Centro de Ciências Humanas e da Educação – faed



Baixar 52,1 Kb.
Encontro25.08.2018
Tamanho52,1 Kb.



Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Centro de Ciências Humanas e da Educação – FAED


PLANO DE ENSINO


DEPARTAMENTO:


GEOGRAFIA

ANO/SEMESTRE:

2015-2

CURSO:


GEOGRAFIA

FASE:



DISCIPLINA:

PLANEJAMENTO REGIONAL

TURNO:

Vespertino

CARGA HORÁRIA:

72 h/a: 54 h/a teórica - 18 h/a prática

CRÉDITOS:

04

PROFESSOR:

Gabriel Bertimes Di Bernardi Lopes gabrieldibernardi@hotmail.com



1 EMENTA





A geografia no processo de planejamento regional. As políticas territoriais brasileiras e o planejamento regional no Brasil e Santa Catarina: passado e presente. Etapas e metodologias do planejamento regional. Estudo de casos de planejamento regional. Saída de campo para efetivar observações e análises a partir do referencial estudado em sala.



2 HORÁRIO DAS AULAS




DIA DA SEMANA

HORÁRIO

CRÉDITOS

Segunda-feira

13h30min – 17h00min

04


3 OBJETIVOS



3.1 OBJETIVO GERAL


Compreender o planejamento regional a partir da perspectiva de totalidade espacial, e como síntese inter-relacionada entre os elementos da sociedade e da natureza.


3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS


- Analisar aspectos conceituais do planejamento regional e seus estágios de desenvolvimento.

- Compreender a evolução e o processo de planejamento regional em Santa Catarina, no Brasil e no mundo.

- Trabalhar de forma experimental com o planejamento regional, a partir da contribuição da Geografia.




4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO





UNIDADE I O planejamento territorial regional como instrumento

    1. Revisão teórico-conceitual: a geografia e a evolução do planejamento regional


UNIDADE II As políticas e metodologias de intervenção territorial regional em Santa Catarina, no Brasil e no mundo

2.1 O planejamento regional no mundo: o caso chinês

2.2 O planejamento regional no Brasil

2.3 O planejamento regional em Santa Catarina


UNIDADE III Exercício prático de planejamento regional

3.1 Saída de campo

3.2 Desenvolvimento de pesquisa

3.3 Produção de monografia







5 METODOLOGIA





Processo de ensino-aprendizagem pautado em aulas expositivas-dialogadas, seminários, estudos de casos, leitura obrigatória de textos, pesquisas individuais, mostra de filmes, utilização de recursos estatísticos e cartográficos, uso de livros e periódicos, e saída de campo.



6 CRONOGRAMA DAS AULAS




MÊS

UNIDADES

Agosto

Unidade I

Setembro/Outubro

Unidade II

Novembro

Unidade III


7 AVALIAÇÃO





ATIVIDADE

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

PESO

Seminário

Capacidade de argumentação

1,0

Saída de campo

Participação, interesse e elaboração de relatório

1,0

Prova

Apropriação de conhecimentos

1,0


8 BIBLIOGRAFIA





8.1 BÁSICA

BIELSCHOWSKY, R. Pensamento econômico brasileiro: o ciclo ideológico do desenvolvimento 1930-1964. Rio de Janeiro: Contratempo, 2000.

GOULARTI FILHO, A. O planejamento estadual em Santa Catarina de 1955 a 2002. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 26, n.1, p.627-660, jun. 2005. Disponível em < http://revistas.fee.tche.br/index.php/ensaios/article/view/2096>. Acesso em: 01 de fevereiro de 2011.

MAMIGONIAN, A. As conquistas marítimas portuguesas e a incorporação do litoral de Santa Catarina. In: O mundo que o português criou: Brasil: século XVI. ANDRADE, M. C.; FERNANDES, E. M.; CAVALCANTI, S. M. (Orgs.). Recife: CNPq/FJN, 1998.

MAMIGONIAN, A. BASTOS, J. M. (Orgs.). Geografia Econômica. Anais de Geografia Econômica e Social: Dossiê Ásia/China. Florianópolis: Impressão no Departamento de Geociências, 2008.

MAMIGONIAN, A. Portos e Navegação Marítima no Brasil. Comunicação apresentada no XIV EGAL Peru / Lima, 2013.

RANGEL, I. Desenvolvimento e projeto. In: Obras Reunidas. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

RANGEL, I. Recursos ociosos e política econômica. In: Obras Reunidas. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

RANGEL, I. A questão da terra. In: Obras Reunidas. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

RAULINO, I. Crise e reestruturação produtiva na grande empresa têxtil do Médio Vale do Itajaí. In: Santa Catarina: estudos de geografia econômica e social. MAMIGONIAN, A. (Org.). Florianópolis: GCN/CFH/UFSC, 2011.
8.2 COMPLEMENTAR

ASCELRAD, Henri. Eixos de articulação territorial e sustentabilidade do desenvolvimento no Brasil. Rio de Janeiro: Fase, 2001.

CHOLLEY, A. Observações sobre alguns pontos de vista geográficos. Boletim Geográfico. N. 179 e 180. Rio de Janeiro, 1964.

MAMIGONIAN, Armen. A geografia e “A formação social como teoria e como método”. In: SOUZA, Maria Adélia Aparecida de (Org.). O mundo do cidadão, um cidadão do mundo. São Paulo: Editora Hucitec, 1996.



MAMIGONIAN, Armen. Desenvolvimento Econômico e Questão Ambiental. In: Cadernos da Semana de Geografia. Maringá: Departamento de Geografia/UEM, 1997.

MARX, Karl. O Capital. São Paulo: Difel, 1984.

MONTEIRO, C. A. F. et. al. O Brasil Meridional. In: IBGE. Panorama regional do Brasil. Rio de Janeiro, 1967.

MONTEIRO, Carlos Augusto de Figueiredo. A questão ambiental na Geografia do Brasil. Cadernos Geográficos. Florianópolis: Imprensa Universitária, 2003.

PELUSO JÚNIOR. Victor A. Aspectos geográficos de Santa Catarina. Florianópolis: FCC/EDUFSC, 1991.

SANTOS, Milton. Sociedade e espaço: a formação social como categoria e como método. São Paulo: Boletim Paulista de Geografia, 1977.





©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal