A vida na graça (anos 90)” “Lucas 16: 1-9”



Baixar 11,33 Kb.
Encontro04.10.2017
Tamanho11,33 Kb.
A vida na graça (anos 90)”

Lucas 16:1-9”

A palavra de Deus nos da conta em contextos em locais, os mais diversos que haveria um dia de prestar contas.

Cada ser consciente, cada ser que sabe de si que se percebe como alguém que existe no universo vai ser julgado, vai ser pesado, vai ser objeto de discutir algum dia.

Esse juízo de Deus viria para chamada de Deus para nós prestar contas vai ser o dia mais fantástico de todos por que o juízo de Deus não vai acontecer conforme as nossas concepções matemáticas de juízo. O juízo divino não é um mero encontro aritmético de contas. Justiça divina quando aplicada a vida humana leva em consideração todos os elementos que todas as luzes que se tiveram todas as oportunidades da consciência de todas as advertências que nos chegam todas as compreensões que nos foram dadas em fim todas as coisas que compuseram a nossa existência. Levando em conta as nossas dificuldades, levar em consideração o nosso condicionamento, levar em consideração quem foram os nossos pais aonde nós crescemos como nos crescemos, como fomos tratados, como fomos mal tratados, levar em consideração todos os elementos e objetivos e subjetivos (é o que se passa no intimo do sujeito pensante). Históricos e psicológicos. Ou seja o juízo de Deus é tão perfeito e tão cristalino, é tão justo e tão amplo, e tão profundo, e tão detalhado e é tão generosamente comprometido com a própria justiça que diz o livro de provérbio que nesse dia até o ímpio sairá satisfeito.

Ele dirá é isso mesmo valeu à pena. Mas esse dia vem, esse dia vai chegar e dia de encontro de contas e ai talvez você diga o meu saldo para esse dia esteja super positivo.

Tem pessoas que eu encontro que diz, eu estou cada vez mais feliz em relação aos dez mandamentos eu só estou errando em dois, nos oito eu estou ótimo. Espero que até o fim eu consiga chegar zerado com Deus, e ai surge sempre a pergunta, e você esta bem com os dez mandamentos eu estou rico perdi os dez ais as pessoas arregalam os olhos o Senhor perdeu nos dez eu repito realmente perdi-nos dez.

Ai as pessoas dizem, mas como. Ele disse pra não ter deuses diante dele teologicamente falando eu não tenho nenhum Deus diante dele. Mas de vez em quando percebo certas coisas em certos dias e certas horas, que se tornam mais importantes do que Deus. Ele disse pra não fazer imagem de escultura eu não faço, mas às vezes eu percebo que alguns momentos determinadas pessoas se transformam em elementos quase que místicos na minha cabeça que tornam a posição de ídolo.

Ele disse pra não tornar o nome dele em vão eu não blasfemo mas as vezes eu percebo que o nome de Deus não tem nada a ver com aquilo que me utilizo do nome dele a toa para apenas me beneficiar.

Ele falou para guardar o dia dele para santificar temos que gravar o dia do Senhor para o santificar os caminhos de santificação diante de Deus percorrer subjetividades que transcendem em muitos simplesmente a separação de um determinado dia pra que nele nós nos tornamos mais religiosos.

Honrar pai e mãe é mais do que visitá-los, beijá-los o roto dizer, Deus abençoe eu sou grato pelo que me fizeram e muito mais do que prestar-lhe assistência na velhice e ver como a reconciliação profunda com a imagem do pai ou da mãe quer de nós não carrega conflito de natureza psicológica,fortíssima em relação as figuras parentais, quem de nós não teve ambigüidade no interior nesses dois papeis.

Quem de nós não reage pra com o marido ou autoridade pastoral, ou pra qual a autoridade constituída não em função praquela coisa em si mesma em razão de um trauma relacionado a essa figura paterna.

Não matarás eu nunca matei, mas meu Deus quantos matadores já existiu dentro de mim, sentimentos de hostilidades energias homicidas, viajam pelas emoções da mente a tal ponto que Jesus diz no sermão d montanha que esse mandamento chega ao nível dessa subjetividade existencial aonde freqüentemente nunca matou é homicida da alma.

Não adulteraras é outro mandamento aonde o sermão da montanha nos chega e nos desobjetiva na existência. Ai ele diz você nunca foi pra cama com uma mulher do seu próximo, mas no seu coração você olha ou já olhou, ou você sabe que tem vontade de olhar, ou você diz que não olha olhando com intenção impura no coração ai no intimo já aconteceu.

Não dizei falso testemunho eu nunca fui ao tribunal acusar ninguém injustamente, mas quantas decisões eu já passei adiante quanta fofoca, quantas coisas que agente diz eu tenho a impressão que era mais eu não estou bem certo não é ai a imagem de alguém vai se correr por que a gente passou uma versão adiante acrescenta um ponto, acrescenta um conto uma historia ai agente acaba todos nós sepultando autores de ficção.

E pra terminar ele diz não cobiçaras nada nem a mulher do próximo nem a vaquinha dele nem o boi ou Monza nem o Vectra nem o apartamento na praia. Nem a casa no campo nem a posição dele, nem a inteligência dele, nem a sabedoria dele, nem a cultura dele, nem a calça de grife dele “nada”.



Deus colocou esse mandamento pra que se houver algum idiota no nosso meio que acha que obedecer aos nove é suficiente, tenha certeza que quebrou a cara nesse. Ai vem os escritores tanto do velho, mas especialmente do novo testamento que nos dizem com clareza e objetividades esmagadoras que aquele que quiser ser justificado pela lei precisa obedecer ela toda por que quem quer que seja que tropece num só mandamento se torna julgado por todos os outros e por isso Paulo vem e passa o veredito porque todos pecaram e todos reconhecem a gloria de Deus e ele convoca ateus, religiosos, umbandistas, filósofos, moralistas qualquer um pra ficar em pé e dizer que somos dependentes da sua graça porque todos nós fomos achados em falta. Todos sem exceção a regras, todos.

A mensagem de Jesus em relação a tudo isso que foi dito aqui não é negativa e extremamente positiva eu não preciso me apavorar, nem me esmagar, nem me neo-reativar nem adoecer com a constatação que na minha geração genemiamento de possibilidade são sempre imperfeitos e que os relacionamentos acabam sendo encontro de contas por que Jesus passa isso e diz algo positivo pra ler disso é assim em geral que as coisas acontecem mais não é assim que precisa ser se você aprender essa santa esperteza de viver você vai passar de uma vida de contos e contas pra uma vida na graça.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal