Acapo-actual boletim informativo mensal da acapo n.º 108 – outubro de 2018



Baixar 124,57 Kb.
Encontro25.01.2019
Tamanho124,57 Kb.
ACAPO-ACTUAL

BOLETIM INFORMATIVO MENSAL DA ACAPO



N.º 108 – OUTUBRO DE 2018

Edição disponível em formato eletrónico no sítio Web www.acapo.pt, e em Braille e carateres ampliados nas Delegações da ACAPO



Coordenação Editorial: Marta Pinheiro – Direção Nacional

Contribua para este Boletim, enviando as suas notícias, críticas, sugestões ou simples mensagens!

Siga-nos no facebook!

ACAPO-Actual

ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal

Av. D. Carlos I, 126-9.º

1200-651 Lisboa

Telf.: 213 244 500; Fax: 213 244 501

E-mail: actual@acapo.pt

Sítio Web: www.acapo.pt


Índice

1.O que fizemos 4

1.1 29.º aniversário da ACAPO celebrado em Viana do Castelo 4

1.2 Atletas amadores e profissionais correm pela ACAPO 4

1.3 ACAPO alerta para perigos das ciclovias no espaço dos peões 5

1.4 ACAPO reúne com Câmara Municipal de Lisboa 5

1.5 ACAPO e Pingo Doce em campanha de angariação de fundos 6

1.6 Igualdade de direitos das pessoas com deficiência em debate 6

1.7 Mercedes convida ACAPO a consciencializar para o emprego de pessoas com deficiência 6

1.8 ACAPO ajuda a criar um “Museu para todos” 6

1.9 ACAPO participa na conferência “Reabilitar na Baixa Visão o Futuro” 7

1.10 Associados dos Açores realizam “passeio de outono” 7

1.11 Delegação dos Açores comemora Dia Mundial da Bengala Branca 7

1.12 1.º Encontro: Cidadania e Direitos na Deficiência 7

1.13 Delegação do Porto ensina-o a comer melhor 7

1.14 Sete anos de “Um Sentido na Poesia” 7

1.15 Porto organiza Magusto 8

1.16 Associados da Delegação de Castelo Branco vencem ouro e bronze no 1º Campeonato Nacional Paralímpico de Judo 8

2. O que vamos fazer 8

2.1 84.ª Assembleia de Representantes da ACAPO 8

2.2 II Congresso da ACAPO e I Congresso Internacional da Deficiência Visual 8

2.3 ACAPO dá formação sobre a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência 9

2.4 ACAPO organiza Encontro de Coros 9

2.5 Seniores com deficiência visual reunidos em novembro 9

2.6 Projeto “Pessoas com Deficiência e Direitos Humanos”. Participe! 10

2.7 Delegação de Lisboa organiza visita a Madrid 10

2.8 Quer saber mais sobre a diabetes? 10

3. Volta a Portugal 10

3.1 Aprovado Decreto-Lei sobre acessibilidade digital 10

3.2 Parlamento aprova quotas de emprego no setor privado para pessoas com deficiência 11

3.3 Filme do Comité Paralímpico de Portugal vence prémio de publicidade 11

4. Volta ao Mundo 11

4.1 Serviços de audiovisual acessíveis a todos? 11

4.2 Lei Europeia da Acessibilidade prestes a ser uma realidade 12

4.3 EBU consciencializa sobre emprego 12

5. As nossas formações 12

6. Os nossos parceiros 12

6.1 UEST…tudo de novo! 13

6.2 Sport Lisboa e Benfica 13

7. O que disseram sobre nós 14

8. Os nossos contactos (Diretório ACAPO) 16

Direção Nacional 16

Açores 16

Algarve 16

Aveiro 16

Braga 16

Castelo Branco 17

Coimbra 17

Guarda 17

Leiria 17

Lisboa 17

Porto 17

Viana do Castelo 17

Viseu 17

Vila Real 18

Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional - Coimbra 18

Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional - Lisboa 18

Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional - Porto 18

Centro de Produção Documental 18


1.O que fizemos

1.1 29.º aniversário da ACAPO celebrado em Viana do Castelo

Dia 20 de outubro, a Direção Nacional e a Delegação de Viana do Castelo organizaram o almoço comemorativo do 29.º aniversário da ACAPO. O evento, que contou com a participação de mais de 200 pessoas, teve lugar, no restaurante “Camelo”, em Santa Marta de Portuzelo, no concelho de Viana do Castelo. Isabel Coelho, diretora nacional com o pelouro das Relações Internas, agradeceu a participação de todos os dirigentes, associados, colaboradores e voluntários neste evento que “se tornou já num encontro anual que serve, não só, para celebrar a ACAPO mas também as relações que nela se foram criando”. A diretora releva ainda “o grande envolvimento da Delegação de Viana na organização do evento, contribuindo para o sucesso do mesmo”. No 29.º aniversário da ACAPO marcaram ainda presença a vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Carlota Borges, e o presidente da Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzelo, Paulo Maciel.


1.2 Atletas amadores e profissionais correm pela ACAPO

A manhã de dia 21 de outubro assinalou a realização da 6ª Corrida Montepio – “Corremos uns pelos outros” – que, este ano, reuniu cerca de 7000 atletas no Rossio, em Lisboa. A Corrida Montepio é uma iniciativa desportiva de referência nacional que tem a particularidade de ter subjacente uma missão solidária que lhe permitiu, ao longo dos anos, angariar cerca de 300 mil euros a favor de instituições de solidariedade social. A iniciativa envolve o público em geral, atletas de alta competição e individualidades ligadas às esferas da saúde, social, empresarial e da sociedade civil. Tomé Coelho, Presidente da Direção Nacional da ACAPO, recebeu pela mão de António Tomás Correia, Presidente do Grupo Montepio, e dos administradores da Associação Mutualista Montepio Carlos Beato, Virgílio Lima e Miguel Coelho, um cheque no valor de 37 mil euros, tendo, enaltecido, na ocasião, a iniciativa levada a cabo pela Associação Mutualista Montepio. Em termos desportivos, sagrou-se vencedora nos 10 km femininos da 6ª edição da Corrida Montepio Jéssica Augusto, atleta do Sporting Clube de Portugal, seguida por Cláudia Pereira, do GFD Running, e de Ana Cabecinha, do Clube Oriental de Pechão. Em masculinos, foram os atletas Avelino Eusébio, do GFD Running, Hugo Ganchas e José Gaspar que subiram ao pódio para receber os respetivos prémios.


1.3 ACAPO alerta para perigos das ciclovias no espaço dos peões

A propósito da comemoração do Dia Mundial da Bengala Branca, efeméride assinalada a 15 de outubro, em declarações à imprensa, Tomé Coelho, Presidente da Direção Nacional da ACAPO, alertou para os problemas de acessibilidade das cidades portuguesas que afetam as pessoas com deficiência visual. Entre os problemas apontados destacou-se a construção da rede clicável na cidade de Lisboa, maioritariamente colocada nos passeios. Tomé Coelho frisou que a ACAPO não é contra as ciclovias, “pelo contrário”, mas entende que deveriam ter sido instaladas “num local mais indicado, na faixa de rodagem e não em cima do passeio, já que são consideradas um veículo”. A este respeito, foi ainda abordado o novo serviço de aluguer e partilha de bicicletas, a Gira, pelo facto de estas se encontrarem estacionadas também nos passeios da cidade. Tomé Coelho apontou que as soluções poderão passar por uma diferenciação dos pisos das ciclovias e dos passeios, pela criação de sinalização tátil junto das paragens dos autocarros a indicar a presença de uma ciclovia ou outro tipo de sinalética que permita às pessoas com deficiência visual terem uma noção mais exata de quando estão a atravessar uma ciclovia. O presidente da ACAPO referiu que face a estes problemas, que já levaram à apresentação de reclamações por parte de alguns associados, irá solicitar uma audiência à autarquia lisboeta. [ver notícia 1.4]


1.4 ACAPO reúne com Câmara Municipal de Lisboa

Na sequência das notícias publicadas pelos órgãos de comunicação social sobre a posição da ACAPO, no que respeita à instalação de ciclovias, a Divisão de Estudos e Planeamento da Mobilidade (DEPM) da Câmara Municipal de Lisboa (CML) convocou a Direção Nacional da ACAPO para uma audiência. O Presidente da Direção Nacional, Tomé Coelho, acompanhado pelo técnico de acessibilidade da instituição, Peter Colwell, identificou os problemas criados pela instalação das ciclovias nos espaços destinados aos peões, por exemplo, a falta de identificação das ciclovias e a sua proximidade com as paragens de autocarro. Apesar de, até ao momento, não ter conhecimento de nenhum acidente que envolvesse uma pessoa com deficiência visual, Tomé Coelho alertou para o facto de a circulação destes ter sido negativamente comprometida, criando uma “sensação de insegurança”. Concordando com a posição da ACAPO, e reconhecendo os erros cometidos, a Câmara manifestou a sua vontade de corrigir os problemas que foram identificados e abandonar a estratégia de instalar ciclovias nos passeios da cidade. A ACAPO colocou-se ao dispor da CML para continuar a colaborar na identificação e resolução de problemas.

1.5 ACAPO e Pingo Doce em campanha de angariação de fundos

Entre 12 e 22 de outubro, as lojas Pingo Doce, de norte a sul do país, receberam uma campanha de angariação de fundos a favor da ACAPO. A campanha, que se estendeu durante 10 dias, baseou-se na disponibilização de vales com um valor de 1, 3 e 5 euros que podiam ser adquiridos pelos clientes. A ACAPO agradece a todos os que participaram na campanha e contribuíram para a sua divulgação.


1.6 Igualdade de direitos das pessoas com deficiência em debate

Tomé Coelho, presidente da Direção Nacional da ACAPO, integrou um dos painéis da conferência “Pessoas com deficiência - igualdade de direitos, as mesmas oportunidades”, organizada pela União Geral de Consumidores. Na sua intervenção, Tomé Coelho, abordou, essencialmente, a temática da igualdade de oportunidades no que respeita ao emprego e à educação, “enquanto áreas fundamentais para a inclusão das pessoas com deficiência visual”.

Na sessão, o Presidente da Direção Nacional da ACAPO, abordou ainda a temática da acessibilidade de produtos e serviços, “muitos dos quais continuam a não contemplar as pessoas com deficiência como seus consumidores finais.”
1.7 Mercedes convida ACAPO a consciencializar para o emprego de pessoas com deficiência

A convite da Daimler, detentora da marca de automóveis Mercedes, a ACAPO esteve presente na 6ª edição do evento “Diálogo Europeu sobre a Diversidade”, realizado este ano, em Lisboa, nos passados dias 23 e 24 de outubro. O evento teve a finalidade de consciencializar os colaboradores da empresa sobre a realidade de diferentes minorias: deficiência, etnia, idade e orientação sexual. A ACAPO participou na sessão "Experiência da diversidade", com as intervenções do presidente da Direção Nacional da ACAPO, da coordenadora dos serviços do Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional e de quatro associados da ACAPO.

1.8 ACAPO ajuda a criar um “Museu para todos”

A Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva iniciou em outubro de 2016 um projeto piloto com vista a melhorar a acessibilidade das pessoas com deficiência visual à coleção do museu e ao conhecimento da vida e obra dos artistas Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes. O projeto foi realizado com o apoio da Fundação EDP, no âmbito do programa EDP Solidária - Inclusão Social 2016, e com o patrocínio da Secretaria de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência e assessoria técnica da ACAPO. O projeto “Museu para todos” integrou três áreas de intervenção: a acessibilidade do espaço físico, através da renovação do sistema de iluminação, melhoria da sinalética e disponibilização de plantas dos espaços expositivos; a adaptação de obras do museu em modelos tridimensionais e disponibilização de conteúdos em braille e texto ampliado; e a itinerância pelo país dos modelos tridimensionais.


Mais informações
1.9 ACAPO participa na conferência “Reabilitar na Baixa Visão o Futuro”

A ACAPO participou na IV Conferência Deficiência Visual e Reabilitação "Reabilitar na Baixa Visão o Futuro", promovida pela Associação de Retinopatia de Portugal. O evento decorreu no dia 11 de outubro, Dia Mundial da Visão, na Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Coimbra. Anabela Miranda, psicóloga na Delegação de Lisboa da ACAPO, integrou o painel “Potenciar a autonomia” com a apresentação de uma comunicação sobre a atribuição de produtos de apoio.


1.10 Associados dos Açores realizam “passeio de outono”

Dia 13 de outubro, a Delegação dos Açores da ACAPO juntou os seus associados para um “passeio de outono” pela ilha de S. Miguel. Depois de um almoço-convívio seguiu-se uma visita à Caldeira Velha e ao centro de interpretação ambiental, uma estrutura vocacionada para a promoção do património natural da área classificada como Monumento Natural da Caldeira Velha. Da rota do percurso fez ainda parte uma visita a Gorreana, a mais antiga, e atualmente única, plantação de chá da Europa. Na parte nordeste da ilha, visitou-se a freguesia da Algarvia, a vigia das baleias e o Nicho de Nossa Senhora de Fátima.


1.11 Delegação dos Açores comemora Dia Mundial da Bengala Branca

A Delegação dos Açores da ACAPO celebrou, dia 20 de outubro, num mesmo evento, o Dia Mundial da Bengala Branca e o 29.º aniversário da instituição. Neste dia, realizou-se um evento público nas instalações na Delegação onde dois responsáveis do Museu Carlos Machado explicaram os objetivos do Museu Móvel, um serviço que se destina a levar a cultura a populações normalmente alheadas do conhecimento museológico. O encontro terminou com um almoço que contou com a participação de cerca de 30 pessoas.


1.12 1.º Encontro: Cidadania e Direitos na Deficiência

No passado dia 19 de outubro decorreu o 1.º Encontro “Cidadania e direitos na deficiência”, organizado pela Casa Ozanam, uma instituição que visa promover a participação e (re)integração social e profissional de pessoas com deficiência e doença mental. A sessão foi presidida pela Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, e em representação da ACAPO esteve a Presidente da Delegação do Porto, Paula Costa.


1.13 Delegação do Porto ensina-o a comer melhor

A Delegação do Porto da ACAPO iniciou, no mês de outubro, consultas de nutrição, com Manuel Sequeira, pretendendo fomentar hábitos alimentares mais saudáveis entre os seus associados. Se quiser marcar uma consulta, contacte os Serviços Administrativos da Delegação.


1.14 Sete anos de “Um Sentido na Poesia”

“Um Sentido na Poesia” comemorou, no passado dia 9 de novembro, sete anos de existência. A celebração teve lugar no salão nobre da Junta de Freguesia do Bonfim. A Direção da Delegação do Porto agradece a presença de todos neste evento e que têm contribuído para o seu crescimento.


(Re)leia a reportagem do Jornal de Notícias sobre este evento da ACAPO
1.15 Porto organiza Magusto

Dia 10 de novembro, a Delegação do Porto da ACAPO organizou um convívio de São Martinho nas suas instalações. Quase 40 pessoas atenderam ao convite da Delegação e participaram em mais um encontro que contou com tudo o que não pode faltar num verdadeiro magusto: castanhas, caldo verde e muita animação.


1.16 Associados da Delegação de Castelo Branco vencem ouro e bronze no 1º Campeonato Nacional Paralímpico de Judo

Realizou-se no dia 10 de novembro, em Odivelas, o 1.º Campeonato Nacional Paralímpico de Judo em Portugal. Dois sócios efetivos da Delegação de Castelo Branco da ACAPO, Sérgio Mendes e Guilherme Mateus, a competir pela Escola de Judo Ana Hormigo de Castelo Branco, saíram medalhados com ouro e bronze, respetivamente.


2. O que vamos fazer

2.1 84.ª Assembleia de Representantes da ACAPO

Realiza-se dia 24 de novembro, no Hotel Anjo de Portugal, em Fátima, pelas 11h30, a 84.ª Assembleia de Representantes da ACAPO. Na reunião estarão em apreciação e votação o Plano de Ação e do Orçamento da ACAPO, apresentados pela Direção Nacional, para o ano de 2019, bem como o respetivo Parecer emitido pelo Conselho Fiscal e de Jurisdição. Em discussão e votação estará ainda um pedido da Direção Nacional para a desvinculação da ACAPO do ICEVI – International Council for Education of People with Visual Impairment (Conselho Internacional para a Educação das Pessoas com Deficiência Visual). Por último estará em reflexão a necessidade de uma revisão estatutária.
2.2 II Congresso da ACAPO e I Congresso Internacional da Deficiência Visual

A ACAPO vai realizar, nos dias 11, 12 e 13 de abril de 2019, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, o seu II Congresso e o I Congresso Internacional da Deficiência Visual. Levado a cabo no âmbito das comemorações do 30.º aniversário da ACAPO, o Congresso, que terá por tema "Sociedade Inclusiva + Participação Responsável = Cidadania plena", visa fazer o balanço da situação das pessoas com deficiência visual e das políticas a elas referentes e, principalmente, prospetivar o futuro, contribuindo para definir opções e propor caminhos. Centrada na realidade portuguesa, sem deixar, todavia, de ter em conta, para uma completa contextualização da mesma, análises de outras realidades e contributos delas decorrentes, a iniciativa contará com a participação de um significativo conjunto de especialistas nacionais e internacionais. Procurando produzir uma visão globalizante sobre a deficiência visual e as políticas a ela referentes, fundada numa abordagem plural e amplamente participada das problemáticas em análise, o Congresso encontra-se aberto à participação de todos. Assim, poderão os interessados apresentar à Comissão Científica do Congresso as comunicações que entenderem pertinentes, às quais, desde que reconhecido mérito pela referida Comissão, será concedido tempo de exposição durante as sessões. O I Congresso Internacional da Deficiência Visual/ II Congresso da ACAPO conta com o alto patrocínio de Sua Excelência, o Presidente da República.


2.3 ACAPO dá formação sobre a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

Desde 2008 Portugal é parte da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (CDPD). Em 2017, a União Europeia de Cegos editou uma publicação intitulada “A CDPD – Um novo olhar para os nossos direitos humanos”, com o apoio e o cofinanciamento do Programa REC (Direitos, Igualdade e Cidadania) da União Europeia. A publicação tem por finalidade explicar como é que uma pessoa com deficiência visual ou alguém que interage regularmente com este grupo de pessoas pode beneficiar da Convenção. Esta brochura, criada a convite da EBU pela ACAPO, com a colaboração de associações homólogas da Sérvia e Áustria, está disponível em inglês, alemão, polaco, croata e, agora, também em português. Depois da autoria e da tradução para português desta publicação, a ACAPO está a organizar ações de formação para pessoas com deficiência visual, em algumas das suas delegações, com vista a divulgar esta publicação, a própria Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e os principais direitos que esta consagra para as pessoas cegas ou com baixa visão. Sendo um dos autores desta publicação, o português Rodrigo Santos, será o dinamizador destas sessões, que terão lugar nos próximos dias 17 de novembro, em Lisboa, dia 1 de dezembro, no Porto, e dia 8 do mesmo mês, em Viseu. Para saber mais contacte as respetivas delegações da ACAPO.


Conheça o documento
2.4 ACAPO organiza Encontro de Coros

Dia 18 de novembro, a ACAPO organiza um encontro de coros na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Lisboa. As atuações terão lugar, entre as 14h00 e as 17h00, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Lisboa. Com este encontro, a ACAPO tem o intuito de promover o projeto “Ver pela Arte”, um grupo constituído na sua maioria por pessoas com deficiência visual. O encontro contará ainda com as atuações dos seguintes coros: ESELX, da Casa do Pessoal do IEFP, do Cantar Nosso, da Universidade do Algarve e coro Polifónico de Alpiarça, SFA. A atuações do coro "Ver pela Arte" têm o apoio do Programa de Financiamento a Projetos pelo INR, I.P.


2.5 Seniores com deficiência visual reunidos em novembro

A Direção Nacional da ACAPO vai organizar, dias 14 e 15 de novembro, em Fátima, um encontro cultural dirigido a seniores. Com esta iniciativa, organizada ao abrigo do Programa de Financiamento a Projetos pelo INR I.P., a ACAPO pretende combater o isolamento social e promover o convívio e partilha de experiências. O programa da atividade contempla uma visita ao Ecoparque Sensorial Pia do Urso, ao Museu da Batalha e ao Santuário de Fátima. As inscrições para esta atividade já estão encerradas e foram preenchidas na sua totalidade.


2.6 Projeto “Pessoas com Deficiência e Direitos Humanos”. Participe!

No âmbito do projeto “Pessoas com Deficiência e Direitos Humanos” desenvolvido pela Universidade Autónoma, em parceria com a ACAPO, Associação BIPP e AFID, encontram-se a ser aplicados questionários sobre “Direitos humanos das pessoas com deficiência” dirigidos a pessoas com deficiência (PD), público em geral e técnicos que trabalham nesta área. Os endereços para preenchimento destes questionários encontram-se disponíveis abaixo:


Direitos humanos das pessoas com deficiência - dirigido a PD (com mais 16 anos)
Direitos humanos das pessoas com deficiência - dirigido a público em geral
Direitos humanos das pessoas com deficiência - dirigido a PD (crianças até 15 anos)
Direitos humanos das pessoas com deficiência - dirigido a técnicos
2.7 Delegação de Lisboa organiza visita a Madrid

A Delegação de Lisboa da ACAPO organiza, de 25 a 27 de janeiro, uma visita ao museu tiflológico da ONCE – Organização Nacional de Cegos Espanhóis, em Madrid. Este espaço cultural foi concebido para que os seus visitantes possam ver e tocar as peças expostas, embora o que o torne realmente único e original seja o facto de ser um museu que foi projetado por pessoas com deficiência visual, de modo a atender às suas necessidades. Nele encontram-se expostas as maquetes de monumentos espanhóis e estrangeiros, obras de artistas com deficiência visual e materiais tiflotécnicos e que fazem parte da história da ONCE. Esta ida a Madrid contemplará ainda uma visita ao Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia onde estará à disposição um sistema de áudio-guias. As inscrições para esta atividade estão abertas até ao dia 23 de novembro, para um limite de 26 participantes, e devem ser efetuadas junto da Delegação de Lisboa. Para obter mais informações sobre taxas de participação e condições de pagamento contacte a Delegação de Lisboa.

2.8 Quer saber mais sobre a diabetes?

Dia 17 de novembro a Delegação do Porto da ACAPO apresenta uma tertúlia sob o tema “Diabetes”. A mesma contará com a colaboração do nutricionista Manuel Sequeira. Inscreva-se junto dos serviços administrativos da Delegação.


3. Volta a Portugal

3.1 Aprovado Decreto-Lei sobre acessibilidade digital

Foi publicado em Diário da República o Decreto-Lei n.º 83/2018, que transpõe para a ordem jurídica portuguesa a diretiva europeia 2016/2102, sobre a acessibilidade dos websites da Internet e aplicações móveis de organismos do setor público. Com a publicação deste decreto-lei, os websites colocados online, antes de 23 de setembro deste ano, têm de cumprir estas regras a partir de 23 de setembro de 2020 e os publicados depois de 23 de setembro deste ano terão de se apresentar em conformidade já a partir de 23 de setembro do próximo ano. As aplicações móveis desenvolvidas pelo Estado, e outros organismos públicos, terão de se tornar mais acessíveis, em especial a pessoas com deficiência, a partir de 23 de junho de 2021.
Leia o decreto-lei na íntegra
3.2 Parlamento aprova quotas de emprego no setor privado para pessoas com deficiência

O Parlamento aprovou o projeto de lei do Bloco de Esquerda (BE) e do Partido Socialista (PS) que impõe quotas de emprego para pessoas com deficiência no sector privado, estando abrangidas empresas a partir dos 75 trabalhadores. A iniciativa, que foi inicialmente apresentada pelo BE e aprovada na generalidade a 11 de maio, sofreu alterações na sequência de um trabalho conjunto, na especialidade, entre bloquistas e socialistas, dando origem ao texto final. Esta versão contou com as abstenções do PSD e CDS-PP e os votos a favor das restantes bancadas. Segundo as novas regras, "as empresas a partir de 75 trabalhadores devem admitir anualmente um número não inferior a 1% do seu pessoal com deficiência", devendo este número ser de 2% nas grandes empresas. "Define-se um regime sancionatório para as empresas que não cumpram estas quotas. Ficam sujeitas a serem alvo de contraordenações (…) com coimas. Se houver reincidência podem também ficar inibidas de concorrer a concursos públicos como sanção acessória", explicou o BE.


3.3 Filme do Comité Paralímpico de Portugal vence prémio de publicidade

O filme “Sonhos” da campanha #SemPena do Comité Paralímpico de Portugal venceu o galardão de Ouro na categoria “Vídeo” do Anuário de Publicidade 2019 da editora norte-americana Graphis. Este filme incentiva a prática desportiva das pessoas com deficiência, ilustrando a mensagem - "os sonhos são para ser vividos sem pena sem limites, sem barreiras". O filme foi realizado pela FCB - Lisboa em parceria com a produtora BRO. O slogan #SemPena serve de base de comunicação ao ciclo paralímpico Tóquio 2020.


4. Volta ao Mundo

4.1 Serviços de audiovisual acessíveis a todos?

A 6 de novembro, o Conselho da União Europeia aprovou o texto de revisão da diretiva sobre serviços de audiovisual (AVMS Directive), que levará à sua adoção. Entre as diversas obrigações destaquem-se as que dizem respeito à acessibilidade para pessoas com deficiência visual e que satisfazem amplamente as expetativas da União Europeia de Cegos (EBU): “As abordagens anteriores, que visavam atender às necessidades das pessoas com deficiência visual, fracassaram e, por isso, é altura de termos uma legislação específica para as emissoras”, afirmou Wolfgang Angermann, presidente da União Europeia de Cegos. Até ao momento, os países da União Europeia apenas precisavam de aplicar medidas graduais ao nível da acessibilidade mas agora estas devem ser efetivas e devem ser apresentados relatórios e soluções para lidar com possíveis reclamações. A revisão da Diretiva AVMS trará progressos significativos e estas novas obrigações não irão abranger apenas as emissoras de televisão mas também as plataformas de partilha de vídeos.
4.2 Lei Europeia da Acessibilidade prestes a ser uma realidade

A 8 de novembro, a União Europeia estabeleceu um acordo político provisório sobre a Lei Europeia da Acessibilidade (European Accessibility Act - EAA). A União Europeia dos Cegos (EBU) congratula-se com esta evolução positiva, após difíceis negociações, mas lamenta que o acordo fique muito aquém do inicialmente previsto. “O texto acordado é um bom passo mas infelizmente a posição restrita dos governos nacionais provou ser muito mais forte nas negociações”, diz Rodolfo Cattani, presidente da Comissão da EBU de Ligação com a UE. “Apesar da oportunidade perdida, esperamos que com o EAA consigamos ter bens, serviços e sistemas mais acessíveis para os mais de 30 milhões de europeus com deficiência visual”. A Lei Europeia da Acessibilidade formula, pela primeira vez, um conjunto de requisitos mínimos para as empresas tornarem os seus produtos e serviços mais acessíveis a pessoas com deficiência, nomeadamente, terminais de pagamento, leitores de e-book ou websites de comércio eletrónico. De fora, ficou o meio edificado, o turismo e os transportes públicos. Também as pequenas empresas não serão abrangidas por esta lei. A EBU espera, no entanto, que o Parlamento e o Conselho da Europa aprovem formalmente o texto acordado antes do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, celebrado a 3 de dezembro de 2018.

4.3 EBU consciencializa sobre emprego

A União Europeia de Cegos (EBU) publicou um documento sobre boas práticas de emprego para pessoas com deficiência visual. O documento ilustra a realidade de 14 países membros da EBU e embora as diferenças económicas e legislativas sejam diferentes entre si, a organização europeia está convencida de que estas boas práticas poderão servir para “moldar” as experiências em outros países.


Conheça o documento na versão portuguesa
5. As nossas formações

  • Lisboa

Redes Sociais

Carga horária | 25 horas

Data de início | 20 de novembro de 2018

Data de fim | 13 de dezembro de 2018

Dias da semana | Terça e Quinta-feira

Horário | 09h30 as 12h30

6. Os nossos parceiros

6.1 UEST…tudo de novo!

A UEST – Unidade de Equipamentos e Serviços Tiflotécnicos, Lda. é uma empresa que se dedica à venda de produtos e prestação de serviços para pessoas com deficiência visual. Mantém desde 2009 uma loja aberta ao público, situada na Estação de Metropolitano Jardim Zoológico, antiga estação Sete Rios, em Lisboa, estando os seus produtos ainda disponíveis nas 13 Delegações da ACAPO.


Sugestão para este mês: Acuity Speech

Com um ecrã de 22 polegadas, o Acuity Speech pode ser personalizado de forma a atender os requisitos de todos os utilizadores finais, e agora vem com OCR A4 completo integrando a deteção de idioma automático. O Acuity é fornecido com uma câmara Full HD dando ao utilizador uma imagem muito nítida e estável, juntamente com um ângulo de visão muito amplo. A mesa XY oferece espaço para material de leitura até tamanho A3.


Caraterísticas:


  • Ecrã panorâmico de 22 polegadas

  • Resolução FullHD, 1920x1080

  • Taxa de atualização de 50Hz ou 60Hz

  • Ângulos de visão horizontais e verticais de 178 °

  • Funções de multi-touch disponíveis no ecrã

  • Monitor ajustável em altura e inclinação

  • Ampliação de 2.2x até 65x

  • Largura da página A4 visível na ampliação menor

  • 2 modos de fotografia (em cores, monocromático)

  • Até 20 modos de alto contraste

  • Reflexão livre e sombra livre uniforme iluminação LED

  • Modo de foco automático e foco fixo

  • Mesa XY até página A3


Vantagens para associados da ACAPO:

Os associados efetivos da ACAPO com quotas em dia beneficiam de um desconto de 10% nas compras de produtos tiflotécnicos, na loja UEST.


Horário de funcionamento:

10h00 às 19h00 (hora para almoço entre as 13h00 as 14h00)


Contactos UEST
Morada: Estação de Metropolitano do Jardim Zoológico, Atrium Norte, Loja 6, 1500-423

Telefone: 21 727 65 05

E-mail: loja@uest.pt
Facebook: www.facebook.com/uest.online
6.2 Sport Lisboa e Benfica

Mantém-se em vigor o acordo estabelecido entre a ACAPO e o Sport Lisboa e Benfica, que concede aos associados e colaboradores da instituição, descontos equiparados aos sócios do SLB para a prática desportiva, utilização de recintos desportivos nomeadamente a utilização das piscinas, condicionada à disponibilidade e mediante marcação, e compra de merchandising do clube na Benfica MegaStore. Os associados e colaboradores da ACAPO beneficiam ainda da oferta de um bilhete para assistir a um jogo da Liga Portuguesa de Futebol, no Estádio Sport Lisboa e Benfica (exceto jogos com o Futebol Clube do Porto, Sporting Clube de Portugal e para a Taça de Portugal) no dia do seu aniversário, ou no jogo imediatamente seguinte, caso as datas não coincidam. No caso dos associados, refira-se que só podem usufruir deste protocolo os que tenham com quotização em dia. Quaisquer dúvidas no âmbito deste protocolo podem ser esclarecidas junto do Departamento de Relações Externas da ACAPO através do telefone 213 244 500 ou e-mail rp.dn@acapo.pt.


7. O que disseram sobre nós

Tema: Maquetes reproduzem em 3D pinturas de Vieira da Silva para público invisual

Onde: TSF

Quando: 8 de novembro
«"A grande inovação deste projeto foi a criação de modelos tridimensionais de seis obras de Vieira da Silva e de Arpad Szenes, que podem ser tocados por cegos ou pessoas com baixa visão, como idosos, para poderem conhecer estas peças", revelou a responsável.

Esta foi uma das áreas do projeto, que conta com o apoio financeiro da Fundação EDP, com o patrocínio da Secretaria de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência, e o apoio técnico da ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal.»


Leia a notícia na íntegra
Tema: Biodanza: "É remédio santo. Posso entrar chateada, mas saio com a alma lavada"

Onde: Público

Quando: 4 de novembro
«Mais de duas mil pessoas praticam biodanza. Mas na ACAPO do Porto há um grupo muito especial. São cegos e amblíopes. Para eles, os movimentos lentos, as palavras, o som da música que caracterizam esta actividade têm efeitos “quase terapêuticos”.»
Leia a notícia na íntegra
Tema: ACAPO promove terceiro Mercadinho de Natal a partir de 22 de Novembro

Onde: Diário dos Açores

Quando: 4 de novembro
“A delegação dos Açores da ACAPO promove o 3.º Mercadinho de Natal, com trabalhos de artesanato da autoria da associada Maria Leonor Melo. A sessão de abertura acontece a 22 de Novembro pelas 14h30, na sede da instituição, na Rua de Santa Catarina.”
Notícia transcrita na íntegra
Tema: A correr, ACAPO angariou 40 mil euros para a inclusão social de cegos

Onde: Diário de Notícias

Quando: 25 de outubro de 2018
“Sete mil pessoas marcaram presença na 6ª Corrida Montepio, onde o valor de cada inscrição reverteu para a Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO). Ao todo, foram angariados 40 mil euros. É a primeira vez que a instituição que representa os direitos das pessoas com deficiência visual se junta ao Montepio nesta iniciativa, que decorreu no domingo, em Lisboa.”
Leia a notícia na íntegra
Tema: Criança cega não vai à escola por falta de acompanhamento

Onde: Açoriano Oriental

Quando: 21 de outubro de 2018
“Situação denunciada pelo presidente da delegação dos Açores da ACAPO refere a criança com cegueira congénita inscrita na Escola Canto da Maia. Pais consideram que sem o acompanhamento devido o seu filho não tem condições para ficar na escola.”
Notícia apenas disponível na versão imprensa do jornal
Tema: ACAPO chama a atenção para as dificuldades dos invisuais

Onde: Correio do Minho

Quando: 20 de outubro de 2018
“Delegação de Braga escolheu a Rua do Caires para promover uma acção de sensibilização junto dos condutores e peões.”
Conheça a notícia na íntegra
Tema: Coimbra com boas e péssimas acessibilidades para "invisuais"

Onde: Diário de Coimbra

Quando: 16 de outubro de 2018
“No âmbito do Dia da Bengala Branca, a Delegação de Coimbra da ACAPO (Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal) juntou um grupo de pessoas e passou a “pente fino”, algumas artérias da cidade de Coimbra, inventariando bons e péssimos exemplos de acessibilidade. O périplo, em forma de caminhada, contemplou algumas vias de comunicação da zona do Calhabé, cuja “viagem” começou precisamente na sede da ACAPO, na Rua dos Combatentes, onde foi possível testemunhar um conjunto de conjunturas exemplares e, outras, de autênticas barbaridades.”
Conheça a notícia na íntegra
Tema: Dia da Bengala Branca

Onde: Antena 1

Quando: 15 de outubro de 2018
“A aceitação da bengala é uma fase muito importante, muito difícil, mas fundamental”, defende Tomé Coelho, presidente da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO).”
Ouça a reportagem
Tema: ACAPO alerta para o perigo das ciclovias para as pessoas cegas

Onde: Sábado

Quando: 13 de outubro de 2018
“Presidente da Associação apontou que as ciclovias estão, maioritariamente, colocadas entre as faixas de rodagem e os passeios.”
Conheça a notícia na íntegra
8. Os nossos contactos (Diretório ACAPO)

Direção Nacional


Av. D. Carlos I, 126, 9.º andar

1200-651 Lisboa

dn@acapo.pt

21 324 45 00



Açores


Rua de Santa Catarina, 53 A

9500-240 Ponta Delgada

acores@acapo.pt

296 28 67 77



Algarve


Rua António Bernardo da Cruz, nº 15 Lj

8000-316 Faro

algarve@acapo.pt

289 806 693



Aveiro


Av. 25 de Abril, Mercado Municipal, sala 6 – 1º piso

3750-101 Águeda

aveiro@acapo.pt

234 624 070



Braga


Rua Cruz de Pedra nº 114

4700-219 Braga

braga@acapo.pt

253 267 766



Castelo Branco


Rua Ruivo Godinho, 27 r/c A

6000-275 Castelo Branco

castelobranco@acapo.pt

272 321 380



Coimbra


Rua dos Combatentes da Grande Guerra S/C 113

3030-181 Coimbra

coimbra@acapo.pt

239 792 180



Guarda


Centro Comercial São Francisco, Largo São Francisco, piso 1 loja 11

6300-754 Guarda

guarda@acapo.pt

271 213 955



Leiria


Av. Adelino Amaro da Costa, Lote 20, Loja E, Arrabalde da Ponte

2415-367 Leiria

leiria@acapo.pt

244 849 850



Lisboa


Rua Rodrigues Sampaio 146, 2º esquerdo

1150-282 Lisboa

lisboa@acapo.pt

213 182 910



Porto


Rua do Bonfim, nº 215

4300-069 Porto

porto@acapo.pt

225 899 100



Viana do Castelo


Rua Nova de São Bento, 5 a 11

4900-472 Viana do Castelo

viana@acapo.pt

258 813 597



Viseu


Rua D. Nuno Álvares Pereira bloco B1 r/c esquerdo

3510-096 Viseu

viseu@acapo.pt

232 419 750



Vila Real


Rua Francisco Sales Costa Lobo, JT 5 r/c direito, nº7A

5000-260 Vila Real

vilareal@acapo.pt

259 338 330



Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional - Coimbra


Rua dos Combatentes da Grande Guerra, 113

3030-181 Coimbra

formacao@acapo.pt

239 792 180



Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional - Lisboa


Av. João Paulo II, lt. 531, 2.º A

1900-726 Lisboa

formacao@acapo.pt

21 837 10 72



Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional - Porto


R. de Camões, 219- 4º dtº

4000-145 Porto

formacao@acapo.pt

222 012 222



Centro de Produção Documental


Av. João Paulo II, lt. 531, 2.º A

1900-726 Lisboa



producao@acapo.pt

21 837 10 72/91 214 12 08


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal