1- leia o trecho que se segue



Baixar 12,74 Kb.
Encontro22.07.2017
Tamanho12,74 Kb.
1- Leia o trecho que se segue:
Nenhum homem me fará descer à casa de Hades contrariando o meu destino. Nenhum homem, afirmo, jamais escapou de seu destino, seja covarde ou bravo, depois de haver nascido.

(Homero, Ilíada). 

Hades, na filosofia grega, designa: 

a) o nome do deus das águas. 

b) o nome do deus da beleza. 

c) o nome do deus do mundo subterrâneo e dos mortos. 

d) o nome do deus da guerra. 
2- “Zeus ocupa o trono do universo. Agora o mundo está ordenado. Os deuses disputaram entre si, alguns triunfaram. Tudo o que havia de ruim no céu etéreo foi expulso, ou para a prisão do Tártaro ou para a Terra, entre os mortais. E os homens, o que acontece com eles? Quem são eles?” (VERNANT, Jean-Pierre. O universo, os deuses, os homens. Trad. de Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. p. 56.)

O texto acima é parte de uma narrativa mítica. Considerando que o mito pode ser uma forma de conhecimento, assinale a alternativa correta.

a) A verdade do mito obedece a critérios empíricos e científicos de comprovação.

b) O conhecimento mítico segue um rigoroso procedimento lógico-analítico para estabelecer suas verdades.

c) As explicações míticas constroem-se de maneira argumentativa e autocrítica.



d) O mito busca explicações definitivas acerca do homem e do mundo, e sua verdade independe de provas.

e) A verdade do mito obedece a regras universais do pensamento racional, tais como a lei de não-contradição.


3) A religião na Grécia antiga apresentou como características o:

a) zoomorfismo, o monoteísmo e o totemismo;


b) salvacionismo, o antroporfismo e o messianismo

c) ascenticismo, a mitologia e o animismo;



d) antroporfismo, o politeísmo e a mitologia;

e) animismo, o salvacionismo e o miscitismo



4- Leia o trecho que se segue:
E Moisés e Arão fizeram assim como o Senhor tinha mandado; e Arão levantou a vara, e feriu as águas que estavam no rio, diante dos olhos de Faraó, e diante dos olhos de seus servos; e todas as águas do rio se tornaram em sangue,
E os peixes, que estavam no rio, morreram, e o rio cheirou mal, e os egípcios não podiam beber a água do rio; e houve sangue por toda a terra do Egito.
Porém os magos do Egito também fizeram o mesmo com os seus encantamentos; de modo que o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu, como o Senhor tinha dito.


Êxodo 7:20-22
O trecho anterior retrata uma narração bíblico-mitológica que está baseada numa circunstância política e ideológica de dois povos: egípcios e hebreus (judeus). Sobre esse fator, é correto afirmar que:
a) os mitos também servem para ilustrar realidades político-sociais.

b) as narrativas mitológicas possuem uma serventia puramente imaginária e fantasiosa.

c) os mitos não carregam nenhum significado que poderia estar a serviço do conhecimento.

d) esse trecho citado exemplifica a inutilidade das narrações mitológicas.



e) nenhum das alternativas.
5- Leia o trecho que se segue:
...ele prefere uma vida mais breve, mas repleta de heroísmo e feitos extraordinários a uma vida longa e sem realizações.”
O trecho citado foi extraído da obra Ilíada de Homero. No comentário, ele faz uma observação sobre Narciso, personagem heroico-mitológico. Assim, apresenta a visão dos antigos gregos sobre ‘imortalidade’ e ‘destino’ (relacionado aos deuses).
Para os antigos gregos, a imortalidade não era simplesmente uma vida eterna no mundo. Para eles, assim como está ilustrado no mito de Aquiles, a vida deve ser permeada de feitos heroicos para que a pessoa fique imortalizada na história. Segundo ele, a pessoa estaria sujeito a essa condição a partir do momento em que vivesse os preceitos designados pelos deuses que estariam velados no destino de cada um.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal