Colégio estadual nilo peçanha ensino fundamental e médio



Baixar 0,5 Mb.
Página1/5
Encontro12.12.2016
Tamanho0,5 Mb.
  1   2   3   4   5




COLÉGIO ESTADUAL NILO PEÇANHA

ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO
Praça Silas Gerson Ayres – nº 31 - Vila Kennedy

Jaguariaíva – PR – CEP 84200-000 - Fone: (0**43) 3535 3277

e-mail: jivnilopecanha@seed.pr.gov.br




Sumário




Assunto

Página













Apresentação
















































































































































































































































































































































































































Apresentação

O Projeto Político Pedagógico representa a organização do trabalho pedagógico como um todo, em suas especificidades e modalidades. Assim sendo, supõe discussão e reflexão crítica sobre os problemas da sociedade e da educação para encontrar as possibilidades de intervenção da realidade. Além disso: busca a transformação da realidade econômica, social e política; exige e articula a participação de todos os sujeitos do processo educativo para construir uma visão global das realidade e dos compromissos coletivos; alicerça o trabalho pedagógico escolar, enquanto processo de construção contínua,, portanto, nunca é pronto e acabado; fundamenta as transformações internas da organização escolar e explicita suas relações com as transformações mais amplas; constitui-se no anúncio do devir, do que foi sonhado coletivamente e do que pode passar do sonho à ação.



Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de vez em quando o amanha pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina. (Paulo Freire)

O Projeto Político-Pedagógico expressa a autonomia e a identidade do estabelecimento de ensino sendo esta amparada pelas legislações vigentes, pelas necessidades históricas da escola pública e pelos direitos garantidos constitucionalmente a toda população. Constitui-se nos fundamentos legais, conceituais, filosóficos, ideológicos, metodológicos e operacionais das práticas pedagógicas à luz da função principal da escola pública como via de acesso ao conhecimento

Com base nesses princípios, o Colégio Estadual Nilo Peçanha, de Jaguariaíva, apresenta seu Projeto Político-Pedagógico, fruto de discussões, reflexões, análises e construções coletivas, ressaltando que esse não se constitui em mero documento, mas nas vias que conduzem essa escola à realização dos seus sonhos, com os pés posicionados na realidade do presente, e o coração comprometido com o futuro.

1. Introdução

Para que a escola desempenhe sua função é necessário que tenha uma definição clara de sua missão, seus objetivos, sua identidade, de onde quer chegar, como caminhar e como fazer para alcançar suas metas. Para tanto, é necessário que se construa um Projeto Político-Pedagógico que defina toda essa situação da escola e, principalmente, que essa construção conte com todos os participantes da comunidade escolar: professores, alunos, funcionários, pais, equipe pedagógica e direção. Afinal, para que o mesmo seja colocado em prática, é imprescindível o comprometimento daqueles que participam a sua construção.

O Projeto Político-Pedagógico exige profunda reflexão sobre as finalidades da escola, assim como a especificação do seu papel social e a clara definição de caminhos, formas operacionais e ações a serem empreendidas por todos os envolvidos com o processo educativo. Ele é de suma importância para o bom andamento e desenvolvimento da escola,para que haja interação entre professores, alunos, pais, funcionários, equipe pedagógica e direção. O aluno precisa sentir amor por sua escola e interesse no seu aprendizado; o professor precisa se sentir motivado para transmitir os seus conhecimentos; os pais devem participar da vida escolar de seus filhos, com responsabilidade e como transmissores de valores e conceitos necessários ao exercício da cidadania.

Dentro do âmbito escolar percebe-se a necessidade de uma proposta diferente e inovadora, que venha nortear o trabalho de todos os envolvidos no processo ensino-aprendizagem, pois são explícitas as dificuldades e angústias pelas quais o sistema educacional está passando, em virtude da perda de valores, familiares, éticos e pessoais, na sociedade moderna.

A escola depara-se com diversas situações que dificultam que cumpra sua função precípua de via de acesso ao conhecimento. Acaba por abarcar outras responsabilidades e desafios, os quais nem sempre consegue superar.

A construção coletiva do PPP resulta de uma tarefa difícil pois a cada ano há uma grande rotatividade de professores, o que acaba por comprometer e embaraçar o trabalho. Ao se realizar um encontro para discussão de pontos a serem alterados e retomados, na verdade tem que se fazer um recomeço, pois muitos professores estão começando naquele momento e desconhecem o que já foi produzido, ao mesmo tempo que outros que fizeram parte das discussões anteriores não mais estão presentes, causando uma ruptura no que já foi pensado. Mas, o eixo norteador desta escola é a busca de melhorias em seu processo de ensino para formar cidadãos críticos e conscientes de seus direitos e deveres, com os conhecimentos necessários para isso; isso fica muito claro neste projeto. Ele é o reflexo de muitos estudos, pesquisas, debates e encontros, que foram realizados com a comunidade escolar ao longo desse ano letivo e, também, em anos anteriores. É o eixo de toda e qualquer ação a ser desenvolvida no estabelecimento de ensino e é uma oportunidade para que a escola defina sua identidade.

Considerando-se a realidade na qual o Colégio Nilo Peçanha está inserido e a sua própria realidade como instituição social, da qual dependem muitos alunos que só podem contar com a formação e informação nele obtidas, quer se propor uma nova dinâmica de trabalho, que deverá concorrer para a diminuição no índice de reprovações e evasão dos alunos; índice esse que tem influenciado nos baixos resultados do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) que a escola vem amargando nos últimos anos. Muito se tem feito na tentativa de reverter esse quadro, que não pode ser considerado apenas do ponto de vista da escola, mas que é fortemente influenciado pelas condições sociais e econômicas, que colaboram de maneira brutal para a falta de motivação de nossos alunos em relação à escola e a seu crescimento pessoal. O enfrentamento a tão graves problemas se pautará no estabelecimento de metas, as quais, uma vez atingidas, acredita-se que concorrerão para transformar os alunos em cidadãos integrantes, ativos e agentes da história e de sua própria história.

Para melhor desempenho das atividades estabelecidas é necessário que a escola seja um ambiente agradável, acolhedor, onde professores e alunos realizem suas atividades com entusiasmo. Para isso, será feito no decorrer das ações da escola todo um trabalho de resgate de valores, como: respeito, justiça e solidariedade, para que o trabalho transcorra em perfeita harmonia, alcançando os objetivos propostos.

É importante salientar que nos trabalhos de construção desse projeto político-pedagógico, algumas dificuldades foram encontradas, além do que já foi anteriormente mencionado. Isto porque, nem sempre é fácil colocar no papel o que se pratica ou vivencia; isso causa uma certa dificuldade para se responder questões relacionadas à elaboração do PPP, apesar de haver uma superação através da leitura de textos, debates, etc.

Por outro lado, é muito importante afirmar que obtivemos resultados dessas discussões muito gratificantes para todos, tais como: construção dos textos necessários à elaboração do PPP; compartilhamento de experiências diversificadas; enriquecimento da prática pedagógica; maior aproximação da realidade da escola aos saberes científicos; esclarecimentos sobre os procedimentos para se chegar à uma educação de qualidade.



2. Identificação

O Colégio Estadual Nilo Peçanha – Ensino Fundamental e Médio, localiza-se à Praça Silas Gerson Ayres, n° 31, no Bairro Vila Kennedy, em Jaguariaíva – Pr; seu telefone é (43) 3535-3277. Está jurisdicionado ao Núcleo Regional de Educação de Wenceslau Braz, cidade da qual está , aproximadamente, a 60 km de distância.



Trata-se de um colégio urbano, porém que atende uma região fora do centro da cidade, contando, atualmente, com uma clientela de 819 alunos, distribuídos nos três períodos de funcionamento da escola:

PERÍODO

HORÁRIO

NÍVEL

Matutino

07h30min – 11h50min

Fundamental e Médio

Vespertino

13h00min – 17h20min

Fundamental

Noturno

18h45min – 22h45min

Fundamental e Médio/Blocos

O estabelecimento conta com um quadro de 65 profissionais sendo: 1 cargo de Diretor (40h), 1 cargo de Direção Auxiliar (20h), 1 cargo de Equipe Pedagógica 40h, 3 cargos de Equipe pedagógica 20h, 1 cargo de secretária (40h), 6 cargos de Técnico Administrativo 40h, 08 cargos de Auxiliar de Serviços Gerais (40h), e 46 docentes, assim caracterizados:

NOME

VÍNCULO

FUNÇÃO

01

Adelina Martins Borges

CLAD

Aux.serv.gerais

02

Adriane Prestes da Silva Fanha

SC02

Viva Esc-Leitura

03

Aline Loize de Oliveira Costa e Silva

REPR

Biologia

04

Alda Vitorino Pereira

REPE

Pedagoga

05

Almira Teixeira da Silva

REPR

Ciênc/Quím.

06

Ana Paula de Oliveira

REPR

Física

07

Andressa Leticia Weigert

QPM

Pedagoga

08

Angelica Heline Antunes

REPR

Artes

09

Anilda Poli

QFEB

Aux.serv.gerais

10

Antonio Carlos Camargo Junior

REPR

Viva Esc-Jogos

11

Aparecida dos Santos Weigert

QPM

História/Geog

12

Christian Luiz Legat

REPR

Ed. Física

13

Clarice Martins de Mello

QFEB

Administ.

14

Cleide Regina Aparecida de Oliveira

READ

Administ.

15

Cristiane Schafranski

REPR

Matemática

16

Crislaine Legat Schade

QPM

Ed. Física

17

Dalva de Jesus Jorge

QPM

Port/Inglês

18

Dayane de Andrade Oliveira Paulino

REPR

Matemática

19

Delazuita D'Avila Bida

QPM

Port/Inglês

20

Dulcinea Santos

QFEB

Administ.

21

Elcia Regina Miranda

QPM

Português

22

Elizandra Belini

REPR

Biologia

23

Fabia Noriani M. de Almeida Ferreira

QFEB

Administ.

24

Franciane Tomaz de Miranda

REPR

Ed.Fisica/Hist

25

Glaziele Vitorino

REPR

Bilogia

26

Geni de Souza

CLAD

Aux.serv.gerais

27

Helena Aparecida de Almeida

QPM

Português

28

Irineia Nelli Pereira

QFEB

Secretária

29

James Mauricio Schade

REPR

Seg. Tempo

30

Janete Soares Palhano

QPM

Ciências/Biol.

31

Jaqueline Alves

REPR

Geog/Filos

32

Joelma Alves de Mello

PEAD

Aux.servgerais

33

Josiane Branco Guedes

QPM

Matemática

34

Juliana Aparecida Adaimoré

REPR

Artes

35

Karolyne Eugenia de Mello

QFEB

Administ.

36

Karina Ferreira da Silva

REPR

Ciências

37

Karina Wasilewiski de Castro

REPR

Geografia

38

Larissa Cristine Rolim de Moura

REPR

Química

39

Lediane Mesquita

QPM

Ed.Especial

40

Lilian Kely Fitz

REPR

Português

41

Luciane Cleise Batista

QPM

Matemática

42

Luciane Ferreira de Melo

REPE

Pedagoga

43

Marcia Regina da Silva

REPR

Sociologia

44

Marcos Antonio Ruth

REPR

Geografia

45

Marlos Cesar Menão

SC02

geografia

46

Maria Elizete dos Santos Sobjeiro

REPR

Sociologia

47

Maria Inêz Gonçalves Antunes

REPR

Portug/Artes

48

Maria Iris da Silva Mendes

REPR

Português

49

Maria Lucia Pereira dos Santos

QPM

Port/Inglês

50

Marilda Rodrigues Jorge

CLAD

Aux.serv.gerais

51

Neiamara Santos

QFEB

Administ.

52

Rafaela Delgado Ferreira

REPR

Artes

53

Raphael Carlos Pinheiro

REPR

História

54

Renata Aparecida Ayres Carneiro

REPR

Matemática

55

Rita de Cassia Mesquita

SC02

Matemática

56

Sidnei Aparecido de Lima

REPR

Física

57

Silmara Lisboa dos Santos

REPR

História

58

Sonia Regina Moura Jorge

QPM

Pedagoga

59

Sonia Alves da Luz

QFEB

Aux.serv.gerais

60

Sueli de Fátima da Silva

PEAD

Aux.serv.gerais

61

Suzan Kellen Branco Guedes Padilha

READ

Aux.serv.gerais

62

Thabata Saldanha

REPR

Geografia

63

Urania Melo Viana

QPM

História

64

Wiviani Guimarães dos Santos

REPR

História

65

Valdir Camenar Machado

REPR

Geografia

Com um espaço físico bem estruturado, possui os seguintes ambientes:



AMBIENTE



AMBIENTE

10

Salas de aula

01

Laboratório de Ciências

01

Sala de Direção

01

Laboratório de Informática

02

Sala para Equipe Pedagógica

01

Biblioteca

01

Sala de Apoio

01

Cozinha

01

Sala para os Professores

02

Banheiro coletivo feminino (alunas)

01

Sala para Secretaria

02

Banheiro coletivo masculino (alunos)

01

Sala para Almoxarifado

01

Banheiro para professores

02

Sala para armazenar merenda

erendas


01

Refeitório


01

Pátio interno

01

Quadra coberta

01

Casa de caseiro

02

Quadra externa

  1   2   3   4   5


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal