Concordância Nominal Termos relacionados ao nome: substantivos, adjetivos e advérbios Adjunto Adnominal



Baixar 83,61 Kb.
Encontro23.03.2018
Tamanho83,61 Kb.
Concordância Nominal

Termos relacionados ao nome: substantivos, adjetivos e advérbios



Adjunto Adnominal

É um termo que se associa a um nome para especificar o sentido desse nome, atribuindo-lhe uma característica.



Aqueles pacientes jardineiros cultivam belas flores do Oriente.
núcleo

nome


núcleo

nome


Adjunto

Adnominal



Adjunto

Adnominal




Características...

  1. Os AA podem se associar a qualquer nome que seja núcleo de um termo (sujeito, objeto, adjunto adverbial, agente da passiva...)

Os dois lados da avenida foram tomados por uma multidão ruidosa

SUJEITO AGENTE DA PASIVA

  1. Entre um AA e o nome a que ele se refere não se interpõem nenhum outro termo, com exceção de outros AA

A garotinha tímida aceitou nosso presente

A garotinha aceitou tímida, nosso presente

Termo anteposto

  1. Podem ser: adjetivos, locuções adjetivas, artigos, pronomes adjetivos e numerais adjetivos

  2. Estão relacionados ao seu nome diretamente, sem qualquer participação do verbo. Isso é facilmente notável quando substituímos esse nome por um pronome: todos os adjuntos adnominais que estão ao redor dele tem de acompanhá-lo nesta substituição.

O notável poeta português deixou uma obra originalíssima

Ele deixou uma obra originalíssima

O notável poeta português a deixou

Predicativo

É o termo que por meio de um verbo se relaciona ao sujeito ou ao objeto (somente a esses, diferente do adjunto adnominal que pode se referir a qualquer termo) atribuindo-lhe uma qualidade, uma característica ou um estado.



Predicativo do Sujeito

O predicativo do sujeito relaciona-se a esse por meio de um verbo de ligação, que pode estar explícito ou oculto na estrutura da oração

Verbos de Ligação nada informa à respeito do sujeito  ser, viver, estar, permanecer, parecer, continuar, ficar, virar

O planeta terra é uma imensa nave espacial

Permaneciam calmos todos os participantes

Alguns competidores terminaram a corrida (estavam) exaustos

Predicativo do Objeto

Os médicos consideraram (VTD) inevitável a cirurgia (OD)

Para facilitar a identificação do predicativo do objeto, pode-se desdobrar a oração acrescentando-lhe um verbo de ligação.



Os médicos consideraram a cirurgia (OD) como sendo inevitável

Por ser um termo que se liga ao objeto ou ao sujeito por meio de um verbo, ao substituir o núcleo do objeto por um pronome, o predicativo permanecerá na oração, uma vez que é um termo que se refere ao objeto, mas não faz parte dele.



Sua atitude deixou (VTD) os amigos (OD) perplexos

Sua atitude os deixou perplexos

Distinção entre Adjunto Adnominal e Predicativo

Predicativoexprime característica nova, circunstancial, atribuída ao nome

Adjunto Adnominalexprime característica fixa, constante, já conhecida do nome

A garotinha tímida (ela é assim) aceitou nosso presente

A garotinha aceitou, tímida (ela ficou assim naquela hora) aceitou nosso presente



Regra Geral da Concordância Nominal

As palavras variáveis que se referem ao substantivo devem concordar com ele em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural)

Concordância do adjetivo com vários substantivos depende:


  • Posição do adjetivo

  • Os gêneros dos adjetivos caracterizados

  • A função sintática do adjetivo – Adjunto Adnominal ou Predicativo

Adjetivo após a série de substantivos

  1. Substantivos de mesmo gênero + AA

    1. O adjetivo acompanha o gênero comum a todos eles e vai para o plural

    2. O adjetivo concorda só com o último termo da série

    3. O país viveu uma crise e uma mudança inesperada/inesperadas

    4. A rodovia oferece guincho e socorro mecânico gratuito/gratuitos

  2. Substantivos de gêneros diferentes + AA

    1. O adjetivo vai para o masculino do plural concordando com todos

    2. O adjetivo concordará só com o último termo da série

    3. Visitaremos um lugarejo e uma cidade exóticos/exótica

    4. Visitaremos uma cidade e um lugarejo exóticos/exótico

  3. Substantivos de mesmo gênero + Predicativo

    1. O adjetivo assume o gênero do conjunto e sempre flexiona no plural

    2. Devido à estiagem, a represa e a mata continuavam (VL) secas

    3. O médico considerou (VL) o goleiro, o lateral e o atacante aptos para o jogo

  4. Substantivos de gêneros diferentes + Predicativo

    1. O adjetivo vai para o masculino plural, concordando com todos

    2. Na primavera, a acácia, o ipê e a quaresmeira ficam (VL) muito bonitos

    3. A comissão declarou o rapaz e a moça aprovados

Adjetivos antes da série de substantivos

  1. AA + substantivos

    1. Sempre concorda com o primeiro da série

    2. No velho porão, ouviam-se estranhos ruídos e vozes

    3. No velho porão, ouviam-se estranhas vozes e ruídos

    4. Aquela velhinha tem ótima memória e senso de humor

  2. Predicativo + substantivos

    1. Vai para o plural (masculino prevalece)

    2. O adjetivo concordará só com o primeiro substantivo

    3. À noite ficavam vazios a capela, o pátio e a praça

    4. À noite ficava vazia a capela, o pátio e a praça.

    5. Lembrando que o VL concorda com o predicativo

Atribuição de Características

Em todas essas concordâncias, a característica expressa pelo adjetivo é atribuída a TODOS substantivos da série, mesmo que só concorde com o último ou o primeiro. Isso é, se o sentido lógico da frase não impuser restrições.



Casos Especiais

  • Anexo e incluso: exercem papel de adjetivo, por isso concordam com a palavra a que se referem.

    • Ele enviará anexos ao contrato os recibos

    • OBS: a locução em anexo é invariável

  • Obrigado: valor de adjetivo, flexiona em feminino quando é falado por mulher, em masculino quando é falado por homem

  • Mesmo e Bastante: como pronome concordam com o substantivo, como advérbio são invariáveis

    • Mesmo = realmente  advérbio  invariável

    • As crianças mesmas cantaram

    • Bastante = muito  advérbio  invariável

    • Bastante = muitos  pronome  variável

    • Há bastantes livros aqui

  • Caro e Barato: como advérbio são invariáveis, como adjetivos concordam com o substantivo

    • Os turistas pagaram caro (ADV)

    • Ela só usa jóias caras (ADJ)

  • Só: como advérbio é invariável, como adjetivo é variável  se sentem sós

  • Meio: quando numeral (= metade) concorda com a palavra a que se refere: meia dúzia, meio dia e meia hora

    • Quando advérbio (= um pouco) é invariável

  • É bom, é preciso , é necessário + substantivos

    • Se o substantivo que faz parte dessas expressões está acompanhado de palavra determinante (artigo ou pronome) o adjetivo concorda com o substantivo

    • Se o substantivo apresenta-se sem palavra determinante, o adjetivo é invariável

    • É proibido entrada

    • É proibida a entrada

-

Concordância Verbal

Regra Geral

Verbo concorda com o núcleo do sujeito simples em pessoa (1ª pessoa  eu falo; 2ª pessoa  com que eu falo; 3ª pessoa  sobre quem eu falo) e em número (singular  eu, tu, ele; plural  nós, vós, eles)



Nós (2ª pessoa do plural) resolveremos (2ª pessoa do plural) os problemas

Casos especiais:

  1. Verbo + pronome se

    • Partícula apassivadora – é possível passar do passivo analítico para o passivo sintético (sempre VTD)

      1. O verbo concorda com o sujeito que está explícito na oração

      2. Moto nova é vendida

      3. Vende-se moto nova

      4. Vendem-se motos novas

    • Índice de indeterminação do sujeito (formas verbais co VTI, onde há preposição antes do objeto, e por isso ele não pode ser sujeito)

      1. O verbo fica sempre na 3ª pessoa do singular

      2. Necessita-se de aluno

      3. Necessita-se de alunos

  2. Pronomes de tratamento com a forma Vossa

    • Sempre na 3ª pessoa, nunca na 2ª

    • Vossa Excelência sempre será lembrado por...

  3. Expressões Partitivas (não o todo, mas parte) + palavra no plural

    • Parte de, grande parte de, a maior parte de, a maioria de, uma porção de, grande número de  + palavra no plural

    • Tanto singular quanto plural

    • A maioria dos alunos anda/andam de uniforme

    • Os coletivos também se aplicam à essa regra: Uma nuvem de gafanhotos devorou/devoraram a plantação

  4. Porcentagens

    • Quando seguida de uma palavra (plural/singular) pode concordar com o número da porcentagem ou com a palavra

    • Quando não é seguida de outra palavra concorda com o número da porcentagem

  5. Expressões numéricas aproximativas

    • Mais de, menos de, perto de, cerca de + numeral

    • Concorda com o numeral

    • Mais de mil trabalhadores trabalharam na construção

    • Mais de um cliente se irritou com a demora

    • Quando “mais de um” exprime reciprocidade o verbo concorda no plural: Mais de uma pessoa se acusaram de injustiça

  6. Pronomes relativos que e quem

    • Pronome que concorda com o antecedente do pronome relativo

    • Atualmente somos nós que cuidamos da biblioteca

    • Foram inúmeros os fatores que influenciaram sua decisão

    • Pronome quem concorda com o antecedente do pronome ou fica na 3ª pessoa no singular (mais comum)

    • Atualmente somos nós quem cuidamos/cuida da biblioteca

    • Foram os grafiteiros quem desenharam/desenhou este belo painel

  7. Expressãoum dos + palavra no plural + que”

    • Singular ou plural

    • O Brasil é um dos países que integra/integram a OEA

    • Nossa escola é uma das que participa/participam de projetos sociais

  8. Nome próprio no plural

    • Concorda com o artigo que precede o nome próprio. Se não há artigo, fica no singular.

    • Os Estados Unidos são...

    • Roberto Carlos é...

    • Os Alpes atraem...

    • O Amazonas sofre...

    • Se o artigo faz parte do título de uma obra, o verbo pode tanto ficar no plural quanto no singular: Os Lusíadas são/é lido até hoje.

  9. Qual de nós/vós? Quais de nós/vós? Algum de nós/vós?

    • Com pronome inicial no singular (qual, quem, algum, nenhum, ninguém) + de nós/vós  3ª pessoa do singular

    • Com pronome inicial no plural (quais, alguns, quantos, poucos, muitos) + de nós/vós  3ª pessoa do plural ou concorda com nós/vós

    • Qual de nós apresentará o trabalho

    • Quais de nós apresentarão/apresentaremos o trabalho

  10. Bater, dar e soar

    • Sem sujeito concorda com hora/horas

    • Com sujeito concorda com ele

    • O relógio bateu 2 horas

    • Soaram 3 horas

Concordância com Sujeito Composto

É determinada por:

- o posicionamento do sujeito na estrutura da frase

- os diferentes tipos de palavra que podem formar o sujeito

- o tipo de palavra que liga os sujeitos



  1. Sujeito Composto antes do verbo

    1. No plural

    2. Particularidades:

      1. Quando os núcleos do sujeito são sinônimos admite-se também o singular  a paz e a tranqüilidade era/eram

      2. Quando os núcleos do sujeito formam uma enumeração gradativa, o verbo pode ficar no singular ou no plural  um olhar, um sorriso, um gesto amigo conforta/confortam

      3. Quando os núcleos estão seguidos por palavra de valor resumitivo no singular (tudo, nada, ninguém ou alguém), o verbo fica necessariamente no singular  a ameaça, o terror, nada o amedronta

      4. Quando o sujeito apresenta a expressão “um e outro” o verbo pode ficar no singular ou no plural  um e outro deputado denunciou/denunciaram

  2. Sujeito Composto depois do verbo

    1. No plural ou concorda com o primeiro núcleo

    2. Compõem a paisagem do quadro uma montanha e um lago cristalino

    3. Compõe a paisagem uma montanha e um lago cristalino

  3. Sujeito Composto de pessoas gramaticais diferentes

    1. 1ª pessoa (eu/nós) + outras pessoas  sempre na primeira pessoa do plural (nós)

    2. Eu e você sabemos aquilo ocorreria

    3. Tu, teus pais, e eu viajamos juntos

    4. 2ª pessoa (tu/vós) + 3ª pessoa (ele/eles)  2ª do plural prevalece (vós), mas é aceitável usar a 3ª do plural (eles)

    5. O advogado e tu fareis/farão a revisão do texto do contrato

  4. Núcleos do sujeito ligados por ou

    1. Se o ou exprime idéia de exclusão singular

    2. Se o ou não exprime idéia de exclusão  plural

    3. Um gaúcho ou um mineiro será eleito nessa eleição

    4. Palavra rude ou insinuação irônica magoam pessoas

    5. Quando a palavra ou indica retificação, o verbo concorda com o núcleo mais próximo

    6. O recibo ou os cheques, não me lembro bem, ficaram na gaveta

    7. Os cheques ou o recibo, não me lembro bem, ficou na gaveta

    8. Quando o sujeito apresenta a expressão “um ou outro” o verbo ficará no singular

    9. Um ou outro aluno questionará a sua explicação

  5. Núcleos de sujeito ligados por nem

    1. Se o fato verbal é atribuído a apenas um dos núcleos  singular

    2. Nem o vice-prefeito, nem o presidente será o próximo prefeito

    3. Se o fato verbal é atribuído a todos os núcleos  plural

    4. Nem o homem nem a mulher aprovam da decisão do diretor

    5. Expressão “nem um nem outro”  singular ou plural

    6. Nem um nem outro aceitará/aceitarão essa proposta

  6. Núcleos de sujeito ligados por com

    1. Para atribuir o mesmo grau de importância a todos os núcleos  plural

    2. O homem com seu cachorro andavam lentamente

    3. Para enfatizar o primeiro núcleo  singular

    4. O homem com seu cachorro caminhava lentamente

Concordância do Verbo Ser como Verbo de Ligação

Sujeito + verbo de ligação ser + predicativo do sujeito



  1. Sujeito e predicativo referentes a seres não-humanos

    1. Verbo ser pode concordar tanto com o predicativo quanto com o sujeito

    2. A tua comida era/eram gafanhotos e mel silvestre

    3. Dependendo da concordância ele dará maior ênfase a um, ou ao outro

    4. O plural é mais comum, embora as seja correto também o singular

    5. A tendência a pluralizar se verifica principalmente quando o sujeito é representado pelos pronomes: isso, isto, aquilo e tudo e o predicativo apresenta-se no plural

  2. Sujeito e predicativo designando pessoa

    1. Verbo ser sempre concorda com aquele que for a pessoa, ou o sujeito ou o predicativo.

  3. Pronome pessoa como sujeito ou predicativo

    1. Quando sujeito ou predicativo é exercido por pronome pessoal (eu, tu, ele, nós, vós, eles) o verbo ser obrigatoriamente concorda com essa pessoa

  4. Verbo ser indicando horas, distâncias e datas

    1. Horas e distâncias o verbo ser concorda com o núcleo da expressão numérica

    2. Saí quando era uma e quinze e voltei quando já eram seis e meia.

    3. Em datas o verbo ser concorda com a palavra dia(s) que pode estar explícita ou subentendida

    4. Hoje é dia 5. Hoje são 5 de novembro.

  5. Expressões indicativas de quantidade

    1. Expressões como “é pouco”, “será muito”, “foi demais” usadas para indicar quantidade (preços, peso, medida)

    2. Verbo ser sempre no singular

    3. Dois metros de tecido foi pouco.

    4. Vinte quilômetros é muito.

    5. Três toneladas é demais.

Verbos Impessoais – sem sujeito

  1. Verbo haver

    1. Sinônimo de existir, acontecer, ocorrer

    2. Sempre na 3ª pessoa do singular

    3. Lembre-se! Haver = existir  impessoal  3ª pessoa do singular. Existir  pessoal  conjugado normalmente.

    4. No futuro haverá cidades espaciais

    5. Já houve acidentes com espaçonaves

    6. Mudaram para cá há muitos anos.

    7. Eles transmitem a impessoalidade para o verbo auxiliar de uma locução.

    8. Vai haver, Deverá haver, Poderá haver, Precisará haver cidades espaciais

    9. Fora desses casos, o verbo haver te sujeito

    10. Não é permitido substituir o haver pelo ter, apesar de isso ser comum na língua coloquial

  2. Verbo Fazer

    1. Quando indica tempo transcorrido ou a transcorrer

    2. Sempre na 3ª pessoa do singular

    3. Transmite impessoalidade na locução

    4. Hoje faz dois anos que casamos

    5. No próximo sábado fará dois anos

    6. Já deve/vai/pode fazer seis meses que eles não nos visitam


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal