na zona de infiltração. Os parâmetros dos contaminantes relevantes na adequabilidade da tecnologia: a pressão do vapor, a composição do produto contaminante, o ponto de ebulição e a constante de Henry.

Estudos à escala piloto para determinação de parâmetros de projectação relevantes: utilização de poços experimentais com diferentes velocidades de extracção e níveis de vácuo; medições em função da distância.

Projecto de um Plano de Acção Correctiva utilizando a ventilação do solo; Análise dos parâmetros do projecto: raio de influência, pressão de vácuo, débito de extracção, concentrações inicial e final, tempo de actuação, volume de solos, volume de vazios e tempo de retenção, limites de descarga e monitorização, limites à construção no local.

Controlo e Monitorização Operacional: Variáveis controladas, frequência do controlo e locais de recolha da informação durante o arranque e a longo prazo.

Análise crítica da Tecnologia e custos previsíveis.

BIO-VENTILAÇÃO DO SOLO:

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas: As características relevantes dos solos e as propriedades dos contaminantes. Características do solo: Permeabilidade intrínseca, estrutura dos solo e estratificação, densidade microbiana, pH do solo, humidade, temperatura, concentração de nutrientes, nível freático. Características relevantes de avaliação da volatilidade dos contaminantes: Estrutura química, concentração e toxicidade, pressão de vapor, composição do produto e ponto de ebulição, constante de Henry.

Estudos à escala piloto: Estudos de ventilação do solo e tratabilidade (raio de influência, débito, pressão, concentração de TPH na corrente de ar induzida), estudos de respirometria (capacidade de transporte de oxigénio), análise biológica dos microrganismos presentes e testes de biodegradação.

Projecto: Poços de extracção, furos de injecção, tubagens, tratamento da fase gasosa, bomba de vácuo e ventilador, instrumentação e controlo.

Controlo e Monitorização Operacional: Variáveis controladas, frequência do controlo e locais de recolha da informação durante o arranque e a longo prazo.

Análise crítica da tecnologia e custos previsíveis;

VOLATILIZAÇÃO OU ARRASTAMENTO POR BORBULHAGEM IN SITU

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas. As características relevantes: as propriedades do solo e a volatilidade e partilha entre fases. Propriedades do solo com implicações na aplicabilidade da tecnologia: permeabilidade intrínseca, estrutura do solo e estratificação e concentração do ferro dissolvido na água subterrânea. Parâmetros determinantes da volatilidade e partilha entre fases: Constante de Henry, Composição do produto e ponto de ebulição, pressão de vapor, concentração dos contaminantes e solubilidade.

Estudos à escala piloto: Ventilação do solo ( raio de influência e permeabilidade na zona de infiltração) e Arrastamento por borbulhagem (Sparging) (pressões e profundidades variáveis).

Projecto: Parâmetros relevantes: raio de influência dos furos de injecção de ar, débito e pressão de injecção, concentrações iniciais e finais, tempo de reabilitação, volume de solo tratado, volume de vazios e tempo de retenção, limites de descarga, fornecimento de nutrientes, limitações à construção no local.

Controlo e Monitorização Operacional;

Análise crítica da tecnologia e custos previsíveis;

BIO-VOLATILIZAÇÃO OU BIO-ARRASTAMENTO POR BORBULHAGEM IN SITU

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas: As características relevantes: as propriedades do solo e as propriedades dos contaminantes. Propriedades do solo com implicações na aplicabilidade da tecnologia: permeabilidade intrínseca, estrutura do solo e estratificação, temperatura, pH, densidade da população microbiana, concentração de nutrientes e concentração em ferro. Parâmetros relevantes dos contaminantes: Estrutura química, Concentração e toxicidade, pressão de vapor, composição do produto e ponto de ebulição, Constante de Henry.

Estudos à escala piloto: identificação e contagem microbiana, testes laboratoriais de bio-degradação, Estudos de ventilação do solo e tratabilidade ( raio de influência, velocidade de borbulhagem, concentração em TPH, CO2, gradiente hidráulico, oxigénio e dióxido de carbono dissolvidos)

Análise crítica da tecnologia e custos previsíveis;

BIO-REABILITAÇÃO IN SITU: Um pouco sobre a história da tecnologia. O modelo tri-fásico de repartição do contaminante. Variantes de bio-reabilitação. Descrição do processo. Teoria da bio-degradação: sistemas portadores de oxigénio. Estimativa da duração da operação segundo o sistema portador utilizado. Análise evolutiva estratégica da aptidão da bio-reabilitação: no local, estudos laboratoriais e verificação de que o potencial de degradação pode ser realizado. Técnicas de verificação experimental da ocorrência da biodegradação. Alternativas não convencionais: Bio-reabilitação anóxica, anaeróbia e cometabólica.

Avaliação preliminar da aptidão tecnológica: Condutividade, biodegradabilidade e localização da contaminação.

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas: características relevantes do solo: condutividade hidráulica, estrutura do solo, concentrações em minerais da água subterrânea, temperatura, presença de microrganismos, sistema portador de oxigénio (aceitador terminal de electrões) e concentração de nutrientes. Características dos contaminantes: Estrutura química, concentração e toxicidade e solubilidade,

Testes à escala laboratorial: resposta da população microbiana, biodegradabilidade, cinética, oxigénio e nutrientes requeridos,, interacções entre compostos e aquífero e níveis de reabilitação alcançáveis.

Testes à escala piloto: Testes de bombagem, de recarga do aquífero, resposta à injecção de sistemas portadores de oxigénio e de operabilidade a longo prazo.

Simulação por modelagem: o software disponível. Parâmetros a estudar por simulação: débitos, direcções de escoamento, número, localização e configuração de poços de extracção e injecção, destino e transporte de contaminantes.

Projecto: Os parâmetros relevantes: Volume e área, concentrações iniciais e finais, injecção de oxigénio e nutrientes, layout dos furos de injecção e extracção, área de influência, débitos de injecção e extracção, sistema portador de oxigénio, selecção de nutrientes, bio-amplificação, tratamento da água subterrânea extraída, tempo de reabilitação, razão injecção /extracção e sistema de recuperação de produtos livres.

Controlo e Monitorização Operacional.

Análise crítica da tecnologia e custos previsíveis;

EXTRACÇÃO EM FASE DUPLA; Concepção e Fundamentação tecnológica.

Avaliação Preliminar da Aplicabilidade Tecnológica (Permeabilidade e Volatilidade).

Avaliação da aptidão da tecnologia a contaminações específicas. Características do Local Contaminado: permeabilidade intrínseca, estrutura do solo e estratificação, humidade na zona de infiltração e nível freático. Propriedades Químicas dos Contaminantes: Volatilidade efectiva, capacidade de sorção.

Testes à escala piloto: Testes de ventilação e bombagem.

Projecto: Estudos dos principais parâmetros relevantes: raio de influência, nível de vácuo, débitos de extracção das fases gasosa e líquida, concentrações iniciais e finais, tempo de reabilitação, volume, tempo de residência e efluentes. Equipamento utilizável. O pré-tratamento, o tratamento da fase gasosa, a bomba de vácuo e a impermeabilização.

Análise crítica comparativa das variantes tecnológicas denominadas sistemas de bombagem simples e sistemas de bombagem dupla.

DESSORÇÃO TÉRMICA A BAIXA TEMPERATURA: Concepção e Fundamentação tecnológica; Variantes: co-corrente e contra-corrente.

Avaliação da aptidão das tecnologias a contaminações específicas. Características relevantes dos solos: Plasticidade, curva de distribuição granulométrica, humidade, capacidade calorífica, concentração em húmus, concentração em metais pesados e densidade do solo. Características relevantes dos contaminantes: Concentração, ponto de ebulição, pressão de vapor, coeficiente de partilha octanol/água, solubilidade, estabilidade térmica e precursores da formação de dioxinas.

Equipamento: secadores rotativos, de parafuso, de correia transportadora. Tratamento de Gases.

Determinação da praticabilidade da tecnologia: extensão horizontal e vertical da contaminação.

Eficiência em função dos produtos contaminantes;

Análise crítica da tecnologia e custos previsíveis;

ELECTROCINÉTICA: Generalidades sobre a contaminação de solos por metais pesados. Mecanismos de transporte de contaminantes e de fluidos em poros sob a acção de uma corrente eléctrica (electro-migração, electro-osmose, electroforese e electrólise). Estudos a efectuar. Caracterização dos solos aos quais a tecnologia é aplicável. Electrocinética com remoção e sem remoção (vedação electrocinética). Combinação entre electrocinética e ventilação. Electro-acústica. Limitações à aplicação da tecnologia.



FITO-REABILITAÇÃO: Princípios Gerais e caracterização da tecnologia. Variantes: Fito-Extracção, Fito-estabilização e Rizo-Filtração. Cinética e rendimento. Limitações à aplicação da tecnologia.

LAVAGEM DE SOLOS: Aplicabilidade. Diagrama Genérico. Análise das operações unitárias envolvidas no diagrama genérico: Pré-tratamento, separação, tratamento de grossos, tratamento de finos, tratamento de efluentes e gestão de resíduos. Alguns exemplos de variantes tecnológicas: Processo Haubauer (Alemanha), Instalações móveis EPA (E.U.A.), processo Waste-Tech Services e processo Heijmans Milieutechnieck (Dinamarca).

LAVAGEM DE SOLOS IN SITU: Descrição e tipos de solos aos quais a tecnologia é aplicável. Tipos de reacções envolvidas; Aceleração dos mecanismos de transporte. Utilização de co-solventes. Tipos de contaminantes aos quais a tecnologia é aplicável. Limitações na utilização.
COMPLEMENTOS DE MATEMÁTICA

(MESTRADO EM ENGª DO AMBIENTE)




Parte 1 - INTRODUÇÃO ÀS EQUAÇÕES ÀS DERIVADAS PARCIAIS




  1. INTRODUÇÃO

2. BREVE INTRODUÇÃO À TEORIA DAS EDP

2.1. UMA BREVE INTRODUÇÃO ÀS EQUAÇÕES ELÍPTICAS, PARABÓLICAS E HIPERBÓLICAS

2.2. EQUAÇÕES COM n VARIÁVEIS INDEPENDENTES

2.3. CLASSIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE 1ª ORDEM

2.4. PROBLEMAS COM EDP BEM FORMULADOS

2.5 EXEMPLOS

2.5.1 EQUAÇÃO ELÍPTICA

2.5.2 EQUAÇÃO PARABÓLICA

2.5.2 EQUAÇÃO HIPERBÓLICA

Parte 2 - MODELAGEM DE SISTEMAS DE PARÂMETROS DISTRIBUÍDOS






1. PROCESSO, SISTEMA, MODELO, SIMULAÇÃO

2. CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS

3. LEIS FUNDAMENTAIS

3.1. EQUAÇÃO DE CONTINUIDADE

3.1.1 EQUAÇÃO DA CONTINUIDADE TOTAL (BALANÇO MÁSSICO)

3.1.2 EQUAÇÃO DA CONTINUIDADE DOS COMPONENTES (BALANÇO DOS COMPONENTES)

3.2.EQUAÇÃO DA ENERGIA

3.2.1 – SISTEMA MACROSCÓPICO

3.2.2. SISTEMA MICROSCÓPICO



3.3. EQUAÇÕES DE MOVIMENTO - CONSERVAÇÃO DO MOMENTO

3.3.1. EXEMPLO DE SISTEMA MACROSCÓPICO

3.3.1. EXEMPLO DE SISTEMA MICROSCÓPICO

4. MODELOS DE ALGUNS SISTEMAS DE PARÂMETROS DISTRIBUÍDOS

4.1 O PERMUTADOR DE CALOR DE TUBO DUPLO

4.2 O REACTOR TUBULAR NÃO ISOTÉRMICO

4.3 REACTOR TUBULAR COM REACÇÃO QUÍMICA E DIFUSÃO

4.4 SISTEMA COM DISCRIMINAÇÃO LONGITUDINAL – ARREFECIMENTO DE UM FLUIDO NUMA TUBARIA DE SECÇÃO CIRCULAR



4.5 TRANSPORTE LAMINAR, CONDUTIVO E CONVECTIVO, DE UM FLUÍDO NUMA TUBARIA

5. MODELOS DE BALANÇO POPULACIONAL

Parte 3 – RESOLUÇÃO DE EDP DE 2ª ORDEM UTILIZANDO O MATLAB




1. BREVE REVISÃO SOBRE OPERADORES DIFERENCIAIS


2. EQUAÇÕES SUSCEPTÍVEIS DE RESOLUÇÃO COM O MATLAB

3. EQUAÇÕES ELÍPTICAS

3.1. SIGNIFICADO INTUITIVO DE ALGUMAS LEIS DA FÍSICA

3.2. SISTEMAS DE COORDENADAS CARTESIANS, CILÍNDRICAS E ESFÉRICAS

3.3. PROBLEMA DE POISSON COM CONDIÇÕES FRONTEIRA DE DIRICHELET

3.4 EQUAÇÃO ELÍPTICA NÃO LINEAR


4. EQUAÇÕES PARABÓLICAS E A EQUAÇÃO DE ADVECÇÃO-DIFUSÃO

4.1 INTRODUÇÃO GENÉRICA


4.2. PROBLEMA 1

4.3. PROBLEMA 2

5. EQUAÇÕES HIPERBÓLICAS

5.1 INTRODUÇÃO GENÉRICA

5,2. EQUAÇÕES HIPERBÓLICAS BIDIMENSIONAIS UTILIZANDO O MATLAB

6. PROBLEMAS DE VALORES PRÓPRIOS

7. SISTEMAS DE EQUAÇÕES ÀS DERIVADAS PARCIAIS

PARTE 4 - RESOLUÇÃO ANALÍTICA DE EDP DE 1º ORDEM UTILIZANDO TRANSFORMADAS INTEGRAIS


4.1. TRANSFORMADAS DE LAPLACE DE DERIVADAS PARCIAIS

4.2. CONDUÇÃO DE CALOR NUM MEIO SEMI-INFINITO

4.2.1. RESPOSTA AO DEGRAU

4.2.2. RESPOSTA FREQUENCIAL

4.3. RESPOSTA DINÂMICA DE UM REACTOR TUBULAR

4.3.1. RESPOSTA IMPULSIONAL

4.3.2. RESPOSTA INDICIAL

4.3.3. RESPOSTA FREQUENCIAL



4.4. O TEMPO MORTO COMO SISTEMA DE PARÂMETROS DISTRIBUÍDOS

4.5. O PERMUTADOR DE CALOR
Parte 5 - RESOLUÇÃO DE EDP UTILIZANDO MÉTODOS NUMÉRICOS – DIFERENÇAS FINITAS
5.1. DISCRETIZAÇÃO DAS EQUAÇÕES ÀS DERIVADAS PARCIAIS

ANEXO: A FUNÇÃO ERRO

MODELOS DE DISPERSÃO AMBIENTAL

MÓDULO DA DISCIPLINA “MODELAÇÃO APLICADA”
CAPÍTULO I

COMPARTIMENTOS AMBIENTAIS





  1. ATMOSFERA

1.1 AR

1.2 AEROSÓIS



    1. PROCESSOS DE DEPOSIÇÃO

2. HIDROSFERA (ÁGUA)

2.1.ÁGUA


2.2. PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO

2.3. PEIXES E BIOTA AQUATICA

2.4. PROCESSOS DE DEPOSIÇÃO

3. SEDIMENTOS DO FUNDO

3.1. SEDIMENTOS SÓLIDOS

3.2. DEPOSIÇÃO, RE-SUSPENSÃO E ATERRO


3.3. DIFUSÃO A PARTIR DOS SEDIMENTOS


4. SOLO

4.1. A NATUREZA DO SOLO

4.2. BIOTA TERRESTRE OU PLANTAS




CAPÍTULO 2

CONTAMINANTES NA ÁGUA SUPERFICIAL




2.1. MODELO HIDRODINÂMICO DE RIOS


2.2. ESTADO ESTACIONÁRIO

2.2.1. CONCENTRAÇÃO INICIAL E EQUAÇÃO DE TRANSPORTE

2.2.2. PARTILHA

2.2.3. DEGRADAÇÃO


2.2.4. VOLATILIZAÇÃO


2.2.5. SEDIMENTAÇÃO

2.2.6. EQUAÇÃO DO MODELO

2.3. BIOCONCENTRAÇÃO NOS PEIXES

2.4. CONCENTRAÇÃO DE EQUILÍBRIO NOS SEDIMENTOS

2.5. APROXIMAÇÃO BI-DIMENSIONAL

2.5.1. COMPRIMENTO DA DISTÂNCIA DE MISTURA

2.5.2. EXEMPLO: DISTÂNCIA DE MISTURA A 95%

2.5.3. DISPERSÃO LONGITUDINAL

2.5.4. DISPERSÃO TRANSVERSAL

CAPÍTULO 3

MODELOS DE TRANSPORTE ATMOSFÉRICO
3.1 INTRODUÇÃO

3.2. DESCONTINUIDADES NA ESTABILIDADE ATMOSFÉRICA

3.3. MODELOS DE PLUMA PARA FONTES PONTUAIS

3.4. EQUAÇÃO DA DIFUSÃO

3.5. PARTILHA GÁS-PARTÍCULAS

3.6. DEPOSIÇÃO SECA

3.7. DEPOSIÇÃO HÚMIDA

3.8. FOTÓLISE

3.9. DEPOSIÇÃO TOTAL NO SOLO

3.10. DOSE POTENCIAL DE INALAÇÃO


CAPÍTULO IV

MODELAGEM DE SISTEMAS AQUÁTICOS
1. INTRODUÇÃO

2. QUALIDADE DA ÁGUA EM RIOS E EM LAGOS

2.1. INTRODUÇÃO

2.2 PARÂMETROS DA QUALIDADE ORGÂNICA DA ÁGUA

2.3. OXIGÉNIO DISSOLVIDO E CARÊNCIA BIOQUÍMICA EM OXIGÉNIO EM CURSOS DE ÁGUA

2.4. OXIGENAÇÃO DAS CAMADAS SUPERFICIAIS DOS CURSOS DE ÁGUA

2.5. REDUÇÃO DA CBO POR SEDIMENTAÇÃO

2.6. FOTO-SÍNTESE E RESPIRAÇÃO

2.7. DIFUSÃO DE OXIGÉNIO NA ZONA BÊNTICA

3. MODELO MODIFICADO DE STREETER-PHELPS

4. PROCESSOS DE TRANSPORTE EM CURSOS DE ÁGUA

5. MODELOS DE TRANSFERÊNCIA DE OXIGÉNIO ATRAVÉS DA INTERFASE

6. QUALIDADE DA ÁGUA EM LAGOS E RESERVATÓRIOS

7. BALANÇO DE FÓSFORO NUM LAGO

CAPÍTULO V



MODELAGEM DO TRANSPORTE E DESTINO NO SOLO

  1. INTRODUÇÃO

  2. ADVECÇÃO

  3. DISPERSÃO E DIFUSÃO

  4. PARTILHA

  5. DENSIDADE A GRANEL DO SOLO

  6. PESO HÚMIDO – PESO SECO

  7. EQUAÇÃO DE ADVECÇÃO-DIFUSÃO PARA TRANSPORTE NO SOLO

  8. SOLUÇÕES PARA A EQUAÇÃO DE ADVECÇÃO-DISPERSÁO- TRANSFORMAÇÃO

8.1. PERTURBAÇÃO IMPULSIONAL

8.2. INJECÇÃO CONTÍNUA



  1. SOLUÇÃO ANALÍTICA PARA A VOLATILIZAÇÃO A PARTIR DO SOLO

ESQUISSO DO CURSO E WORKSHOP EM

TRATAMENTO DE SOLOS E ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

OCORRIDO NOS DEPARTAMENTOS DE ENG. GEOLÓGICA E DE ÁGUA SUBTERRÂNEA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS, DA UNIVERSIDADE COMENIUS EM BRATISLAVA, DO QUAL FUI ORGANIZADOR


General Introduction Regarding Investigations of Contaminated Soil and Priority Setting of High Risk Contaminants

Site-Specific Investigations of Contaminated Sites with Special Emphasis on the Applied Investigation Methodology ad Remediation Methods Related to the Valid Legislation

General Introduction Regarding the Principles for Risk Assessment of Contaminated Soil

Site-Specific Environmental Risk Assessment of Biological Cleaned Soil

Chemical and Ecological Characterisation of Leachate from a Danish Dumpsite. Priority Setting for Remediation Activities

A New Approach to the Risk Assessment in the Soils. Thresholds and Analytical Methods of Risky Substances. Determination in Slovakia.

Human Risk Assessment of Chemical Contaminants

An Overview on Soil Remediation

Application of Venting Technology - Actual Site Experience.

Contaminated Groundwater Clearing Technology

Fixed Film Biological Processes for Contaminated Groundwater Treatment.

Site-Specific Cleaning of Groundwater and Soils in Slovakia.

Leachate Apportionment and Leachate Treatment in Sanitary Landfillings

Disposal of Gudrons in Abandoned Quarry “Srdce”

Design and Liner Materials for Sanitary Landfillings


Programa Internacional Master:

Aprovechamiento Sostenible de los Recursos Minerales

CONTENIDOS DE LOS CURSOS

MÓDULO II: “ANÁLISIS Y GESTIÓN AMBIENTAL EN LA PUESTA

EN VALOR DE LOS RECURSOS MINERALES”

Estudios de Impacto Ambiental y Planes de Restauración en la Industria Minera.

Clave: A-1

Duración: 100 h (60 T + 40 P/C).

Prof. Responsable: Antonio Manuel Antunes Fiúza.

Equipo Docente: Antonio Manuel Antunes Fiúza / Jose Antonio Espí Rodríguez.

Universidades: FEUP / UPM.


1. INTERACCIÓN DE LA MINERÍA CON SU ENTORNO NATURAL Y SOCIAL.

Minería, Ambiente e Desarrollo Sostenido

Definiciones y características de las actividades mineras: su caracterización e importancia economica relativa

Afecciones de la minería al medio natural

Componente social de la minería; Tendencias e Actores

2. LEGISLACIÓN Y ELABORACIÓN DE PLANES AMBIENTALES DE RESTAURACIÓN. NORMATIVAS DE APLICACIÓN OBLIGATORIA.

Antecedentes legislativos

Normativas nacionales comparadas

Disposiciones locales y particulares

Legislaciones normativas versus legislaciones baseadas prescriptivas

3. ESTRUCTURA DE LOS ESTUDIOS DE IMPACTO AMBIENTAL (EIA).

Estructura formal de un nuevo proyecto Minero e incorporación do impacte ambiental

Identificación de impactos

Herramientas de ayuda en la elaboración de un EIA

Sistemas de valoración de los impactos

4. REALIZACIÓN PRÁCTICA DE EIA.

Principios genéricos

Metodología, identificación de impactes

Matrices, sobreposiciones, redes

Previsión do impacte; Participación del publico

5. ESTUDO DE IMPACTE AMBIENTAL EM PROYECTOS MINEROS

Metodología proposta pelas Naciones Unidas - Documento Berlin 2002

6. Algunos Modelos cuantitativos de previsión do Impacte Ambiental

Modelos de Dispersión ambiental: Impacte Atmosférico, cursos de agua, lagos e reservatorios, suelos y cadena alimentar

7. INGENIERÍA DE LA RESTAURACIÓN.

Previsión da Drenaje Minera Ácida

Métodos pasivos de tratamiento da drenaje minera ácida

Métodos activos de tratamiento da drenaje minera ácida

Campos de desarrollo en la industria mineral

Previsión de Inversiones y Custos

8. DISEÑO Y CÁLCULO ECONÓMICO DE LA RESTAURACIÓN Y

SEGUIMIENTO DE LAS OBRAS REALIZADAS.

Alcance de un presupuesto de restauración

Unidades de obra más comunes

Elaboración del estudio económico

Certificaciones de Calidad Ambiental.

Clave:A-4

Duración: 50 h (40 T + 10 P).

Prof. Responsable: Joao Manuel Abreu dos Santos Baptista.

Equipo Docente: Joao Manuel Abreu dos Santos Baptista, Antonio Manuel Antunes Fiúza.

Universidades: FEUP.

1. Consideraciones sobre la calidad ambiental: análisis conceptual y relaciones entre categorías ambientales.

2. Técnicas de evaluación y minimización del impacto ambiental producto de las operaciones mineras, de la

construcción de escombreras y del almacenamiento de residuos.

3. Estructura y elaboración de procedimientos de calidad. Procedimientos de la norma iso 14000 y su aplicación a la industria minera.

4. Análisis de riesgos medioambientales. Técnicas de prevención de accidentes en estructuras de almacenamiento de residuos mineros

5. Buenas prácticas de empresa y códigos de buena conducta ambiental.



IMPACTE AMBIENTAL MINEIRO

(MASTER IN MINING AND GEO-RESOURCES ENGINEERING)

Indústria Mineira e Desenvolvimento sustentável: Definição de Brundtland, Conferência do Rio, Agenda XXI, factor ‘X’, Política Comunitária. Iniciativa Mineira Global. Indústria Mineira e Ambiente.

Produção e Venda de Minerais. Ciclo Mineral. Produção e preço de venda. Dispêndios em prospecção. Análise de alguns casos: cobre, alumínio e ferro. Emprego. Economias dependentes do sector extractivo. Preços em termos reais.

Legislação Mineira e Ambiental; Convenções Internacionais; Legislação Prescritiva vs. Não-Prescritiva; Normas e Critérios; Objectivos de Comportamento Ambiental; Principais Leis Nacionais e Comunitárias:

O Projecto Mineiro: especificidades e fases de evolução.

Introdução à avaliação de Impacte Ambiental: objectivos, funções, princípios e metodologias. Decisão. Métodos de identificação de impactes. Diagramas e modelos. Consideração de alternativas e envolvimento público.

Avaliação de Impacte ambiental na indústria mineira: identificação, metodologia, concepção do projecto, gestão de resíduos, levantamento do estado de referência, aspectos socioeconómicos, saúde ocupacional e segurança e envolvimento público. Avaliação do impacte, mitigação e monitorização. Abandono e controlo institucional.

ARMAZENAMENTO DE RESÍDUOS MINEIROS: Tipos de Resíduos Gerados na Indústria Extractiva – Sua Caracterização Genérica; Deposição em vales; Barragens em anel; Escombreiras; Métodos de deposição de resíduos; Métodos de auto-construção: para montante (upstream), para jusante (downstream), construção central; Barragens de retenção. Remoção de Águas. Acidentes típicos em barragens de estéreis.

Métodos de construção: upstream, downstream, construção central, barragem de retenção. Remoção das águas. Acidentes típicos em barragens de estéreis; Análise de estabilidade da barragens; Armazenamento de Resíduos de Minérios Sulfurados; Deposição Submarina; Co-Deposição; Deposição Terrestre sub-aquática; Deposição em Cortas; Deposição em Pasta; Outros Elementos habituais de risco – O arsénio.

Análise de alguns acidentes em estruturas de armazenamento de resíduos: Aznalcóllar, Stava e Baia Mare. Previsão da Drenagem Ácida Mineira. Factores de Geração. Testes Estáticos e testes cinéticos. Introdução ao tratamento passivo de drenados ácidos mineiros.

Sistemas Passivos de Tratamento de Drenados Mineiros: Poços de Desvio; Drenos Calcários Anóxicos (DCA); Lagoas Calcárias; Tratamento com calcário Granulado; Bio-reabilitação; Sistemas Produtores de Alcalinidade; Reactores de Fluxo Vertical (RFV)



Sistemas Activos de Tratamento da Drenagem Ácida; Introdução; Arejamento e Oxidação; Reagentes mais utilizados no tratamento de efluentes mineiros ; Reagentes de Neutralização. Floculantes e Coagulantes; Oxidantes; Tempo de Residência nas Bacias e Geração de Flocos;

DESACTIVAÇÃO, REABILITAÇÃO e ABANDONO: Operações subterrâneas; Céus abertos e pedreiras; Escombreiras; Solos e material de cobertura; Barragens de resíduos; Desactivação e demolição de edifícios e infra-estruturas; Maquinaria e Equipamento; Solos Contaminados; Gestão e tratamento das águas; Cobertura dos Resíduos; Estabilização dos taludes; Cobertura dos resíduos.
1   2   3   4   5   6   7   8   9


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal