Brasília 2017 ministério da educação



Baixar 11.35 Mb.
Pdf preview
Página4/12
Encontro09.04.2020
Tamanho11.35 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12

32
análise da obra
A coleção estrutura-se a partir de unidades temáticas que, sob uma concepção teórico-metodológica 
de caráter interdisciplinar, propõe-se a abordar os conteúdos criticamente. A proposta busca esta-
belecer relações espaço-temporais, nas diferentes escalas geográficas, com o intuito de compre-
ender os processos que atuam na construção e organização do espaço geográfico. Também visa à 
valorização dos conhecimentos prévios dos estudantes e à participação deles no processo formativo 
escolar, assim como suas capacidades autônomas de aprender, participar e se inserir criticamente na 
sociedade. Sua concepção teórico-metodológica de caráter interdisciplinar possibilita a interface da 
Geografia com os temas transversais e outros componentes curriculares do Ensino Médio, favorecen-
do a abordagem crítica de conteúdos e o desenvolvimento de competências e habilidades para que 
o estudante compreenda os processos que atuam na produção e organização do espaço geográfico.
Os temas relacionados à Formação Cidadã são trabalhados nos três livros, em uma perspectiva que 
incentiva a diversidade e o tratamento respeitoso aos diversos sujeitos envolvidos no processo his-
tórico da humanidade e sua relação na construção do espaço geográfico. Assim, a coleção atende 
aos preceitos da legislação, às diretrizes e às normas que regem o Ensino Médio. Na coleção, são 
realizadas discussões sobre gênero e igualdade, direitos humanos, cultura e história afro-brasileiras, 
representações sociais e manifestações socioculturais, dentre outras. Aborda a crítica ao racismo e 
ao preconceito étnico, fomentando uma educação voltada à promoção dos direitos humanos que 
reforça a visibilidade de mulheres, povos indígenas e afrodescendentes. Tais princípios de constru-
ção da cidadania são abordados por meio de textos complementares presentes nas seções Outras 
leituras, Para saber mais e Dialogando com outras disciplinas.
Os direitos das pessoas com mais de 60 anos são abordados na forma de ilustrações e/ou pequenas 
notas. Os temas relacionados ao respeito à diversidade e ao combate à homofobia são tratados ape-
nas superficialmente, realçando-se que tais grupos merecem respeito e maior reconhecimento de 
sua contribuição cidadã para a população socioespacial na contemporaneidade.
Quanto à proposta pedagógica, o desenvolvimento dos conteúdos aponta para a compreensão dos 
processos que atuam na organização do espaço – abordagens de processos sociais e fenômenos 
naturais. A relação sociedade-natureza é compreendida como fundamental para que se interprete a 
produção do espaço geográfico, o que é aprofundado a partir dos conceitos geográficos de paisagem, 
região, território e lugar, propiciando a leitura e a interpretação do mundo atual.
O conteúdo aparece sempre acrescido de informação complementar através do uso da intertextuali-
dade, de ilustrações e representações cartográficas. As atividades retomam os conteúdos, sendo pro-
postas leituras, análises, comparações, reflexões, o que favorece o desenvolvimento de competências 
e habilidades e o diálogo com outras áreas do conhecimento.

33
São empregados vários tipos de linguagem destacando-se os Infográficos, as Sínteses históricas, 
Para saber mais, Outras leituras, Dialogando com as disciplinas, Pensando o Enem, Vestibular de Norte 
a Sul e Sugestão de leitura, filmes e sites. De maneira integrada, essas seções possibilitam o cumpri-
mento da proposta didático-metodológica da coleção e dão suporte ao desenvolvimento da aprendi-
zagem dos estudantes e ao trabalho docente nos três anos do Ensino Médio.
A coleção pode facilitar e dinamizar o trabalho docente em sala de aula, uma vez que os conteúdos 
estão dispostos de forma clara e objetiva e se adequam aos vários contextos. A quase totalidade dos 
materiais necessários para a execução da proposta está disponível na própria coleção, condição que 
pode potencializar os processos de ensino-aprendizagem.
O Manual do Professor descreve a organização da coleção, sintetiza os temas abordados nas unida-
des e capítulos e caracteriza as seções. No Manual do Professor, os livros da coleção são descritos 
em unidades temáticas. 
São realizadas discussões sobre a avaliação do processo de ensino-aprendizagem, sendo apontados 
os tipos, bem como indicados instrumentos e estratégias didático-pedagógicas. O professor terá, ain-
da, como material de suporte: referências bibliográficas, textos de apoio, sugestões de filmes, sítios 
na internet e revistas; orientação para a realização de trabalhos individuais e em grupo; atividades 
complementares, entre outros.
A estrutura gráfico-editorial e a organização da coleção são funcionais, o sumário está organizado 
de forma a propiciar a rápida localização dos conteúdos, a impressão permite boa legibilidade, fa-
vorecendo a leitura. O uso de diferentes tipos de linguagem confere um layout atrativo e motivador, 
adequado ao público jovem a que se destina.
De forma a garantir um processo contínuo de aprendizagem do estudante ao longo dos três anos do 
Ensino Médio, assim como o aprofundamento gradual dos conteúdos estudados, é preciso estabe-
lecer vínculos entre os livros da coleção. Em poucas unidades, capítulos e conteúdos, há referências 
sobre a integração existente entre os conteúdos trabalhados nos diferentes livros.
Os sítios indicados nos livros da coleção estão integrados aos conteúdos, destacando-se pelo uso de 
uma linguagem adequada, auxiliando o estudante e o professor na busca de informações adicionais. 
Alguns sítios indicados não estão em português, e isto requer que o professor e o estudante domi-
nem outros idiomas ou utilizem ferramentas on-line de tradução do conteúdo exibido. O acesso à 
internet é necessário em algumas atividades e projetos interdisciplinares sugeridos a partir dos links.
A coleção apresenta os conteúdos geográficos em interface com outras disciplinas. O professor terá 
facilidade em dinamizar suas aulas, de acordo com sua realidade, pois a linguagem utilizada está 
acessível à faixa etária dos estudantes do Ensino Médio. A coleção contempla a quase totalidade de 
materiais necessários para a realização das atividades propostas, e estas facilitam a prática docente 
e viabilizam a autonomia do estudante para realizá-las.

34
em sala de aula
Professor, você terá facilidade em dinamizar suas aulas, de acordo com sua realidade, pois os conteú-
dos são apresentados de forma clara e objetiva. Apesar de fazer várias citações de livros acadêmicos 
ao longo da coleção, a linguagem está acessível à faixa etária dos estudantes.
Cabe ressaltar que a coleção apresenta facilidade de uso, pela divisão em unidades, capítulos, títulos 
e subtítulos, apresentando muitas imagens, mapas e uma variedade de atividades. A densidade de in-
formações nos capítulos merece atenção no planejamento, a fim de adequar-se ao tempo disponível.
O material de suporte com os temas transversais propicia o estabelecimento de relações entre esses 
e a Formação Cidadã, a discussão de gênero, sustentabilidade e os direitos humanos.
A coleção está isenta de formas de discriminação ou doutrinação religiosa, política ou ideológica, 
bem como de marcas e logotipos. Quando aparecem, estão dentro de um contexto pedagógico. 
A coleção contém atividades e exercícios complementares, mobilizando, em diversos capítulos, a di-
mensão interdisciplinar dos conteúdos. A identidade visual das tipologias gráficas e a clareza de sua 
apresentação são importantes no ensino e aprendizagem. Ilustrações de fenômenos geográficos em 
distintas escalas permitem relacionar os conteúdos estudados à realidade próxima dos estudantes.
Os sítios indicados na coleção possibilitam acesso a outras fontes de informação, dados e materiais 
didáticos para o cotidiano escolar.
O Manual do Professor dá suporte ao planejamento do docente e à sua prática pedagógica. Há que 
se ter atenção para realçar os vínculos entre os livros da coleção, para que unidades, capítulos e 
conteúdos, fortaleçam a formação integrada, contínua e gradativa nos três anos do Ensino Médio.

35
Na coleção, destaca-se o estudo do espaço geográfico baseado na interdisciplinaridade e na con-
textualização dos conteúdos. Desse modo, a proposta pedagógica desenvolve a aprendizagem da 
relação sociedade e natureza, dos processos de produção capitalista do espaço geográfico e da di-
mensão geopolítica dos conflitos territoriais em múltiplas escalas.
A coleção propõe atividades contextualizadas com o foco nos projetos e nas situações-problema 
articulando os saberes do cotidiano aos da ciência geográfica. A organização dos conteúdos transita 
por distintas escalas e valoriza a comparação e a descrição das mudanças socioespaciais.
Apoiada na legislação em vigor, a coleção privilegia a aprendizagem dos conteúdos voltados para a 
cidadania e os direitos humanos. Nas unidades e nos capítulos, há um significativo número de ima-
gens, fotografias, charges e telas, cuja diversidade estética promove amplo repertório para o profes-
sor explorar com os estudantes.
A coleção valoriza a interpretação gráfica e cartográfica no desenvolvimento pedagógico de cada 
capítulo. Outra característica é a adoção de diferentes linguagens para subsidiar a aprendizagem dos 
conteúdos valorizando a competência leitora.
Em seu Manual do Professor, apresenta diversas abordagens avaliativas destacando a avaliação 
diagnóstica e processual. Ao final de cada Unidade, há uma seção exclusiva para resolução de ques-
tões extraídas do Enem e dos principais vestibulares do país.
ANDRÉ BALDRAIA 
BIANCA CARVALHO VIEIRA
CARLA BILHEIRO SANTI
CARLOS HENRIQUE JARDIM
FERNANDO DOS SANTOS SAMPAIO
FLÁVIO MANZATTO DE SOUZA
IVONE SILVEIRA SUCENA
0075P18053
SM
3

edição - 2016
SER PROTAGONISTA - GEOGRAFIA
visão geral

36
Cada abertura de Unidade ou de capítulo apresenta uma fotografia que sintetiza a temática e os con-
teúdos que serão abordados. Na abertura da Unidade ligada à imagem, há a seção intitulada Ques-
tões para refletir, que prioriza a revisão dos conhecimentos prévios dos estudantes e a introdução de 
novos conceitos geográficos.
Há seis tipos de boxes vinculados ao texto principal do Livro do Estudante: Conexão, que relaciona o 
conteúdo à realidade do estudante; Ação e Cidadania, cuja finalidade é a Formação Cidadã; Saiba mais
com o objetivo de apresentar pequenos textos complementares; Leia, Assista, e Navegue, boxes inte-
rativos com recomendações de livros, filmes e páginas eletrônicas que dialogam com os conteúdos; e 
no Glossário, há a definição de termos e conceitos para aprimoramento do vocabulário do estudante.
Há  quatro  seções  que  apresentam  textos  complementares.  As  seções Geografia e...; Informe; Mun-
do hoje; Presença da África e Presença Indígena. A Geografia e..., traz o enfoque da interdisciplinarida-
de; no Informe, são selecionados fragmentos de textos científicos; e no Mundo Hoje, são reproduzidas 
reportagens de mídias diversas. Nas seções Presença da África e Presença Indígena, a coleção atende 
à legislação específica, valorizando a identidade negra e indígena, além de combater o estereótipo e 
afirmações do senso comum.
O Livro do Estudante do 1° ano concentra as temáticas da produção capitalista do espaço, com o foco 
na geografia agrária, na dinâmica da natureza e finaliza com a cartográfica temática. Há a seguinte 
sequência de Unidades: 1. A produção do espaço no capitalismo, 2. A dinâmica da natureza; 3. Espaço 
agrário; e 4. A representação do espaço produzido.
O Livro do Estudante do 2° ano tem seu foco nas múltiplas escalas, trata da relação sociedade e natu-
reza, da industrialização e da urbanização como processos principais da organização do território. O 
livro apresenta a seguinte organização em Unidades: 1. Sociedade e paisagens naturais; 2. A produção 
do espaço industrial; 3. Dinâmicas Populacionais; e 4. Urbanização e movimentos sociais.
O Livro do Estudante do 3° ano aborda a geopolítica, com o destaque para a questão ambiental e os con-
flitos territoriais. O livro apresenta a seguinte sequência de Unidades: 1. A produção do espaço político; 2. 
A nova ordem internacional; 3. O espaço político: focos de tensão; e 4. Os desafios políticos do século XXI.
Todos os Manuais do Professor, além do conteúdo integral dos Livros do Estudante, possuem outras 
duas partes: a primeira intitulada de Aspectos gerais da coleção, cuja redação é repetida nos três 
livros e a segunda, chamada de Referências teóricas e sugestões didáticas deste volume, que reúne 
as recomendações pedagógicas para o uso do Livro do Estudante.
descrição da obra

37
análise da obra
A proposta da coleção se baseia nos fundamentos da Formação Cidadã e na aprendizagem contex-
tualizada, respeitando a legislação em vigor. A organização dos conteúdos e das temáticas funda-
menta-se na análise da dinâmica da natureza, nos processos de produção capitalista do espaço e na 
dimensão geopolítica dos conflitos territoriais em múltiplas escalas.
Há inúmeras possibilidades de estimular a criticidade a partir da observação, da análise e de síntese de di-
ferentes fontes, gêneros textuais, ilustrações e linguagens. No geral, os textos complementares são localiza-
dos nas seções, como, por exemplo, Informe e Mundo hoje. As seções Presença da África Presença indígena 
são constituídas por textos mais densos que contribuem para o aprofundamento dos temas estudados.
Os conteúdos desenvolvidos a partir de temas propostos estão organizados de forma a permitir o 
desenvolvimento da criticidade e do poder argumentativo dos estudantes. Dependendo do debate 
realizado, estes temas são facilmente trazidos para a realidade do contexto de vivência de cada es-
cola e de cada estudante. Ao tratar do capitalismo, retrata a diversidade da população nas relações 
de trabalho e produção.
A estrutura textual da coleção favorece a articulação interna dos conteúdos, evitando repetições desne-
cessárias. A coleção relaciona categorias e conceitos associando os saberes pedagógicos aos geográficos, 
o que favorece o desenvolvimento dos exercícios e a execução das atividades extracurriculares propostas.
Os principais conceitos da Geografia são abordados nos três livros da coleção, muitas vezes são articu-
ladores de conteúdos aplicados nas diferentes escalas espaciais. O conceito de espaço geográfico está 
imbuído da relação sociedade e natureza, sendo utilizado em diferentes momentos, de forma direta ou 
indireta, para explicar os processos em diversos contextos históricos. Os conceitos de paisagem e lugar 
são utilizados no decorrer da coleção para flexibilizar o entendimento das relações espaciais cotidia-
nas, sem deixar de mencionar as diversas paisagens existentes no globo, tanto as ligadas às questões 
naturais como socioeconômicas, abrangendo a produção dos espaços agrários e urbanos. O conceito 
de região é empregado para explicar as questões de diversidade, de fronteira e de limites.
A coleção articula os conceitos importantes para a Geografia com os aspectos pedagógicos, enfati-
zando os temas ligados à economia e à geopolítica. São propostas atividades e projetos extracurricu-
lares que orientam a solução de problemas.
Além disso, verifica-se a ênfase nos temas da Geografia Econômica e da geopolítica, com base na 
descrição e na análise de fatos e fenômenos mais recentes. A abordagem dos conceitos é híbrida, 
considerando tanto as perspectivas clássica quanto a da Geografia Crítica. Nos aspectos econômicos, 
a coleção transita pelas organizações agrárias e urbanas, em diferentes setores da economia, levan-
do em consideração as relações de produção do espaço.

38
Nas seções de Atividades e Revendo conceitos, os principais conceitos estudados nos capítulo são 
retomados e aprofundados. Alguns outros exercícios, boxes e seções, propiciam a síntese dos conte-
údos, considerando as palavras-chave.
A interdisciplinaridade e a contextualização constituem eixos importantes da coleção, sendo contem-
pladas, sobretudo, nos boxes cujo conteúdo relaciona-se a outras disciplinas do currículo escolar.
A coleção adota a metodologia de solução de problemas na estrutura narrativa do Livro do Estudan-
te. Esse aspecto revela que ela reconhece outras abordagens avaliativas e relativiza a centralidade 
dos exames e provas no processo de aprendizagem.
A coleção valoriza a leitura de mapas, gráficos e imagens no decorrer de todos os capítulos. A seção 
Em Análise reúne atividades complementares para a análise e a produção de mapas e gráficos.
Os conteúdos trabalhados estão apresentados de forma a estimular o entendimento das relações 
espaciais. A urbanização e os movimentos sociais evidenciam o processo de produção desigual do 
espaço, cujos conteúdos problematizam os sujeitos e os conflitos envolvidos na interdependência 
campo e cidade. Os temas que priorizam a representação do espaço produzido estão centrados no 
letramento cartográfico e nas novas tecnologias de representação espacial. Os conteúdos estão pau-
tados nas questões ambientais, com destaque para a exploração dos recursos naturais e a produção 
de alimentos sob a perspectiva da geopolítica.
Em todas as unidades e em todos os capítulos, há um significativo número de imagens, fotografias, 
charges e obras, cuja diversidade estética promove amplo repertório para a ação docente.
A estrutura do Manual do Professor obedece à sequência apresentada no texto do Livro do Estudante
com inserções que procuram o diálogo com o docente. O sentido de formação continuada eleito pela 
coleção corresponde à atualização de conteúdos. Há uma diversificada oferta bibliográfica, a partir de 
duas seções especificas: Literatura complementar e Sugestões de leitura e consulta para o professor.
No Manual do Professor, é evidente a articulação entre as abordagens do pensamento geográfico com 
as tendências pedagógicas crítica e dialógica, favorecendo o protagonismo estudantil, a partir da peda-
gogia por projetos. Nesse caso, é importante salientar a contextualização dos conteúdos trabalhados.
O Manual do Professor apresenta textos que referenciam o percurso da Geografia ao longo do tempo, bem 
como a proposta pedagógica da coleção, que contempla um olhar crítico e construtivo, valorizando a di-
mensão cognitiva dos estudantes, com destaque à importância da interdisciplinaridade na aprendizagem.
Tanto no Manual do Professor como nos Livro do Estudante, são visíveis as relações entre os pro-
cessos de aprendizagem evidenciados no contexto da formação continuada do professor e a forma 
como os conteúdos são abordados. Na maioria dos textos principais, bem como nos textos auxilia-
res, há uma preocupação constante em apresentar propostas de intervenção aos estudantes. Nas 

39
orientações aos professores, fica clara a sugestão de resolução de situações problematizadoras, 
como desencadeadoras de processos reflexivos. Nas atividades, textos e imagens apresentadas aos 
estudantes nos respectivos livros, permanece evidenciada a preocupação com a sistematização da 
intencionalidade relativa ao conteúdo do Manual do Professor, aprimorando as discussões entre 
professores e entre estes com o material didático.
em sala de aula
Professor, a coleção apresenta diferentes boxes que oportunizam um trabalho dinâmico em sala de 
aula, por isso você deve estar atento às propostas e aos assuntos evidenciados para desenvolver 
atividades significativas.
No boxe Assista e no Manual do Professor, há a recomendação de diversificado repertório de filmes, 
adequado ao conteúdo curricular e que fortalece a divulgação do cinema nacional. Além disso, há 
a disponibilidade de diferentes gêneros textuais para serem explorados na sala de aula, tais como 
charges, poemas e músicas. A partir destes gêneros, é possível apresentar aos estudantes diversas 
formas de compreender o conteúdo trabalhado. No Ensino Médio, a aprendizagem se torna mais sig-
nificativa na medida em que as linguagens estão próximas dos estudantes.
Nos boxes Leia e Navegue e no Manual do Professor, há sugestões de livros e endereços eletrônicos 
para consulta ou para promover atividade complementar. É possível trabalhar com estas sugestões 
de modo a diversificar as práticas docentes. Estes elementos pedagógicos constantes permitem ex-
trapolar a sala de aula e levam o estudante a aplicar, de forma investigativa, os conteúdos tratados 
no cotidiano. Muitos links indicados estão inativos e caberá a você, professor, consultar primeiro o 
buscador para verificar se as páginas recomendadas estão ativas.
É preciso atentar ao uso de algumas fotografias, pois apesar de aparecerem de forma contextualizada no 
texto de jornais, podem ser interpretadas pelos estudantes de forma a naturalizar reproduções de estereó-
tipos. Neste caso, analisar estes recursos anteriormente evitará sua utilização de forma pouco qualificada.
No decorrer do planejamento, cabe a você atentar, também, para o uso dos mapas, pois alguns, mui-
to interessantes, são pouco explorados no Livro do Estudante. Para tanto, é importante consultar o 
Manual do Professor, no qual há subsídios para a devida ação pedagógica.
Igualmente se faz necessário atentar para intensificar as discussões no que diz respeito ao tratamen-
to das temáticas de gênero e da não violência visando à construção de uma sociedade não sexista, 
justa e igualitária, apesar da potência dos debates, das linguagens e das atividades propostas, tais 
questões são abordadas apenas superficialmente na coleção.

40
A coleção adota uma abordagem que considera a contribuição da Geografia na compreensão do es-
paço geográfico, enfatizando as transformações tecnológicas, os processos produtivos e as relações 
de trabalho. Apresenta uma proposta didática que valoriza a experiência de vida e os saberes trazi-
dos pelos estudantes, exemplificado na seção Agentes da Sociedade.
Há, na coleção, seções que mediam os debates sobre as questões relevantes para a cidadania, de or-
dem nacional e internacional, como Leitura e Discussão, Conexão, Compreensão e Análise e Contrapon-
to, que buscam integrar-se às várias áreas de conhecimento na perspectiva da interdisciplinaridade.
Os Livros do Estudante apresentam uma adequada contextualização dos temas com indicações de 
leituras, vídeos e hiperlinks, textos selecionados, atualizados e recentemente publicados. A organi-
zação editorial é clara e objetiva, apresentando quadros explicativos de orientações didáticas que 
indicam as etapas e metodologias de desenvolvimento das atividades.
No Manual do Professor, há orientações didáticas específicas referentes a cada ano do Ensino Médio, 
bem como uma perspectiva histórica do ensino de Geografia no Brasil, abordando as tendências me-
todológicas em cada época, possibilitando ao professor conhecer os desafios do ensino, bem como 
as políticas recentes para a sua melhoria.
ANSELMO LAZARO BRANCO
CLÁUDIO MENDONÇA
ELIAN ALABI LUCCI
0103P18053
SARAIVA EDUCAÇÃO 
3

edição - 2016
Baixar 11.35 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
Serviço público
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
espírito santo
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
nossa senhora
língua portuguesa
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar