Comunicações à VIII conferência Nacional de Cartografia e Geodesia



Baixar 0,73 Mb.
Página2/2
Encontro28.10.2017
Tamanho0,73 Mb.
1   2

Figura 1 – EUREF: estações permanentes (Arial Narrow 10);
a legenda não tem ponto no final

As figuras não deverão incluir linhas demasiado finas que possam ser impercetíveis. Deverão ser compostas por um único bloco e não por fragmentos gráficos inseridos com o editor de texto.



No layout da figura deve ser selecionada a opção “in line with text” ou “em linha com o texto” para que a sua posição seja mais facilmente controlável. Poderão ser colocadas figuras a par, como no exemplo que se apresenta. Para tal, criar uma tabela e introduzir as figuras e as legendas nas células adequadas.





Figura 2 – Laser scanner (Arial Narrow 10); a legenda não tem ponto no final

Figura 3 – Helicóptero VANT (Arial Narrow 10); a legenda não tem ponto no final

As equações devem ser numeradas sequencialmente ao longo da comunicação. Quando enumerar as equações, rodeie o número entre parêntesis e alinhe-o junto à margem direita. Modelo: “O3D Formula”. Exemplo:






(0)

Para este exemplo foi criada uma tabela (não visível) com três colunas, destinada a receber a equação e a numeração, e que permite facilmente alinhar os elementos: na coluna central as equações centradas, na coluna da direita a numeração justificada à direita.

Palavras que não sejam portuguesas devem ser formatadas para itálico, tais como software e zoom. As siglas devem ser apresentadas na primeira referência, tal como no exemplo do GPS (Global Positioning System).

As citações devem figurar sempre entre parêntesis (Shrapnell, 1989), (Silva et al., 1991). Outra forma possível de citar é dada por Yves-Molière e Domenn (2001).

3. Conclusões (Arial 12, Bold, line spacing 1, spacing after 6, spacing before 6)

A comunicação deve terminar com conclusões que devem sistematizar as proposições mais importantes, destacar as principais particularidades e as novas contribuições assim como as implicações práticas.



Agradecimentos

Os eventuais agradecimentos devem ser feitos numa secção separada, não numerada, antes das referências.



Referências Bibliográficas

Eidgenössische Technische Hochschule Zürich, http://www.ethz.ch/, consultada em 15 de Março de 2004.

Shrapnell, J.N. (1989). Mapping the Earth. International Journal of Mapping and Carthography, Vol. 17, No. 3, Págs. 365-375.

Silva, J.L.; Marcos, A.; Smith, K. (1991). A Terra Vista do Espaço. Taylor & Francis.

Yves-Molière, J.P.; Domenn, G. (2001). Título – O caso geodésico. Edições Nave.

Zöll, W. (2001). Não usar numeração na bibliografia. Jornal “Público”, ed. 2 de Maio de 2001.



O texto nas referências bibliográficas tem a seguinte formatação: Arial Narrow 11, line spacing 1, spacing after 3, hanging 0.5. Todos os documentos têm que estar referidos no texto da comunicação.

1   2


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal