1. refrão meditativo Trindade amor / amor, Trindade! / Ó, Trindade / Trindade, amor! entrada



Baixar 63,41 Kb.
Encontro05.06.2017
Tamanho63,41 Kb.
Solenidade da santíssima trindade

Ano A | Cor: Branco | 11 de junho de 2017



1. refrão meditativo

Trindade amor / amor, Trindade! / Ó, Trindade / Trindade, amor!
2. entrada

1. Entremos com alegria / na casa do Senhor. / Em sua fiel companhia / Cantemos seu louvor.



Honra e glória à Santíssima Trindade. / Honra e glória por toda a eternidade. / Honra e glória à Trindade Santa.

2. Aqui todos juntos oramos / com fé e gratidão. / E bênção de Deus invocamos / de todo o coração.

3. Em nome do Pai sacrossanto, / do Filho Salvador, / no amor do Espírito Santo, / Vivemos sem temor.
3. ato penitencial

1. Senhor, tende piedade / dos corações arrependidos!



Tende piedade de nós / Tende piedade de nós. / Tende piedade de nós / Tende piedade de nós.

2. Jesus, tende piedade / dos pecadores, tão humilhados!

3. Senhor, tende piedade / Intercedendo por nós ao Pai!
4. glória

Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens, / e paz na terra aos homens por Ele amados. / Senhor Deus, Rei dos céus, / Deus Pai todo-poderoso, / Senhor Deus, Rei dos céus, Deus, Pai todo poderoso:

Nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, / Nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, Nós damos graças, por vossa imensa glória.

Senhor Jesus, o Cristo , Filho Unigênito, :/ O Senhor Deus, Cordeiro de Deus: Filho de Deus Pai/.

Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; / Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; / Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

Só Vós sois Santo; só Vós, sois o Senhor; / Só Vós, o Altíssimo o filho Jesus Cristo; / Com o Espírito Santo na glória de Deus Pai. Amém!


oração da coleta

Ó Deus, nosso Pai, enviando ao mundo a Palavra da verdade e o Espírito santificador, revelastes o vosso inefável mistério. Fazei que, professando a verdadeira fé, reconheçamos a glória da Trindade e adoremos a Unidade onipotente. PNSJC.



T.: Amém!
5. primeira leitura

Ex 34,4b-6.8-9

Leitura do Livro do Êxodo

Naqueles dias: Moisés levantou-se, quando ainda era noite, e subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe havia mandado, levando consigo as duas tábuas de pedra. O Senhor desceu na nuvem e permaneceu com Moisés, e este invocou o nome do Senhor. Enquanto o Senhor passava diante dele, Moisés gritou: “Senhor, Senhor! Deus misericordioso e clemente, paciente, rico em bondade e fiel”. Imediatamente, Moisés curvou-se até o chão e, prostrado por terra, disse: “Senhor, se é verdade que gozo de teu favor, peço-te, caminha conosco; embora este seja um povo de cabeça dura, perdoa nossas culpas e nossos pecados e acolhe-nos como propriedade tua”.



Palavra do Senhor.

T.: Graças a Deus!
6. salmo Dn 3

A vós, louvor, honra e glória eternamente.

1. Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais.

2. Sede bendito, nome santo e glorioso.

3. No templo santo onde refulge a vossa glória.

4. E em vosso trono de poder vitorioso.

5. Sede bendito, que sondais as profundezas.

6. E superior aos querubins vos assentais.

7. Sede bendito no celeste firmamento.



7. segunda leitura

2 Cor 13,11-13

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios

Irmãos: Alegrai-vos, trabalhai no vosso aperfeiçoamento, encorajai-vos, cultivai a concórdia, vivei em paz, e o Deus do amor e da paz estará convosco. Saudai-vos uns aos outros com o beijo santo. Todos os santos vos saúdam. A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós.



Palavra do Senhor.

T.: Graças a Deus!
8. canto de aclamação

Aleluia, Aleluia, Aleluia! Com alegria, aclamemos a palavra do Senhor!

1. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Divino, ao Deus que é, que era e que vem, pelos séculos. Amém!


9. Evangelho

Jo 3,16-18

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João

Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. Quem nele crê, não é condenado, mas quem não crê, já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito.



Palavra da Salvação.

T.: Glória a vós, Senhor!
10. profissão de fé

11. oração do dizimista

Senhor, consciente de minha responsabilidade de cristão, faço-te esta minha oferta alegre e generosa. Por ela quero demonstrar-te o meu reconhecimento, minha gratidão e também minha fé consciente, responsável e adulta, para as realizações da comunidade. Amém!

12. canto das ofertas

1. As sementes que me deste e que não eram pra guardar, / pus no chão da minha vida, quis fazer frutificar.



Dos meus dons que recebi, / pelo Espírito do amor, / trago os frutos que colhi / e em tua mesa quero pôr (bis).

2. Pelos campos deste mundo / quero sempre semear. / Os talentos que me deste para eu mesmo cultivar.

3. Quanto mais eu for plantando, / mais terei para colher. / Quanto mais eu for colhendo, / mais terei a oferecer.
sobre as oferendas

Senhor nosso Deus, pela invocação do vosso nome, santificai as oferendas de vossos servos e servas, fazendo de nós uma oferenda eterna. PCNS.



T.: Amém!
13. oração eucarística III

(Prefácio da Santíssima Trindade)



Pr.: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso.

Com vosso Filho único e o Espírito Santo sois um só Deus e um só Senhor. Não uma única pessoa, mas três pessoas num só Deus. Tudo o que revelastes e nós cremos a respeito de vossa glória atribuímos igualmente ao Filho e ao Espírito Santo. E, proclamando que sois o Deus eterno e verdadeiro, adoramos cada uma das pessoas, na mesma natureza e igual majestade.

Unidos à multidão dos anjos e dos santos, nós vos aclamamos, jubilosos, cantando a uma só voz:


santo

Santo, Santo, Santo, / Senhor Deus do Universo. / O céu e a terra proclamam a vossa glória (bis).



Hosana nas alturas, / Hosana, nas alturas. / Bendito o que vem em nome do Senhor./ Hosana nas alturas! (bis).
Pr.: Na verdade, vós sois santo, ó Deus do universo, e tudo o que criastes proclama o vosso louvor, porque, por Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, e pela força do Espírito Santo, dais vida e santidade a todas as coisas e não cessais de reunir o vosso povo, para que vos ofereça em toda parte, do nascer ao pôr-do-sol, um sacrifício perfeito.

T.: Santificai e reuni o vosso povo!

Pr.: Por isso, nós vos suplicamos: santificai pelo Espírito Santo as oferendas que vos apresentamos para serem consagradas, a fim de que se tornem o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, que nos mandou celebrar este mistério.

T.: Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

Pr.: Na noite em que ia ser entregue, ele tomou o pão, deu graças, e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

Tomai, todos, e comei...

Pr.: Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo:

Tomai, todos, e bebei...
Pr.: Eis o mistério da fé!

T.: Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!
Pr.: Celebrando agora, ó Pai, a memória do vosso Filho, da sua paixão que nos salva, da sua gloriosa ressurreição e da sua ascensão ao céu; e enquanto esperamos a sua nova vinda, nós vos oferecemos em ação de graças este sacrifício de vida e santidade.

T.: Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

Pr.: Olhai com bondade a oferenda da vossa Igreja, reconhecei o sacrifício que nos reconcilia convosco e concedei que, alimentando-nos com o Corpo e o Sangue do vosso Filho, sejamos repletos do Espírito Santo e nos tornemos em Cristo um só corpo e um só espírito.

T.: Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

Pr.: Que ele faça de nós uma oferenda perfeita para alcançarmos a vida eterna com os vossos santos: a Virgem Maria, mãe de Deus, com São José, seu esposo, os vossos Apóstolos e Mártires, e todos os santos, que não cessam de interceder por nós na vossa presença.

T.: Fazei de nós uma perfeita oferenda!

Pr.: E agora, nós vos suplicamos, ó Pai, que este sacrifício da nossa reconciliação estenda a paz e a salvação ao mundo inteiro. Confirmai na fé e na caridade a vossa Igreja, enquanto caminha neste mundo: o vosso servo o papa (N.) e o nosso bispo (N.), com os bispos do mundo inteiro, o clero e todo o povo que conquistastes.

T.: Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!

Pr.: Atendei às preces da vossa família, que está aqui, na vossa presença. Reuni em vós, Pai de misericórdia, todos os vossos filhos e filhas dispersos pelo mundo inteiro.

T.: Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

Pr.: Acolhei com bondade no vosso reino os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida e todos os que morreram na vossa amizade. Unidos a eles, esperamos também nós saciar-nos eternamente da vossa glória, por Cristo, Senhor nosso.

T.: A todos saciai com vossa glória!

Pr.: Por ele dais ao mundo todo bem e toda graça.

Por Cristo, com Cristo...



T.: Amém!
14. cordeiro

1. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, / tende piedade, piedade de nós!

2. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade, piedade de nós!

3. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz, a vossa paz!


15. comunhão i

1. Deus amou tanto o mundo / que nos deu seu Filho querido, / prova de amor maior não há! / É preciso o homem acreditar.



Louvai ao Senhor, ó terra inteira, / sol e lua! Cantai ao Senhor um canto novo, um louvor! Louvai ao Senhor, ó terra inteira fogo e mar! / Cantai ao Senhor um canto novo, aleluia!

2. Deus de amor, Senhor dos senhores, / nós teus filhos amados, escolhidos, / cremos em Ti, ó pão da vida. / Vem, Espírito Santo, nos habitar.

3. Deus amor, tua palavra / é uma luz iluminando o meu ser. / E quem confia, sempre vencerá. / É feliz na vida quem sabe amar.

4. Deus que ama todas as nações, / os pequeninos agora reunidos / pedem tua paz, jorre tua paz, / tua paz de amor nos corações.


16. comunhão iI

Sejamos um para que o mundo creia / Sejamos um para que o mundo creia / Sejamos um, irmãos/ Sejamos um, irmãs / E o mundo há de crer!

1. Assim como Jesus está no Pai, / Como também o Pai está no Filho / Sejamos nós perfeitos na unidade / E o mundo reconheça o amor de Deus.

2. Um novo mandamento, eis o sinal: / amar-vos uns aos outros como irmãos! / É nisto que seremos conhecidos: / Sua Igreja, seu rebanho, comunhão!

3. O Corpo é um só, a Fé, um só Batismo / Um só Espírito, uma esperança / Um só Senhor, um é o Pai de todos: / Ninguém e nada vai nos separar!

4. De Cristo o corpo somos, os seus membros / Nós todos, batizados no Espírito / Com dons diversos, graças diferentes: / É a Igreja edificada no Amor!

pós comunhão

Possa valer-nos, Senhor nosso Deus, a comunhão no vosso sacramento, ao proclamarmos nossa fé na Trindade eterna e santa, e na sua indivisível Unidade. PCNS.



T.: Amém!

17. ORAÇÃO DO ANO DA VOCAÇÃO SACERDOTAL

Ó Deus, nosso Pai, nós vos agradecemos pelo precioso dom do sacerdócio que, por vosso divino Filho, concedestes à vossa Igreja.

Conservai no vosso santo serviço aqueles que chamastes para exercer, em nome de Jesus Cristo, a sublime missão de ensinar, santificar e conduzir o vosso povo santo.

Dai-lhes força, alegria e fidelidade no exercício do sagrado ministério, mesmo diante das dificuldades que acompanham a vida dos discípulos e missionários de Jesus.

Dai perseverança aos seminaristas e despertai entre os jovens muitas vocações para o ministério sacerdotal, a fim de que o vosso povo santo possa contar com a indispensável presença daqueles que, em nome de vosso Filho, apascentam o vosso rebanho, repartem o Pão da palavra e o sustentam com a Sagrada Eucaristia e os demais sacramentos.

Amparados pela intercessão de Nossa Senhora da Assunção e de São José, Padroeiros da Arquidiocese de Mariana, nós vos dirigimos esta súplica, por Jesus Cristo, Bom Pastor, Sumo e Eterno Sacerdote, na unidade do Espírito Santo. Amém!
18. canto final

1. A sombra vai se abrindo, quando a noite cai. E vão surgindo tantas luzes, de um dia que jamais há de se acabar. De um dia que há de começar sempre porque sabemos que uma nova vida, aqui nascida, ninguém mais cancelará.



Se tu vais agora, anoitecerá. Se tu vais embora, senhor o que será? Se tu vais agora, anoitecerá. Mas se permaneces, a noite não virá.

2. Como o mar se espraia, infinitamente. O vento soprará e abrirá os caminhos escondidos. Tantos corações hão de ver uma nova luz clara. Como uma chama que onde passa queima. O teu amor todo o mundo invadirá.

3. A humanidade luta, sofre, espera. É terra seca e no céu não há nuvens. Mas a vida não lhe faltará. E a esperança brilhará para sempre. Contigo unidos, ó fonte de água viva! Tua presença o deserto acabará!


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal