A resina é um elemento de princípio feminino utilizado na confecção das orgonites, ao passo que o metal é o elemento de princípio masculino



Baixar 8,87 Kb.
Encontro28.02.2018
Tamanho8,87 Kb.
A resina é um elemento de princípio feminino utilizado na confecção das orgonites, ao passo que o metal é o elemento de princípio masculino.  Os dois princípios juntos, feminino e masculino (resina e metal) refletem a energia para o ambiente gerando um fluxo de energia vital que antes se encontrava estagnado.

A utilização do metal nas orgonites se deve ao fato do metal ser um excelente condutor de eletricidade (de energia). O metal não só conduz como também reflete energia. A literatura consultada não é rígida com relação à utilização dos metais ao confeccionar as orgonites, pelo contrário, os estudiosos dizem que qualquer metal pode ser empregado nas orgonites que o efeito será satisfatório.  No entanto, deve-se levar em conta qual a intenção que se tem ao produzir uma orgonite.

Se for considerado apenas o aspecto econômico pode-se utilizar limalhas de alumínios, pregos ou qualquer outro material metálico mais barato. Se for considerada a intenção / finalidade da orgonite temos os seguintes meta:

COBRE: associado ao planeta Vênus está ligado aos sentimentos e ao amor. Bom condutor de energia pode ser utilizado para transferir e transmitir energia espiritual. No campo físico, o cobre auxilia na redução de peso, pois atua na aceleração do metabolismo. Além disso, alivia o fígado, o sistema linfático e no tratamento de doenças como: anemia, bursite, artrose e reumatismo.

ALUMINIO: associado ao planeta Uranos e seus princípios de genialidade. Incentiva as habilidades intelectuais, criatividade, invenções, trabalha o intelecto de modo geral. Reflete a energia etérea mais do que qualquer outro metal. É encontrado em abundância no nosso planeta e não há evidências de benefícios no campo da saúde (físico).

MAGNESIO: associado ao Sol. É essencial ao funcionamento de mais de 300 enzimas do corpo humano é importante para o funcionamento dos nervos, dos músculos e do corpo de modo geral.

PRATA: associado à Lua e suas emoções (fases). Sua energia destrói vírus, fungos e bactérias prejudiciais à saúde. Acredita-se que atua como um poderoso antibiótico. Trata-se de um excelente condutor de energia, principalmente para fins de magia, pois a prata conduz energia, transmite, mas não armazena tal energia, funciona como se fosse um rio, no qual a energia flui continuamente sem necessidade de reposição e de limpeza.

LATA: associado ao planeta Júpiter tem ligação com abundância, prosperidade, sucesso e também rejuvenescimento, cicatrização e regeneração.

AÇO: associado ao planeta marte. Encontrado em abundância pode ser usado para conectar o macrocosmo. Carrega a energia vital e o poder do rejuvenescimento.

BRONZE: Combina as propriedades do cobre e da lata, pois é um metal que é uma mistura (liga) de cobre e lata.

ANTIMÔNIO: metal ligado a espiritualidade elevada, usado para proteção. Ensina valores como: sabedoria; força; poder de transformação e adaptação. Capaz de transformar trevas em luz. Harmonizar o ambiente equilibrando o excesso de energia combatendo energias ruins, tratando de alergias, removendo impurezas e toxinas.

Em síntese, pode-se dizer que qualquer tipo de metal pode ser utilizado nas orgonites, incluindo: titânio, magnetita, tungstênio (metal raro também conhecido como volfrâmio), selênio, cobalto, índio (metal branco e prateado), bismuto.



FONTE: http://www.soul-guidance.com/orgonite/metals.html


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal