Brasília 2017 ministério da educação



Baixar 11.35 Mb.
Pdf preview
Página6/12
Encontro09.04.2020
Tamanho11.35 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12

50
A coleção favorece a reflexão e o debate sobre as práticas socioculturais no sentido de se conceber a 
práxis como ação dos seres humanos no mundo, com vistas à sua transformação. Destacam-se, neste 
sentido, a relação local e global, bem como a relação sociedade e natureza.
Os capítulos são iniciados com imagens e questões que objetivam chamar a atenção do estudante 
e suscitar as primeiras reflexões. Deste modo, é possível ao professor resgatar os conhecimentos 
prévios sobre as principais temáticas a serem trabalhadas. Para aprofundar conceitos tratados nos 
textos, nas imagens, nos mapas e nas atividades, a coleção apresenta a seção Ampliando Conceitos
A seção Mundo do Trabalho apresenta parte do cotidiano de profissionais de determinadas áreas, in-
dicando sua importância na sociedade e orientando decisões futuras dos estudantes. Nas atividades 
finais dos capítulos e nas atividades interdisciplinares, é solicitada alguma ação em que o estudante 
deve, individualmente ou em grupo, buscar informações sobre sua localidade e cotidiano. As ilus-
trações retratam a diversidade étnica da população brasileira, de outros povos e nações do mundo, 
expressando a pluralidade social e cultural.
DADÁ MARTINS
FRANCISCO BIGOTTO
MÁRCIO VITIELLO
0120P18053
BASE EDITORIAL
1

edição - 2016
GEOGRAFIA NO COTIDIANO 
visão geral

51
Os capítulos da coleção possuem uma seção introdutória composta por perguntas básicas que obje-
tivam levantar conhecimentos prévios dos estudantes. Os textos possuem títulos e são acompanha-
dos de imagens, mapas, gráficos e boxes laterais com informações adicionais chamados Vá fundo! e 
Glossário. Todos os capítulos são finalizados com uma atividade de síntese e compreensão. Ao longo 
das unidades, há diferentes seções: Ampliando conceitos, que objetiva tratar de conceitos relacio-
nados à temática abordadaCartografando, expõe textos e/ou atividades relacionadas ao processo 
chamado de leiturização cartográfica; Mundo do trabalho, que apresenta parte do cotidiano de deter-
minados campos profissionais; Saiba mais, com informações complementares; Interagindo, que traz 
uma atividade ou texto com diferentes formatos, inclusive com expressão artística. As unidades são 
finalizadas com proposta de atividade interdisciplinar.
O Livro do Estudante do 1° ano trata de conceitos básicos da Geografia, dentre eles, o espaço geo-
gráfico. Na primeira unidade, são abordados conceitos como paisagens, lugares, territórios e regiões, 
além de Cartografia e Sensoriamento Remoto. Na segunda unidade, o tema central está na natureza, 
sua constituição e as transformações das paisagens. Na terceira unidade, a Geografia é discutida a 
partir da relação entre ambiente e desenvolvimento.
O Livro do Estudante do 2° ano tem como objetivo estudar temas da Geografia que se vinculam ao 
cotidiano dos estudantes. A primeira unidade trata da formação territorial e a regionalização do Bra-
sil. A segunda unidade aborda a sociedade, natureza e economia. Os capítulos priorizam os domínios 
morfoclimáticos e naturais brasileiros, o espaço rural brasileiro, energia e mineração, industrializa-
ção, impactos ambientais e novas tecnologias. Na terceira unidade, o tema central reside na popula-
ção, no espaço urbano e nas redes.
No Livro do Estudante do 3° ano, as temáticas geográficas são analisadas em escala global, recorren-
do-se à Geografia Regional. Os capítulos da primeira unidade versam sobre a construção, o domínio, 
as condições socioeconômicas do espaço geográfico mundial em relação à industrialização, à globa-
lização e à Nova Ordem Mundial. A segunda unidade trata das regiões socioeconômicas mundiais que 
destacam as características gerais dos Países do Norte (América Anglo-Saxônica, Nações desenvol-
vidas do Pacífico e Europa), dos Países do Sul (África, América Latina e Ásia). Aborda, ainda, o grupo 
de países não alinhados, o G-77 e os países de economias emergentes, inclusive os BRICS. Na terceira 
unidade, questões do mundo contemporâneo são discutidas nos capítulos que apresentam temáti-
cas voltadas para os estudos da população e dos movimentos migratórios.
O Manual do Professor apresenta duas partes. A primeira, referente aos pressupostos teórico-me-
todológicos e a segunda, referente às orientações específicas ao professor. Na primeira, são tecidas 
considerações sobre o ensino e aprendizagem, o ensino de Geografia, a estrutura da coleção e apre-
descrição da obra

52
sentadas as referências bibliográficas. Na segunda, o objetivo geral, os objetivos específicos com os 
conceitos de cada capítulo detalhados, contendo ainda, orientações específicas para conteúdos, ati-
vidades, abordagens interdisciplinares, temas transversais, sugestões de atividades complementares 
e de avaliação, além de sugestões de leituras.
análise da obra
A coleção possui estrutura organizativa coerente e as unidades temáticas estão subdivididas em 
capítulos. Os livros dialogam de modo bastante acessível com os respectivos Manuais do Professor, 
facilitando o processo ensino-aprendizagem. Na seção Síntese e Compreensão, os principais concei-
tos geográficos são abordados possibilitando a articulação dos conteúdos tratados nos capítulos.
A coleção está isenta de doutrinação religiosa, política e/ou ideológica, respeitando o caráter laico 
e autônomo do ensino público. Os conteúdos que envolvem temáticas religiosas, políticas e/ou de 
ordem ideológica são apresentados de modo a respeitar a diversidade e possibilitar o debate e a 
reflexão crítica. A temática sobre regionalização cultural e religiosa é abordada de modo isento de 
qualquer tipo de doutrinação.
A coleção promove, de forma positiva, a cultura afro-brasileira e dos povos indígenas. Apresenta a 
organização social dos povos que residem na Amazônia, abordando as comunidades indígenas e 
quilombolas, realçando a importância dos seus saberes.
As temáticas de gênero e da não violência são abordadas a partir de exemplos textuais da luta e 
conquista dos homossexuais. Afirma o direito de crianças e adolescentes, promovendo a educação 
e cultura em direitos humanos. Expõe os índices de evasão escolar no Brasil e os possíveis motivos 
socioeconômicos que os influenciam. Também promove o conhecimento e vivência dos princípios 
afirmados no Estatuto do Idoso. Apresenta as modificações na pirâmide etária brasileira e o aumento 
da necessidade de políticas públicas específicas para a faixa etária do idoso. Os textos são críticos e 
construtivos, o que favorece o desenvolvimento da cidadania dos estudantes.
Verifica-se coerência entre as concepções teórico-metodológicas de Geografia e de Pedagogia, pois 
ambas foram pensadas tendo em vista uma postura crítica e reflexiva. Tais aspectos estão em con-
sonância com as abordagens renovadas a respeito do ensino de Geografia que busca promover sa-
beres, tendo em vista uma sociedade mais justa. A Geografia é colocada como um importante campo 
disciplinar ao possibilitar a leitura crítica do espaço geográfico, sobretudo do ambiente em que o 
estudante vive. As estratégias didáticas explicitadas indicam coerência com as concepções teórico-
-metodológicas do campo educacional e da Geografia Escolar.

53
Os temas e conteúdos são classificados em conceituais, procedimentais e atitudinais. Tal aspecto 
permite o planejamento de ensino com maior objetividade e clareza. A coleção apresenta diferentes 
tipos de atividades: atividade final de capítulo, atividade interdisciplinar, atividade de análise de 
situação-problema, atividade de pesquisa e debate, atividade da seção Interagindo, atividade Estudo 
do Meio, questões de Enem, dentre outras. Todas essas possibilidades permitem diversos momentos 
de avaliação, sendo priorizada uma avaliação contínua e cumulativa do desempenho do estudante, 
com prevalência dos aspectos qualitativos.
A coleção apresenta um número significativo de mapas que auxiliam o entendimento dos textos principais, 
embora alguns não atendam às convenções cartográficas e outros não estão suficientemente claros e legí-
veis. Os mapas também aparecem nas atividades, momento em que se exige maior interpretação e leitura.
Os conteúdos apresentados na coleção estão bem estruturados e de acordo com o desenvolvimento 
dos estudantes. Contudo, a articulação dos conhecimentos já construídos com o cotidiano do estu-
dante nem sempre é realizada pelos textos e pelas atividades.
Busca-se retratar as diversas temáticas por meio de citações textuais e imagens de diferentes locais 
e situações brasileiras, evidenciando um esforço para não priorizar apenas as maiores e/ou as mais 
reconhecidas localidades do Brasil.
O vocabulário exposto na seção Boxe, com o objetivo de trazer o significado contextualizado de ter-
mos possivelmente desconhecidos, é limitado.
A coleção respeita a legislação, as diretrizes e as normas oficiais relativas ao Ensino Médio de modo 
pleno, considerando as responsabilidades da educação escolar para a Formação Cidadã da juven-
tude, demandadas pela sociedade brasileira contemporânea, com suas tensões, representações e 
demandas sociais, culturais e econômicas. Este respeito está pautado nos diferentes textos, abertura 
de capítulos ou, ainda, em atividades propostas.
Os sítios eletrônicos contemplam o respeito à legislação indicada na seção da Formação Cidadã. A 
maioria deles é de órgão oficial e/ou de universidades, centros de pesquisa ou revistas acadêmicas. 
Possuem linguagem adequada ao estudante do Ensino Médio, embora não sejam construídos unica-
mente para esse público e/ou para fins didáticos. Os sítios estão isentos de divulgação de material 
que induzem a erros, a preconceitos e não veiculam estereótipos. Alguns sítios indicados exigem 
domínio de língua estrangeira, outros não estão ativos ou encaminham para diferentes endereços.
Os Manuais do Professor expõem as orientações específicas para cada um dos livros de modo bas-
tante organizado. O objetivo geral de cada livro, os objetivos específicos e conceitos de cada um dos 
capítulos são expostos de modo a facilitar a elaboração do planejamento das aulas. As orientações 
específicas para conteúdos, atividades, abordagens interdisciplinares e temas transversais de cada 
um dos livros estão organizadas por páginas e títulos, facilitando a leitura do professor. Há indicação 
clara da perspectiva interdisciplinar proposta na coleção.

54
Há, em todos os capítulos, ícones destacados com letras vermelhas. Estes ícones estão explicitados 
na parte final do Manual do Professor, o que auxilia o docente a consultá-los de modo rápido. Há 
várias indicações de atividades em grupo, além de atividades individuais. As indicações bibliográficas 
expostas apresentam contribuições para auxiliar o professor, superando as indicações meramente 
técnicas/informativas.
A formação continuada é evidenciada no Manual do Professor tanto na apresentação de diferentes 
recursos a serem utilizados, como em textos reflexivos que abordam questões metodológicas que in-
terferem diretamente na sala de aula. As orientações direcionam o desenvolvimento de conteúdos que 
propiciem um caráter mais reflexivo, crítico e transformador da realidade por parte dos estudantes.
em sala de aula
O texto-base de cada capítulo da coleção está estruturado em duas partes: introdução e desenvolvi-
mento do tema. Tal organização facilita o entendimento dos estudantes. Existem seções específicas 
que ampliam e/ou desdobram o conteúdo tratado. Tais seções: Ampliando conceitos, Saiba mais, 
Interagindo, Perfil, Cartografando, Mundo do Trabalho e Vá Fundo, possibilitam variadas contextua-
lizações, o que facilita o ensino e a aprendizagem. Outro aspecto positivo da coleção é a seção Para 
começo de conversa. Nela os capítulos são iniciados com imagens e questões que possibilitam levan-
tar conhecimentos prévios dos estudantes.
As atividades propostas são diversificadas e estão bem distribuídas no interior dos capítulos, rom-
pendo uma tradição de muitos livros didáticos que as concentram nos finais dos capítulos e/ou das 
Unidades. São propostas que partem de alguns problemas atuais com vistas a estabelecer relações 
entre diferentes áreas do conhecimento. Recomenda-se atenção às atividades interdisciplinares, 
pois estas nem sempre possuem orientações claras quanto à sua execução.
Há possibilidade de criticidade quanto às desigualdades de gênero, valorizando as conquistas femini-
nas. Outro aspecto destacado é a luta dos homossexuais por reconhecimento dos seus direitos civis. 
A coleção traz, ainda, a temática indígena e a cultura afro-brasileira, destacando a atuação de movi-
mentos sociais que lutam pelo reconhecimento das desigualdades que atingem estas minorias sociais.
São indicados jogos comerciais e expostos logomarcas e logotipos de produtos, empresas e/ou ser-
viços comerciais em textos, exercícios, atividades e ilustrações, os quais, no entanto, são retratados 
de modo contextualizado para referenciar um dado conteúdo e/ou conceito pertinente ao ensino de 
Geografia e ao processo educativo.
Cabe ao professor, utilizar Atlas Escolares para o enriquecimento da abordagem de alguns temas, em 
virtude de haver mapas pouco elucidativos e com baixa qualidade técnica.

55
Na coleção, amplia-se, gradativamente, o nível de complexidade na abordagem dos conceitos que per-
mitem o entendimento dos fenômenos geográficos. Os livros estão articulados entre si pelo uso dos 
conceitos de ambiente, paisagem, região, território, globalização, redes e técnicas, servindo de pres-
suposto para a interpretação dos fatos e processos estudados. Estes conceitos são frequentemente 
retomados e, em geral, aprofundados de um capítulo para o outro e entre os livros do 1º ao 3º anos.
Os conteúdos tratados nos capítulos são explorados de forma adequada e os recursos gráficos, com 
dados extraídos de fontes reconhecidas e atualizadas, proporcionam formas diversas de usar didati-
camente as informações. Os mapas empregam legendas pertinentes ao seu tema e a maior parte das 
escalas está representada na forma gráfica.
Em geral, a abordagem dos fenômenos contempla as relações espaço-temporais a partir de uma 
perspectiva linear da História, sem, entretanto, comprometer o desenvolvimento do senso crítico do 
estudante e a compreensão do processo de produção do espaço geográfico.
As atividades, cumprindo distintas funções no processo pedagógico, permitem que os objetivos 
propostos para os capítulos sejam alcançados e possibilitam a articulação entre os conteúdos. As 
questões propostas exploram os aspectos epistemológicos e conceituais da Geografia, propiciando, 
inclusive, a interação com conteúdos e temas trabalhados em outras disciplinas.
ALICE DE MARTINI
ROGATA SOARES DEL GAUDIO
0123P18053
ESCALA EDUCACIONAL
1

edição - 2016
GEOGRAFIA - AÇÃO  
E TRANSFORMAÇÃO
visão geral

56
O Livro do Estudante inicia-se com uma seção intitulada Conheça seu livro na qual é descrita a estru-
tura geral da coleção. Posteriormente, traz o Sumário com os títulos dos capítulos e a lista de seções 
e subseções que o integram. Os capítulos são iniciados pela seção Conexão de Conhecimentos. Estes 
contêm texto principal, excertos de textos em diversos estilos, glossário, hiperlinks, mapas, ilustra-
ções, quadros, tabelas, gráficos e atividades. Os capítulos são finalizados com as seções Questões 
de Enem e Vestibular e A Notícia em diversas óticas. Ao final dos livros, são oferecidas sugestões de 
livros, filmes, sites e referências bibliográficas.
O Livro do Estudante do 1º ano privilegia temas relacionados à representação espacial, às questões 
ambientais e aos conteúdos da Geografia Física, propondo conteúdos relativos à cartografia, ao pla-
neta como sistema, aos aspectos climatobotânicos, aos aspectos da natureza brasileira e às mudan-
ças climáticas globais.
O Livro do Estudante do 2º ano dedica-se ao estudo do espaço brasileiro, apresentando conteúdos que 
abordam: contrastes brasileiros, construção do território brasileiro; regionalizações, população, indi-
cadores sociais, recursos naturais, industrialização, urbanização, transportes e desigualdades sociais.
O Livro do Estudante do 3º ano abarca a organização do espaço mundial e seus múltiplos processos. 
Os conteúdos propostos são: mundo do trabalho, população mundial, multiculturalismo, Guerra Fria e a 
Nova Ordem Mundial, nacionalismos no século XXI, Fundamentalismos, África no contexto da geopolítica 
mundial, organizações internacionais; mundo multipolarizado, parcerias políticas e econômicas globais.
O Manual do Professor é composto pelo Livro do Estudante, além de uma parte comum aos três Ma-
nuais do Professor e uma parte específica a cada um deles.
A parte comum do Manual do Professor apresenta a proposta teórico-metodológica e didático-pedagó-
gica da coleção. Estrutura-se da seguinte forma: Apresentação da proposta pedagógica e teórico-meto-
dológica da coleção; Finalidades do ensino-aprendizagem de Geografia no Ensino Médio; Habilidades 
e competências no Ensino Médio e no Enem; Sugestão geral de planejamento de habilidades e compe-
tências por ano do Ensino Médio; Geografia Acadêmica e Geografia Escolar: as especificidades da Geo-
grafia Escolar; A interdisciplinaridade no ensino-aprendizagem de Geografia no nível médio; Processos 
e procedimentos avaliativos; As novas tecnologias de comunicação e informação, o estudo do meio e 
os projetos de investigação no ensino de Geografia - nível médio; Referências bibliográficas; Sugestões 
de textos: formação pedagógica; Distribuição dos conteúdos por ano: sumário dos Livros do Estudante.
A parte específica de cada Manual do Professor é composta pela seção Comentários das ativida-
des por capítulo, na qual constam os objetivos das atividades; as orientações e sugestões para o 
descrição da obra

57
seu desenvolvimento; além de textos de apoio ao professor, com o aprofundamento dos conteúdos 
abordados; a resolução comentada das Questões de Enem e vestibulares e, por último, as Referências 
bibliográficas de cada capítulo.
análise da obra
A proposta teórico-metodológica da coleção expressa seu compromisso com a perspectiva socio-
construtivista, cabendo ao professor o papel de mediador do ensino e aprendizagem, entre as con-
cepções prévias dos estudantes e o novo conhecimento a ser construído. Esta concepção está pre-
sente nos textos, principalmente nos auxiliares e nas atividades propostas.
Na coleção, enfatiza-se a importância de reconhecer o lugar das pessoas nas suas vivências mais próxi-
mas, bem como no restante do país e no planeta. Os textos apresentados nos livros favorecem a com-
preensão do espaço geográfico numa perspectiva crítica, abordando a ação natural, os elementos cons-
tituintes do espaço físico e da ação humana, os processos sociais, econômicos, políticos e culturais.
Desta forma, a categoria de análise que permeia os conhecimentos a serem construídos no Ensino 
Médio é o de espaço geográfico. Para tanto, a coleção tem o cuidado em ampliar gradativamente o 
nível de complexidade na abordagem dos conceitos que permitem o entendimento dos fenômenos 
espaciais. Estes conceitos são frequentemente retomados e, em geral, aprofundados nos capítulos 
ou livros dos anos seguintes.
Os livros estão articulados entre si pelo uso dos conceitos de ambiente, paisagem, espaço geográfico, 
região, território, globalização, redes e técnicas, servindo de pressuposto para a interpretação dos 
fatos e processos estudados. Os conteúdos tratados nos capítulos são explorados de forma adequa-
da e os recursos gráficos, com dados extraídos de fontes reconhecidas e atualizadas, proporcionam 
formas diversas de tratar as informações.
Os conceitos estão articulados entre si e com os conteúdos. Os conceitos de paisagem e de lugar 
são trabalhados tanto para o entendimento das abordagens naturais do planeta quanto no contexto 
das tensões sociais e econômicas. O conceito de território também é abordado com maior ênfase na 
análise das políticas internacionais. Os conceitos de regionalização, rede e técnica são evidenciados 
principalmente na abordagem do mundo globalizado.
As atividades, cumprindo distintas funções no processo pedagógico, permitem que os objetivos, pro-
postos para os capítulos, sejam alcançados e possibilitem a articulação entre os conteúdos. As ques-
tões exploram desde aspectos epistemológicos e conceituais da Geografia, até suas interações com 
outras disciplinas.

58
As atividades presentes na seção A notícia em diversas óticas favorecem o desenvolvimento das 
habilidades de leitura, escrita e resolução de problemas, por meio de desafios e questões abertas. 
As propostas confrontam diferentes pontos de vista, promovendo a Formação Cidadã. Há, também, 
Questões de Enem e vestibular.
As atividades didático-pedagógicas sugerem pesquisas, debates, simulações, estudos do meio e pro-
duções textuais e gráficas, podendo ser realizadas de forma individual, em duplas e em grupos. Estas 
ações favorecem o desenvolvimento de diferentes habilidades e capacidades necessárias à constru-
ção do conhecimento geográfico, tais como observação, criatividade, análise, síntese e investigação. 
Destacam-se os projetos interdisciplinares cujas propostas sugerem parceria com professores de 
Língua Portuguesa, História, Sociologia, Matemática, Filosofia, Arte e Biologia.
A linguagem está adequada ao tratamento dos conceitos e à faixa etária a que se destina. Utilizam-se 
diferentes gêneros textuais para dar suporte ao conteúdo dos livros, como poesias, charges, cartuns, 
letras de música, histórias em quadrinhos, textos jornalísticos e obras de arte.
A seção Conexão de conhecimentos problematiza o tema a ser estudado pelo estímulo à reflexão a 
partir dos conhecimentos prévios dos estudantes. A seção A notícia em diversas óticas propõe de-
safios e questões abertas, nas quais são priorizadas as habilidades de leitura, escrita e resolução de 
problemas a partir de diferentes pontos de vista, robustecendo os preceitos para a Formação Cidadã.
Apesar da preocupação apresentada em relação à Formação Cidadã, atendendo à legislação, a pro-
posta de educação, na qual diferentes sociedades possam se ver representadas, é contemplada 
parcialmente no interior da coleção. Os fenômenos geográficos são contextualizados espaço-tem-
poralmente, entretanto, não se apresenta a diversidade de sujeitos e, portanto, de relações entre so-
ciedade e natureza envolvidas nos processos descritos. Há limitações na abordagem da diversidade 
sexual e dos direitos de homossexuais. Da mesma forma, apesar da coleção promover a educação e a 
cultura em direitos humanos, os preceitos do Estatuto do Idoso não são abordados.
A coleção combate o mito da democracia racial, destacando as desigualdades no acesso à educação 
e ao mercado de trabalho entre brancos e negros no Brasil. Não há, na obra, referências aos debates 
científicos que sustentavam as políticas de branqueamento.
As ilustrações são claras e estão articuladas adequadamente aos temas e conceitos estudados nos 
livros, o que favorece o entendimento dos conteúdos propostos. Elas contemplam a pluralidade so-
cial e cultural do país e de outras nações, porém são poucas as que mostram os grupos étnicos que 
formam a sociedade brasileira.
Os mapas empregam legendas pertinentes ao tema e às escalas representadas, em geral, na forma 
gráfica, entretanto, alguns possuem informações em demasia. Os mapas, em sua maioria, comple-
mentam a ideia dos textos, além de facilitarem e estimularem a realização das tarefas.

Baixar 11.35 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
espírito santo
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
conselho municipal
distrito federal
nossa senhora
língua portuguesa
Pregão presencial
segunda feira
educaçÃo secretaria
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar