Base estrutural enem



Baixar 39,23 Kb.
Encontro02.09.2018
Tamanho39,23 Kb.

CURSO E COLÉGIO ALFA

REDAÇÃO – PROFESSORA FRANCIELE FALAVIGNA



MATERIAL 30

EXTENSIVO E TERCEIRÃO

Aluno (a) _____________________________

SUPER – AULA 1

BASE ESTRUTURAL ENEM

TÍTULO (FACULTATIVO)

TEMA: EIXO DISCUTIDO



1[ APRESENTAÇÃO DO TEMA + TESE

2[ CAUSA

(TAL SITUAÇÃO ESTÁ ASSOCIADA…)



3[EFEITO

CONSEQUENTEMENTE/

DECORRENTE DISSO…

4[ EFEITO

ALÉM DISSO UM OUTRO EFEITO GERADO POR TAL CIRCUNSTÂNCIA…



5[RETOMADA DA TESE + SOLUÇÃO

DIANTE DISSO, EVIDENCIA-SE QUE… . MEDIANTE ESSE DESCOMPASSO É NECESSÁRIO… . ASSIM SERÁ POSSÍVEL REVERTER ESSE QUADRO…



PROPOSTAS DE PRODUÇÃO

Texto 1

Importância do Sono
 


É um total contra-senso o fato de que, num mundo em que cerca de 16 a 40% das pessoas em geral sofrem de insônia, haja aquelas que, iludidas pelos valores da sociedade industrial, esforçam-se por reduzir o número de horas de sono diário. Com isso acreditam, provavelmente, que um corpo "treinado" para dormir menos nos permita ampliar o número de "horas úteis" do dia, mantendo o mesmo desempenho.

Pura ilusão ou, mais provavelmente, uma boa dose de ignorância sobre a importância que o sono tem no funcionamento de nosso corpo e da nossa mente. Dormir não é apenas uma necessidade de descanso mental e físico: durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados,  podem afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, a longo prazo. Estudos provam que quem dorme menos do que o necessário tem menor vigor físico, envelhece mais precocemente, está mais propenso a infecções, à obesidade, à hipertensão e ao diabetes .

Alguns fatos comprovados por pesquisas podem nos dar uma idéia da importância que tem o sono no nosso desempenho físico e mental. Por exemplo, num estudo realizado pela Universidade de Stanford, EUA, indivíduos que não dormiam há 19 horas foram submetidos a testes de atenção. Constatou-se que eles cometeram mais erros do que pessoas com 0,8 g de álcool no sangue - quantidade equivalente a três doses de uísque.

Adaptado de draregeanetrabulsi.blogspot.com.br>



PROPOSTA 123

Coloque-se no lugar de alguém que sofria de insônia e tinha muitos problemas decorrentes disso. Conte como era a sua rotina e como conseguiu superar isso. Caso queira incluir alguém em seu texto, use um dos nomes a seguir: ANA ou JUNIOR.

UEM/ UNINGÁ: use até 15 linhas.

PROPOSTA 124

Redija um texto instrucional para ser publicado na Revista Saúde, direcionado a pessoas que sofrem de insônia, no qual dê dicas de como ter uma boa noite de sono. Use até 15 linhas. Coloque um título em seu texto.



PROPOSTA 125

Morar em república

Ouro Preto (MG) pode ser considerada a capital brasileira das repúblicas estudantis. A cidade, que tem cerca de 65 mil habitantes, possui 72 repúblicas públicas e mais de 200 particulares. Otávio Luiz Machado, 27, também mora em Ouro Preto, mas em uma república masculina e pública, com outros 24 moradores. Para ele, não há muitos problemas em morar com tantas pessoas, desde que as tarefas sejam divididas e cumpridas de forma justa.

(www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u2641.shtml. Acesso em 9 de agosto de 2011)

Como repórter, redija um relato para fazer parte da reportagem acima, contando como foi a experiência de Otávio Luiz Machado em relação a morar em uma república pública para estudar.

UEM/ UNINGÁ: 15 linhas



PROPOSTA 126

Esta semana meninas de 11 a 13 anos começaram a receber a primeira de três doses da vacina. As outras são em seis meses e cinco anos. Mas por que só meninas? E só nessa faixa etária? A doutora Luisa Villa coordena o instituto do HPV. E Amaury Mendes Junior é ginecologista e sexólogo.
“A minha filha de 12 anos indagou porque a minha de 17 não iria, por que só ela iria tomar a injeção”, conta Christiane Ferrari, funcionária pública. A idade foi a preocupação da atriz mirim Yasmim Quintas, ao tomar a vacina.

Yasmin: Não. Se demorasse mais, não ia dar. Porque eu vou fazer 14 anos semana que vem. Yasmin estaria excluída da campanha.

Fantástico: Que grande diferença essa semana faria?
Dra. Luísa: A partir dos 9 anos de idade pode se vacinar. E pode-se vacinar até os 70 anos de idade. A faixa etária foi definida pelo Ministério da Saúde, calculando custo e benefício. Cada dose custa por volta de R$ 30. Meninas ainda não expostas ao HPV desenvolvem a imunidade mais forte.

Ingrid Quintas, empresária: Por que os meninos estão excluídos dessa vacinação que tá sendo feita?

Dra. Luísa: Os homens não só se infectam como têm doenças por HPV. Das quais, nós temos que destacar as verrugas genitais, o câncer do pênis, muito raro, mais câncer do canal anal e os tumores de cabeça e pescoço. Sim, idealmente nós devemos prevenir essas infecções e doenças em meninos e adolescentes também. Quando as meninas são vacinadas, o risco de contaminação dos meninos cai muito. Mas eles podem ser vacinados, em clínicas particulares, pagando.

Fantástico: Como é que vocês veem o fato de que alguns pais, usando uma justificativa religiosa estão impedindo suas filhas de serem vacinadas?

Christiana é católica praticante: A Igreja em nenhum momento ela proíbe a vacinação do HPV. Primeiro porque é uma questão de saúde pública. É uma questão de prevenir e cuidar das nossas crianças.

Marcos, pastor evangélico. Eu acredito que essa opinião foi formada devido a falta exatamente de informação. Não querer, porque diz que incentiva toda essa questão de sexualidade, mas é falta de informação.

Dr. Amaury: Nenhuma vacina tem o poder de mexer com a libido.

Anna Fukumura: Se previne a doença, por que não? Independente de qualquer outro problema moral, religioso, eu acho que o mais importante é a prevenção.



PROPOSTA 127

Como leitor, após se deparar com a reportagem publicada no site G1, redija uma carta ao MINISTRO DA SAÚDE, Arthur Chioro, posicionando-se sobre a idade de 11 a 13 anos ser estabelecida como meta de vacinação do HPV. Assine como JOÃO ou MARIA.



UNIOESTE/ UNINGÁ: 20 a 30 linhas escritas

PEQUENO PRÍNCIPE: 20 linhas

UEM: 15 linhas

UFPR/ UEL: 12 linhas (sem local e data nem assinatura)

PROPOSTA 128

Redija um texto dissertativo – argumentativo em que se posicione sobre a temática:

CAMPANHA DE VACINAÇÃO HPV: um estímulo à prática sexual na adolescência?

ACAFE/ UFSC/ FUVEST/UNESP/UFSM- 20 a 30 linhas

UEPG: 17 linhas

PROPOSTA 129

EUTANÁSIA

Em um editorial publicado esta semana, o jornal La Libre Belgique lembra que na Holanda, único país onde a eutanásia é atualmente autorizada para menores, apenas cinco casos foram registrados desde a entrada em vigor da lei, em 2002.

"Antes de votar uma lei, a primeira questão é saber se ela responde a uma demanda, a uma necessidade. A resposta aqui é negativa", afirma o editorialista Francis Van de Woestyne, para quem a votação "responde a uma urgência não médica ou psicológica, mas ideológica".

"O perigo é que essa lei, votada em fim de governo, não passe de um troféu concebido não para aliviar o sofrimento de crianças ou famílias, mas por razões estritamente políticas", advertiu, recordando que a Bélgica tem eleições gerais em maio.

Uma recente pesquisa de opinião do mesmo jornal indicou que 74% da população apoia a iniciativa. Em 2012 a Bélgica registrou um recorde de eutanásias em adultos: 1.432 casos, 25% mais que no ano anterior e o equivalente a 2% dos falecimentos.

Objetividade

Os opositores da nova lei também criticam a falta de critérios objetivos para definir quando os jovens têm suficiente capacidade de discernimento para decidir sobre a própria morte, uma das exigências para que o pedido de eutanásia seja autorizado.

"A influência dos pais e pessoas próximas sobre um menor compromete sua capacidade de decisão independente. Um jovem pode se sentir motivado a pedir a eutanásia pensando em ajudar os pais, não para si mesmo", acredita o neuro-oncologista pediatra Van Gool.

Diversos grupos da sociedade belga - entre eles a Igreja Católica e a associação independente Dossards Jaunes - se manifestaram durante a semana, pedindo que a votação da lei seja adiada para depois das eleições, a fim de dar espaço a uma análise despolitizada e objetiva. O debate chegou até a Índia, onde 250 especialistas de 35 países, reunidos no primeiro Congresso Internacional de Cuidados Paliativos Pediátricos, pediram ao governo belga que "reconsidere sua decisão" de ampliar a lei da eutanásia.



* Colaborou Márcia Bizzotto, de Bruxelas para a BBC Brasi


PROPOSTA 129

Redija um artigo de opinião em que se posicione sobre a polêmica que envolve a prática da EUTANÁSIA. Coloque um título em seu texto.


UNIOESTE/ UNINGÁ/ UFGD: 20 A 30 LINHAS

UEM: 15 linhas


PROPOSTA 130
TEXTO 1

"... uma leitura sem compreensão não é leitura. Ler sem compreender é parar na primeira etapa do processo, ou seja, na etapa da decodificação do sinal gráfico. Por isso, a leitura precisa ser atenta, inteligente, uma leitura em que haja interação entre o leitor e o texto lido, um atuando sobre o outro. Ler é atribuir significado; é construir um significado para o texto lido ."

(ERNANI & NICOLA)
TEXTO 2

"Sinto bem fundo

todas as dores do mundo

que meu poema

não conseguiu tocar

em feridas maiores.

Abro os jornais

e leio e choro e me arrepio

com a fome

com a guerra,

com a aids

com a violência

com a destruição

do verde e da vida.

Tento escrever,

mas sai um poema impotente.

Fico pensando:

As dores do mundo

pedem canções

ou exigem ação?"

(Elias José, Cantigas de adolescer)

PROPOSTA 130

Indique qual o conceito de leitura apontado pelos autores Ernani e Nicola, e relacione – o ao poema “Cantigas de adolescer” comprovando o significado construído por meio da leitura do poema. Em seguida, analise se este é o conceito usado pelos brasileiros hoje em dia.

- UEM: Use 15 linhas.

- UEL/ UFPR: 10 LINHAS



Alfa Curso e Colégio


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal