Bolsa-oportunidade



Baixar 243,01 Kb.
Encontro12.11.2017
Tamanho243,01 Kb.




ANEXO III

EDITAL 02-2015 – PROGRAMA KAIRÓS

BOLSA-OPORTUNIDADE

ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS DE CONTRAPARTIDA

  1. REGRAS GERAIS




    1. Os beneficiários da Bolsa-Oportunidade deverão cumprir, no mínimo, 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto em que estiverem alocados. O Programa Kairós prevê o cumprimento de 10 (dez) horas semanais de atividade, das quais 01 (uma) hora (no mínimo) será para orientação com pessoa indicada pela coordenadoria do Programa Kairós. Os orientadores das atividades de contrapartida terão autonomia na distribuição da carga horária, conforme demanda da atividade desenvolvida.




    1. A Ficha de Inscrição online noticiará todas as atividades de contrapartida possíveis, sendo certo que os aprendizes deverão apontar, por ordem de interesse, cinco delas.




    1. A alocação do aprendiz na atividade que efetivamente deverá cumprir dar-se-á por meio de análise da Comissão de Avaliação e do Coordenador do Curso Regular respectivo, considerando a quantidade fixa de vagas.




    1. A escolha das atividades de contrapartida em que serão alocados os suplentes dependerá da pertinência desta inclusão no período em que o aprendiz for contemplado.




    1. A lista de contemplados será divulgada no dia 27 de agosto. Os contemplados deverão entregar o Termo de Condições da Bolsa-Oportunidade devidamente preenchido, entre os dias 28 e 31 de agosto, impreterivelmente. A lista de alocações nas atividades de contrapartida será divulgada no dia 08 de setembro. Todos os aprendizes contemplados deverão iniciar suas atividades até, no máximo, o dia 15 de setembro , e poderão requerer alteração até o dia 16 de setembro de 2015. É certo, também, que após alocados, pedidos de alteração de atividade só serão aceitos se em conformidade com as vagas disponíveis e mediante aprovação da coordenadoria do Programa Kairós e coordenadoria Pedagógica.




    1. O acompanhamento das atividades desenvolvidas se dará por meio de relatórios mensais e de um relatório final, que deverão seguir os modelos disponibilizados pela Coordenação do Programa Kairós.




    1. Os relatórios mensais deverão ser entregues até o dia 28 de cada mês ou até o primeiro dia útil letivo seguinte, caso seja final de semana, feriado ou segunda-feira.




    1. Atrasos serão tolerados num limite de um dia útil letivo, sendo que esta situação acarretará em descumprimento das metas de trabalho da Bolsa, conforme item 1.13.2 deste anexo. Após este prazo, não serão aceitos relatórios e trabalho final, sob nenhuma hipótese (exceto as resguardadas pela Lei), ocasionando o cancelamento imediato da Bolsa-Oportunidade.




    1. O trabalho final e os relatórios (mensais e final) deverão estar avaliados e assinados pelos orientadores, além de devidamente preenchidos por ambas as partes. O Programa Kairós não receberá relatórios que não cumpram com estes requisitos.




    1. Os trabalhos finais que não obedecerem o modelo indicado pelo Programa Kairós, mesmo que assinados pelos orientadores, serão recusados pelo departamento, acarretando o cancelamento imediato da Bolsa.




    1. O trabalho e o relatório final deverão ser entregues até o dia 18 de dezembro de 2015, aos colaboradores do Programa Kairós. Ressalta-se que, para todas as atividades de contrapartida descritas no item 2. deste anexo, deverá ser entregue um relatório final da atividade desenvolvida, que deverá constar a avaliação do orientador, e deverá ser apresentado um trabalho final assinado pelo orientador.




    1. O Programa Kairós não se responsabilizará por entregas realizadas em outros departamentos ou a outros colaboradores.




    1. A não entrega de qualquer relatório e do trabalho final, o não cumprimento dos critérios de avaliação da Bolsa-Oportunidade e/ou o não cumprimento das cláusulas do Termo de Condições poderão acarretar no cancelamento do benefício e consequente exclusão do aprendiz do Programa Kairós. Em todos os relatórios deverá constar a avaliação dos aprendizes, de acordo com os critérios da bolsa apresentados abaixo:




      1. Os aprendizes contemplados com a Bolsa-Oportunidade que acumularem 3 pontos negativos nas avaliações serão desligados da Bolsa-Oportunidade;




      1. Os pontos serão acumulativos e contabilizados conforme tabela a seguir:




Avaliação

Condições em que ocorre

Ponto(s)

Cumprimento do critério

Entrega de relatórios no prazo e cumprimento integral dos critérios de avaliação da bolsa.

0

Cumprimento parcial de um critério

Atraso na entrega de relatório, de até um dia útil letivo; recebimento de cumprimento parcial em um dos critérios de avaliação da bolsa.

-1

Não cumprimento dos critérios e falta, sem justificativa em qualquer encontro de orientação

Não cumprimento em qualquer um dos critérios avaliados pelos orientadores, ou faltar em qualquer encontro de orientação da bolsa sem justificar.

-2

Ausência de documentação e abandono de atividade de contrapartida.

Não entrega dos relatórios (mensais e final) dentro dos prazos previstos. Não entrega do Trabalho Final. Abandono da atividade obrigatória.

-3




      1. Exemplos de aplicação da pontuação: Em um mesmo relatório, o aprendiz será avaliado de acordo com cinco critérios diferentes, a saber “cumprimento das metas propostas”, “cumprimento dos horários definidos para os encontros”, “interesse pelas atividades”, “data de entrega do relatório” e “comparecimento nas reuniões das atividades de contrapartida”. Segue tabela de algumas das combinações possíveis, em que cada linha corresponde a um exemplo:





Exemplos

Pontos

Resultado

Status

Exemplo 1

  • Recebimento de um parcial em “cumprimento das metas”




-1

-2 pontos

Mantém a bolsa

  • Recebimento, no mesmo relatório ou não, de outro parcial em “respeito aos horários definidos”.

-1

Exemplo 2

  • Recebimento de um não em “cumprimento dos horários definidos para os encontros”.

-2

-3 pontos

Perde a bolsa

  • Recebimento de um parcial em “cumprimento das metas

-1

Exemplo 3

  • Falta em um encontro da bolsa sem justificativa


-2

-3 pontos

Perde a bolsa

  • Atraso na entrega de relatório, de até um dia útil letivo

-1


Exemplo 4


  • Não entrega de um dos relatórios (mensal/final)

-3

-3 pontos

Perde a bolsa




  1. A Coordenação do Programa Kairós tem plenos poderes para alterar, suspender, cancelar ou acrescentar qualquer atividade de contrapartida, a qualquer tempo, caso seja necessário.


1.15 Eventuais gastos para a realização das atividades são de exclusiva responsabilidade dos próprios aprendizes. Casos pontuais serão analisados pela equipe do Programa Kairós.



  1. TIPOS DE ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS DE CONTRAPARTIDA




  1. Ação Cidadã - Casas de Acolhimento- Atividade de contrapartida social que pretende democratizar o acesso aos bens culturais. Prevê ainda um esforço conjunto no sentido de focalizar questões como o direito à cidade e à cidadania. O locus da atividade serão os abrigos para crianças e adolescentes da região central da cidade de São Paulo, com perspectiva de ampliação da atuação para outros bairros da cidade. A atividade é estruturada a partir de duas linhas de trabalho: o desenvolvimento de atividades culturais pelos bolsistas, acompanhados de uma orientadora e o contato com produtoras e artistas, através do programa Kairós, solicitando doações de ingressos para teatros, museus, exposições, entre outros, a fim de promover o acesso dessas crianças e adolescentes à produção cultural nacional e internacional. Neste semestre as atividades culturais serão desenvolvidas em dois espaços diferentes. Daremos continuidade ao trabalho com a casa de acolhimento Família em Foco Casa Verde.




  1. Dados gerais da atividade:




  1. Orientação: Equipe do Programa Kairós

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

 

  1. Vagas Disponíveis: Todos os Cursos Regulares (7 vagas).




  1. Dia e horário dos encontros: Quintas-feiras, das 19h30 às 21h30. Local: Sede Marquês e Casa de Acolhimento Família em Foco Casa Verde.



    1. Ação Cidadã - Abraço Cultural- Neste semestre iniciaremos uma atividade em parceria com o Projeto Abraço Cultural. Esse projeto tem por objetivo promover a reintegração de refugiados no Brasil, oferecendo uma alternativa de renda. O projeto capacita refugiados para serem professores de idiomas e oferece cursos de línguas com foco na cultura dos países de origem dos refugiados. Os aprendizes alocados nesse projeto poderão participar no desenvolvimento, desde a pesquisa até a montagem e execução das atividades culturais, envolvendo as áreas de artes cênicas, música, dança, moda entre outras.



      1. Dados gerais da atividade:

Orientação: Equipe do Projeto Abraço Cultural

Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.




      1. Vagas Disponíveis: Todos os Cursos Regulares (12 vagas).




      1. Dia e horário dos encontros: Quintas-feiras, das 9h às 12h ou das 15h às 18h. Local: Rua Paraguaçu, 35 - Perdizes


    1. Casulo – Projeto desenvolvido em parceria com companhias, grupos e produções de teatro. Visa a oportunidade de imersão dos aprendizes em processos de criação e pesquisas de companhias teatrais ou produções de caráter independente, por meio de observação ou de qualquer outro tipo de envolvimento com o trabalho. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula. A alocação dos aprendizes nos projetos do casulo dependerá de entrevista, realizada pelo(a) parceiro(a).




      1. Dados gerais da atividade: 




  1. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  2. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  3. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  4. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.




      1. É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade, fora do horário de aula, para a orientação semanal, conforme tabela a seguir:




Parceiro

Áreas pretendias/ Quantidade de Vagas

Dias de orientação/ Horários

Orientação

Informações sobre o(a) parceiro(a)/Projeto




  1. Parlapatões Patifes e Paspalhões

Humor (1 vaga)


Técnicas de Palco (1 vaga)


Humor: das 14h às 17h (2 vezes por semana – dia da semana a combinar)
Técnicas de Palco: das 18h às 22h (2 vezes por semana – dia da semana a combinar)

Reinaldo Thomas e Raul Barreto




http://www.espacoparlapatoes.com.br/








  1. Grupo Pocilgas e CIA

CE (5 vagas)


2 vezes por semana (dias a combinar) das 14h às 19h


Márcio Araújo e Neusa de Souza




A imersão prevê a confecção de figurinos e adereços para os espetáculos “Mergulhando no Baú” e “João e Maria”. A imersão será na sede do grupo, localizada na Av. Duque de Caxias nº 80 apt. 22 – Largo do Arouche




    1. Chá e Cadernos – O Chá e Cadernos pretende o tráfico de conhecimento e de aprendizado do “aparentemente proibido”. O espaço promove troca de conhecimento fora de um âmbito hierárquico, um terreno informal de reflexão que almeja a descoberta de novos caminhos na arte. Os aprendizes inscritos neste projeto auxiliarão na preparação dos encontros de “contrabando” cultural, mensais. Os chás estão abertos a aprendizes e público geral.




      1. Dados gerais da atividade:

 

  1. Orientação: Maurício Paroni de Castro.      

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

 

      1. Vagas Disponíveis: Todos os Cursos (3 vagas).




      1. Dia e horário dos encontros: Quartas-feiras, das 17h às 18h.




    1. Investigação Sobre a Vida e Obra de Brecht – Atividade aberta a todos os Cursos Regulares. Pretende o estudo e pratica a partir da obra de Brecht. Serão discutidos os principais conceitos do teatro épico e posteriormente será realizada uma série de investigações cênicas a partir de um texto do Brecht.




      1. Dados gerais da atividade: 




  1. Orientação: Rogério Toscano

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Apresentação e memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.




      1. Vagas Disponíveis: AT (5 vagas), CE (3 vagas), DI (livre), Humor (5 vagas), IL (3 vagas), SO (3 vagas).




      1. Dia e horário dos encontros: Segundas-feiras das 10h às 13h.


2.6 Escambo Literário - Esta atividade pretende a ampliação do projeto de câmbio de livros, nas instalações da SP Escola de Teatro e no entorno das sedes da Escola, onde aprendizes, colaboradores e comunidade poderão efetuar trocas de livros. Os aprendizes selecionados terão como função a organização, planejamento, gerenciamento e divulgação desta ação. A atividade é transversal aos Cursos Regulares da Escola e tem por objetivo estimular a leitura através da troca e doação espontânea de livros. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.
2.6.1 Dados gerais da atividade:

 


  1. Orientação: Gisa Guttervil.       

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

2.6.2 Vagas Disponíveis: Todos os Cursos (8 vagas).

 

2.6.3 É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade em um dos seguintes horários:




  • Terças e quintas: 09h às 11h30 (2 vagas) ou;

  • Terças e quintas: 15h às 17h30 (2 vagas) ou;

  • Quartas e sextas: 09h às 11h30 (2 vagas) ou;

  • Quartas e sextas: 15h às 17h30 (2 vagas).



2.7 Leitura na Praça - O projeto Leitura na Praça propõe estimular e disseminar o livre acesso à leitura a partir da itinerância do acervo da Biblioteca da SP Escola de Teatro. A ação principal do projeto consiste em disponibilizar parte do acervo da biblioteca da Escola na Praça Roosevelt e entorno, incitando a ressignificação do espaço público como um possível ambiente de sala de leitura. Pretende-se que dentro do polo de leitura sejam realizadas atividades elaboradas com o intuito de fortalecer a leitura no imaginário social, sem deixar de evocar direitos e deveres dos seus usuários. Os aprendizes selecionados terão como função a organização, o planejamento, a divulgação e a participação ativa nestas ações. A atividade é transversal aos Cursos Regulares da Escola. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.
2.7.1 Dados gerais da atividade:

 


  1. Orientação: Roberta Gravina.      

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

 

2.7.2 Vagas Disponíveis: AT, CE, HU e TP (2 vagas).


2.7.3 Dia e horário dos encontros: De terça a sexta-feira, com horário a definir em agendamento prévio com a orientadora.
2.8 Mesa de Estudo – Atividade que tem como intuito o estudo de temas relevantes para as áreas de formação dos Cursos Regulares. Essa atividade será supervisionada e coordenada por um formador/coordenador que elencará, junto aos aprendizes, os temas a serem trabalhados. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.8.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Coordenador ou formador do Curso Regular do bolsista.   

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividade de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: trabalho teórico em conformidade com o Manual de Referências Bibliográficas fornecidos pelo Programa Kairós.

2.8.2 É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade, fora do horário de aula, para a orientação semanal, a ser agendada com o orientador.


2.9 Monitoria Biblioteca – Esta atividade constitui-se como um projeto de incentivo à leitura e participação na dinâmica interna da Biblioteca da SP Escola de Teatro. Os aprendizes selecionados terão como função a análise do acervo, listagem de termos técnicos para construção de vocabulário controlado, assim como propor e executar melhorias no espaço físico da biblioteca. A atividade é transversal aos Cursos Regulares da Escola e tem por objetivo auxiliar a pesquisa e divulgação dos títulos presentes no acervo a ser pesquisado. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.9.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Roberta Gravina.

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

2.9.2 Vagas Disponíveis: CE e TP (2 vagas).


2.9.3 Dia e horário dos encontros: De terça a sexta-feira, com horário a definir em agendamento prévio com a orientadora.
2.10 Monitoria Cursos Regulares – Atividade em que o bolsista tem a oportunidade de aprofundar sua experiência no processo de aprendizagem. Constituem objetivos da monitoria: a) possibilitar o aprofundamento nos conhecimentos teórico-práticos; b) contribuir com a qualidade do aprendizado ao apoiar formadores e aprendizes no desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem; c) incentivar a formação do aprendiz para o exercício de atividades concernentes ao processo de ensino e aprendizagem. As atividades desenvolvidas pelo monitor não poderão substituir as atividades dos formadores/coordenadores. O bolsista deverá ter disponibilidade para realizar a atividade no módulo vigente diferente daquele em que estiver matriculado. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.10.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Coordenador ou formador do Curso Regular do bolsista.      

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividade de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: memória do módulo em conformidade com o modelo fornecido pelo Programa Kairós.

2.10.2 Vagas Disponíveis: Todos os Cursos (em aberto).

 

2.10.3 É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade, fora do horário de aula, para a orientação semanal, a ser agendada com o orientador.


2.11 Monitoria Teatropédia – Lançada em 21 de março de 2010, a partir de uma iniciativa da SP Escola de Teatro, a Teatropédia tem por objetivo mapear o teatro brasileiro e criar o maior e mais completo acervo de verbetes sobre profissionais de teatro de todo o Brasil. Atualmente, a Teatropédia conta com 9.630 verbetes, que compreendem as seguintes áreas: Artistas (Aderecistas, Atores, Atrizes, Bailarinos, Cenógrafos, Compositores, Coreógrafos, Críticos, Diretores, Dramaturgos, Figurinistas, Iluminadores, Músicos, Pesquisadores, Produtores, Sonoplastas, Tradutores, Técnicos de Palco, entre outros), Grupos, Fotógrafos, Instituições, Circo, Espetáculos, Eventos e Espaços teatrais. A monitoria na Teatropédia implica em pesquisa e redação de verbetes, ou seja, currículo de artistas com o máximo de informação sobre seus trabalhos. Portanto é necessário ter curiosidade e facilidade com pesquisa na internet. É essencial ter boa redação em português. Logo, a preferência será dada para aprendizes de Dramaturgia. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de boa redação e disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.11.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Carlos Hee.

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

b)      Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

c)      Entrega do relatório e do trabalho final até o 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.



  1. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

2.11.2 Vagas Disponíveis: DR (2 vagas – 1 por módulo).

 

2.11.3 É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade, fora do horário de aula, para a orientação semanal, a ser agendada com o orientador.


2.12 Orfeu – Projeto destinado a suprir a inexistência de um banco de sons brasileiro, que contemple as particularidades das nossas paisagens sonoras. Prevê a criação de um banco de som com músicas, efeitos e sons que serão captados e editados pelos aprendizes do Curso Regular de Sonoplastia. Tem como objetivos capacitar os aprendizes de Sonoplastia nos expedientes técnicos de captação sonora e disponibilizar material sonoro gratuitamente no Portal da Escola. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão ter excelente desempenho no seu Curso Regular, além de disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.
2.12.1 Dados gerais da atividade:

 


    1. Orientação: Raul Teixeira.

  1. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  2. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  3. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  4. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

2.12.2 Vagas Disponíveis: SO (livre).


2.12.3 É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade, fora do horário de aula, para a orientação semanal, a ser agendada com o orientador.

 

2.13 Palavra em Cena – A cada 15 dias, o portal da SP Escola de Teatro leva ao ar uma série de podcasts, intitulada Palavra em cena. Nela, o diretor e dramaturgo Maurício Paroni de Castro convida o ouvinte a uma viagem histórica, rumo a palavras, sons e conceitos cênicos do passado, ligados diretamente com visões prosaicas do presente. 

Esta atividade pretende que o bolsista auxilie o autor do podcast na pesquisa, redação e projetação do Palavra e Cena. Para melhor compreender a atividade os interessados deverão acessar os podcasts publicados no portal da Escola (disponíveis em: http://www.spescoladeteatro.org.br/secoes-sp/palavra-em-cena.php). A admissão será feita por meio de um encontro onde serão expostos os conhecimentos basilares de história do teatro e as opiniões dos interessados para um possível desenvolvimento dos podcasts.


2.13.1 Dados gerais da atividade:

 


  1. Orientação: Maurício Paroni de Castro.

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

2.13.2 Vagas Disponíveis: Direção (1 vaga) e Dramaturgia (1 vaga).


2.13.3 Dia e horário dos encontros: Terça-feira, das 17h às 18h.
2.14 Processo de Criação – Atividade pela qual a teoria se converte em experiência, ou, simplesmente, ação com conhecimento. Neste projeto, o bolsista desenvolverá, junto ao seu orientador, um processo de criação artística na sua área de formação. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão participar das atividades da Escola, ter excelente desempenho e disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.14.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Coordenador, formador ou artista convidado do Curso Regular do bolsista.   

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  4. Trabalho final: Memória do processo desenvolvido em conformidade com o modelo fornecido pelo Programa Kairós. Os aprendizes poderão apresentar os seus processos ao público, desde que informem esta intenção ao departamento, dentro da data prevista, de acordo com o item 4.1 deste Edital.

 

2.14.2 É imprescindível que os candidatos tenham disponibilidade, fora do horário de aula, para a orientação semanal, a ser agendada com o orientador.


2.15 Radioarte – Atividade praticada com rigor formal italiano de dicção na escola do Piccolo Teatro, técnica utilizada por Mauricio Paroni de Castro. A atividade contará com gravações no estúdio ou na biblioteca, para leituras dos textos empregados. Os textos são obras da dramaturgia e literatura universal, adaptados e reelaborados. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão participar das atividades da Escola, ter excelente desempenho e disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.
2.15.1 Dados gerais da atividade:

 


    1. Orientação: Maurício Paroni de Castro.     

  1. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  2. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  3. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  4. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

  

2.15.2 Vagas Disponíveis: Todos os Cursos (10 vagas).


2.15.3 Dia e horário dos encontros: Segundas-feiras, das 17h às 18h30 – eventualmente haverá encontros nas sextas-feiras das 15h às 16h. (sede Roosevelt).
2.16 Rádio Conexão BR – Esta atividade pretende a transmissão de uma programação 24 horas por dia, com músicas intercaladas com leituras de crônicas, poesias e textos. Os programas que serão apresentados possuem conteúdos distintos e gêneros diversos. Os aprendizes selecionados se responsabilizam pelo seguinte trabalho: pauta dos programas, pré-produção, pesquisa textual e sonora específica do seu programa, realização de entrevistas, roteirização, gravação em estúdio, edição de programas e pós-produção. A atividade tem como objetivo ampliar o conhecimento por meio do áudio, transformando os aprendizes em produtores do universo do rádio, incentivando pesquisas específicas, palestras sobre locução, programação musical, captação, operação e edição de áudio.
2.16.1 Dados gerais da atividade:

 


    1. Orientação: Julia Audi     

  1. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  2. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  3. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  4. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

  

2.16.2 Vagas Disponíveis: Sonoplastia (10 vagas).


As reuniões de orientação acontecerão todas às segundas-feira das 15h às 17h e terão como objetivo trocar informações sobre pauta, locução, cobertura de eventos, roteirização, dicas vocais, edição de áudio e manutenção do servidor da rádio.

Em seguida, os aprendizes agendarão horários (a serem definidos) para a gravação dos programas, no estúdio da SP Escola de Teatro (sede Roosevelt).

No estúdido, os aprendizes serão supervisionados pelo Técnico de Áudio Renato Navarro, que transmitirá seus conhecimentos para que os aprendizes operem o software ProTools para as gravações dos programas.

Cada aprendiz deverá apresentar um programa a cada 15 dias, totalizando 2 programas por mês. Com reprise nas madrugadas.

- Serão gravados cinco programas no estúdio, sendo eles:


  • O Lado Bom da Insônia: programa destinado aos amantes do bom e velho Rock´N Roll.

  • MP/Brasileira: programa voltado para os estilos musicais da MPB.

  • Conexão Instrumental: programa destinado as melhores músicas do jazz e da música popular instrumental.

  • La Sabrosa: programa dedicado a música latina.

  • Música Comentada: Se você gosta de música, porque não saber de que maneira ela chegou aos teus ouvidos?

Obs: Os contemplados nesta atividade serão também responsáveis pela veiculação do programa Radioarte produzido pelo Maurício Paroni na Rádio Conexão BR.


2.17 São Paulo com Arte – Atividade que tem como intuito a realização de intervenções artísticas urbanas. Esta atividade tem como objetivo realizar ações de impacto visual e/ou sonoro e/ou cênico, que interfiram no cotidiano de um lugar, propondo outras formas de olhar e pensar os espaços urbanos e seus habitantes. As ações a serem trabalhadas nas intervenções serão acordadas entre os orientadores e os aprendizes a partir da ideia de sustentabilidade. O coletivo Organicidade assumirá a orientação desta atividade. O coletivo Organicidade acredita que a cidade é um ambiente orgânico, onde todos são atores sociais atuando uns com os outros. O Organicidade propõe intervenções físicas e atemporais no ambiente público que visem (re)conectar as pessoas à natureza e ao meio ambiente. Este coletivo entende a cidade como um grande palco no qual toda manifestação traça novas possibilidades e encaminhamentos para a cena e o cenário urbano presente. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão participar das atividades da Escola, ter excelente desempenho e disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.17.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Coletivo Organicidade

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória documentada da atividade.




      1. Vagas Disponíveis: Todos os Cursos (20 vagas por módulo).

2.17.3 Dia e horário dos encontros: Quinta-feira, das 10h às 13h ou das 14h às 17h.


2.18 SP Dramaturgias – Esta atividade vincula-se ao projeto iniciado no primeiro semestre de 2012. Trata-se da viabilização de um espaço voltado para a leitura de textos dramáticos inéditos. As leituras serão realizadas por aprendizes e colaboradores da Escola. A seleção dos textos a serem lidos se pautará em critérios artísticos (textos inéditos, que dialoguem com questões da contemporaneidade, quer na forma, quer no conteúdo) e pedagógicos (a partir de demandas e questões oriundas do trabalho desenvolvido entre formadores e aprendizes na Escola). Os aprendizes inscritos neste projeto colaborarão na leitura e seleção dos textos, escalação das fichas técnicas, na organização e acompanhamento dos ensaios e apresentações, participação nas leituras dentro das suas respectivas áreas de atuação e divulgação da atividade. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão participar das atividades da Escola, ter excelente desempenho e disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.

 

2.18.1 Dados gerais da atividade:



 

  1. Orientação: Cecília Bilanski

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

 

2.18.2 Vagas Disponíveis: Atuação e Humor (7 vagas), Direção (3 vagas), Dramaturgia (3 vagas), Iluminação (3 vagas) e Sonoplastia (3 vagas).




      1. Dia e horário dos encontros: Dia da semana a definir, às 19h.


2.19 Generosidades – Com o objetivo de abrir um espaço regular para o debate sobre a diversidade, este projeto pretende desenvolver diversos tipos de atividades, tais como: espetáculos, exibição de filmes, shows, debates, entre outros. Esta atividade será orientada por um artista convidado que elencará, junto às transgêneros participantes do projeto e os aprendizes contemplados, os pontos a serem trabalhados. A apresentação desta atividade será aberta a toda comunidade interessada. Os aprendizes inscritos nesse projeto deverão participar das atividades da Escola, ter excelente desempenho e disponibilidade para a realização dessa atividade fora do horário de aula.
2.19.1 Dados gerais da atividade:

 


  1. Orientação: Cadu Witter. 

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós.

 

2.19.2 Vagas Disponíveis: Todos os Cursos Regulares (Livre)


2.19.3 Dia e horário dos encontros: Segunda-feira, das 14h às 15h e mais um outro dia a ser acordado com o orientador. Os aprendizes interessados nesta atividade, para além dos encontros acima indicados, deverão ter disponibilidade em mais um dia (período noturno) por mês que será para apresentação desta atividade ao público.
2.20 Tradução de Textos Teatrais- Inglês e Espanhol – Diante das inúmeras peças de teatro mundial, não traduzidas para o português, e considerando a fundamental importância que têm nos trabalhos de sala de aula, sobretudo em Dramaturgia, esta contrapartida oferece a possibilidade de o aprendiz traduzir, somente para uso da escola, uma peça no semestre, do inglês ou espanhol. Horários flexíveis, com metas para entrega dos trabalhos em 3 etapas. Obs: para aprendizes com ótimos conhecimentos em inglês e/ou espanhol.
2.20.1 Dados gerais da atividade:

 


  1. Orientação: Marici Salomão. 

  2. Horas de contrapartida: 130 (cento e trinta) horas de atividades de contrapartida no projeto inscrito, sendo, no mínimo, 4 horas de orientação mensal.

  3. Entrega de relatório mensal até o dia 28 de cada mês.

  4. Entrega do relatório e do trabalho final até o dia 18 de dezembro de 2015, devidamente assinados e avaliados pelo orientador.

  5. Trabalho final: Memória da atividade conforme modelo fornecido pelo Programa Kairós e Texto traduzido.

 2.20.2 Vagas Disponíveis: Todos os Cursos Regulares (4)
2.20.3 Dia, horário e local dos encontros: a definir com orientadora.
Equipe do Programa Kairós.

São Paulo 01 de agosto de 2015





©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal