Carsamma f7 formulario para informe de desvio de navegaçÃo lateral/longitudinal



Baixar 50,3 Kb.
Encontro30.06.2017
Tamanho50,3 Kb.
CARSAMMA F7

FORMULARIO PARA INFORME DE DESVIO DE NAVEGAÇÃO LATERAL/LONGITUDINAL
Informe a Agência de Monitoração do Caribe e América do Sul (CARSAMMA) qualquer desvio de navegação horizontal/longitudinal inclusive:


  1. aqueles ocasionados por ACAS/TCAS; e

  2. por turbulência e/ou contingências


NOTA: Se NÃO houver desvio de navegação lateral /longitudinal na área de responsabilidade do Órgão ATC no período em questão, CONTINUA a obrigação de preencher a Seção I e enviar o presente informe para o endereço da CARSAMMA referenciado na parte inferior desta página até o dia 10 do mês seguinte.


...................................................................

Órgão ATC/EXPLORADOR:


Preencha a Seção I ou II, a que for correspondente.
SEÇÃO I:


............................../ 20....



NÃO se apresentaram desvios de navegação lateral/longitudinal durante o mês/ano
SEÇÃO II:

Ocorreram ....……..…… desvios de navegação com a(s) aeronave(s) autorizada(s) a operar em espaço aéreo PBN. Os detalhes do desvio estão no(s) formulário(s) anexo.


(Utilize um formulário separado para cada informe de desvio).

SEÇÃO III:

Uma vez preenchido(s), favor enviar o(os) informes(s) a:


Agência de Monitoração do Caribe e América do Sul (CARSAMMA)

AV. GENERAL JUSTO, 160/Térreo  - CENTRO

22295-090  -  RIO DE JANEIRO  -  RJ

Telefone: (55-21)2101-6358 Fax: (55-21) 2101-6358



E-mail: carsamma@decea.gov.br

INSTRUÇÕES PARA PREENCHER O FORMULARIO CARSAMMA F7
Preenchimento de cada item, segundo sua numeração:

  1. Colocar a data de preenchimento deste formulário.

  2. Preencher com as letras de identificação OACI do órgão ATC ou do explorador.

  3. Informar o tipo de desvio (lateral ou longitudinal).

  4. Preencher com as letras de identificação OACI do explorador da aeronave, ou no caso da aviação geral, preencher “IGA”.

  5. Preencher com o indicativo de chamada e o registro da aeronave.

  6. Preencher com o tipo de aeronave conforme Doc 8643(OACI), por exemplo, Airbus A320-211, preencher A320; Boeing 747-438, preencher B744.

  7. Mostrar como foi feita a visualização do evento, se pelo Modo C/ADS ou se reportado pelo piloto, indicando o nível de voo, se for o caso.

  8. Preencher com a data da ocorrência.

  9. Preencher com a hora da ocorrência.

  10. Preencher com a posição da ocorrência (latitude / longitude, ponto de referência ou radial de VOR e as milhas marítimas deste ponto).

  11. Preencher com a rota na qual ocorreu o evento (no caso de voo direto ou aleatório, preencher com “DCT”).

  12. Preencher com o nível de voo designado em rota.

  13. Preencher o estimado em segundos, do tempo voado incorretamente.

  14. Preencher, se a ocorrência envolve outra aeronave, com o indicativo de chamada, registro, nível de voo, tipo da aeronave e rota.

  15. Preencher com a causa de desvio, segundo a tabela 1 (abaixo).

  16. Preencher a posição observada/reportada da aeronave marque “X” em uma opção. Indicar a fonte da informação (Modo C/ADS e/ou piloto).

  17. Assinalar a opção apropriada.

  18. Preencher a magnitude (distância) em milhas náuticas (NM) do desvio lateral/longitudinal.

  19. Faça uma descrição detalhada do desvio.

  20. Escreva se houver os comentários da tripulação.

TABELA 1


CAUSAS DO DESVIO LATERAL / LONGITUDINAL

A - Desvio devido às condições meteorológicas quando não é possível obter previamente autorização do ATC.

B – Desvio devido a aviso do sistema anticolisão (ACAS / TCAS).

C – Desvio devido a evento inesperado - contingência (falha do motor, falha de pressurização).

D – Degradação ou erro de controle do equipamento, incluindo a operação incorreta das funções FMS ou do sistema de navegação. (ex: Por erro, o piloto opera de forma incorreta o equipamento INS).

E – Informação incorreta transcrita para o FMS. (ex: Plano de voo seguido em vez da autorização do órgão ATC ou autorização original, cumprida em substituição a uma nova autorização emitida pelo órgão ATC).

F – Erro na mensagem de transferência entre dependências ATC adjacentes (erro de coordenação)*.

G – Ausência de coordenação por parte do órgão ATC. (Falta de coordenação).

1 - Com falha notificada ao ATC a tempo para tomar uma ação.

2 - Com falha notificada ao ATC muito tarde para tomar uma ação.

3 - Com falha notificada /recebida pelo ATC.

O – Outros.

P - Desconhecido.


Notas:

1. Há dados que devem ser notificados pelo piloto.

2. (*) Erro na mensagem de transferência entre dependências ATC adjacentes (erro de coordenação):

Qualquer erro ocasionado por um mal entendido entre o piloto e controlador a respeito do número Mach ou a rota por seguir. Tais erros podem vir de erros de coordenação entre dependências ATC ou por uma interpretação errônea por parte dos pilotos acerca de uma autorização ou de uma renovação de autorização. (Doc. 9689-NA/953. Manual sobre a metodologia de planificação do espaço aéreo para determinar os mínimos de separação).


A informação contida neste formulário é confidencial e somente será usada com o propósito estatístico de analisar a segurança operacional.




CARSAMMA F7

formulÁrio de desvio de NAVEGAção LATERAL/LONGITUDINAL


Informe a CARSAMMA um desvio de navegação, incluindo aqueles devidos a ocorrência de TCAS, de Turbulência e Contingência.

1. Data de Hoje:

2. Unidade ATC / Explorador:

DEtalHES DO DesVIo

3. LATERAL LONGITUDINAL


4. Explorador da ACFT:

5. Indicativo de Chamada:
Registro da Aeronave:

6. Tipo de ACFT:

7. Modo C /ADS Visualizado:

 Sim. ¿Qual Nível? ________

 Não.


8. Data da Ocorrência:

9. Hora UTC:

10. Localização da Ocorrência (lat./Long. ou Ponto de Referência):

11. Rota Designada:

12. Nível de Voo Designado:

13. Tempo Estimado em Voo Incorreto (segundos):

14. Outro Trânsito (se houver):

15. Causa do Desvio (título breve):
(Exemplos: Erro operacional no ciclo de coordenações ATC, Turbulência, Clima, Falha no Equipamento)

DESVIo


16. Posição Final Observada/Reportada*:

*Favor indicar a fonte da Informação:

 Modo C  ADS  Piloto


17. Marque o quadro apropriado:

18. Magnitude em Milhas Náuticas do desvio lateral/longitudinal Observada/Reportada:
Lateral ­___________ NM
Longitudinal _______ NM







Esquerda da trajetória designada

Direita da trajetória designada

Depois da posição estimada

Antes da posição estimada

Rota ATS discrepante do Plano de Voo



RELATO


19. Descrição Detalhada do Desvio

(Por favor, dê sua avaliação da rota voada pela aeronave e a causa do desvio.)








OBSERVAÇÃO


20 – Comentários da Tripulação (se houver)

Uma vez preenchido(s), favor enviar o(os) informes(s) a:

Agência de Monitoração do Caribe e América do Sul (CARSAMMA)

AV. GENERAL JUSTO, 160/Térreo  - CENTRO

22295-090  -  RIO DE JANEIRO  -  RJ

Telefone: (55-21)2101-6358 Fax: (55-21) 2101-6358



E-mail: carsamma@decea.gov.br


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal