CapacitaçÃo em suturas – uma iniciativa da liga de emergência para complementar o ensino na graduaçÃo de pequenos procedimento cirúrgicos



Baixar 5,12 Kb.
Encontro21.05.2018
Tamanho5,12 Kb.
CAPACITAÇÃO EM SUTURAS – UMA INICIATIVA DA LIGA DE EMERGÊNCIA PARA COMPLEMENTAR O ENSINO NA GRADUAÇÃO DE PEQUENOS PROCEDIMENTO CIRÚRGICOS
Karen Lopes Cunha; Dulce Andrade Terceiro; Olívia Duarte De Castro Alves; Sthephane Nery De Castro; Davi Mota Alcântara; Rafael Barbosa De Azevedo; Francisco Romel Lima De Araújo
Universidade Federal do Ceará
Introdução: Suturas são procedimentos relevantes no dia-a-dia médico; contudo, a maioria dos estudantes não desenvolvem habilidades cirúrgicas básicas e satisfatórias durante a sua formação acadêmica. Assim, é necessário complementar o ensino da graduação sobre pequenos procedimentos cirúrgicos. Por isso, a Liga de Emergência da Universidade Federal do Ceará promove capacitações teóricas-práticas para acadêmicos de medicina. Objetivo: Demonstrar a rotina da “capacitação em suturas” feita por e para discentes, preenchendo lacuna da grade curricular. Relato: A “capacitação em suturas” fornece embasamento técnico para correta utilização de dispositivos de sutura. Apresenta aula teórica sobre princípios e aplicação da sutura, escolha de fios e nós, anestesia local, antissepsia, técnicas de suturas e complicações. Posteriormente, há prática supervisionada em peças de experimentação. As técnicas de suturas apresentadas são as mais usadas nas pequenas cirurgias de urgência: ponto simples, ponto à Donati, sutura contínua, ponto em X e ponto em 3 pontas. Cada participante recebe material cirúrgico (luvas de procedimentos, fios nylon 3.0, porta-agulha Mayo-Hegar, pinça dente de rato, tesoura de fios, bisturi, seringa e agulha). As peças utilizadas para simular suturas foram línguas de boi. A capacitação dura 02 horas contemplando alunos da Liga de Emergência (aproximadamente 20), que se modificam semestralmente. Aplicou-se questionário de análise qualitativa em 20 participantes, em fevereiro de 2014, devendo estes atribuírem notas (0 - Muito ruim até 10 - Muito bom). Resultados: Sobre motivação e compreensão dos assuntos abordados, a média foi de 9,2 pontos (Muito bom). 100% dos alunos responderam que se sentiram mais aptos a participar de estágios em emergência, demonstrando a importância dessa atividade. Conclusão: O presente modelo de “capacitação em suturas” é importante ferramenta na formação do acadêmico, cumprindo os objetivos propostos. Tem-se neste modelo, uma forma de aprendizado de fácil acesso e baixo custo.
Palavras-Chave: Sutura – Ensino – Liga de Emergência


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal