Cultura Indígena



Baixar 17,36 Kb.
Encontro02.09.2018
Tamanho17,36 Kb.
Cultura Indígena - Resumo

- povos indígenas no Brasil incluem um grande número de diferentes grupos étnicos, no total 305 etnias que habitam ou habitaram o território brasileiro. Durante o processo da colonização a partir de 1500, as populações indígenas foram escravizadas, reduzindo expressivamente sua população.

- a população indígena brasileira variava entre três e cinco milhões de habitantes. Diante dessa variedade os índios foram classificados segundo as línguas distintas, que são: Tupi, Macro-jê, Aruak e Karib.

- Tupi: os grupos indígenas de língua tupi eram as tribos tamoio, guarani, tupiniquim, tabajara etc. Parte litorânea brasileira. Primeiros índios a terem contato com os portugueses.

- Macro-jê: tribos timbira, aimoré, goitacaz, carijó, carajá, bororó e botocudo. Vieram a ter contato com os brancos no século XVII, quando os colonizadores adentraram no interior do país.

- Karib: tribos atroari e vaimiri. Eram do Amapá e Roraima (baixo amazonas). Eram muito agressivos e antropofágicos. O contato ocorreu no século XVII (missões religiosas).

- Aruak: tribos aruã, pareci, cunibó, guaná e terena. Regiões da Amazônia. A principal atividade era o artesanato cerâmico.

- Tribos atuais: Tupi-guarani (Camaiurás – Mato Grosso, Suruís – Para); Karib (kuikuro – Mato Grosso, Ikpeng - Mato Grosso); Aruak (Yawalapiti – Mato Grosso, Enáuenês-nauês – Mato Grosso); Jê (Caiapós – Mato Grosso, Xavantes - Mato Grosso); Yanomami (Yanomamis – Amazonas); Português (Pataxós – Bahia, Pankararus – Pernanbuco); Ticuna (Ticunas – Amazonas).

- Na Idade Média, a palavra "índio" era empregada para designar todas as pessoas do Extremo Oriente. Uma invenção europeia. C. Colombo descobriu a América em 1492.

- habitação coletiva, com as casas dispostas em relação a um espaço cerimonial. Em cada habitação morava de setenta a oitenta casais. Existiam famílias poligâmicas também.

- tem a vida cerimonial como base da cultura de cada grupo, com as festas que reúnem pessoas de outras aldeias, os ritos de passagem dos adolescentes de ambos os sexos, os rituais de cura e outros. Hoje o principal ritual indígena é o Kuarup (festa de reverência aos mortos).

- produção de bebidas fermentadas a partir de tubérculos, raízes, folhas, sementes e frutos como o abatiui (milho), beeutingui (farinha de mandioca), cachiri (mandioca, batata doce ou inhame), cacimacaxera (mandioca), caiçuma (mandioca e frutos).



- a arte como parte da vida diária, encontrada na cerâmica (potes e esculturas), nas redes, esteiras e cestos, nos bancos para homens e mulheres, e na pintura corporal, canoas, instrumentos musicais etc.

- a educação das crianças era compartilhada por todos os habitantes da aldeia. Se fosse menino, o pai lhe ensinava a manejar o arco e a flecha, a construir balaios e etc. Quando menina, a mãe ensinava a fiar algodão, tecer redes e fabricar ornamentos.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal