Ano Internacional da Astronomia 2009 chegou a centenas de milhões de pessoas: relatório final desvendado



Baixar 21,47 Kb.
Encontro10.03.2017
Tamanho21,47 Kb.


Ano Internacional da Astronomia 2009 chegou a centenas de milhões de pessoas: relatório final desvendado

Lisboa, 7 de Setembro: O relatório final de 1300 páginas do Ano Internacional da Astronomia 2009 (AIA2009) foi revelado hoje na Semana Europeia de Astronomia e Ciências Espaciais, em Lisboa. O documento mostra que pelo menos 815 milhões de pessoas em 148 países participaram naquele que é o maior evento científico a nível mundial das últimas décadas. Portugal foi um desses países, com uma estimativa de 2 milhões de portugueses atingidos pelo AIA.
Este relatório é uma compilação dos resultados dos 216 participantes no Ano Internacional da Astronomia 2009 (AIA2009): 148 países, 40 organizações internacionais e 28 projectos globais. É um registo do legado desta surpreendente celebração internacional da astronomia e demonstra o entusiasmo, empenho e dedicação da comunidade.
Cerca de metade das organizações participantes no AIA2009 dão conta, neste documento, do número de pessoas atingidas pelos eventos que organizaram, bem como do orçamento que tiveram disponível para levar a cabo as suas actividades. Estima-se que o equivalente a pelo menos 18 milhões de euros tenha sido alocado a actividades do AIA2009. Este investimento financeiro foi complementado por contribuições em espécie de astrónomos amadores e profissionais, educadores e entusiastas que ajudaram a organizar os eventos.
O relatório conclui também que pelo menos 815 milhões de pessoas participaram ou foram de algum modo atingidas pelo AIA2009, em todo o mundo. Festas de estrelas, debates, palestras, exposições, programas escolares, livros, eventos artísticos, documentários e desfiles em homenagem à astronomia e as suas realizações, fizeram do AIA2009 o maior evento de ciência das últimas décadas.
Os valores mais elevados de participação vêm da Índia, onde se estima que mais de 700 milhões de pessoas tenham participado em actividades do AIA2009. No Brasil, um orçamento equivalente a 2 milhões de euros ajudou os organizadores a atingir 2,2 milhões de pessoas, com mais de 16 600 eventos em todo o país. A Coreia do Sul foi um dos países mais activos no AIA2009, com mais de 500 eventos que atingiram cerca de 11 milhões de pessoas. No Reino Unido, os organizadores usaram um orçamento de mais de 1 milhão de euros para chegar a mais de um milhão de pessoas.
Também em Portugal o AIA foi um retumbante sucesso. Ao orçamento nacional de 160 000 euros, proveniente da Ciência Viva, Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e Tecnologia, juntaram-se outras contribuições provenientes de instituições que organizaram actividades a nível local. Foi com um total de cerca de 500 000 euros que se organizaram mais de 4000 actividades em todo o país, que chegaram a cerca de 2 milhões de pessoas. Dessas, cerca de metade participaram directamente em actividades do AIA.
Essencial para este sucesso foi também o apoio das mais das 3000 pessoas, na sua grande maioria voluntários, que colaboraram na organização destes eventos, como frisa João Fernandes, que assumiu em Portugal a coordenação do Ano Internacional da Astronomia.
João Fernandes destaca algumas actividades que foram organizadas no nosso país. “Penso que merece especial atenção o facto de mais de 250 escolas primárias e secundárias terem estado envolvidas em actividades de astronomia, com apresentações e sessões de observação promovidas pelos professores e por astrónomos amadores e profissionais”, adianta.
Ainda nas escolas, realce para os dez cursos de formação avançada para professores “Vamos ensinar e aprender astronomia", que envolveram mais de 300 professores. Esta formação foi formatada de acordo com Galileo Teachers Training Program, um dos projectos-pilar do AIA2009.
Mas o público em geral também não foi esquecido. Entre centenas de palestras, reuniões públicas, peças de teatro, emissão de selos e exposições em todo o país, destaca-se o "Festival dos Oceanos", que em 2009 foi dedicado ao Ano Internacional da Astronomia e que levou à zona ribeirinha de Lisboa mais de 300 000 pessoas. Neste festival foi pintada a maior tela com temas astronómicos e oceanográficos do mundo. Com 4,8 km de comprimento, foi pintada por mais de 15 000 pessoas e atingiu o recorde do Guinness.
Há outras actividades no âmbito do AIA2009 que foram premiadas internacionalmente. Ana Mourão (IST) e o Centro Multimeios de Espinho foram premiados no âmbito do projecto “100 Horas de Astronomia”, enquanto Luís Santo (Grupo Atalaia), o NUCLIO e, novamente, o Centro Multimeios de Espinho, foram premiados no âmbito do projecto internacional “Noites de Galileu”.
Públicos menos habituais em eventos de ciência foram também atingidos em Portugal: “A exposição “Da Terra ao Universo” esteve patente em dezenas de locais em Portugal, incluindo uma prisão e um hospital”, realça João Fernandes.
Destaque especial também para a série “1 Minuto de Astronomia” que levou à televisão pública 13 caras conhecidas, entre actores, músicos e apresentadores, a falar de astronomia.
“É muito difícil mencionar todas as actividades magníficas que tiveram lugar em 2009 no âmbito do AIA, mas elas estão bem documentas no relatório internacional final que é agora lançado, e os mais curiosos poderão consultá-lo”, prossegue João Fernandes. “E claro que muitas destas actividades irão continuar além 2009, através da rede não formal que foi estabelecida entre as instituições que participaram e pela utilização dos muitos recursos digitais e físicos que foram produzidos” conclui.

Notas para os editores:
Em Portugal, o AIA2009 foi organizado pela Sociedade Portuguesa de Astronomia, com a colaboração da Fundação para a Ciência e Tecnologia, Fundação Calouste Gulbenkian, Museu da Ciência, Universidade de Coimbra, Agência Ciência Viva e Sociedade Europeia de Astronomia.
A JENAM é organizada a anualmente num país Europeu, numa colaboração entre a Sociedade Astronómica Europeia (EAS) e uma das sociedades astronómicas nacionais. O JENAM 2010 é a 18ª Reunião Anual da Sociedade Astronómica Europeia e a 20ª Reunião Portuguesa de Astronomia e Astrofísica.
A Sociedade Astronómica Europeia (EAS) foi fundada em 1990 e sua finalidade é contribuir para e promover o avanço da astronomia na Europa, no seu sentido mais lato, proporcionando um fórum independente para a discussão de temas de interesse comum e pela disponibilização de meios pelos quais podem ser tomadas medidas sobre as questões que pareça ser desejável tratar a nível europeu. A EAS reúne 24 Sociedades Astronómica Europeias e mais de 700 astrónomos profissionais.
Legenda da imagem: Durante o Festival dos Oceanos 2009, dedicado ao tema da astronomia, foi pintada a maior tela com temas astronómicos do Mundo, o que lhe valeu um recorde do Guinness.

Ligações
JENAM 2010: www.jenam2010.org

Ano Internacional da Astronomia 2009: www.astronomia2009.org

1 Minuto de Astronomia: www.1minutoastronomia.org

Galileo Teacher Training Program: www.site.galileoteachers.org

Centro Multimeios de Espinho: www.multimeios.pt

NUCLIO: www.nuclio.pt

Sociedade Portuguesa de Astronomia: www.sp-astronomia.pt
Contactos:
Secretariado Nacional do Ano Internacional da Astronomia 2009

João Fernandes

jmfernan@mat.uc.pt

+351914002960


IYA2009 Global Coordinator

Pedro Russo

: +351962854775

E-mail: prusso@eso.org


Gabinete de Imprensa

The Science Office

Mariana Barrosa

mariana.barrosa@scienceoffice.org



+351919213437




©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal