A cena musical na Unibes Cultural abril dia 1/04 – Conrado Pera



Baixar 29,27 Kb.
Encontro30.10.2016
Tamanho29,27 Kb.

A cena musical na Unibes Cultural



ABRIL

DIA 1/04 – Conrado Pera
DIA 6/04 – CANTO LIVRO Jean Garfunkel e Joana Garfunkel (temporada)
DIA 27/ 04 – XXXXXXX
DIA 29/04 – DUOFEL
Dia 1 de Abril – quarta – 21h – couvert $20,00 CONRADO PERA

ENLAÇADOR DE MUNDOS

“Enlaçador de Mundos”, 1º CD da carreira do cantor e compositor Conrado Pera, o álbum de 10 faixas é praticamente todo autoral.

O trabalho já chega com uma grande surpresa tendo a versão da música de trabalho “Vem Plantar Tudo de Novo” em videoclipe, gravado em regiões paradisíacas como Chapada Diamantina (BA), Chapada dos Veadeiros (GO) e Genipabu (RN).

Embora esteja lançando seu primeiro trabalho Conrado Pera já está envolvido na carreira artística desde pequeno, é filho do compositor Paulo Barroso, já tendo participado da Virada Cultural Paulista, do FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental, três vezes no Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros, além de SESC`s pelo país. Suas composições receberam prêmios em alguns festivais pelo Brasil, além de fazerem parte da trilha sonora de filmes e documentários, como é o caso da música “Caminho”, tema da série "Bipolar" transmitida pela Globosat, Sony, Warner Channel e Canal Brasil.

Além disso, abriu shows de grandes nomes da música brasileira, entre eles: Lenine, Jair Rodrigues, Otto e O Teatro Mágico. Apresentou-se também em mais de 10 estados brasileiros e em alguns países como: EUA, México e Peru.

O CD foi gravado no estúdio Peba na Pimenta, em São Paulo, mas também teve faixas gravadas no home studio do artista, que há anos reside na Chapada dos Veadeiros. “Foi um processo longo e saboroso. Longo não só pela pouca verba, mas também pela vontade de fazer todo esse processo com muita tranquilidade, dando tempo para as canções amadurecerem com seus arranjos e timbres”, explica.

E, os projetos não param por aí. O artista já esta em fase de finalização do videoclipe da canção “Iluminar”, segundo do projeto. Bem como, está em fase de finalização do documentário longa-metragem “Viajarte – Além dos Palcos e Mais Além”, que fala sobre turnê performática do espetáculo que criou ao lado de Miag Makibara, fundindo circo, teatro, dança, música e poesia.

Ingressos disponíveis para venda on line: https://www.eventbrite.com.br/e/conrado-pera-na-unibes-cultural-tickets-22752262630?ref=esfb
Dia 6 de Abril – quarta – 21h – couvert:$25,00 – JEAN GARFUNKEL E JOANA

JEAN GARFUNKEL E JULIA GARFUNKEL EM “CANTO LIVRO EDIÇÃO JORGE AMADO” (TEMPORADA)

Obra do escritor Jorge Amado ganha sonoridade em show do Grupo Canto Livro
O projeto Canto Livro foi criado em 2006, quando Jean Garfunkel – poeta, escritor e compositor consagrado da MPB, gravado por intérpretes como Elis Regina, Zizi Possi, Margareth Menezes e Maria Rita - foi convidado a cantar num projeto dedicado a João Guimarães Rosa por conta de sua pesquisa e visitas à cidade mineira de Morro da Garça, terra natal do escritor. Joana, também já nutria grande admiração pela obra do autor mineiro. Em 2002, escreveu a tese Sentido e Significado em Grande Sertão Veredas, pela PUC SP.
Com 8 anos de estrada, o Canto Livro acumulou apresentações em museus, centros culturais, festivais, feiras literárias, bibliotecas e escolas. Hoje, são mais de 20 espetáculos que passeiam por autores como Manuel Bandeira, Jorge Amado, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Cora Coralina, Vinícius de Moraes, Manoel de Barros, Fernando Pessoa, Mia Couto, entre outros.
Possui parceria com o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), cujas apresentações são inspiradas em cada exposição, colocando a canção e a poesia para interagir diretamente com as artes plásticas. Ao incorporar a interpretação simultânea em LIBRAS (língua brasileira de sinais), possibilitou a inclusão e o acesso do deficiente auditivo ao universo da literatura. Esta iniciativa proporcionou ao grupo a conquista do Prêmio Ibero-Americano de Atividades Educativas em Museus, em 2011.
Sobre Jean Garfunkel

Poeta, ator, cantor, compositor e publicitário. Tem quatro discos lançados em dupla com seu irmão Paulo Garfunkel, e músicas gravadas por vozes importantes da MPB como, Elis Regina, Maria Rita, Margareth Menezes, Zizi Possi, Renato Braz e Pena Branca e Xavantinho. Durante mais de dez anos trabalhou como assistente de direção da atriz e diretora Myriam Muniz, e compôs trilhas para teatro, entre elas, Maroquinhas Frufru, de Maria Clara Machado; considerado um clássico da dramaturgia infantil.


Integrante do grupo de estudos sobre a obra de Guimarães Rosa do Instituto de Estudos Brasileiros da USP, que detém o acervo do autor. Realiza oficinas e palestras sobre música e literatura em bibliotecas, livrarias e espaços culturais. Como letrista tem parceiros ilustres como, Léa Freire, Sizão Machado, Mozart Terra, maestro Moacyr Santos, maestro Júlio Medáglia e o violonista Yamandú Costa.
Sobre Joana Garfunkel

Cantora, narradora de histórias e psicóloga, tem em seu percurso, uma pesquisa acadêmica premiada sobre a obra Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa. Trabalha desde 2005 com música e literatura, apresentando-se ao lado de artistas como Tavinho Moura, Natan Marques, Grupo Miguilins, Emiliano Castro, entre outros.


Além dos diversos locais em que se apresenta – como SESCS, teatros, bibliotecas, feiras literárias – teve, ao longo do ano de 2010, apresentações mensais realizadas no Teatro do Colégio Santa Cruz, com patrocínio da Editora Saraiva.
Dia 27 de Abril – quarta – 21h – couvert:$20,00 - Chico SARAIVA

Chico Saraiva é nascido no Rio de Janeiro, criado em Florianópolis e radicado em São Paulo desde 1995. Foi vencedor do Prêmio Visa - Edição Compositores - 2003 e tem seis CDs autorais gravados, sendo os anteriores ao atual Galope (Borandá, 2015): o instrumental Água (1999), ao lado de Edu Ribeiro e Zé Nigro; Trégua (2003), que mescla canções e obras instrumentais; Saraivada (2007), trabalho que agora dá nome à banda recém reunida em torno da voz, do violão e composições de Saraiva; Sobre Palavras (Borandá, 2009), em parceria com Verônica Ferriani, projeto premiado no âmbito do Projeto Pixinguinha (Funarte) deste mesmo ano; e Tejo-Tietê (2013), em parceria com a portuguesa Susana Travassos. É membro fundador do grupo A Barca, que pesquisa e movimenta a música de raiz brasileira desde 1998. Em 2014, Chico Saraiva finalizou seu mestrado em Processos de Criação Musical pela USP, por meio da pesquisa intitulada Violão-Canção: diálogos entre o violão solo e a canção popular no Brasil, onde entrevista - com vioão na mão - algumas de suas principais referências musicais, tais como Guinga, João Bosco e Sérgio Assad. A pesquisa, indicada para e em vias de publicação, alimenta a produção do filme Violão-Canção: uma alma brasileira, a ser lançado ainda em 2016.

Chico Saraiva apresenta um apanhado de músicas de seus já lançados.


Dia 29 de Abril – sexta - 21h - couvert $ 40,00: DUOFEL

VIOLÃO LIVRE de DUOFEL”


Em 15 de Março de 1978 nascia em São Paulo o DUOFEL, formado pelos violonistas Fernando Melo, alagoano de Arapiraca e Luiz Bueno, paulistano que além de terem em comum o fato de serem autodidatas sempre acreditaram no sucesso de uma proposta musical, “O Violão Livre de Duofel, que não privilegia nenhum estilo ou escola violonística e se permitem experimentar toda e qualquer expressão musical.Com 13 CDs e 3 DVDs lançados no Brasil e exterior (Europa, EUA e Índia) celebram este ano 37 anos de amizade e musica no mais alto estilo trazendo um repertório recheado de “doces e guloseimas”, como toda boa festa, trazendo um pouco de tudo destes 35 anos de musica: a linguagem pop com The Beatles, a visão ímpar de clássicos da MPB e algumas de suas quase 200 composições próprias, tocando em seis diferentes tipos de violões, clássico, aço, 12 cordas, viola caipira e tenor e dos mais inusitados “jeitos e maneiras” mostrando técnica refinada e criatividade nas experimentações.

No show utilizam variadas formações com seus 7 diferentes violões a saber:Violão com 6 cordas de aço (2), Violão Clássico – Nylon (2), Violão Tenor, Violão 12 cordas de aço Viola Caipira



Repertório:

Releituras da MPB

Composições Próprias

Releitura de Beatles




UNIBES CULTURAL

Rua Oscar Freira, 2 500– Sumaré -  São Paulo – SP (ao lado do metrô Suaré)
Dias 1, 6, 27, 29 – quartas e sextas

Informações pelo telefone: 11- 3065-4333

Capacidade: 296 lugares teatro Lounge 100 lugares

Ar Condicionado

Recebem todos os cartões

Idade mínima: 12 anos

http://www.unibescultural.org.br

https://www.facebook.com/unibesculturaç
Relacionamento imprensa – shows

XXXXXXXXXXXXXXXX

Produção- Lucia Rodrigues

produtoralucia@gmail.com

11 9. 9195-9936


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal