Bororó Felipe



Baixar 69,43 Kb.
Encontro28.02.2017
Tamanho69,43 Kb.

Bororó Felipe


Compositor, músico, cantor, arranjador, produtor e diretor musical nascido em Goiânia, Bororó vem construindo sua carreira desde os 13 anos. Hoje, após mais de vinte e cinco anos de intensa atividade profissional na cidade do Rio de Janeiro, Bororó é considerado um dos mais competentes e talentosos instrumentistas brasileiros.

É um músico popular extremamente versátil afirmando-se no domínio de vários instrumentos musicais - contrabaixo elétrico, contrabaixo acústico, violão, viola caipira, guitarra midi e bateria.

Como instrumentista destaca-se principalmente como baixista por sua personalidade e estilo inconfundíveis, dono de uma pegada e de um swing elogiados publicamente pelo ex-Gênesis, Peter Gabriel (Folha de São Paulo-10/12/87), quando este esteve no Brasil e assistiu ao show de Beth Carvalho, com quem Bororó trabalhou durante 07 anos (1985 a 1992). Com Beth Carvalho, Bororó apresentou-se por todo o território nacional e também por vários países da Europa e América Latina, em importantes eventos  como:



  • Festa  do  Avante  -  Portugal - 1986;

  • 7º Festival  Internacional de  Música  Popular  de  Varadero - Cuba  -  1988;

  • Viva Brasil 88 - Hamburg, Berlin, Xanten, Brussel, Mannheim, Koln, Frankfurt - Alemanha;

  • North Sea  Festival - Den Haag -  Alemanha 1988;  

  • Espetáculo Beth Carvalho - ao ar livre - Bruxelas  -  Bélgica 1988;

  • Encontros Sem Fronteiras - Buenos Aires -Argentina – 1988;

  • Festival  de  Montreaux  -  Suíça  -  1990.

Ao longo de sua carreira, Bororó vem atuando em Shows e gravações  junto  aos  mais renomados artistas da MPB, do Samba e da Música Instrumental Brasileira, destacando-se:

Gal Costa, Leny Andrade, Simone, Flávio Venturini, Sergio Ricardo, Leila Pinheiro, Fátima Guedes,  Mário Lago, Jane Duboc, Paulinho Tapajós, Ivan Lins, Zé Renato, Verônica Sabino, Edu Lobo, Fafá de Belém, Daniela Mercury, Elba Ramalho,Amelinha, Ney Matogrosso,Emilio Santiago, Ivete Sangalo, Chico Buarque, Caetano Veloso, Alceu Valença, Fagner, Geraldo Azevedo, Ivan Lins, Guinga, Zeca Baleiro, João Donato, João Bosco,Aldir Blanc, Ed Mota  e Paulinho da Viola, Beth Carvalho, Martinho da Vila, Jair Rodrigues, Alcione, Zeca Pagodinho, Ney Lopes, Jorge Aragão, Fundo de Quintal, Negritude Júnior, Katinguelê, Só Pra Contrariar, Lecy Brandão, Almir Guineto, Jovelina Pérola Negra, Dona Ivone Lara, Sivuca, Toninho Horta, Paulo Moura,Jards Macalé, Marco Pereira, Zé Nogueira,Wagner Tiso,Jurim Moreira,Zé Canuto,Hamilton de Holanda,Paulinho Moska,Milton Nascimento,Gilberto Gil, Marcos Suzano, Victor Biglione, Leandro Braga, Oscar Castro Neves, Cristóvão Bastos, Moacir Santos e vários outros de igual importância.



  • Em 1997, Bororó participou como baixista do disco do americano Kenny Rankin, ao lado de consagrados instrumentistas americanos como: Toots Thielemans e Michael Brecker, numa produção de Oscar Castro Neves.



  • Em sua trajetória profissional, Bororó participou de inúmeros projetos culturais, dentre eles um de especial importância, constituído de espetáculo musical e disco, denominados Estória de João-Joana, resultantes da parceria do cantor e compositor Sergio Ricardo com o poeta Carlos Drumond de Andrade, com arranjos e regência do maestro Radamés Gnatalli, apresentado juntamente com a Orquestra Sinfônica de Brasília (1986),  Orquestra Sinfônica Juvenil do Estado de São Paulo (Regente - Juan Serrano - 1990) e Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro (1999).



  • Em 1994, participou de vários Shows em Portugual acompanhando o cantor e compositor Sérgio Ricardo e no final de 1995, em Caracas (Venezuela). Em 1998, na Córcega,  acompanhou o violonista, compositor e arranjador, Marco Pereira. A partir do ano de 1996, Bororó atuou como baixista nas bandas de Edú Lobo, Verônica Sabino, Zé Nogueira, Marco Pereira, Zé Renato, Leandro Braga, Ivan Lins, Dori Caymmi, Gal Costa.



  • Com Edu Lobo e Zé Nogueira, Bororó participou do FREE JAZZ FESTIVAL/96 (Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre), e com o tecladista Leandro Braga participou do FREE JAZZ FESTIVAL/99 (Rio de Janeiro e São Paulo), considerado o mais importante e tradicional festival de Jazz internacional promovido no Brasil reunindo os mais conceituados músicos nacionais e internacionais da atualidade.



  • Bororó participou da XV (Jan./97),  XVI (Jan./98), XVII (Jan./99) e da XVIII (Jan./2000) Oficina de Música de Curitiba ministrando, à convite da Fundação Cultural de Curitiba - Conservatório de MPB - os Cursos de Contrabaixo Elétrico: Oficina de Samba e Prática de Conjunto.



  • Foi arranjador, compositor, produtor e diretor musical do Evento “Sacopenapã - Uma Sinfonia Para a      Lagoa” realizado como Evento comemorativo do aniversário da Cidade do Rio de Janeiro, com o incentivo federal da Lei Rouanet sob patrocínio da PETROBRAS, no dia 06 de março de 2004 na Lagoa Rodrigo de Freitas.



  •          Bororó integrou a banda do cantor e compositor Ivan Lins que, além de shows por todo o Brasil, cumpriu temporada pela Europa (Julho/97) e Estados Unidos (Set./Out./97), realizando, na Europa,  shows em Barcelona, Lyon, Madrid, Pescara e nos seguintes Festivais internacionais:



  • North Sea Jazz Festival  - The Hague – Holanda

  • Royal Festival Hall - Londres  - Inglaterra

  • Internacional Istambul Jazz Festival – Istambul

  • Tropico - Viva Vida Festival - Roma – Itália

Nos Estados Unidos realizou shows em Los Angeles, Denver, San Diego, Guerneville, Oakland, Santa Cruz, Los Angeles, Monterey, Chicago, Boston, Pitisburgh e Nova York.

  • Bororó integrou a banda da cantora Gal Costa, durante o ano de 2002, participando de shows por todo o Brasil e de uma temporada em Portugal. Novamente, em 2004/05 fez parte da banda de Gal Costa.



  • Como Arranjador, participou do disco de Fátima Guedes (Pra Bom Entendedor - 1994) e  do projeto “Songbook de Dorival Caymmi”, produzido por Almir Chediak (04 CDs - 1994).



  • Como Compositor, participou do disco “Saudades da Guanabara” gravado por Beth Carvalho, com a música intitulada “Vaqueirada” (Bororó / Edmundo Souto / Ney Lopes). Participou ainda dos dois últimos  discos do grupo “Batacotô”, com as músicas instrumentais “Caminho das Pedras” (Bororó) e “São Luiz dos Montes Belos” (Bororó/Luiz Augusto).



  • Bororó participou, como compositor, instrumentista e arranjador do disco e do respectivo show de lançamento de um dos grandes poetas da música popular brasileira, Aldir Blanc, compartilhando a autoria da música “Na Orelha do Pandeiro” (Bororó, Lúcia Helena, Aldir Blanc).



  • No final de 1999, Sandra Ávila, cantora de Curitiba, gravou um CD com produção e arranjos de Gilson Peranzetta, incluindo em seu repertório a música “O Dono do Samba”, música de Bororó e letra de Fátima Guedes.



  • Bororó tem ainda, como parceiros: Carlos Ribeiro, Ney Lopes, Sergio Ricardo e Paulo Cézar Pinheiro.

Ø  Bororó recebeu do Conselho Estadual de Cultura, em 05/11/98, a Medalha Nhanhá Do Couto/1998, no evento Personalidades Culturais 98, por sua contribuição e destaque na área musical, no Estado de Goiás.

Ø  Bororó foi homenageado pela Secretaria de Cultura do Estado de Goiás,  em 29/04/99, no evento “Sarau Noites Goianas”, pelos relevantes serviços por ele prestados à música de Goiás.

Ø  Bororó recebeu Certificado de Reconhecimento do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-HABITAT), em 06/10/2003, por sua contribuição no CD comemorativo “Rios do Rio”, com a música de sua autoria e do poeta Carlos Ribeiro, intitulada  “Força”.

Ø  Atualmente, Bororó faz parte da Academia Goianiense de Letras.

   

            Em 2004, participou como compositor, instrumentista, arranjador e diretor musical do projeto que promoveu a apresentação da sinfonia “Sacopenapã”, composta por Edmundo Souto em parceria com Danilo Caymmi, Nei Barbosa, Paulinho Tapajós, Eduardo Goldenberg, Stil, Sérgio Natureza, João Pimentel, Fernando de Lima e Paulinho Feital. A composição é formada por 14 músicas de ritmos variados com temas que homenageiam a Lagoa Rodrigo de Freitas.O projeto contou com grandes participações especiais:Emílio Santiago,Beth Carvalho,MPB4,Zé Renato,Quarteto em Cy, Dudu Nobre e Luanda Cozetti.


Em 2006, participou como instrumentista do Prêmio Tim de Música Brasileira.

Em 2008, participou como instrumentista, da banda de Milton Nascimento, Roberta Sá e Toquinho, na comemoração de aniversário de 50 anos da Toyota no Brasil.

Em 2009/10, fez parte novamente da banda de Ivan Lins.

Em agosto de 2010, participou como instrumentista do Prêmio da Música Brasileira.

 Atualmente está atuando como produtor, arranjador e instrumentista no Estúdio Set Up Music Produções, em parceria com Jairo Reis.

Também é integrante do Quarteto Brasil, juntamente com Cristóvão Bastos (piano), Jurim Moreira (bateria) e Zé Canuto (sax)

Bororó Felipe Por Nilo Alves

Versatilidade e talento do músico goiano Bororó



Com mais de 30 anos de carreira Bororó tocou com grupos importantes da África, Europa, Índia, países árabes e Estados Unidos. Foi nesta miscelânea que o artista obteve sensibilidade para adequar as linguagens da música, as suas próprias identidades. Sempre na tentativa de universalizar a música. Com a consagrada sambista Beth Carvalho, Bororó trabalhou sete anos, o que lhe rendeu muitas trocas profissionais,

e grande amizade com a cantora e outros grandes nomes da MPB


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal