Bom dia, senhor Fernando, recebi um recado no escritório que queria falar comigo?



Baixar 15,98 Kb.
Encontro04.10.2017
Tamanho15,98 Kb.
Racismo

Djalo: Bom dia, senhor Fernando, recebi um recado no escritório que queria falar comigo?

Fernando: Sim senhor Djalo queria falar consigo, porque o seu filho tem tido um comportamento um pouco indelicado comigo, penso que nunca lhe faltei ao respeito nem a si nem ao seu filho, será que ele é racista porque o seu filho começou a descriminar-me perante aos outros empregados?

Djalo: Mas tem a certeza, porque nunca tive queixa de descriminação na minha empresa mas vou falar com o meu filho para esclarecer está situação.

Fernando: Sabe que até agora nunca tive problemas na vossa firma e eu gostaria de fazer o meu trabalho e não estar sobre pressão.

Depois do empregado e o patrão terem tido uma conversa digna foram falar com o filho do patrão e resolveram a situação.

Portadores de deficiência

Manuel Carrapito: Olá mãe, olá pai queria-lhes comunicar que comecei a namorar já algum tempo e gostaria de a trazer cá a minha namorada Susana para a poderem conhecer, porque nós dois decidimos em viver juntos e gostava de saber a sua opinião.

Mãe: Para mim podes traze-la quando quiseres desde que te entendas bem com ela está tudo bem, sabes que eu quero o melhor para ti.

Pai: Manuel não é muito sedo já para te ajuntares com ela?

Manuel Carrapito: Não pai nós gostamos muito um do outro e eu tenho um grande respeito por ela, mas a outro pormenor que não lhes contei é que a minha namorada é anã.

Depois da última conversa que o Manuel teve com os pais a dizer que a namorada era anã eles ficaram um pouco constrangidos, mas deram força ao filho e disseram-lhe que se ele se sentia bem com a namorada era o importante e eles só o queriam ver era feliz.

Xenofobia

Namorado António: Então pá a minha namorada vem de me contar que a um tempo atrás que a tinhas agredido verbalmente, achas o que fizestes está correcto?

Amigo Nélio: Eu não sabia que ela era tua namorada.

António: Penso que te passastes um pouco podias-lhe pelo menos pedir desculpa, se não fosses o meu melhor amigo fazia queixa a polícia.

Nélio: Peso-te desculpa mas como sabes eu nunca faria isso ao saber que ela era a tua namorada, pela nossa grande amizade passa uma borracha por cima disso.

António: Pela nossa amizade é melhor não o fazeres porque ai nunca mais te desculpo e ai sim vou com ela a policia fazer queixa tua, vê se mudas de companheiros porque desde que andas com esses amigos novos é que andas fora da casca vê se entras na linha, mais uma coisa que te queria dizer o que fizeste com a minha namora vê se não fazes com mais ninguém porque te poderá correr mal, temos que respeitar as pessoas.

Nélio: Ok obrigada pela tua compreensão e mais uma vez te peso desculpa pelo o que aconteceu.

Diversidade religiosa.

Patrão Jorge: Olá boa tarde como sabe senhor Manuel ficou candidatado com um bom cargo na empresa, mas tive a ver o seu currículo que você pede algumas exigências durante o trabalho, e como deve compreender não posso dar-lhe este emprego com essas condições, com grande pena minha.

Empregado Luís: Sim eu compreendo mas como deve calcular é muito complicado arranjar um emprego com as condições que eu apresento.

Jorge: Sim eu entendo, e vejo que o senhor Jorge é uma pessoa muito sincera, mas não desista eu vou ver o que posso fazer por si como tenho alguns conhecimentos vou ver se lhe encontro alguma coisa mas não prometo nada. Luís: Muito obrigado pela vossa atenção, eu também vou ver se encontro alguma coisa.

Jorge: Bom, boa sorte e desejo-lhe as maiores felicidades.

Homofobia

Representante: Bom dia, venho representar os pais dos alunos da turma do meu filho, tivemos conhecimento que o professor da EB 2,3 vive em união de facto com um homem e ficamos um pouco desapontados com a situação.

Directora: Eu pessoalmente não me faz diferença nenhuma de momento, desde que desempenhe as suas funções na escola o que faz fora da escola não me diz respeito não tenho nada a ver com a sua vida pessoal.

Representante: Bom por um lado a directora como está a par da situação ficamos mais descansados, estive também a falar com alguns pais eles também disseram que desde ele desempenhe as suas funções como professor não temos nada ver com que ele faz na sua vida pessoal.

Obrigada pela vossa atenção.

Directora: Fico contente por ter cá vindo para esclarecermos está situação e fico totalmente a sua disponibilidade para qualquer informação e muito bom dia.

Reflexão


Como poderemos ver em certos temas aqui referidos que ainda há muitas pessoas que são muitos racistas, mas por outro lado há também muitas pessoas muito generosas.

Eu pessoalmente não sou racista, eu até tenho muitas pessoas amigas de cor e sem ser, mas claro eu por vezes tento em me por no lugar dessas pessoas que se devem sentir muito triste de as pessoas as porem de lado.



Realizado por: Elisabete santos


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal