A linguagem não-verbal de cantares



Baixar 2,87 Mb.
Página2/16
Encontro10.09.2018
Tamanho2,87 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16
a semente das artes cênicas, que um dia inspirará várias escolas de interpretação, canção e dança, ele é também riquíssimo em comunicação não verbal.

A linguagem não-verbal é relacionada a linguagem corporal, que é indissociável da linguagem humana. Prenda as mãos de um italiano e ele seu discurso perde bastante da força de seu conteúdo. O corpo traduz inconscientemente aquilo que a linguagem falada ou escrita não transmite.

A outra linguagem existente em Cantares, não verbal, é a das roupas. Cantares traduz, comunica, evoca por meio das vestimentas e adereços algumas brincadeiras, sentimentos. Os adereços além de enfeitar a Sunamita, enfeitam a poesia e os significados do Cântico.

Listando as “linguagens”, processos que nos comunicam sentimentos, pensamentos, sensações, e até substituem sentenças faladas inteiras em Cantares:

Visual

Não verbal



Gestual

Dança – gestual, lúdica, interpretativa.

Postural

Adereços e roupas

Gestos e micro-gestos, voluntários e involuntários, conscientes ou não

O Toque – as reações físicas


Teatral ou representativa

Dança – Gestual, lúdica, interpretativa.

Musical - Rítmica, Canto, coral, contracanto
Tenho ainda de modo escrito na poesia:

- As figuras de linguagem,

- As sonoridades da língua e suas representações,

E por fim os próprios símbolos, na grafia do texto, na forma com que é escrito, nos grafemas, outro requinte de representações.


Essa parte do estudo não vai tecer considerações sobre a “escrita” de Cantares, mas deixa a tabela abaixo o hebraico moderno com os significados das letras

1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal