Alegrem-se no senhor Fp 4 4 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos introdução



Baixar 83,46 Kb.
Encontro23.08.2017
Tamanho83,46 Kb.

alegrem-se no senhor


Fp 4

4 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.

introdução


  1. Quando estava meditando neste texto, me veio a mente : O que significa alegrar-se no Senhor ?

  2. Você já pensou sobre isto?

  3. O que você responderia se alguém lhe fizesse esta pergunta ?

  4. Ao pesquisar na palavra de Deus descobri algumas razões que nos levam a nos alegrar-nos no Senhor

  5. Quais são elas ?

i . Alegria da nossa salvação


  1. A primeira razões de nos alegrarmos no Senhor é a nossa salvação .

  2. Esta alegria é descrita na palavra de Deus em vários textos que nos apresentam tons diferentes desta alegria da salvação.

  1. Jesus nos ensinou que deveríamos nos alegrar por ter os nossos nomes escritos no livro da vida

Lc 10

20 Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão escritos nos céus”.

    1. Há muitas razões pelas quais podemos nos alegrar no Senhor em nossas vidas

    2. Os discípulos estavam alegres porque o Senhor havia dado a eles a autoridade para expulsar demônios

    3. Era algo sobrenatural , uma manifestação de poder , no entanto Jesus mostrou para eles que o maior privilégio era ter o seu nome escrito no livro da vida

      1. Passaram da morte para vida

      2. Tem a marca do cordeiro

      3. No dia do juízo receberão os prêmios da fidelidade e não o que mereciam por seu pecados , pois estes foram lavados no sangue do cordeiro

      4. Se você sabe de onde veio ( reino das trevas ) então você pode alegrar-se na salvação que ele lhe concedeu

  1. Mas a alegria da salvação nos leva a viver a alegria de uma grande esperança

Rm 12

12 Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração.

Mt 5

12 Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.

    1. Tanto Jesus como Paulo , entendiam que o alegrar-se no Senhor por causa da salvação promovia uma esperança inabalável que nos fazia ser perseverantes nas tribulações , porque sabíamos que nada poderia ser comparado com o que o Senhor está preparando para nós

    2. Eles podiam antever o céu

    3. Eles podiam firmar-se na certeza de que cada uma das promessas do Senhor se cumpririam

    4. Por isso nada poderia roubar a alegria da sua salvação a não ser o pecado que nos separa da comunhão mais intima com o Senhor

    5. É por isso que Davi , ao confessar o seu pecado , afirma que a alegria da salvação havia sido retirada do seu coração:

Sl 51

7 Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e mais branco do que a neve serei.

8 Faze-me ouvir de novo júbilo e alegria, e os ossos que esmagaste exultarão.

9 Esconde o rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniqüidades.

10 Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.

11 Não me expulses da tua presença, nem tires de mim o teu Santo Espírito.

12 Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer.

    1. Mas a alegria da salvação como esperança e graça retorna a nossa alma quando os canais de comunicação com o céu são desobstruídos e o amor do Senhor é novamente sentido.

  1. Assim a alegria da salvação se transforma em amor celebrante, amor que se prostra , amor que se regozija em Jesus .

1Pe 1

8 Vocês o amam, mesmo sem o terem visto, e creem nele, mesmo que não o estejam vendo agora. Assim vocês se alegram com uma alegria tão grande e gloriosa, que as palavras não podem descrever.

9 Vocês têm essa alegria porque estão recebendo a sua salvação, que é o resultado da fé que possuem.

Ilustração de Salomão Ginsburg quando expulso de sua casa , por causa da sua fé em Jesus .



  1. Mas a alegria da salvação tem uma marca simbólica , o dia do nosso batismo

At 8

36 Prosseguindo pela estrada, chegaram a um lugar onde havia água. O eunuco disse: “Olhe, aqui há água. Que me impede de ser batizado?”

37 Disse Filipe: “Você pode, se crê de todo o coração”. O eunuco respondeu: “Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”.

38 Assim, deu ordem para parar a carruagem. Então Filipe e o eunuco desceram à água, e Filipe o batizou.

39 Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou Filipe repentinamente. O eunuco não o viu mais e, cheio de alegria, seguiu o seu caminho.

  1. Nós nos alegramos no Senhor quando obedecemos as suas ordens , e há uma alegria especial que vem do Espírito Santo quando o obedecemos aceitando ser batizados .

  2. Ilustração de cenas que já assisti nos batismos

  3. E você já sentiu esta alegria ?

ii Alegria da palavra do Senhor


Jo 15

11 Tenho lhes dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa.

  1. Nós nos alegramos no Senhor quando permitimos que a sua palavra encha o nosso coração

  2. Pois ela :

    1. Revela a vontade do Senhor para nós

    2. É a fonte da nossa sabedoria

    3. É de onde renasce a esperança

    4. É a fonte dos valores que norteiam a nossa caminhada

  3. E é por isso que Jesus afirma que para a nossa alegria ser completa precisamos da palavra de Deus em nós .

  4. Ilustração  após a minha conversão a experiência de ouvir a palavra de Deus todos os dias e começar a perceber que dela recebia até respostas antecipadas a questões que surgiriam durante o dia .

  5. A sua alegria tem sido completa ?

  6. Será que não falta a palavra de Deus

  7. Os cursos de aprofundamento na palavra que a Igreja oferece .

iii A alegria de ser cheio do Espírito Santo


At 13

52 Os discípulos continuavam cheios de alegria e do Espírito Santo.

  1. Alegrar-se no Senhor é experimentar a alegria de uma vida cheia do Espírito Santo

  1. Quando permitimos que a nossa comunhão com o Senhor se desenvolva a ponto dele poder fazer transbordar a nossa alma com o seu Espírito Santo então algo natural ocorre em nós : A alegria que procede dele

  2. A bíblia chama esta alegria de fruto do Espírito Santo , a consequência natural do seu domínio , sua plenitude em nós

Gl 5

22 Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,

23 mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.

  1. Esta alegria é manifestação do seu Reino em nossas vidas , naturalmente não é a única manifestação, mas revela que o Reino de Deus tem o domínio sobre nós .

Rm 14

17 Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo;

18 aquele que assim serve a Cristo é agradável a Deus e aprovado pelos homens.

  1. Esta alegria é fruto de sermos fortalecidos no poder de Deus .

Colessenses 1:11 (NVI-PT)

11 sendo fortalecidos com todo o poder, de acordo com a força da sua glória, para que tenham toda a perseverança e paciência com alegria,

    1. Viver na dimensão da unção do Senhor

    2. Perceber a sua presença,

    3. ouvir a sua voz ,

    4. ser instrumento das atuações da sua graça ,

    5. poder enfrentar a satanás com a autoridade de Jesus

    6. Entrar na dimensão do Reino e do seu rei

  1. Ser cheio do Espírito Santo é algo que precisa ser buscado, não é automático, vem como resposta de um asseio por :

    1. Comunhão com o Senhor

    2. Obedecer ao Senhor

    3. Servir ao Senhor

    4. Negar-se a si mesmo  Convém que ele cresça e que eu diminua

    5. Experimentar o poder de Deus em sua vida .

  2. Esta busca sempre foi o diferencial de todo o avivamento na história da humanidade .

  3. Você quer experimentar este tipo de alegria ?

iv A alegria das respostas às nossas orações


João 16

24 Até agora vocês não pediram nada em meu nome. Peçam e receberão, para que a alegria de vocês seja completa.

Atos 8

6 Quando a multidão ouviu Filipe e viu os sinais miraculosos que ele realizava, deu unânime atenção ao que ele dizia.

7 Os espíritos imundos saíam de muitos, dando gritos, e muitos paralíticos e mancos foram curados.

8 Assim, houve grande alegria naquela cidade.

  1. .Alegrar-se no Senhor é poder desfrutar do milagre da oração

  2. Por ele a nossa alma pode ser tratada

  3. Por ele podemos receber revelação da pessoa de Deus e dos seus propósitos

  4. Alegrar-se no Senhor é também poder desfrutar da alegria de ver as respostas das nossas orações

  1. .Quando oramos não estamos apenas apaziguando a nossa alma, mas estamos adentrando o trono de Deus

  2. Falando com o todo poderoso

  3. Vendo o céu se mover

  4. João teve o privilégio de ver as orações dos servos de Deus movendo os céus

Apocalipse 8

3 Outro anjo, que trazia um incensário de ouro, aproximou-se e se colocou em pé junto ao altar. A ele foi dado muito incenso para oferecer com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro diante do trono.

4 E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso com as orações dos santos.

5 Então o anjo pegou o incensário, encheu-o com fogo do altar e lançou-o sobre a terra; e houve trovões, vozes, relâmpagos e um terremoto.

  1. Anjos se movem e trazem do trono de Deus as respostas que abalam toda a terra

  2. Quando vemos o que Deus esta fazendo em resposta as nossas orações , como não se alegrar no Senhor ?

v A alegria de levar pessoas a Jesus


Lucas 15

7 Eu lhes digo que, da mesma forma, haverá mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não precisam arrepender-se.

10 Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende”.

  1. Jesus nos ensinou que há uma alegria contagiante no céu que se propaga na terra

  2. Isto acontece quando alguém se arrepende dos seus pecados e recebe Jesus no coração

  3. Porque o arrependimento :

    1. É um reconhecimento de que o que Deus pensa sobre a nossa vida é verdade

    2. É um quebrantamento do nosso orgulho e independência

    3. É dar meia volta na direção de um encontro com Deus

    4. É a porta aberta para que a verdadeira fé nos conecte ao pai

    5. Assim o céu festeja , cada vez que um pecador se arrepende .

  4. Por isso é alegria no Senhor quando temos a oportunidade de ser instrumentos de Deus para a salvação de pessoas , pois participamos da alegria dos céus

  5. Não é somente alegria , é coroa de vitória é glória e esperança na vinda do Senhor Jesus .

1 Tessalonicenses 2

19 Pois quem é a nossa esperança, alegria ou coroa em que nos gloriamos perante o Senhor Jesus na sua vinda? Não são vocês?

20 De fato, vocês são a nossa glória e a nossa alegria.

1 Tessalonicenses 3

9 Como podemos ser suficientemente gratos a Deus por vocês, por toda a alegria que temos diante dele por causa de vocês?

    1. Com certeza no céu ficaremos felizes por todo o bem que pudemos fazer na terra , mas muito deste bem vai ficar só na terra

    2. Mas você já pensou que alegria poder ter ao seu lado a sua descendência espiritual , filhos e filhas na fé que adentrarão com você as moradas celestiais ?

    3. Paulo dizia que cada um dos convertidos que ele veria na presença eterna de Jesus seriam a sua alegria e mais a sua coroa de glória eterna

    4. Quando pequeno , na Escola Dominical , aprendia que todo o salvo receberia uma coroa e os professores ilustravam , para que nós crianças pudéssemos entender , que as pedras preciosas desta coroa eram as pessoas que levamos a Jesus .

    5. Nossa alegria e coroa na eternidade será ver aqueles que foram arrancados do inferno pela graça de Deus , mas através das nossas vidas .

    6. Que sentimento participar da salvação de alguém

  1. Uma coisa que as vezes não levamos em conta é que a proclamação do evangelho é questão de vida e morte eterna .

    1. Feche os seus olhos veja a volta de Jesus e imagina quem não estará lá com você .

    2. Mas continue de olhos fechados e sinta a alegria de saber quem estará com você

    3. Isto é uma grande motivação para que falemos de Jesus as pessoas , e nos alegremos em sua salvação

    4. Isto não tem nada a ver com proselitismo religioso : é questão de vida ou morte !

  2. É por isso que não há maior alegria do que ver os seus filhos seguindo a Jesus .

3 João 1

4 Não tenho alegria maior do que ouvir que meus filhos estão andando na verdade.

    1. Fale de Jesus ! Isto é questão de vida ou morte eterna.

    2. Ore pela salvação dos seus queridos

    3. Filhos pequenos , ensinem-nos o caminho de Deus

    4. Ajude-os a participar da casa de Deus

    5. Aos adultos , abençoe-os , não os deixe sair de sua casa sem que sejam abençoados , porque o temor do Senhor é que gerará neles a porta aberta para a salvação

    6. Aproveite cada oportunidade que Deus lhe der para que eles e todos os que você conhecem possam ser salvos

  1. Não há maior alegria do que ver pessoas chegando aos pés do Senhor Jesus .

vi a alegria da comunhão e do amor fraternal


Fm 1

7 Seu amor me tem dado grande alegria e consolação, porque você, irmão, tem reanimado o coração dos santos.

  1. Alegrar-se no Senhor é poder desfrutar da comunhão e do amor fraternal

  2. Como disse Paulo é :

    1. Alegria 

      1. pois celebramos juntos 

      2. lembrança das festas de família na casa do meu avô 

      3. como esperávamos este dia e este encontro 

      4. Esta é a alegria de poder estar junto com os irmãos na casa de Deus

      5. É por isso que salmista disse :

Salmos 122

1 Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR.

    1. Mas Paulo afirmou também que esta alegria é consolação de Deus

      1. Quantas vezes você chegou abatido, triste , ansioso, verdadeiramente quebrado , e Deus usou os seus irmãos como instrumento de cura e consolação  a oração dos lideres de oração da nossa igreja por mim quando da morte do Pr Marcílio ,

      2. Os vários socorros , até financeiros que recebi de irmãos

      3. O abraço na hora certa .

      4. Deus alegra a nossa alma e consola o seu povo na comunhão dos irmãos

      5. Eles são um mover de ânimo a nossa alma

  1. Por isso podemos ler em atos

At 2

46 Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração,

47 louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.

  1. A marca de uma Igreja viva , é a santa alegria da comunhão dos irmãos em Cristo .

  2. Por isso insistimos tanto para que você participe de uma célula , um grupo de irmãos que querem importar-se com você , cuidar como uma família .

    1. A carne do churrasco que a célula me mandou  eu não pude estar com eles , mas eles estavam comigo .

    2. Durante 3 anos , todos os dias eu recebi comida em minha casa de uma família da igreja

    3. Gente que se dispõe a dirigir o meu carro em uma viagem de quase mil km em um dia para que pudesse estar em um compromisso e voltar no mesmo dia para casa .

    4. Só o povo de Deus faz coisas assim e não fazem mais , porque eu me sinto constrangido com tanto amor

    5. Esta era a marca da igreja de Jerusalém , mas esta continua sendo a marca de alegria do povo de Deus em sua comunhão fraterna .

vii a alegria de exercer misericordia


Romanos 12:8 se é dar ânimo, que assim faça; se é contribuir, que contribua generosamente; se é exercer liderança, que a exerça com zelo; se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria.

Atos 20:35 Em tudo tenho mostrado a vocês que é trabalhando assim que podemos ajudar os necessitados. Lembrem das palavras do Senhor Jesus: “É mais feliz quem dá do que quem recebe.”1

  1. Há uma outra alegria que Jesus gostaria que aprendêssemos a desfrutar : a alegria de ajudar pessoas.

  2. Na bíblia ela é chamada de alegria de exercer a misericórdia.

  3. Apesar de exercer a misericórdia ser uma consequência de quem foi alvo da misericórdia de Deus, algumas vezes temos imensa dificuldade de faze-lo pois ela representa abrir mão de direitos que temos para cobrir a necessidade de outros .

  4. É um gesto de amor , de liberalidade e de fé

  5. Jesus ensinou isto:

    1. Na parábola do bom samaritano

    2. Ensinou também na parábola do devedor incompassivo

  6. O grande problema de exercer a misericórdia está no custo , para nós de abrir mão do nosso direito.

    1. Dar uma esmola , as vezes não nos parece difícil , pois damos do que não nos fará falta

    2. Mas, quem sabe , cuidar de alguém e ainda pagar a conta das suas despesas , sem esperar nada em troca, como o fez o bom samaritano, talvez seja , mais difícil.

    3. E perdoar, alguém cuja a ofensa gerou sofrimento e grande prejuízo, como o devedor incompassivo, talvez seja o mais difícil

  7. Mas a grande lição é que toda a vez que exercemos a misericórdia , por mais custoso que seja, isto nos trará imensa alegria porque:

    1. Imitamos o nosso Senhor e a alegria dele em nos ver fazendo isso encherá o nosso coração

    2. Porque a pessoa que foi abençoada se alegrará e a alegria dela contagiará o nosso coração.

    3. Porque pessoas louvarão a Deus e isto encherá o nosso coração de alegria

    4. Porque quando perdoamos , como um ato de misericórdia, promovemos restauração de pessoas, mas somos libertos da nossa própria amargura .

2 Co 9:11b a sua generosidade resulte em ação de graças a Deus.

    1. Porque o exercício da misericórdia gera uma reação em cadeia de misericórdia  Lembrar do filme a corrente do bem .

  1. Hoje o Senhor o convida a experimentar a alegria do exercício da misericórdia .

    1. A quem você deve ajudar , pergunte ao Senhor

    2. O que você está disposto a abrir mão  as vezes será sacrificial

    3. Quem você precisa perdoar  isto provocará a alegria da restauração e a libertação da amargura .

viii Alegria de contribuir


2Co 9.7b porque Deus ama a quem dá com alegria.

  1. Temos estudado o imperativo do Senhor para nos alegrarmos sempre no Senhor , e aprendemos na palavra de Deus que uma das alegrias que podemos ter sempre no Senhor é a alegria de Contribuir financeiramente para a obra do Senhor .

  2. Mas a pergunta que fica em nosso coração é : Por que isto é motivo de alegria no Senhor ?

  3. A palavra de Deus vai nos apresentar uma série de razões que respondem a esta pergunta . O nosso propósito e tentar compreender algumas delas .

    1. Por causa da lei da semeadura e da colheita

2 Coríntios 9:6-11 (NVI-PT)

6 Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura, também colherá fartamente.

7 Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.

8 E Deus é poderoso para fazer que lhes seja acrescentada toda a graça, para que em todas as coisas, em todo o tempo, tendo tudo o que é necessário, vocês transbordem em toda boa obra.

9 Como está escrito: “Distribuiu, deu os seus bens aos necessitados; a sua justiça dura para sempre”.

10 Aquele que supre a semente ao que semeia e o pão ao que come, também lhes suprirá e multiplicará a semente e fará crescer os frutos da sua justiça.

11 Vocês serão enriquecidos de todas as formas, para que possam ser generosos em qualquer ocasião e, por nosso intermédio, a sua generosidade resulte em ação de graças a Deus.

      1. Na Dinâmica espiritual da vida há uma lei tremendamente fundamentada nas escrituras , que é chamada de lei da semeadura e da colheita .

      2. Paulo toma o exemplo da agricultura e afirma que se alguém tem um campo que suporta uma determinada quantidade de sementes e decide semear menos do que o campo suporta , certamente ele colherá menos do que poderia colher

      3. Assim também é quanto a questão das contribuições financeiras , no Reino de Deus . A medida que você aprende a semear com o tamanho dos recursos (campo) que lhe são disponíveis , mais você receberá para ser útil ao Reino de Deus .

      4. Pois quem lhe deu as Sementes foi Deus e você é servo dele nesta terra , para andar segundo os seus planos e propósitos .

8 E Deus é poderoso para fazer que lhes seja acrescentada toda a graça, para que em todas as coisas, em todo o tempo, tendo tudo o que é necessário, vocês transbordem em toda boa obra.

10 Aquele que supre a semente ao que semeia e o pão ao que come, também lhes suprirá e multiplicará a semente e fará crescer os frutos da sua justiça.

11 Vocês serão enriquecidos de todas as formas, para que possam ser generosos em qualquer ocasião e, por nosso

      1. Quando entendemos esta lei desfrutamos da alegria para ser benção nesta terra , cooperador do Reino de Deus .

      2. Mas isto não pode ser um peso, mas sim uma atitude de fé , louvor e alegria .

      3. Veja como o Senhor Jesus ensinou este mesmo princípio:

Lucas 6:38 (NVI-PT)

38 Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês”.

        1. Fica ainda mais claro : a medida que você usa , Deus usa para com você, e as pessoas também.

      1. Este sempre foi o princípio ensinado na palavra de Deus . No VT o Senhor nos desafia a entregar o nosso dízimo e nossas ofertas alçadas e fazer prova se ele não abriria as janelas do céus para abençoar .

Malaquias 3:8-12 (NTLH)

8 Eu pergunto: “Será que alguém pode roubar a Deus?” Mas vocês têm roubado e ainda me perguntam: “Como é que estamos te roubando?” Vocês me roubam nos dízimos e nas ofertas.

9 Todos vocês estão me roubando, e por isso eu amaldiçoo a nação toda.

10 Eu, o SENHOR Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos.

11 Não deixarei que os gafanhotos destruam as suas plantações, e as suas parreiras darão muitas uvas.

12 Todos os povos dirão que vocês são felizes, pois vocês vivem numa terra boa e rica. Eu, o SENHOR Todo-Poderoso, estou falando.

      1. É interessante perceber que na visão de Deus, ainda que você tenha o direito de não aceita-la , da mesma forma que podemos rejeitar o sacrifício de Jesus, quem não aprende a entregar os seus dízimos e ofertas é chamado de ladrão. Por que ?

        1. Porque não é capaz de reconhecer quem é o dono e Senhor de todas as coisas

        2. Nem é capaz de obedecer a sua ordem  Dízimo

        3. Nem tem alegria em ser cooperador da sua obra  ofertas

        4. Nossos dízimos e ofertas são expressão do nosso culto. Eles são tremendamente espirituais .

        5. Representam de modo prático a nossa dependência de Deus

        6. E são proporcionais ao que ele tem nos confiado.

      2. Neste princípio há uma regra básica  primeiro Deus  isto também vale para as nossas contribuições financeiras para o avanço da obra de Deus na terra.

1 Reis 17:10-16 (NTLH)

10 Então Elias foi para Sarepta. Quando estava chegando ao portão da cidade, ele encontrou a viúva, que estava catando lenha. Elias disse a ela: — Por favor, me dê um pouco de água para eu beber.

11 Quando ela ia indo buscar a água, ele a chamou e disse:— E traga pão também, por favor.

12 Porém ela respondeu: — Juro pelo seu Deus vivo, o SENHOR, que não tenho mais pão. Só tenho um punhado de farinha de trigo numa tigela e um pouco de azeite num jarro. Estou aqui catando uns dois pedaços de pau para cozinhar alguma coisa para mim e para o meu filho. Vamos comer e depois morreremos de fome.

13 — Não se preocupe! — disse Elias. — Vá preparar a sua comida. Mas primeiro faça um pãozinho com a farinha que você tem e traga-o para mim. Depois prepare o resto para você e para o seu filho.

14 Pois o SENHOR, o Deus de Israel, diz isto: “Não acabará a farinha da sua tigela, nem faltará azeite no seu jarro até o dia em que eu, o SENHOR, fizer cair chuva.”

15 Então a viúva foi e fez como Elias tinha dito. E todos eles tiveram comida para muitos dias.

16 Como o SENHOR havia prometido por meio de Elias, não faltou farinha na tigela nem azeite no jarro.


    1. Porque Dar é consequência do ser e não do fazer

      1. Uma segunda razão pela qual as nossas contribuições financeiras são parte do alegrar-nos no Senhor é porque elas são expressões do ser e não do mero fazer.

      2. Não é um negócio!

      3. É expressão da presença do nosso Senhor transformando a nossa vida .

      4. Não é legalismo é Cristianismo .

Mateus 23:23 (NVI-PT)

23 “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas.

      1. Quando o sentimento de justiça , misericórdia e fidelidade que são inerentes a fé cristã está em nós, então sentimos alegria e liberalidade

      2. Quando não , até contribuímos mas o que manifestamos é :

        1. Orgulho  Fariseus

        2. Ou controle 

          1. dou para o que quero

          2. só dou para o que posso administrar

          3. A grande lição do dízimo é dar porque o controle é de Deus .

          4. Manifestamos o poder humano

          5. Revelamos o fermento dos fariseus e saduceus

Mateus 16:6 (RA)

6 E Jesus lhes disse: Vede e acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus.

      1. Quando o dar é expressão de quem somos , de como pensamos, do valor do Reino de Deus e da sua justiça em nós : Dar é alegria .

    1. Porque dar é expressão de culto e adoração

      1. O Novo testamento chama o nosso louvor de sacrifício de louvor

Hebreus 13:15 (NTLH)

15 Por isso, por meio de Jesus Cristo, ofereçamos sempre louvor a Deus. Esse louvor é o sacrifício que apresentamos, a oferta que é dada por lábios que confessam a sua fé nele.

      1. Esta é uma comparação com o culto do VT, onde para que alguém se apresentasse ao Senhor ele precisava levar uma oferenda , um sacrifício ao Senhor

      2. Havia vários tipos de sacrifícios, os mais comuns :

        1. Do pecado

        2. De gratidão louvor

      3. O sacrifício pelos nosso pecados já foi oferecido  Jesus é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo

      4. Mas o sacrifício de louvor é

        1. expressão de nossa fé ,

        2. é alegria de nossa gratidão,

        3. é reconhecimento de que pela graça somos o seu povo.

      5. Isto é tão sério que a palavra nos ensina : a não cultuarmos de mãos vazias

Deuteronômio 16:16-17 (NTLH)

16 — São estas as três ocasiões em que todo homem israelita deverá apresentar-se na presença de Deus, no lugar que ele tiver escolhido para nele ser adorado: a Festa da Páscoa, a Festa da Colheita e a Festa das Barracas. Que ninguém vá sem levar alguma coisa para oferecer a Deus;

17 porém cada um deve fazer a sua oferta de acordo com as bênçãos que o SENHOR, nosso Deus, lhe tiver dado.

      1. No Novo testamento aprendemos a oferecer tudo, pois a Jesus oferecemos a nossa vida , com tudo o que temos e somos e este é o culto que prestamos a ele com entendimento espiritual .

Romanos 12:1 (NTLH)

1 Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus.

      1. Quando entendemos o sentido de louvor e adoração, que é uma oferta de nós mesmos a Deus , então dar, ofertar , contribuir para o avanço do Reino ou para abençoar pessoas é alegria .

      2. Exemplos  A mulher que derrama o perfume , a viúva que dá tudo.

    1. Porque dar é a encarnação do discipulado

Mateus 16:24 (RA)

24 Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.

      1. Ser discípulo de Jesus envolve uma ética especial na qual abrimos mão do que nos parece ser nosso direito pessoal para compreender que Deus é dono de todas as coisas e que tudo é direito dele como criador e Senhor da criação

      2. Ser ministro é entender que temos a chave da dispensa ( despenseiro mor) mas continuamos somente sendo servos do dono da despensa.

      3. É por isso que a ética do despenseiro , descrita nas escrituras é uma só : Ser fiel .

1 Co 4.1-2

1 Que os homens nos considerem, pois, como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus.

2 Ora, além disso, o que se requer nos despenseiros é que cada um seja encontrado fiel.2

  1. Conclusão

    1. O Senhor quer que você experimente a alegria de contribuir:

      1. Por causa da lei da semeadura e da colheita

      2. Por causa da justiça, misericórdia e fidelidade que caracterizam o ser cristão  Entrega e não orgulho ou controle .

      3. Por causa do seu culto , quem você é , todo o seu ser e tudo o que você tem são a sua oferta de amor ao Senhor

      4. Porque este é o principio do discipulado

ix alegrar-se na esperança


12 alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração;

  1. A força inabalável de um cristão esta na alegria que pode encher o seu coração em qualquer situação de vida, pois a sua alma não pode perder a esperança.

  2. A sua esperança esta firmada:

    1. Nas promessas eternas  mesmo quando o meu corpo desfalece .

I Pe 1.3 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,

4 para uma herança incorruptível, incontaminável e imarcescível, reservada nos céus para vós,

5 que pelo poder de Deus sois guardados, mediante a fé, para a salvação que está preparada para se revelar no último tempo;

6 na qual exultais, ainda que agora por um pouco de tempo, sendo necessário, estejais contristados por várias provações,

7 para que a prova da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo;

8 a quem, sem o terdes visto, amais; no qual, sem agora o verdes, mas crendo, exultais com gozo inefável e cheio de glória,

9 alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas.

  1. Uma esperança nas promessas que foram garantidas pela ressurreição de Jesus v. 3

  2. Promessas Que envolvem uma herança que não pode ser destruída nem diminuída v.4

  3. Promessas Que são sustentadas no poder de Deus que nos guarda através da nossa fé v.5

  4. Esperança Que é sempre reanimada pela certeza da nossa salvação eterna ( mesmo quando estamos atravessando tribulações) v/5-7

  5. Esperança Que nos faz amar a Jesus com uma alegria que as palavras não podem descrever e que nos faz celebrar a glória da sua presença v8

    1. Esperança que esta firmada nas visões que Espírito Santo nos dá da realidade que vivemos

      1. Diante dos desafios desta vida os nossos olhos não estão apenas contemplando a realidade que nos cerca, mas podemos ver e nos alegrarmos com a realidade espiritual que antevemos pela fé .

      2. Ilustração de Eliseu  Ele via as carruagens de fogo ( desde o arrebatamento de Elias ), mas Geasi só podia ver o exército inimigo a cerca-los .

      3. Nossa esperança se renova a cada nova visão, a cada nova palavra que o Espírito Santo nos dá , pois elas nos ajudam a crer até quando o que nos cerca nos faz desistir de esperar .

      4. O segredo de uma vida cristã vitoriosa é saber onde os nossos olhos estão focados:

        1. Não, nas circunstâncias,

        2. Não, nas aparentes derrotas,

        3. Não, na força do inimigo,

        4. Não, na batalha perdida,

        5. Mas na esperança que nos foi proposta e prometida .

        6. Na realidade que antevemos pela fé

        7. Nas revelações do Espírito Santo

        8. Na palavra que Deus nos deu

    2. Na natureza do nosso Deus

      1. Ele não é homem para mentir

      2. Quem garante as suas promessas e a esperança viva que trazemos dentro da alma é quem ele é: O Deus santo e todo poderoso

      3. Veja o que o Senhor fala

Ex 34: 7 Cumpro a minha promessa a milhares de gerações

Is 49:7 Pois eu, o SENHOR, cumpro as minhas promessas;

Is 46:11 Eu o disse, eu também o cumprirei

Ez 12: 25 Porque eu, o SENHOR, falarei, e a palavra que eu falar se cumprirá e não será retardada;

  1. Assim, Alegrar-se na esperança é:

    1. Não perder de vista os Sonhos que Deus semeou em seu coração.

      1. Cuidado com o ladrão da semente de Deus Satanás , parábola dos solos

      2. Cuidado com as ervas daninhas que sufocam o que Deus plantou em seu coração  preocupações com este mundo , o entulho do inimigo que nos consome

      3. Cuidado com a falta de raízes espirituais que não nos permitem crescer na fé em direção aos sonhos de Deus para nós

      4. Talvez seja o momento de retirar da alma o que tem tirado a sua alegria que se firma na esperança em Deus

      5. E trazer a memória o que pode dar esperança .

    2. É Tirar da visão, que a esperança proporciona, a alegria para viver hoje .

    3. Pois nada e nem ninguém poderá impedir o propósito divino que lhe foi revelado.

    4. Não olhe para as cicatrizes da batalha mas para a meta a ser conquistada .

  2. Mas a pergunta que fica em nossa mente é : Como , em meio a tanta luta posso me alegrar na esperança ?

  3. E Paulo nos responde que podemos fazer isto desde que tenhamos paciência na tribulação e perseveremos na oração

    1. Paciência na tribulação

      1. Esta paciência pode ser traduzida por várias palavras que nos ajudam a entender o tipo de atitude que o Senhor espera que tenhamos

        1. Suportar

        2. Permanecer

        3. Perseverar

        4. Agüentar

      2. Mas todas elas nos dão o indicativo de que teremos aflições, apesar de tão grande esperança e suporte de graça e poder que nos envolve .

Jô 16.33 Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

      1. Se você quer ser um vitorioso não fuja da luta, enfrente-a suporte-a , pois é através dela que a vitória será construída .

      2. Alguns fogem do Senhor por causa da luta , outros até morrem nos desertos por fugirem dos gigantes .

      3. Mas a vida cristã vitoriosa e alegre é aquela que permanece firme na sua fé inabalável e na certeza da sua esperança no Deus que é fiel, mesmo quando somos lançados nas fornalhas ardentes da vida .  Ilustração os amigos da Daniel .

      4. Em outro lugar o velho apóstolo treinado nas batalhas da vida escreveu :

II Co 4. 7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não da nossa parte.

8 Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados;

9 perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;

10 trazendo sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossos corpos;

11 pois nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal.

A W. Tozer Escreveu: “parte do milagre da graça é que vasos quebrados podem ser totalmente restaurados, com maior capacidade do que antes, simplesmente porque o servo de Deus não pode ser destruído”

      1. Não desista no meio da luta.

        1. Espere o grande autor da vida escrever ao próxima cena, ele ainda não terminou.

    1. Perseverança na oração

      1. Como viver alegria na esperança e firmeza na tribulação sem uma vida de oração inabalável?

      2. É impossível !

      3. Pois é na comunhão pessoal com o Senhor que nossos olhos são abertos e nosso coração fica sensível as visões da Esperança

      4. É na intimidade da sua presença que a alegria pode invadir o nosso coração .

      5. É o sussurro da sua voz que nos da coragem para sair das escuras cavernas onde tentamos fugir das batalhas tão pesadas da vida  Ilustração de Elias e o seu encontro com Deus na caverna das sombras da morte.

      6. É dele que vem a estratégia da vitória diante das fortalezas inexpugnáveis do nosso inimigo  Josué e Jericó

      7. É das experiências vividas na presença dele que nos vem à ousadia de enfrentarmos o valente do inimigo  Davi e o gigante filisteu

      8. Foi por isso que Jesus ensinou os seus discípulos assim:

Mt 26.41 Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.

      1. A perseverança na oração é arma de defesa e de ataque,

        1. pois através dela podemos receber a antevisão do plano divino

        2. e quando isto acontece podemos compreender que ele tem propósitos em algumas tribulações que enfrentamos .

        3. Ilustração de Paulo recebendo a profecia de sua prisão em Jerusalém

      2. Através dela recebemos o poder necessário e a sabedoria do alto

      3. Por ela os exércitos celestiais são movimentados .

      4. Não pare de orar, não pare de buscar, pois só o Senhor é quem pode nos dar a vitória

      5. Ele é a nossa alegria

VIII a alegria de receber um missionário em casa


Hebreus 13:2 Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, sem o saberem, hospedaram anjos.3

Filipenses 2:29-30 (NVI-PT) 29 E peço que vocês o recebam no Senhor com grande alegria e honrem homens como este, 30 porque ele quase morreu por amor à causa de Cristo, arriscando a vida para suprir a ajuda que vocês não me podiam dar.

Atos 21:17 (NVI-PT) 17 Quando chegamos a Jerusalém, os irmãos nos receberam com alegria.



x a alegria de liderar um povo unido na visão e na missão do reino de Deus

XI a alegria de louvar a Deus


1 Sociedade Bíblica do Brasil. (2000). Nova Tradução na Linguagem de Hoje (Ac 20:35). Sociedade Bíblica do Brasil.

2 Biblia sagrada . (2004). (electronic ed., 1 Co 4:1–2). Brazil: JUERP/Imprensa Biblica Brasileira.

3 Biblia sagrada . (2004). (electronic ed., Heb 13:2). Brazil: JUERP/Imprensa Biblica Brasileira.

Paschoal Piragine Jr 23/08/17


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal